Vencer a Tentação

Manual de Sacerdócio Aarônico 1, 1992


Objetivo

Cada rapaz deve entender que pode vencer a tentação.

Preparação

Materiais necessários:

  1. 1.

    Obras-padrão para cada rapaz.

  2. 2.

    Lápis para marcar as escrituras.

  3. 3.

    Papel e lápis para cada rapaz.

Sugestão para o desenvolvimento da lição

Reconhecer e Vencer a Tentação

História e debate

Conte que um homem estava entrevistando novos motoristas para sua companhia de transporte. A rota era muito perigosa e passava por vários penhascos íngremes por entre as montanhas. O entrevistador perguntava a cada homem o quanto poderia aproximar-se da beira do penhasco em segurança. O primeiro homem respondeu: “Eu poderia chegar a 15 centímetros da beirada.” O segundo respondeu: “Eu poderia chegar a 5 centímetros da beirada.” O terceiro afirmou: “Eu ficaria tão longe da beirada quanto possível.”

• Para quem acham que o emprego foi dado? (Para o terceiro homem.)

• Embora os dois primeiros possam ter grande habilidade para dirigir, por que vocês supõem que o terceiro ficou com o emprego? (Ele sabia que deveria ficar o mais longe possível dos problemas.)

Explique que esta lição é a respeito da tentação e o propósito que ela tem em relação a nós nesta vida terrena.

Escritura e debate com uso do quadro-negro

Peça a um rapaz que leia Tiago 1:12-14.

• O que aprendemos com essa escritura?

Escreva três conceitos no quadro-negro:

  1. 1.

    Somos abençoados quando suportamos a tentação.

  2. 2.

    Deus não nos tenta.

  3. 3.

    Todas as pessoas são tentadas.

Faça uma linha vertical no meio do quadro-negro. Escreva em um lado Bem e no outro Mal. Desenhe duas bolinhas, ambas no lado do bem, uma perto da linha divisória e outra bem distante.

• Suponha que essas duas bolinhas representem dois indivíduos diferentes. Qual deles está mais propenso a permanecer “bom”? (Aquele que está mais distante da linha.)

• Por que? (Assim como o motorista que foi contratado foi sábio o suficiente para ficar longe da beira do penhasco, o mesmo acontece com a tentação. Quanto mais longe ficarmos dela, menos probabilidade teremos de cair nela.)

Citação

Peça a um rapaz que leia a seguinte afirmação do Presidente George Albert Smith a respeito de como evitar a tentação.

“Meu avô costumava dizer à sua família: ‘Há uma linha demarcatória bem definida entre o território do Senhor e o do diabo. Se vocês permanecerem no lado do Senhor, estarão sob sua influência e não terão desejo de fazer coisas erradas; mas, se atravessarem a divisa, indo um passo que seja para o lado do diabo, estarão sob o poder do tentador e, se ele tiver sucesso, vocês não terão sequer condições de pensar ou raciocinar adequadamente, pois terão perdido o Espírito do Senhor.

Quando, às vezes, me vejo tentado a fazer algo, pergunto a mim mesmo: ‘De que lado da linha eu me encontro?’ Se vejo que estou no lado seguro, no lado do Senhor, sempre faço o que é certo. Portanto, quando enfrentarem uma tentação, considerem seriamente o problema, orem, e a influência do Senhor os capacitará a decidir com sabedoria. Para nós, só existe segurança dentro do território do Senhor.” (Spencer W. Kimball, O Milagre do Perdão, São Paulo, 1969, p. 223.)

Escritura e debate

Por que acham que o Senhor permite que sejamos tentados? (Não seríamos capazes de usar nosso livre-arbítrio para fazer escolhas e crescer, se não tivéssemos a tentação.)

Peça a um rapaz que leia Doutrina e Convênios 29:39.

• É possível que Satanás nos tente de maneira tão forte que não possamos resistir?

Deixe que os rapazes debatam essa questão.

Peça que alguém leia I Coríntios 10:13, que explica que não seremos tentados além de nossas forças e que o Senhor sempre irá prover uma via de escape se a procurarmos. Sugira que os rapazes marquem esse versículo.

Explique que essa escritura não significa que o Senhor nos ajudará a resistir, diante de qualquer situação que possamos criar em nossa vida. Precisamos fazer a nossa parte para evitar a tentação. Relate o seguinte exemplo: suponha que um grupo de amigos quer que vá ver um filme que fará com que tenha pensamentos impuros.

• Poderia assistir a tal filme e ainda esperar a ajuda do Senhor para ter pensamentos puros?

• Qual deve ser sua atitude frente a seus amigos nessa situação?

