“Eis que É Completa a Minha Alegria”

O Livro de Mórmon: Manual do Professor de Doutrina do Evangelho, 1999


Objetivo

Ajudar os alunos a sentir o amor do Senhor Jesus Cristo e a desenvolver um desejo maior de exercer fé Nele e prestar testemunho Dele.

Preparação

  1. 1.

    Leia e pondere as seguintes escrituras e ore a respeito delas:

    1. a.

      3 Néfi 17. Depois de pregar aos nefitas, Jesus pede que voltem para casa para meditar, orar e preparar-se para Seu retorno no dia seguinte. Ao perceber que o povo deseja que Ele fique, Jesus prolonga Sua permanência e cura os enfermos, abençoa as crianças e ora pelo povo.

    2. b.

      3 Néfi 18. Jesus institui o sacramento entre os nefitas e dá-lhes mais conselhos antes de subir aos céus.

    3. c.

      3 Néfi 19. Os nefitas espalham a notícia da visita de Jesus e uma grande multidão reúne-se para aguardar Sua volta. Os discípulos ensinam e ministram à multidão. São também batizados, recebem o Espírito Santo e o ministério de anjos. O Salvador volta para ensinar as pessoas e orar por elas.

  2. 2.

    Se for utilizar a atividade motivadora, prepare-se para mostrar “Minha Alegria É Completa”, um segmento de quatro minutos das Apresentações de Vídeo do Livro de Mórmon — (52911 059). Se o vídeo não estiver à disposição, prepare-se para mostrar as gravuras Jesus Cura os Nefitas (62541 059; Pacote de Gravuras do Evangelho 317) e Jesus Abençoa as Crianças Nefitas (Pacote de Gravuras do Evangelho 322) e peça a um aluno que se prepare para ler em voz alta 3 Néfi 17:5–13, 17–24.

  3. 3.

    Para criar uma atmosfera reverente, providencie hinos sobre o Salvador para serem tocados enquanto os alunos entram na sala de aula.

Sugestões para a Apresentação da Lição

Atividade Motivadora

Se for adequado, use a seguinte atividade ou outra de sua própria escolha para dar início à aula.

Mostre a apresentação de vídeo “Minha Alegria É Completa”. Se não tiver acesso ao vídeo, mostre as gravuras de Jesus curando os nefitas e abençoando as crianças e peça ao aluno previamente designado que leia em voz alta 3 Néfi 17:5–13, 17–24.

Pergunte aos alunos o que teriam sentido se estivessem na multidão que presenciou esses acontecimentos. Explique-lhes que, nesta lição, estudaremos esses eventos e outras coisas que o Salvador ressurreto fez e ensinou quando visitou os nefitas após Sua morte e ressurreição.

Discussão e Aplicação das Escrituras

Em espírito de oração, escolha as passagens das escrituras, perguntas e outros tópicos da lição que melhor venham a atender às necessidades dos alunos. Discuta como as escrituras selecionadas podem aplicar-se à vida prática e incentive os alunos a relatar experiências relacionadas com os princípios contidos nas escrituras.

1. Jesus ordena aos nefitas que meditem e orem sobre o que Ele lhes ensinou. Ele cura os enfermos, abençoa as crianças e ora pelo povo.

Discuta 3 Néfi 17. Peça aos alunos que leiam alguns versículos em voz alta.

• Ao preparar-se para deixar os nefitas, Jesus percebeu que as pessoas não haviam compreendido tudo o que Ele lhes ensinara. (3 Néfi 17:1–2) O que Ele instruiu o povo a fazer? (Ver 3 Néfi 17:3.) O que significa meditar? De que forma meditar ajudaria a preparar os nefitas para receber mais ensinamentos do Salvador? Como a meditação pode ajudar-nos a entender melhor os princípios do evangelho?

O Élder Joseph B. Wirthlin ensinou: “Ponderar, que significa pesar mentalmente, deliberar, meditar, pode levar à abertura dos olhos espirituais do entendimento. Da mesma forma, o Espírito do Senhor pode repousar sobre quem pondera”. (Conference Report, abril de 1982; ou Ensign, maio de 1982, p. 23)

• Jesus também ensinou o povo a orar a respeito do que Ele lhes ensinara. Como a oração nos ajuda a entender os princípios do evangelho? Quais são algumas outras formas pelas quais podemos “[preparar] a mente” para receber as verdades do Senhor?

