Ferramentas para o Estudo das Escrituras

Manual de Sacerdócio Aarônico 1, 1992


CONSULTOR: A edição três-em-um das escrituras, que contém as ferramentas descritas nesta lição, pode não existir em sua língua. Se necessário, adapte esta lição até que as ferramentas escriturísticas mencionadas estejam disponíveis.

Objetivo

Cada portador do Sacerdócio Aarônico deverá ser motivado a aprender como usar os auxílios disponíveis na edição três-em-um das escrituras.

Preparação

  1. 1.

    Incentive cada jovem a trazer suas escrituras para a aula.

  2. 2.

    (Optativo) Reúna diversas ferramentas utilizadas na construção de casas.

  3. 3.

    Prepare as seguintes tiras de papel (ou escreva no quadro-negro durante a aula.)

    1. a.

      “Títulos”

    2. b.

      “Título das páginas”

    3. c.

      “Sinopses de capítulos”

    4. d.

      “Notas de Rodapé”

    5. e.

      “Referências Remissivas”

    6. f.

      “Heb, i.e., TJS, GEE, Ou”

    7. g.

      “Guia para Estudo das Escrituras”

    8. h.

      “As escrituras são a palavra de Deus”

  4. 4.

    Estude a introdução do Guia para Estudo das Escrituras e o exemplo do tópico “Terra”. Procure aprender como usar esses auxílios para estudo.

  5. 5.

    Poderá levar duas ou três semanas para apresentar esta lição.

Sugestão para o desenvolvimento da lição

Introdução

Lição com objeto Mostre ou faça com que os rapazes descrevam diversas ferramentas usadas na construção de casas, tais como martelo, serrote e pincel. Peça aos rapazes que descrevam a função de cada uma dessas ferramentas (o serrote é usado para cortar madeira ou metal; o martelo é usado para pregar pregos na madeira, etc.; o pincel é usado para pintar.) Saliente que todas as ferramentas têm função específica, são necessárias na construção da casa e não podem ser trocadas umas pelas outras. Um pincel não pode ser usado para cortar madeira, nem se pode pintar a casa com um serrote. Explique que os rapazes começarão a usar algumas ferramentas importantes que podem melhorar sua habilidade para estudar as escrituras e aumentar seu conhecimento delas.

A Edição Três-em-Um das Escrituras Nos Ajuda a Compreender o Evangelho

Citação e debate

Explique o conteúdo da seguinte citação:

“Há muitos séculos, um antigo profeta previu o aparecimento de dois registros na casa de Israel. (Ver Ezequiel 37:16-19.) Um registro seria de ‘Judá’ e o outro de ‘Efraim’. Ele os descreveu como ‘varas’ de madeira, provavelmente referindo-se às ‘tábuas de madeira para escrita’ que eram comuns na época de Ezequiel…Ele disse que Deus lhe ordenou juntar esses registros para que se ‘unam, e se tornem um só na tua mão.’ (Ezequiel 37:17.)

Desde o início desta dispensação, essa escritura tem sido interpretada como referindose à Bíblia e ao Livro de Mórmon…([Ver] 2 Néfi 3:12; ver também TJS Gênesis 50:31.)

Sabendo que esses registros escriturísticos, um da posteridade de Judá e outro da posteridade de José, iriam ‘crescer juntamente’ para confundir as falsas doutrinas, apaziguar as contendas, estabelecer a paz e aumentar o conhecimento dos convênios de Deus, percebemos o grande poder que as escrituras deveriam ter na Restauração…Para ajudar os leitores em seu estudo das escrituras, a Primeira Presidência ordenou que [uma] nova edição …Três-em-Um das escrituras fosse preparada de modo a melhorar o conhecimento doutrinário dos membros da Igreja…

[Essa edição foi] fruto de anos de pesquisa e orientação divina. Com os auxílios para estudo e as referências remissivas…[as escrituras] tornaram-se verdadeiramente ‘um só registro’ nas mãos dos que delas se utilizam.” (Edward J. Brandt, “Using the New LDS Editions of Scripture - As One Book,” Ensign, outubro de 1982, pp. 42-43.)

• Quem dirigiu a preparação dessas escrituras?

• Por que é importante que aprendamos como utilizá-las?

Explique que esta lição é uma oportunidade de praticarem o uso dos vários auxílios para estudo, encontrados na edição três-em-um.

