Enfoque nos Valores

Extraído de um discurso proferido aos jovens em Nairóbi, Quênia, em novembro de 2011.


Russell M. Nelson
O desenvolvimento de valores eternos vai ajudar todos nós a nos tornarmos como o Pai Celestial deseja que sejamos.

Gostaria de falar um pouco sobre alguns valores nos quais vocês devem se concentrar em sua vida diária. Vocês, moças, vão reconhecê-los. E vocês, rapazes, saibam que eles não são exclusivos das moças. Esses valores são dignos de sua atenção tanto quanto o são para as moças.

youth in colored shirts

À direita: ilustração fotográfica de Derek Israelsen

O primeiro valor das Moças é a fé. Na verdade, a fé é o primeiro princípio do evangelho. Façam com que sua fé se concentre em nosso amoroso Pai Celestial e em Seu Filho Amado, o Senhor Jesus Cristo. Vocês também devem fortalecer continuamente sua fé no plano de salvação.

É importante desenvolver fé para guardar todos os mandamentos de Deus, sabendo que nos foram dados para abençoar-nos e proporcionar-nos alegria. Vocês encontrarão pessoas que escolhem quais mandamentos vão guardar e quais vão ignorar. Essa prática de escolher o que cumprir não funciona. Ela vai conduzi-los à infelicidade. A fim de preparar-se para encontrar-se com Deus, vocês precisam guardar todos os Seus mandamentos. É preciso ter fé para obedecer a eles, e o cumprimento de Seus mandamentos vai fortalecer essa fé.

Natureza Divina

O segundo valor das Moças é a natureza divina. Esse é um jeito adulto de dizer: “Sou um filho de Deus”. Vocês têm a divindade dentro de vocês. Nosso Pai Celestial os criou.

Já pensaram em sentir-se gratos pelo coração que têm? Observem o trabalho que ele executa. Todos os dias, bombeia sangue suficiente para encher um tanque de quase 8.000 litros. Dentro do coração, há quatro conjuntos de válvulas que abrem e fecham 100.000 vezes por dia, mais de 36 milhões de vezes por ano, e não quebram. Nenhum material feito pelo homem — papel, plástico, metal ou aço — pode abrir e fechar tantas vezes, nessa frequência, sem quebrar. Todo órgão do corpo é extremamente bem projetado e maravilhoso em sua função.

Vocês sabem que se tentassem nadar debaixo da água sem respirar, não conseguiriam ficar muito tempo. O que os impele a subir à tona para respirar? O dióxido de carbono é medido por dois pequenos medidores no pescoço, que enviam sinais para o cérebro, como se dissessem: “Seu nível de dióxido de carbono está muito alto. Livre-se dele”. Então vocês nadam para a superfície e exalam, livrando-se do dióxido de carbono.

Que habilidades incríveis tem seu corpo! Cuidem bem dele. Não façam nada que prejudique a beleza natural dessa criação maravilhosa que nos foi dada por Deus.

Valor Individual

O próximo valor das Moças é o valor individual. Um discípulo fiel de Jesus Cristo se torna um filho devotado de Deus — mais preocupado em ser justo do que em ser egoísta, mais ansioso em exercer compaixão do que em exercer domínio, mais comprometido com a integridade do que com a popularidade.

Vocês estão cientes de seu infinito valor. De fato, toda moça da Igreja proclama esse valor individual como um de seus valores preferidos. Ela declara: “Sou de infinito valor, com minha própria missão divina, a qual me esforçarei para cumprir” (Progresso Pessoal das Moças, livreto, 2009, p. 29). O mesmo se aplica aos rapazes. Todo filho ou filha de Deus tem infinito valor por causa de sua missão divina.

O valor individual também inclui o desenvolvimento de sua fé, como indivíduo. Nenhuma outra pessoa pode desenvolver sua fé por vocês. Vocês podem desejar ter a fé que tem o Presidente Thomas S. Monson ou algum outro herói, mas precisam desenvolvê-la vocês mesmos. Quando cometerem um erro, devem arrepender-se individualmente desses problemas passados. Quando foram batizados e receberam o dom do Espírito Santo, isso foi feito individualmente. Portanto, como indivíduo, vocês fazem convênios. Essas ordenanças de salvação são todas uma questão individual.

As maiores ordenanças e bênçãos de sermos membros da Igreja acontecem no templo. Ali recebemos as ordenanças da investidura e do selamento aos pais, ao cônjuge e aos antepassados. Todas as ordenanças de exaltação são uma questão de família. Percebem essa diferença? As ordenanças de salvação são individuais; as ordenanças de exaltação envolvem mais de uma pessoa.

Conhecimento

O próximo valor das Moças é o conhecimento. Na Igreja, a aquisição de instrução e conhecimento é uma responsabilidade religiosa. Educamos nossa mente para que um dia possamos prestar serviço de valor ao próximo. A instrução é a diferença entre querer fazer o bem e poder fazer o bem.

