“Explicou-lhes Todas as Coisas”

O Livro de Mórmon: Manual do Professor de Doutrina do Evangelho, 1999


Objetivo

Ajudar os alunos a desejar sinceramente examinar as palavras dos profetas.

Preparação

  1. 1.

    Leia e pondere as seguintes escrituras e ore a respeito delas:

    1. a.

      3 Néfi 22; 23:1–5. O Salvador cita algumas profecias de Isaías a respeito da casa de Israel durante os últimos dias. Ele ordena ao povo que examine as palavras de Isaías e de outros profetas.

    2. b.

      3 Néfi 23:6–14; 24; 25. O Salvador ordena ao povo que acrescente em seus registros algumas das palavras de Samuel, o lamanita, e Malaquias.

    3. c.

      3 Néfi 26. O Salvador explica todas as coisas desde o início até a época em que voltará em Sua glória.

  2. 2.

    Leitura complementar: Isaías 54; Malaquias 3–4.

  3. 3.

    Se a gravura Cristo Pede os Registros estiver à disposição, prepare-se para utilizá-la durante a aula. (Pacote de Gravuras do Evangelho 323)

  4. 4.

    Se for utilizar a atividade motivadora, peça a uma ou mais crianças da Primária que se preparem para cantar “Ler, Ponderar e Orar” (Músicas para Crianças, p. 66) Outra opção seria preparar-se para tocar uma gravação da música ou pedir a um aluno que se prepare para ler a letra.

Sugestões para a Apresentação da Lição

Atividade Motivadora

Se for adequado, use a seguinte atividade ou outra de sua própria escolha para dar início à aula.

Escreva as seguintes palavras no quadro-negro: Ler, Ponderar, Orar.

Peça às pessoas previamente designadas que cantem ou leiam “Ler, Ponderar e Orar”. Peça aos alunos que ouçam com atenção e reflitam sobre a mensagem da música e como ela se relaciona com nosso estudo das escrituras.

Quando a música acabar, explique-lhes que esta lição ilustra como o Salvador usou as escrituras para ensinar verdades valiosas. Ao lermos as escrituras, ponderarmos e orarmos a respeito delas, adquiriremos uma maior compreensão dessas verdades.

Discussão e Aplicação das Escrituras

Em espírito de oração, escolha as passagens das escrituras, perguntas e outros tópicos da lição que melhor venham a atender às necessidades dos alunos. Discuta como as escrituras selecionadas podem aplicar-se à vida prática e incentive os alunos a relatar experiências relacionadas com os princípios contidos nas escrituras.

1. O Salvador cita algumas profecias de Isaías a respeito da casa de Israel.

Discuta 3 Néfi 22; 23:1–5. Peça aos alunos que leiam alguns versículos em voz alta. Explique-lhes que no capítulo 22 o Salvador citou um capítulo inteiro de Isaías (Isaías 54), com ensinamentos relativos à glória de Sião nos últimos dias.

• Isaías exortou a casa de Israel: “Amplia o lugar de tua tenda (…) alonga as tuas cordas e firma bem tuas estacas”. (3 Néfi 22:2) O que simbolizam a tenda e as estacas? (Ver a citação abaixo.) Na sua opinião, o que significa “[ampliar] o lugar de tua tenda” e “[firmar] bem tuas estacas”?

O Presidente Ezra Taft Benson disse:

“Os profetas compararam a Sião dos últimos dias com uma grande tenda que englobaria toda a Terra. Essa tenda seria sustentada por cordas amarradas a estacas. Essas estacas, obviamente, são as diversas organizações geográficas espalhadas por todo o mundo. Atualmente, Israel está sendo coligada nas várias estacas de Sião. (…)

(…) As estacas são para os santos um refúgio contra os inimigos visíveis e invisíveis. Essa proteção é proporcionada pela orientação dos líderes do sacerdócio que fortalece o testemunho e promove a solidariedade familiar e a retidão individual”. (“Strengthen Thy Stakes”, Ensign, janeiro de 1991, pp. 2, 4)

• O que podemos fazer individualmente e em família para garantir que nossas estacas sejam um refúgio e uma proteção contra o mal?

