Respeito às Mães e Seu Papel Divino

Manual de Sacerdócio Aarônico 1, 1992


Objetivo

Cada rapaz deverá fortalecer o respeito à mãe e o relacionamento que tem com ela.

Preparação

  1. 1.

    Materiais necessários:

    1. a.

      Obras-padrão para cada rapaz

    2. b.

      Lápis para marcar as escrituras

    3. c.

      Lápis, papel e um envelope para cada rapaz

  2. 2.

    Antes da aula, escreva as seguintes perguntas no quadro-negro:

    1. a.

      Quem arriscou a vida para que você pudesse nascer?

    2. b.

      Quem lhe mostrou grande amor, depois de seu nascimento?

    3. c.

      Como podemos demonstrar apreço por aquelas que tanto se sacrificam por nós?

  3. 3.

    Entre em contato com a mãe de cada rapaz do quorum e peça-lhe que relate pelo menos uma coisa que o filho faz para fortalecer o relacionamento entre mãe e filho. Coloque as respostas de todas as mães em um cartaz. Se algum dos rapazes não tiver mãe, peça a um parente ou tutor que relate como o jovem ajuda em casa.

Sugestão para o desenvolvimento da lição

As Mães São Importantes no Plano de Deus

Debate com uso do quadro-negro

Chame a atenção dos rapazes para as perguntas no quadro-negro (veja “Preparação”).

Leia as perguntas em voz alta.

• Que palavra responde às duas primeiras perguntas? (Mãe.)

Diga aos rapazes que você vai deixar essas perguntas no quadro-negro, de modo que eles possam pensar nelas durante a aula.

Explique que, embora todos nós amemos e apreciemos nossa mãe, algumas vezes não percebemos o quanto elas fazem por nós, até que estejamos distantes delas ou do lar.

História

Acampar tinha sido uma experiência agradável para todos os rapazes de uma certa ala. Nos primeiros dias, todos estavam felizes por se encontrarem longe de casa. Contudo, ao se aproximar o fim do acampamento, eles começaram a sentir-se ansiosos para voltar para casa. Ao se reunirem pela última vez, o consultor pediu aos rapazes que compartilhassem alguns pensamentos que haviam tido a respeito de suas mães durante a semana de acampamento.

Peça aos jovens que apresentem os seguintes comentários feitos pelos rapazes na última noite do acampamento.

  1. 1.

    “Sabem como minha mãe usou o dinheiro que recebeu em seu aniversário? Era para ela comprar um vestido novo, mas, em vez disso, ela o usou para o meu novo saco de dormir, a fim de que eu pudesse vir acampar. Todas as vezes que deito naquele saco, lembro-me do sacrifício de minha mãe. Parece que ela está sempre fazendo sacrifícios por mim.”

  2. 2.

    “Todos temos que nos revezar para lavar a louça em casa. Antes, eu sempre pensava nisso como uma tarefa que tinha o dever de realizar. Quando foi a minha vez de lavar louça no acampamento, de repente senti falta de minha mãe. Percebi que, quando lavava louça em casa, ela estava sempre ali, ajudando-me, de modo que podíamos usar o tempo para conversar. Eu realmente senti falta de compartilhar minhas atividades diárias e meus problemas com ela. É bom saber que temos alguém que sempre nos ouvirá, quando precisarmos falar.”

  3. 3.

    “Sentei-me numa grande pedra e observei vários esquilos cavando aqui e ali, correndo de um lado para outro. Isso me fez lembrar de quando eu era mais jovem.

    Estava sempre tentando pegar insetos ou animais selvagens. Mamãe ensinou-me que devemos deixá-los viver livremente, pois é a isso que se destinam, e não fazerlhes mal ou assustá-los ao tentar capturá-los e colocá-los em gaiolas. Ela ama os animais e sempre nos está dizendo que são criações de nosso Pai Celestial e que devemos encarar qualquer tipo de vida reverentemente.”

  4. 4.

    “Vocês devem estar bem contentes por minha mãe ter-me ensinado a cozinhar. Se não fosse assim, teriam ficado muito desapontados na noite passada, quando estávamos todos com tanta fome e era a minha vez de cozinhar. Ela diz que, quando eu sair em missão, ficarei feliz por ter aprendido algumas coisas relativas à cozinha. Não tenho que esperar: já estou feliz agora.”

  5. 5.