A Edição Três-em-Um Contém Muitas Ferramentas para Nos Ajudar

Apresentação pelo consultor e busca de escrituras Peça aos rapazes que abram seu exemplar do Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios e Pérola de Grande Valor. Explique que o livro é chamado três-em-um porque contém três livros. Peça aos rapazes que abram na divisão entre os três livros. Explique que cada um deles começa na página 1. Peça-lhes que abram no Guia para Estudo das Escrituras, no final da edição três-em-um, e explique que ele contém auxílios referentes a todas as obras-padrão.

Tiras de papel, quadro-negro e debate, títulos ou sinopses Coloque a tira de papel “Título ou Sinopses” ou escreva no quadro-negro. Explique aos rapazes que existem dois tipos de títulos nas escrituras: títulos de páginas e sinopses de capítulos. Peça-lhes que abram sua edição três-em-um na página 2 do Livro de Mórmon. Coloque então as tiras “Títulos de Página” e “Sinopses de Capítulos” ou escreva no quadro-negro.

  1. 1.

    Títulos de Páginas. Explique que os títulos de páginas no alto de cada página, identificam o número da página e o primeiro e o último versículo de cada página. Você poderá ver num lance de olhos o conteúdo de uma determinada página, sem se confundir quanto ao capítulo que está lendo. Peça aos rapazes que abram na página 2 e identifiquem o título da página (1 Néfi 1:5-14), e depois abram na página 3 e façam o mesmo (1 Néfi 1:15-20). Peça-lhes que identifiquem o primeiro e o último versículo de cada página, observando o capítulo e o versículo mencionado. Mostre como esses títulos podem ajudá-los a localizar um determinado versículo nas escrituras.

  2. 2.

    Sinopse de Capítulo e de Seção. A sinopse do capítulo resume o conteúdo de cada capítulo (ou seção de Doutrina e Convênios.) Ele também chama a atenção para pontos de interesse especial para os santos dos últimos dias. Peça aos rapazes que localizem e leiam a sinopse de 1 Néfi 2.

• Como o título da página pode ajudá-lo a encontrar uma escritura? Como a sinopse do capítulo pode ajudá-lo a aumentar sua compreensão a respeito do capítulo?

Notas de Rodapé. Mostre a tira “Notas de Rodapé”. Nas escrituras, assim como em outros livros, notas de rodapé são pequenas letras ou números sobrescritos, que correspondem a anotações com a mesma numeração, no rodapé da página. Essas notas de rodapé fornecem informações adicionais a respeito do material contido no capítulo.

Explique que tal como em outras edições das escrituras, a edição três-em-um identifica as notas de rodapé com letras sobrescritas em itálico. Por exemplo, peça aos rapazes que abram em Mosiah, capítulo 15, e observem o versículo 1. Uma pequena letra a sobrescrita encontra-se na frente da palavra Deus. Na parte de baixo da página, irão encontrar um número 15 em negrito, que indica o início das notas de rodapé do capítulo quinze. A primeira nota de rodapé é a 1a, que corresponde à anotação a do versículo 1.

As notas estão impressas na parte de baixo de cada página, por ordem de capítulos, cujos números encontram-se impressos em negrito. Encontramos então o número do versículo seguido da letra referente à nota, e depois a informação adicional a respeito daquele trecho do versículo.

Mostre as tiras ou escreva no quadro-negro as seguintes palavras e abreviações: “Referências Remissivas”, “i.e., TJS, GEE, Ou”. Explique aos rapazes que, com o correr da lição, eles irão aprender o significado de cada um desses itens. Poderá pedir-lhes que abram na página 1 do Guia das Escrituras para ver o significado das abreviações ali impressas.

Explique que a edição três-em-um utiliza sete diferentes tipos de notas de rodapé. Ao debater cada um dos exemplos abaixo, peça aos rapazes que abram as escrituras nas passagens mencionadas e debatam cada uma delas, se houver tempo suficiente.

  1. 1.

    Referências Remissivas: Elas identificam outros versículos das obras-padrão que contêm informações correlatas. Elas podem nos ajudar a descobrir muitos conceitos importantes. Por exemplo, peça aos rapazes que abram em Mosiah 2:17, nota de rodapé 17b.

    • Quais são as referências remissivas de Mosiah 2:17? (Mateus 25:40; Tiago 1:27; D&C 42:29-31.)

    Peça que cada rapaz localize e leia silenciosamente uma das referências cruzadas para descobrir a sua utilidade.

  2. 2.