• Como Isaías descreveu a relação entre o Senhor e a casa de Israel? (Ver 3 Néfi 22:4–10. Descreveu o Senhor como o marido e Israel como a esposa. O que essa descrição nos ensina sobre a devoção do Senhor a Seu povo?

O Élder Jeffrey R. Holland ensinou: “O simbolismo de Jeová como noivo e Israel como noiva é uma das metáforas mais comumente utilizadas nas escrituras. O Senhor e Seus profetas usam-na para descrever a relação entre a Deidade e os filhos do convênio. (…) Cristo algumas vezes Se mostrou legitimamente irado com a vacilante Israel, mas sempre de forma breve e temporária, por ‘um pequeno momento’. A compaixão e a misericórdia sempre voltam à tona e prevalecem de modo extremamente tranqüilizador. As colinas e montanhas poderão desaparecer. A água dos grandes mares poderá secar. (…) Contudo, a bondade e paz do Senhor jamais serão retiradas de Seu povo do convênio. Ele jurou com um convênio celestial que Sua ira não permanecerá acesa contra eles para sempre”. (Christ and the New Covenant [1997], p. 290)

• Como o Senhor descreveu o local em que a casa de Israel seria coligada nos últimos dias? (Ver 3 Néfi 22:11–12; ver também Apocalipse 21:18–21.) Quais são as promessas feitas às pessoas que viverão neste local? (Ver 3 Néfi 22:13–17.) Como essas promessas trazem força aos aflitos?

• Depois de citar essas profecias, Jesus disse ao povo: “Deveis examinar estas coisas”. (3 Néfi 23:1) O que significa examinar as escrituras, em vez de meramente lê-las?

O Élder Henry B. Eyring disse: “Entesouramos as palavras de Deus, não somente lendo as escrituras, mas estudando-as. Seremos mais fortalecidos espiritualmente se ponderarmos alguns versículos, permitindo que o Espírito Santo transforme-os em tesouros para nós, do que se passarmos rápida e superficialmente vários capítulos”. (A Liahona, janeiro de 1998, p. 96)

• Como vocês já foram abençoados ao estudarem as escrituras? (Peça aos alunos que relatem experiências nas quais algumas passagens específicas das escrituras tenham trazido inspiração e discernimento ou sido significativas como respostas a problemas pessoais.)

• Por que foi importante que as pessoas registrassem as palavras do Salvador? (Ver 3 Néfi 23:3–5.)

• O Salvador ordenou ao povo: “Examinai o que disseram os profetas, porque muitos são os que testificam estas coisas”. (3 Néfi 23:5) Do que os profetas testificam? De que forma vocês já foram fortalecidos pelo testemunho dos profetas antigos e modernos?

2. O Salvador ordena ao povo que faça acréscimos aos registros.

Leia e discuta alguns versículos de 3 Néfi 23:6–14; 24; 25. Explique-lhes que depois de pedir às pessoas que escrevessem as coisas que já lhes havia ensinado, Jesus continuou a ensinar a respeito das escrituras ao povo. Se for utilizar a gravura de Jesus pedindo os registros, mostre-a agora.

• Jesus ordenou aos nefitas que adicionassem uma profecia feita por Samuel, o lamanita, a seus registros. Nessa profecia, Samuel disse que “muitos santos se levantariam dentre os mortos e apareceriam a muitos e ministrariam entre eles”. (3 Néfi 23:6–13) Por que vocês acham que esse registro tinha uma importância toda especial? (Uma das respostas pode ser que o cumprimento da profecia de Samuel foi um testemunho da realidade da ressurreição.)

• Depois de pedir ao povo que registrasse a profecia de Samuel, o que Jesus ordenou a eles que fizessem? (Ver 3 Néfi 23:14.) De que maneiras específicas podemos ensinar mais eficazmente as palavras do Salvador?

• Jesus também ordenou ao povo que escrevesse algumas palavras do profeta Malaquias. (3 Néfi 24:1) Por que as palavras de Malaquias não constavam dos registros dos nefitas? (Malaquias é um profeta do Velho Testamento cujas palavras não haviam sido inseridas nas placas de latão porque ele viveu somente 200 anos depois que Leí saiu de Jerusalém. Ver o Guia para Estudo das Escrituras, “Malaquias”, p. 134)

• Que ensinamentos de Malaquias são de especial importância para nós? (Peça aos alunos que leiam 3 Néfi 24:1, 8–18 e 25:1–6 para encontrar respostas para essa pergunta. Divida a classe em quatro grupos e peça a cada um deles que procure uma das seguintes passagens e descreva o que Malaquias ensinou. Em seguida, discuta as passagens conforme o indicado.)

