Encontrar e Ser um Amigo Verdadeiro

Ouvir Baixar Imprimir Compartilhar

Jovens de Oxford, Inglaterra, compartilham o que pensam sobre a amizade verdadeira.

teenage friends

Ilustrações: Andrew Bosley

Começando com o melhor amigo que você tem desde os 5 anos de idade até o novo colega que você conheceu na aula de matemática, é muito importante ter bons amigos. Conforme explicado em Para o Vigor da Juventude: “Todos precisam de amigos bons e verdadeiros. Eles são uma grande força e bênção para você” (2011, p. 16).

Mas como encontrar e manter bons amigos?

Perguntamos aos jovens da Inglaterra o que a verdadeira amizade significa para eles. Conheça algumas de suas histórias sobre amigos verdadeiros e como esses amigos os fortaleceram. Talvez você descubra que seus amigos são uma força para você também.

O que faz de uma pessoa um bom amigo?

teens cheering

Aaron M.: Acho que você deveria ficar animado ao ver seus amigos. Você precisa mostrar interesse e saber o que é importante para eles. Quando estão juntos, você consegue ficar à vontade. E não precisa fingir ser outra pessoa.

Leighton H.: Um amigo é alguém que o apoia e o conforta.

Maddy H.: Alguém em quem você confia.

Rachel P.: Uma das coisas que define um bom amigo é alguém que está sempre disposto a ajudá-lo e apoiá-lo.

Emma F.: Minha melhor amiga sempre esteve ao meu lado, me ajudando. No Ensino Médio, quando saí da escola para concluir meus estudos em casa, ela me enviava mensagens. Ela falava: “Ei, o que você está fazendo? Vamos fazer alguma coisa juntas?” Eu não tinha muitos amigos naquela época e nos tornamos melhores amigas. Ela sempre sabe quando estou triste. Não sei como, mas de alguma forma ela sempre sabe.

Como Seus Amigos o Apoiam?

friends talking

Hannah P.: Alguns amigos vieram assistir às apresentações do coro do qual eu participava.

Andrew S.: Meu amigo me ajudou incrivelmente no futebol.

Bella F.: Para assistir a uma aula de estudos religiosos, fomos a uma capela da Igreja e todos os missionários estavam lá. Foi muito divertido. Também pensei que era uma boa maneira para escolher bons amigos, porque eu ia perceber quem realmente respeitava a religião alheia. Eles disseram coisas como: “Ah, vocês não falam palavrão?” E também falaram: “Tudo bem, não vou usar palavrões quando estiver perto de você”, e outras coisas desse tipo. Conversamos sobre o café e por que não o bebemos, e eles disseram: “Sem problema, não precisamos tomar café no intervalo das aulas”. Todos foram muito respeitosos.

Emma B.: Meus amigos foram muito abertos ao falar sobre minha religião e comentaram: “Sabe, eu não acredito necessariamente nas mesmas coisas que você, mas estou totalmente aberta para entender e conhecer suas crenças, assim posso ajudá-la a ficar firme”.

Calvin B.: Desde que me mudei, não fiz muitas amizades na escola. Então, só conheço as pessoas da Igreja. Quando estamos juntos em uma atividade dos jovens, eles são muito simpáticos comigo.

Emma F.: Quando me mudei para cá, não tinha muitos amigos SUD porque não havia muitas moças na nossa ala. Acabei fazendo amizade com uma moça na conferência de jovens da Igreja e isso fez toda a diferença, pois comecei a participar das atividades. Ela me apresentou para os amigos dela e então fiz amigos SUD, o que me ajudou bastante.

Como Você Começa uma Amizade?

soccer friends

William S.: Quando uma pessoa cumprimenta você e vocês começam a conversar, acabam ficando amigos.

James P.: No meu caso, faço amizade durante as atividades. Por exemplo, quando fui para os Estados Unidos nas férias, fui ao campo de futebol da Universidade Brigham Young e não conhecia ninguém lá. Mas, no final do primeiro dia, todos já sabiam meu nome. Então, é só ir às atividades, comer juntos ou ajudar uns aos outros.

Seth H.: Interesses comuns — você está interessado nas mesmas coisas que outra pessoa. É fazendo coisas práticas juntos que se começa uma amizade.

O que diferencia a amizade verdadeira da popularidade?

Seth H.: A amizade é pessoal, a popularidade, impessoal. Em nossa escola, temos a tendência de separar as pessoas por grupos: os “populares”, por causa da habilidade esportiva ou, talvez, para os rapazes, quantas namoradas eles já tiveram. Mas acho que podemos ter muitas amizades de qualidade. Então, se você tratar todos bem, é possível que também seja popular. Acho que os bons amigos permanecem populares por mais tempo.

Emma B.: Acho que é a maneira como você trata os outros, porque conheci pessoas populares que eram muito mal-educadas e não tinham muitos bons amigos. E também conheci algumas pessoas bastante populares que tratavam todos bem. Acho que isso faz toda a diferença. A meu ver, é a sua atitude que faz a diferença. Você não pode pensar que as pessoas são menos importantes do que você, pois não são.

Isaac P.: Se você tem bons amigos, eles serão seus amigos sem se importarem com o que os outros pensam a seu respeito. É assim que se age quando você é um amigo.

Grace S.: Os amigos andam juntos e são confiáveis.

O Que Você Aprendeu com Amigos Verdadeiros?

comforting a friend

Aaron M.: Seja você mesmo. Você não vai ter amigos de verdade se não estiver sendo você mesmo. Se eles não gostam dos seus padrões, então não são realmente seus amigos e não vão apoiá-lo.

Isaac P.: Ouça o que eles dizem. Se eles estão falando, não os ignore. Simplesmente concentre-se neles e esteja pronto para apoiá-los.

Emma B.: Os bons amigos nos convidam para fazer coisas juntos. Ou simplesmente perguntam como estamos. Fazem perguntas simples. Os pequenos gestos são os que mais importam.

James P.: Você pode ser um pouco mais aberto, saindo com os amigos do seu grupo e também fazendo novos amigos. Você pode ser um bom amigo.

Um Amigo Verdadeiro…

Grace S.: Um amigo verdadeiro é alguém que te conhece.

Andrew S.: Um amigo verdadeiro é alguém com quem você sempre pode contar.

James P.: Acho que eles são compreensivos.

Leighton H.: Você pode se sentir confiante quando estão juntos.

Calvin B.: Um bom amigo é solidário.

Encontre Amigos Que Dão Valor às Coisas Que Mais Importam

President Thomas S. Monson

“Fundamental para seu sucesso e felicidade é o conselho: ‘Escolham seus amigos com cuidado’. Temos a tendência de nos tornarmos como aqueles a quem admiramos e eles são normalmente nossos amigos. Devemos nos associar àqueles que, como nós, não tenham apenas interesses transitórios, metas superficiais e ambição limitada — mas, sim, àqueles que dão valor às coisas que mais importam: os objetivos eternos.”

Presidente Thomas S. Monson, “Sê o Exemplo”, A Liahona, maio de 2005, p. 113.