• Por que Jesus “[permaneceu] um pouco mais” com o povo? (Ver 3 Néfi 17:5–6.) Como isso demonstrou Seus sentimentos pelo povo? Como vocês já sentiram o amor e preocupação de Jesus por vocês?

Se não tiver utilizado a atividade motivadora, mostre a apresentação de vídeo “Minha Alegria É Completa” agora. Ou então, peça aos alunos que façam um resumo do que o Salvador fez enquanto permaneceu entre os nefitas. (3 Néfi 17:7–25)

• O que tornou possível que os enfermos e coxos entre os nefitas fossem curados pelo Salvador? (Ver 3 Néfi 17:7–9, 20.) O que o povo fez depois que os enfermos e coxos foram curados? (Ver 3 Néfi 17:10.) Como podemos mostrar nossa gratidão ao Salvador pelas bênçãos que Ele nos concede?

• Como as crianças nefitas foram abençoadas? (Ver 3 Néfi 17:21. Ressalte que o Salvador as abençoou uma a uma, mostrando como é grande Seu amor pelas criancinhas. Leia também Mateus 19:13–15.)

• O Salvador havia ordenado aos nefitas que se tornassem como criancinhas. (3 Néfi 11:37–38) Que qualidades das criancinhas Jesus deseja que tenhamos? (Ver Mosias 3:19.) O que podemos fazer para desenvolver essas qualidades?

2. Jesus institui o sacramento entre os nefitas.

Leia e discuta alguns versículos de 3 Néfi 18.

• Depois de abençoar as crianças, Jesus instituiu o sacramento entre os nefitas. (3 Néfi 18:1–4) O que aprendemos sobre a ordenança do sacramento em 3 Néfi 18:1–11? (Entre as respostas, podem figurar as que estão abaixo.)

  1. a.

    O sacramento deve ser abençoado e distribuído por aqueles que tiverem sido ordenados a fazê-lo. (3 Néfi 18:5)

  2. b.

    O sacramento deve ser administrado a todos os membros dignos da Igreja. (3 Néfi 18:5, 11)

  3. c.

    O pão e o vinho representam o corpo e o sangue do Salvador. (3 Néfi 18:7, 11; ver também D&C 27:2, observando que hoje usamos água em vez de vinho.)

• Do que testificamos ao tomar o sacramento? (Ver 3 Néfi 18:7, 10–11.) Que bênção é prometida aos que recordarem e seguirem a Cristo? (Ver 3 Néfi 18:7, 11.) O que podemos fazer para preparar-nos para tomar o sacramento todas as semanas? Como tomar o sacramento já se mostrou uma bênção para vocês?

• O que o Salvador ensinou aos discípulos sobre a importância de tomar o sacramento dignamente? (Ver 3 Néfi 18:26–29; ver também I Coríntios 11:28–29.) Por que tomar o sacramento indignamente pode trazer-nos condenação?

• O que o Salvador disse que os discípulos deveriam fazer por aqueles que não eram dignos de tomar o sacramento? (Ver 3 Néfi 18:29–32.) Por que Ele os orientou a não expulsar as pessoas que não eram dignas de tomar o sacramento? (Ver 3 Néfi 18:32.) Por que é importante continuar a ministrar às pessoas que se afastaram do evangelho? De que forma podemos fazer isso?

• Por que razão o Senhor ordenou ao povo que viesse a Ele? (Ver 3 Néfi 18:25.) Por que é importante que prestemos testemunho de Jesus Cristo?

3. Os discípulos ensinam e ministram ao povo. O Salvador retorna para ensinar o povo e ora por eles.

Leia e discuta alguns versículos de 3 Néfi 19.

• Depois que o Salvador subiu aos céus, o que fizeram os nefitas que O haviam visto? (Ver 3 Néfi 19:1–3.) Qual foi a reação das pessoas quando ouviram o testemunho dos nefitas acerca do Salvador? (Ver 3 Néfi 19:3.) Que oportunidades temos para prestar testemunho do Salvador?

