Por que o trabalho de história da família é tão importante?

Do Quórum dos Doze Apóstolos

Adaptado de “O Coração dos Filhos Voltar-se-á”, A Liahona, novembro de 2011, p. 24.

Ouvir Baixar Imprimir Compartilhar

Os membros do Quórum dos Doze Apóstolos são testemunhas especiais de Jesus Cristo.

Por que o trabalho de história da família é tão importante?

O Profeta Joseph Smith declarou que “a maior responsabilidade do mundo (…) é a de buscar nossos mortos”.1

A história da família é uma parte vital do trabalho de salvação e exaltação.

Temos a responsabilidade por convênio de buscar nossos antepassados e de prover-lhes as ordenanças de salvação do evangelho.

Convido os jovens da Igreja a aprenderem a respeito do Espírito de Elias e a vivenciarem-no.2

Incentivo-os a estudarem, a pesquisarem seus antepassados e a prepararem-se para realizar batismos vicários na casa do Senhor por seus próprios parentes falecidos.

Ao atenderem com fé a este convite, seu coração se voltará aos pais.

Seu amor e sua gratidão por seus antepassados vão aumentar.

Serão protegidos em sua juventude e por toda a vida.

Seu testemunho do Salvador e sua conversão a Ele se tornarão mais profundos e duradouros.

Exibir Referências

    Notas

  1.   1.

    Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, 2007, p. 500.

  2.   2.

    Ver Doutrina e Convênios 2:1–2.