“Ninguém Poderia Salvá-los, Exceto o Senhor”

O Livro de Mórmon: Guia para Estudo das Escrituras, 1999


Mosias 18 contém uma explicação do convênio batismal. Antes de estudar este capítulo, leia a seguinte declaração do Presidente Joseph Fielding Smith:

“Convênio é um contrato e acordo entre pelo menos duas partes. No caso dos convênios do evangelho, as partes são o Senhor no céu e os homens na Terra. Os homens comprometem-se a guardar os mandamentos e o Senhor promete recompensá-los na mesma medida”. (Conference Report, outubro de 1970, p. 91; ou Improvement Era, dezembro de 1970, p. 26)

• O que prometemos fazer por convênio ao nos batizarmos? (Ver Mosias 18:8–13; Morôni 6:2–3; D&C 20:37.) O que o Senhor promete fazer quando nos batizamos e guardamos nosso convênio batismal? (Ver Mosias 18:10, 12–13; ver também 2 Néfi 31:17.)

• Por que o Senhor abençoou o povo de Alma enquanto estava no cativeiro de forma mais rápida e abundante do que o povo de Lími? (Compare Mosias 21:5–15 com Mosias 23:26–27; 24:10–16.) Como isso se aplica a nossa vida?

• Por que nossos fardos se tornam mais leves quando nos submetemos “de bom grado e com paciência a toda a vontade do Senhor”? (Mosias 24:15) De que forma o Senhor já o fortaleceu e ajudou a “carregar seus fardos com facilidade”?

• O que podemos aprender com o povo de Lími e de Alma sobre a libertação do jugo do pecado? (Ver Mosias 7:33; 21:14; 23:23; 29:18–20; ver também D&C 84:49–51.)

Sugestão para a Discussão em Família

Discuta as perguntas da página anterior sobre o convênio batismal. Peça aos membros da família que já tenham sido batizados que relatem lembranças de seu batismo.