  1. a.

    3 Néfi 24:1; comparar com Malaquias 3:1. Qual é o mensageiro enviado para preparar o caminho para a Segunda Vinda do Senhor? (Ver D&C 45:9. O evangelho restaurado, incluindo as chaves e poderes restaurados por mensageiros celestiais.) De que forma Joseph Smith pode ser considerado um mensageiro na dispensação final?

  2. b.

    3 Néfi 24:8–12; comparar com Malaquias 3:8–12. Quais são as bênçãos prometidas nesses versículos para quem pagar o dízimo e as ofertas? Como vocês já foram abençoados por pagarem o dízimo e as ofertas?

  3. c.

    3 Néfi 24:13–18; comparar Malaquias 3:13–18. Por que algumas pessoas acham que “inútil é servir a Deus”? (Ver 3 Néfi 24:14–15.) Como podemos permanecer firmes na fé mesmo quando o mal parecer estar prosperando?

  4. d.

    3 Néfi 25:1–6; comparar com Malaquias 4:1–6. O que significa não ter raiz nem ramo? (Considere suas raízes como seus pais e antepassados e seus ramos como seus filhos e sua posteridade. Para nos unirmos a nossas raízes e ramos, precisamos receber as ordenanças de salvação.) A quem o Senhor disse que enviaria antes da Segunda Vinda? Quando e onde Elias retornou? (Ver D&C 110:13–16.) Que chaves ele restaurou? (As chaves do poder selador que nos permite permanecer unidos a nossos antepassados e nossa posteridade.)

3. O Salvador explica todas as coisas desde o princípio.

Leia e discuta alguns versículos de 3 Néfi 26.

• Qual foi a razão apresentada pelo Salvador para ensinar as profecias de Malaquias aos nefitas? (Ver 3 Néfi 26:2.) Que ensinamentos de Malaquias têm significado especial para vocês?

• O que o Salvador ensinou ao povo depois de discorrer sobre as profecias de Malaquias? (Ver 3 Néfi 26:1, 3–5.) Por que devemos ensinar o evangelho desde o princípio, como fez Jesus?

• Nesse registro, Mórmon escreveu apenas a “menor parte” do que Jesus ensinou ao povo. (3 Néfi 26:8) Como o fato de termos somente essa menor parte põe à prova nossa fé? Como podemos receber “as coisas maiores”? (Ver 3 Néfi 26:9.)

O Presidente Spencer W. Kimball disse: “Várias pessoas já me perguntaram no decorrer dos anos quando teremos acesso ao restante dos registros do Livro de Mórmon. Geralmente, respondo indagando: ‘Quantos na congregação gostariam de ler a porção selada das placas?’ Quase sempre, a resposta afirmativa chega aos 100%. Em seguida, pergunto: ‘Quantos de vocês já leram a parte que nos foi concedida?’ E há muitos que não leram sequer o Livro de Mórmon, que já nos foi revelado. Muitas vezes, lançamo-nos à busca do espetacular, do inatingível. Já conheci muitas pessoas que desejam seguir as leis mais elevadas, mas ainda não vivem as fundamentais”. (The Teachings of Spencer W. Kimball, ed. Edward L. Kimball [1982], pp. 531–532)

• Peça a um aluno que leia 3 Néfi 26:14, 16. O que esses versículos nos ensinam sobre a visão que o Salvador tem das crianças?

• Como os nefitas que testemunharam esses eventos passaram a tratar uns aos outros? (Ver 3 Néfi 26:19–21.) Como podemos seguir o exemplo deles em nosso casamento, família, ala e estaca?

Conclusão

Ressalte que o Salvador nos mostrou a importância das escrituras quando as citou, ordenando ao povo que as examinasse e fazendo acréscimos a elas. Ao examinarmos as escrituras, refletirmos e orarmos a respeito delas, conseguiremos compreendê-las mais profundamente e ensiná-las de modo mais eficaz às pessoas.

Conforme a orientação do Espírito, preste testemunho das verdades ensinadas na aula.