Mensagem da Primeira Presidência

A Melhor Época para Plantar uma Árvore


Dieter F. Uchtdorf

Na Roma antiga, Jano era o deus dos inícios. Geralmente era retratado com duas faces: uma olhando para o passado e a outra, para o futuro. Em alguns idiomas, o mês de janeiro tem esse nome por causa dele, porque o início do ano era um momento de reflexão e também de planejamento.

Milhares de anos mais tarde, muitas culturas do mundo inteiro têm a tradição de tomar decisões para o ano novo. É claro que tomar a decisão é fácil, mantê-la é algo totalmente diferente.

Um homem que tinha feito uma longa lista de decisões de ano novo sentia-se bastante satisfeito com seu progresso. Pensou consigo mesmo: “Até agora, segui minha dieta, não perdi a paciência, mantive meu orçamento e não reclamei uma única vez do cachorro do vizinho. Mas hoje é 2 de janeiro, o despertador acabou de tocar, e está na hora de levantar. Vou precisar de um milagre para conseguir manter esse escore”.

O Recomeço

Há algo incrivelmente esperançoso em um novo início. Suponho que nesta ou naquela ocasião todos tenhamos que começar de novo numa nova página.

Adoro pegar um computador novo com um disco rígido limpo. Por algum tempo, ele funciona perfeitamente. Mas à medida que se passam os dias e as semanas e são instalados mais programas (alguns intencionalmente, outros nem tanto), por fim o computador começa a travar, e as coisas que eu costumava fazer de modo rápido e eficiente se tornam lentas. Às vezes, ele não funciona de jeito nenhum. Até iniciá-lo pode tornar-se uma tarefa árdua quando o disco rígido fica entulhado com uma miscelânea caótica de lixo eletrônico. Há ocasiões em que o único recurso é reformatar o computador e começar de novo.

Os seres humanos de igual modo podem entulhar-se de temores, dúvidas e culpas penosas. Os erros que cometemos (tanto os intencionais quanto os não intencionais) podem pesar sobre nós até nos parecer difícil fazer o que sabemos que devemos.

No caso do pecado, há um maravilhoso processo de reformatação chamado arrependimento que nos permite limpar nosso disco rígido interno do entulho que nos sobrecarrega o coração. O evangelho, por meio da milagrosa e compassiva Expiação de Jesus Cristo, mostra-nos o meio de limpar a alma da mancha do pecado e voltar a tornar-nos novos, puros e inocentes como uma criança.

Mas às vezes há outras coisas que nos retardam e retêm, provocando pensamentos e atos improdutivos que nos dificultam o reinício.

Trazer à Tona o Melhor Que Há em Nós

O estabelecimento de metas é um empreendimento digno. Sabemos que o Pai Celestial tem metas porque Ele nos disse que sua obra e glória é “levar a efeito a imortalidade e vida eterna do homem” (Moisés 1:39).

Nossas metas pessoais podem trazer à tona o que há de melhor em nós. Contudo, uma das coisas que atrapalham nosso empenho de tomar e manter decisões é a procrastinação. Às vezes retardamos o início, esperando o momento certo para começar: o primeiro dia de um novo ano, o início do verão, nosso chamado como bispo ou presidente da Sociedade de Socorro, depois que os filhos forem para a faculdade, a aposentadoria.

Não precisamos de convite para começar a mover-nos em direção a nossas metas justas. Não precisamos esperar permissão para tornar-nos a pessoa que temos o potencial de ser. Não precisamos esperar um convite para servir na Igreja.

Às vezes desperdiçamos a vida esperando ser escolhidos (ver D&C 121:34–36). Mas essa é uma premissa falsa. Você já foi escolhido!

Às vezes em minha vida passei noites em claro me debatendo com problemas, preocupações ou aflições pessoais. Mas por mais tenebrosa que seja a noite, sempre me sinto encorajado com este pensamento: pela manhã, o sol vai raiar.

A cada novo dia, há uma nova alvorada — não apenas para a Terra, mas para nós também. E com o novo dia chega um novo início — a oportunidade de começar de novo.

Mas e Se Fracassarmos?

Às vezes o que nos retém é o medo. Podemos ter medo de não ter sucesso, de ter sucesso, de passar vergonha, de que o sucesso possa nos mudar ou de que ele mude as pessoas que amamos.

Por isso esperamos. Ou desistimos.

Outra coisa que precisamos lembrar ao estabelecer metas é o seguinte: Com quase toda certeza vamos fracassar — ao menos a curto prazo. Mas em vez de ficar desanimados, podemos renovar forças, pois essa compreensão remove a pressão de termos de ser perfeitos aqui e agora. Reconhecemos desde já que pode ser que fracassemos aqui ou acolá. O fato de saber disso desde o princípio elimina grande parte da surpresa e do desânimo do fracasso.

Quando encaramos nossas metas dessa forma, não é preciso que o fracasso nos restrinja. Lembre que mesmo que deixemos de atingir nosso destino final e desejado imediatamente, teremos progredido ao longo do caminho que nos conduz a ele.

E isso importa, e muito.

Mesmo que não alcancemos a linha de chegada, o simples fato de prosseguirmos na jornada nos tornará maiores do que antes.

O Melhor Momento para Começar É Agora

Um antigo provérbio diz: “A melhor época para plantar uma árvore é 20 anos no passado. A segunda melhor época é agora”.

Há algo maravilhoso e esperançoso na palavra agora. Há algo que nos dá muita força no fato de que, se escolhermos decidir agora, podemos seguir em frente neste exato momento.

Agora é o melhor momento de começar a tornar-nos a pessoa que chegaremos a ser no final: não apenas daqui a 20 anos, mas também por toda a eternidade.

Ensinar Usando Esta Mensagem

O Presidente Uchtdorf explicou que, quando deixamos de atingir nossas metas, “podemos renovar forças. (…) Mesmo que não alcancemos a linha de chegada, o simples fato de prosseguirmos na jornada nos tornará maiores do que antes”. Peça aos membros da família que contem experiências pessoais nas quais aprenderam mais com o processo do que com o resultado, tal como ao formar-se na escola ou ao receber um prêmio.

Jovens

Tornar-se o Melhor Que Você Pode Ser — Começar Agora

O Presidente Uchtdorf ensina que “as metas pessoais podem trazer à tona o que há de melhor em nós”. Planeje estabelecer algumas metas em duas ou três áreas de sua vida, como saúde física, saúde espiritual e amizades, por exemplo. Que realizações você gostaria de alcançar nessas áreas neste ano? Ao pensar em espírito de oração em algumas metas, certifique-se de que sejam atingíveis, mas que exijam um crescimento de sua parte. Em seu diário, descreva suas metas detalhadamente a fim de acompanhar seu progresso ao longo do ano.