• No dia seguinte, enquanto a multidão aguardava a chegada do Salvador, os doze discípulos ensinaram o povo, oraram com eles e ministraram entre eles. (3 Néfi 19:4–8; observe que isso se deu em conformidade com a instrução passada pelo Salvador no dia anterior, conforme o registrado em 3 Néfi 18:16.) O que os discípulos pediram em oração? (Ver 3 Néfi 19:9; ver também os versículos 10–15 e a segunda sugestão didática do fim da lição.) Por que vocês acham que os discípulos desejavam tão ardentemente que o “Espírito Santo lhes fosse dado”? (3 Néfi 19:9) Por que é essencial que recebamos o Espírito Santo?

• Depois de pedir aos discípulos que orassem, Jesus “se afastou um pouco do meio deles” para orar sozinho. (3 Néfi 19:17, 19) O que Jesus pediu em Sua oração? (Ver 3 Néfi 19:21, 23. Compare essa oração com trechos da grande oração intercessória que Jesus fez antes de Sua Crucificação, conforme o registrado em João 17:20–23.) Por que é importante que os seguidores de Jesus Cristo “sejam um” com Ele e o Pai? Como podemos tornar-nos um com Eles?

• Por que as orações dos discípulos nefitas trouxeram alegria ao Senhor? (Ver 3 Néfi 19:24–25. Escreva as respostas dos alunos no quadro-negro.) Como podemos seguir o exemplo dos discípulos em nossas próprias orações?

• Por que a multidão conseguiu ouvir e compreender as palavras de Jesus na terceira vez que Ele orou? (Ver 3 Néfi 19:31–33.) O que significa abrir o coração? O que precisamos fazer para abrir o coração e sermos ensinados pelo Espírito?

Conclusão

Lembre aos alunos que os nefitas tiveram a bênção de ver e ouvir coisas maravilhosas por causa de sua grande fé (3 Néfi 17:20; 19:35) e suas ardorosas orações. (3 Néfi 19:6–9) Ressalte que se exercermos fé em Jesus Cristo e tivermos fervor em nossas orações pessoais e familiares, o Espírito do Senhor vai estar conosco e ajudar-nos em tudo o que fizermos.

Conforme a orientação do Espírito, preste testemunho das verdades ensinadas na aula.

Outras Sugestões Didáticas

Sugere-se o seguinte material para complementar a lição. Você pode utilizar uma ou mais dessas idéias durante a aula.

1. “Vigiar e orar sempre” (3 Néfi 18:15)

Peça aos alunos que leiam 3 Néfi 18:15, 18–19, 21.

• Como a oração pode ajudar a proteger-nos das tentações de Satanás? Como a oração familiar já influenciou sua família? Como podemos aumentar nosso compromisso de realizar a oração familiar?

2. “E oraram por aquilo que mais desejavam” (3 Néfi 19:9)

Antes de discutir 3 Néfi 19:9, dê aos alunos papel e caneta ou lápis e peçalhes que façam uma lista das seis coisas que mais desejam. (Se não conseguir papel, lápis e caneta para todos, simplesmente peça aos alunos que pensem nas seis coisas que mais desejam.) Em seguida, peça-lhes que retirem da lista as coisas pelas quais não se sentiriam à vontade para orar. Peça a um aluno que leia 3 Néfi 19:9.

• O que os discípulos nefitas mais desejavam? Como podemos aumentar nosso desejo de retidão e espiritualidade?

3. “E oraram a Jesus” (3 Néfi 19:18)

Para esclarecer por que os discípulos nefitas oraram a Jesus (3 Néfi 19:18, 24–25, 30), peça aos alunos que leiam 3 Néfi 19:22. Leia também a seguinte declaração do Élder Bruce R. McConkie:

“As únicas ocasiões nas escrituras em que as pessoas dirigiram orações diretamente ao Filho foram quando — e justamente por isso! — esse Ser Santo, como personagem ressurreto, estava diante delas.” (Doctrinal New Testament Commentary, 3 vols. [1966–73], 2:79)

Saliente que até Jesus orou ao Pai nessa ocasião. (3 Néfi 19:19–24, 27–29, 31) Todas as nossas orações devem ser dirigidas ao Pai Celestial e encerradas em nome de Jesus Cristo.