Evitar e Vencer a Tentação

Debate com uso quadro-negro

• Quais seriam alguns tipos diferentes de tentação que os jovens enfrentam? Faça uma lista de suas respostas no quadro-negro. A lista pode incluir algumas das seguintes idéias:

  1. 1.

    Pensamentos impuros.

  2. 2.

    Desonestidade ou trapaça.

  3. 3.

    Blasfemar ou dizer palavrões.

  4. 4.

    Drogas, fumo ou bebidas.

  5. 5.

    Filmes e fitas de vídeo sugestivos.

• Como vocês podem vencer a tentação?

Citação, escritura e debate

Incentive os jovens a expressarem suas idéias a respeito de como vencer a tentação.

Debata cada idéia,dando sugestões específicas para vencer ou evitar a tentação. Talvez queira usar algumas das seguintes idéias, mas deve encorajar os rapazes a darem suas idéias primeiro:

  1. 1.

    Pensamentos impuros: o Élder Boyd K. Packer sugeriu que, se nós decorarmos um hino ou uma música e recordarmos suas palavras mentalmente quando pensamentos impuros surgirem em nossa mente, esses pensamentos fugirão.

  2. 2.

    Desonestidade ou trapaça: o Élder James E. Talmage contou como resistiu à tentação de ser desonesto quando era diácono: “O efeito de meu chamado para diácono se fez sentir em todos os assuntos de minha meninice… Quando brincava na escola e podia ser tentado a trapacear num jogo… lembrava-me, e o pensamento era tão eficaz, como se fosse dito em alta voz: ‘Sou um diácono’. E não é certo para um diácono agir dessa maneira.’ Nos dias de exame, quando me seria fácil copiar de outro menino… eu dizia comigo mesmo: ‘Eu serei mais iníquo do que eles, se fizer essas coisas, porque sou um diácono.’” (“Comemoração da Restauração do Sacerdócio Aarônico”, Material Auxiliar, p. 4.)

  3. 3.

    Blasfemar ou dizer palavrões: o seguinte exemplo pode ajudar-nos a entender o que isto pode fazer à nossa conversa. Suponha que você estivesse em um concerto de piano. O músico tinha tocado maravilhosamente durante aproximadamente dez minutos e então, de repente, começou a tocar notas incorretas durante vários minutos, voltando depois à sua bela música original. Embora a maior parte do concerto fosse bonita, de qual parte você se lembraria mais? Nossa linguagem pode ser bela e clara. Não a estrague blasfemando ou dizendo palavrões.

  4. 4.

    Drogas, fumo e bebidas; o Senhor nos deu a Palavra de Sabedoria (ver D&C 89) para nos ajudar a sermos fortes e saudáveis. Peça a um rapaz que leia I Coríntios 3:16-17 em voz alta. Saliente que nosso corpo é um templo e não devemos destruílo.

  5. 5.

    Filmes imorais: quando um filme ou programa de televisão parecer questionável, pense se iria sentir-se à vontade ou não, se o seu bispo ou o líder do sacerdócio o vissem entrar na sala de espetáculos. Se não se sentisse à vontade, então provavelmente não deveria ir.

  6. 6.

    Deixe que sua consciência e o Espírito Santo o ajudem a tomar decisões. (Ver Morôni 7:16-19.)

  7. 7.

    Evite a aparência do mal. Não tente descobrir quão próximo do pecado pode chegar. Néfi orou para que tremesse diante da simples aparência do pecado. (Ver 2 Néfi 4:31.)

  8. 8.

    Quando estiver tomando uma decisão, pergunte a si mesmo: “O que faria Jesus?”

  9. 9.

    Tome as decisões antes que surja a situação, de modo que não tenha que tomar a decisão quando pressionado.

  10. 10.

    Ore pela força para resistir à tentação e lembre-se de que, com a ajuda do Senhor, poderá vencer toda a tentação.

Citação

Explique que o Presidente Spencer W. Kimball nos aconselhou a estarmos atentos para a grande influência de Satanás. Ele disse: “Satanás nos diz que o preto é branco. Ele mente para nós; portanto, precisamos estar preparados para sermos valentes diante dele… Precisamos de toda a armadura de Deus, para que possamos resistir.” (“The Blessings and Responsibilities of Womanhood”, Ensign, março de 1976, p. 71.)

Conclusão

Preste testemunho da alegria e do crescimento espiritual que sentimos ao resistir às tentações.

Desafio

Peça que cada rapaz pense em duas tentações que precisa sobrepujar. Depois, peçalhes que pensem como podem vencer essas tentações específicas. Desafie-os a estarem atentos a essas duas tentações durante a próxima semana e a se esforçarem para sobrepujá-las.