    Heb refere-se a uma tradução alternativa da passagem, a partir do hebraico. Por exemplo, peça aos rapazes que abram em 2 Néfi 12:1, nota de rodapé 1b. Peça a um rapaz que leia a tradução do hebraico. Observe que a tradução alternativa torna a passagem mais compreensível.

  3. 3.

    i.e. indica uma explicação de expressões idiomáticas (modo de falar próprio de um povo ou comunidade) ou de trechos de difícil compreensão. Por exemplo, peça aos rapazes que abram em 2 Néfi 12:22, nota de rodapé 22a, e leiam a explicação.

  4. 4.

    TJS é a abreviação de Tradução de Joseph Smith da Bíblia. Peça aos rapazes que procurem o verbete “Tradução de Joseph Smith” no Guia para Estudo das Escrituras e examine-o com eles. Trechos tirados da TJS encontram-se impressos no rodapé com a referência da seção no Guia para Estudo das Escrituras onde são mencionados. Peça aos rapazes que abram em 3 Néfi 11:29 e procurem a nota de rodapé 29b. Observe que a primeira referência cruzada é TJS Efésios 4:26. Peça aos rapazes que procurem TJS Efésios 4:26 no Guia para Estudo das Escrituras. Debata como esta escritura nos ajuda a compreender melhor o significado de 3 Néfi 11:29.

  5. 5.

    GEE é a abreviação da lista por ordem alfabética dos verbetes encontrados no Guia para Estudo das Escrituras. Peça a um rapaz que leia a seção “Como Utilizar” do Guia para Estudo das Escrituras. Examine o exemplo “Casamento, Casar”, na mesma página.

    Peça aos rapazes que abram em 1 Néfi 11:21 e procurem a nota de rodapé 21b. Observe que a nota indica o verbete “Jesus Cristo” no Guia para Estudo das Escrituras. Peça aos rapazes que abram em “Jesus Cristo”. Um deles deverá ter o primeiro segmento, “Cristo”. Debata sobre como a informação contida nesse segmento pode ajudar-nos a compreender a missão do Salvador. peça aos rapazes que examinem os outros títulos dos segmentos encontrados nesse verbete.

  6. 6.

    Ou apresenta palavras alternativas que esclarecem palavras e expressões antigas ou fora de uso encontradas nas escrituras. Por exemplo, peça aos rapazes que abram em 2 Néfi 15:26, nota de rodapé 26b.

  7. 7.

    Algumas notas de rodapé não começam com abreviaturas tais como i.e. ou Heb, mas fornecem explicações que nos ajudam no estudo das escrituras. Por exemplo, peça aos rapazes que abram em 2 Néfi 12:1, nota de rodapé 1a.

Guia para Estudo das Escrituras.

Mostre a tira ou escreva “Guia para Estudo das Escrituras” no quadro-negro. As ferramentas restantes da edição três-em-um encontram-se no Guia para Estudo das Escrituras, que contém o seguinte:

  1. 1.

    Lista de Verbetes por Ordem Alfabética: Os exemplos usados na seção “Notas de Rodapé” ilustram esta seção.

  2. 2.

    Tradução de Joseph Smith: Veja os exemplos da TJS na seção “Notas de Rodapé” desta lição.

  3. 3.

    Mapas e Índice de Nomes de Lugares: O índice de nomes de lugares alista as referências dos nomes mostrados nos mapas por letra e número. Esta seção é útil na localização de nomes mencionados na seção de mapas abaixo. Peça aos rapazes que abram no Índice de Nomes de Lugares. Leia a explicação de como utilizar os mapas. Peça-lhes que procurem o lugar mencionado em Mateus 11:23 (Capernaum).

  4. 4.

    Fotografias de locais mencionados nas escrituras. Estas fotografias de locais importantes mencionados nas escrituras mostram lugares por onde andou Jesus, onde seus profetas viveram e ensinaram e onde muitos eventos históricos e das escrituras aconteceram. Uma descrição acompanha cada fotografia contando a respeito do local e alistando as escrituras que podem ser consultadas para se conhecer mais a respeito dos eventos importantes que aconteceram ali. Peça aos rapazes que abram em Fotografias de locais mencionados nas escrituras e leiam o primeiro parágrafo sobre como utilizar esse auxílio didático. Peça-lhes que procurem a fotografia do maquete do templo de Herodes, leiam a descrição da fotografia e consultem as escrituras que contam sobre acontecimentos importantes que ocorreram no templo.