    “Domingo passado, o bebê de minha irmã foi abençoado na reunião de jejum e testemunho. Quando prestou testemunho, ela disse que nunca havia apreciado realmente mamãe até ter seu próprio filho. Agora ela percebe que o tempo, dinheiro, esforço e pensamento de uma mãe são para seus filhos. Quando vi aquele nenê tão pequenino, imaginei que comecei exatamente do mesmo modo e que minha mãe teve que fazer muito por mim, simplesmente para que eu chegasse onde estou agora. Observar minha irmã tomar conta de seu bebê me ajudou a apreciar minha mãe.”

Debate com uso do quadro-negro

(Use de bom senso e consideração, se algum dos rapazes não tiver mãe.) Peça aos rapazes que façam uma lista de tudo que as mães fazem por eles e por suas famílias. Escreva no quadro-negro o que os rapazes puderem lembrar em dois ou três minutos. Não haverá tempo de fazer uma lista completa, mas inclua o suficiente para verem quantas coisas pequeninas cheias de amor as mães realizam todos os dias, os quais nem sempre notamos ou apreciamos. Para ajudá-los a começar, peça-lhes que imaginem estar acordando pela manhã; então, faça-os lembrar de um dia típico, mencionando cada contribuição de sua mãe.

Através da lista, conclua que devemos dar às mães amor e gratidão, assim como honra e respeito.

Citação

Leia e debata a seguinte afirmação do Presidente David O. McKay:

“A maternidade é a coisa que, no mundo, exemplifica mais verdadeiramente as virtudes divinas da criação e do sacrifício… A mãe que, obedecendo à lei eterna, traz ao mundo um espírito imortal, ocupa o primeiro lugar no plano da criação.” (Gospel Ideals, Improvement Era, 1953, p. 456.)

Escritura

Leia João 15:13. Solicite aos rapazes que marquem essa escritura.

Explique que reverenciamos os soldados que voltam dos campos de batalha, por se mostrarem dispostos a arriscar a vida por nós; no entanto, todas as mães que dão à luz um filho mostram desejo de sacrificar a vida por aquela criança. Nem sempre mostramos a reverência nem expressamos a gratidão que deveríamos por nossa mãe. Ela não só passa por dores e perigos na hora em que dá à luz, mas também sacrifica tempo e talentos durante toda a vida, para nossa instrução e desenvolvimento.

Podemos Fortalecer Nosso Relacionamento com a Mãe

Debate com uso de escrituras

Chame a atenção dos jovens para a última pergunta que está no quadro-negro. Não peça uma resposta neste momento. Explique que Cristo nos deixou o exemplo. Quando estava na cruz, um de seus últimos pensamentos foi para o bem-estar de sua mãe.

Peça a um rapaz que leia João 19:25-27.

Embora Jesus estivesse sofrendo, estava tão preocupado com sua mãe, que pediu a João que tomasse conta dela.

• O que podem fazer para mostrar preocupação e apreço por sua mãe?

Gravura

Encoraje cada rapaz a dar pelo menos uma idéia. Explique que uma coisa que faz as mães felizes é ter um relacionamento próximo e amoroso com os filhos. Mostre aos rapazes o cartaz que preparou. Explique-lhes que entrevistou cada mãe e que essas são as coisas que elas achavam que fortaleceram o relacionamento com os filhos. Debata as idéias apresentadas.

Citação

O Presidente David O. McKay, falando a respeito das mães, disse: “Se disser a ela, em uma carta, o quanto a ama e aprecia, ela chegará às lágrimas de felicidade.” (“The True Mother”, Instructor, maio de 1960, p. 142.)

Atividade

Dê lápis, papel e um envelope para cada rapaz. Peça-lhes que escrevam um bilhete de amor e apreço por sua mãe. Eles podem incluir o compromisso de demonstrar maior respeito pela mãe e melhorarem seu relacionamento com ela.

Conclusão

Sugira aos rapazes que, por mais que palavras de agradecimento e pequenas demonstrações de gratidão signifiquem para as mães, uma das melhores maneiras de realmente sermos gratos a elas é honrar o sacerdócio e crescer para sermos honestos, fiéis e corajosos, como elas gostariam que fôssemos.

Desafio

Explique que cada rapaz é como um monumento à sua mãe. Ele pode honrar ou desonrar sua mãe pela maneira como vive. Desafie cada rapaz a fazer sua mãe ficar orgulhosa dele, vivendo uma vida reta.