Com frequência, as pessoas me perguntam como é ser médico. Perguntam: “Quanto tempo você passou na escola?” Bem, muito tempo. Desde a época que recebi meu diploma de médico até o primeiro pagamento que recebi por serviços profissionais prestados, passaram-se 12 anos e meio. Foi um longo período, mas que idade eu teria 12 anos e meio depois se não estivesse fazendo isso? Exatamente a mesma. Por isso, vocês também devem se esforçar para tornar-se tudo o que puderem ser.

Minha formação médica foi o que me permitiu realizar uma cirurgia cardíaca no Presidente Spencer W. Kimball (1895–1985) em 1972. Portanto, não menosprezem o conhecimento. A glória de Deus é mesmo a inteligência (ver D&C 93:36).

Escolhas e Responsabilidades

O próximo valor das Moças é escolhas e responsabilidades. Esse é outro modo de dizer “arbítrio moral”. O arbítrio moral faz parte da vida porque o Pai Celestial queria que cada um de nós agisse por si mesmo e se tornasse o que quer ser.

As escolhas e responsabilidades dizem que para cada escolha que fazemos, somos responsáveis pelas respectivas consequências. Portanto, precisamos tomar decisões responsáveis. Talvez não importe muito se vão usar uma gravata azul ou vermelha, ou um vestido roxo ou verde, mas o que realmente importa é se sua escolha vai levá-los para mais perto ou para mais longe do Senhor e de Seu modo de vida. E por que aconselhamos e imploramos que sigam o caminho do Senhor? Simplesmente porque é o caminho para a felicidade.

Boas Obras

Em seguida, vem o valor das Moças boas obras. Esse valor se baseia na vida de Jesus Cristo, que amava as pessoas. Para demonstrar Seu amor pelas pessoas, Ele as servia. Quando amamos alguém, mostramos isso fazendo algo de bom. Portanto, aprendam a servir, encontrem uma necessidade e atendam a ela. Surpreendam as pessoas com uma boa ação com a qual elas não contavam. Temos essa oportunidade em casa, na escola e na Igreja.

Lembro-me da primeira vez que fui à África como Autoridade Geral. Meu companheiro de viagem foi o Élder Russell C. Taylor. Toda manhã, quando eu acordava, descobria que ele havia engraxado meus sapatos. Ele não precisava fazer aquilo, mas era sua maneira de dizer: “Amo você”.

Integridade

O próximo valor das Moças é a integridade. A palavra integridade deriva da palavra íntegro, que significa “inteiro” ou “intacto”. Na medicina, falamos da integridade estrutural do coração. Por isso, quando algo dá errado — por exemplo, uma lesão no coração — dizemos que ele perdeu sua integridade. Já não faz o que se esperava dele. Aplicando ao ser humano, integridade significa que a pessoa é digna de confiança, que podemos contar com ela.

Nas escrituras, lemos que o irmão do Profeta Joseph Smith, Hyrum, era amado pelo Senhor por causa da “integridade de seu coração” (D&C 124:15). O Senhor não Se referia à anatomia do coração, mas à integridade do espírito de Hyrum.

Virtude

O mais novo valor das Moças é a virtude. Virtude é uma palavra maravilhosa. O que ela significa para vocês? Virtude significa “pureza”. Mas há também outro significado. Lembram-se de quando no Novo Testamento a mulher que tinha um fluxo de sangue tocou na orla das vestes do Salvador? O Salvador disse: “Alguém me tocou, porque bem conheci que de mim saiu virtude” (Lucas 8:46). Nesse caso, virtude tem um significado diferente. No idioma grego, trata-se da palavra dunamis, que é a raiz da qual deriva a palavra dínamo e dinamite. Significa “poder”. Queremos ambos os tipos de virtude para vocês, preciosos rapazes e preciosas moças.

Tornem-se Tudo o Que Puderem Ser

O conhecimento traz poder; a pureza traz poder; o amor traz poder. Queremos que tenham o poder de tornar-se tudo o que o Senhor deseja que se tornem. Vocês estão crescendo, estão mudando e estão no comando do que acabarão se tornando.

Não acho que fará nenhuma diferença se forem vendedores de móveis, cirurgiões, advogados ou arquitetos. Toda profissão digna, a que melhor se adequar a vocês, é maravilhosa. Mas o que realmente importa é quem vocês estão se tornando.

Perguntem-se a si mesmos: Sou íntegro? Tenho pureza? Tenho amor? Tenho compaixão? Todos esses atributos são imensuráveis. E se pensarem nos atributos dos valores das Moças e viverem de acordo com eles, esses valores vão ajudá-los a tornarem-se tudo o que podem ser.