Os Auxílios Didáticos Nos Ajudam a Compreender Melhor as Escrituras

Escritura

Peça a um rapaz que leia Morôni 7:48. Peça-lhe para procurar a nota de rodapé 48c. Ela nos leva a I João 3:1-3. Peça a outro rapaz que leia essa passagem. (Se suas escrituras não contêm as notas de rodapé, peça aos rapazes que abram em I João 3:1-3).

• Por que acham que o Senhor usa palavras semelhantes nessas duas escrituras?

Explique que o Senhor não muda suas instruções de uma geração para outra. Sua mensagem para nós é coerente. Freqüentemente ele utiliza exatamente as mesmas palavras.

Busca de escritura

Se o tempo permitir, peça aos rapazes que procuremos os seguintes grupos de escrituras. Eles poderão encontrar diversos exemplos de como o Senhor utiliza palavras semelhantes muitas vezes em diferentes escrituras. Explique que existem centenas de grupos de escrituras semelhantes a estes. Os rapazes somente poderão encontrar essas instruções se examinarem as escrituras.

  • Isaías 52:11

  • 3 Néfi 20:41

  • Doutrina e Convênios 38:42

  • Doutrina e Convênios 133:5

(“Sêde puros, vós que portais os vasos do Senhor”.)

• Como essas passagens se aplicam a nós como portadores do sacerdócio?

• Faça com que os jovens compreendam que a instrução dada aos portadores do sacerdócio de serem puros é a mesma em todas as gerações.

  • João 4:35

  • Alma 26:5

  • Doutrina e Convênios 4:4

  • Doutrina e Convênios 6:3

  • Doutrina e Convênios 33:3,7

(“O campo já está branco, pronto para a ceifa”.)

• Como as escrituras em Doutrina e Convênios ampliam nosso entendimento?

• Como podemos ajudar na colheita?

  • Isaías 52:7

  • Romanos 10:15

  • 1 Néfi 13:37

  • Mosiah 15:15-18

  • Doutrina e Convênios 128:19

(“Quão formosos são sobre os montes os pés daqueles que trazem novas alegres de boas coisas.”)

• Qual a importância de servir uma missão de tempo integral?

• Como o Senhor se sente com relação aos que servem missão?

As Escrituras São a Palavra de Deus

Citação

Escreva no quadro-negro ou mostre a tira de papel com os dizeres: “As escrituras são a palavra de Deus”.

Leia a seguinte declaração do Profeta Joseph Smith:

“Quem é capaz de perceber o poderio do Onipotente gravado nos céus, pode também ver a própria escrita de Deus no Livro Sagrado; e aquele que ler esse livro com mais freqüência, mais gostará dele, e quem com ele se familiarizar, reconhecerá a mão de Deus onde quer que a veja” (Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, sel. Joseph Fielding Smith, p.56).

Explique que não podemos conhecer as instruções do Senhor para nós se não estudarmos as escrituras. Entretanto, como Joseph Smith disse, se estudarmos as escrituras com mais freqüência, reconheceremos o que ele espera de nós e o caminho que devemos trilhar em nossa vida.

Os Profetas Falam a Palavra de Deus

Escritura e debate

Peça aos rapazes que leiam as seguintes passagens: Isaías 51:16 e Jeremias 1:9.

• O que acham que o Senhor quis dizer ao declarar ter posto sua palavra na boca dos profetas?

A Moisés, ele disse: “Eu serei com a tua boca, e te ensinarei o que hás de falar.” (Êxodo 4:12).

• Quem ensinou a Moisés o que ele devia dizer ao povo?

Peça a um rapaz que leia 2 Néfi 33:10.

• Quem deu a Néfi as palavras que proferiu?

Por fim, peça a um rapaz que leia Doutrina e Convênios 18:34-36.

• De quem são as palavras contidas em Doutrina e Convênios? (Do Senhor.)

• Como podemos ouvir a palavra de Deus em nossos dias? (Estudando as escrituras e as palavras dos profetas vivos.)

Conclusão

Testemunho

Testifique aos rapazes seus sentimentos a respeito das escrituras e da importância de estudá-las. Explique que as edições SUD das escrituras irão ajudá-los a compreender mais plenamente os ensinamentos do Senhor, se forem usadas corretamente.

Desafio

Explique aos rapazes que as escrituras serão utilizadas nas lições que lhes serão dadas. Desafie-os a trazerem as escrituras todas as semanas.

Incentive os rapazes a utilizarem devidamente as ferramentas encontradas na edição três-em-um não apenas nas aulas da Igreja, mas também em seu estudo pessoal. Desafie-os a lerem as escrituras diariamente.