“[Esperar] que Venha o Grande Dia do Senhor”

Doutrina e Convênios e História da Igreja: Manual do Professor de Doutrina do Evangelho, 2000


Objetivo

Ajudar os alunos a compreenderem e reconhecerem os sinais da Segunda Vinda e a prepararem-se para a chegada do “grande dia do Senhor”. (D&C 45:39)

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Doutrina e Convênios 29:9–29; 34:5–12; 45:16–75; 88:86–99; 101:22–34; 133 e as outras escrituras da lição.

  2. 2.

    Estude o material do Guia de Estudo do Aluno (35686 059) referente a esta lição. Prepare-se para utilizá-lo durante a aula.

  3. 3.

    Caso a gravura “A Segunda Vinda” [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 238] esteja disponível, prepare-se para utilizá-la durante a aula.

  4. 4.

    Caso utilize a atividade motivadora, prepare o seguinte:

    1. a.

      Prepare-se para utilizar as seguintes figuras além da que foi citada acima: “O Nascimento de Jesus” [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 200]; “Jesus Orando no Getsêmani” [62175 059 ou Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 227] e “A Crucificação” [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 230].

    2. b.

      Prepare o necessário para que os alunos cantem “Tão Humilde ao Nascer” (Hinos, nº 115); ou peça a um aluno, ou grupo de alunos, que se prepare para cantá-lo.

Observação para o professor: Ao dar esta lição, concentre-se nas palavras que o Senhor revelou em Doutrina e Convênios. Não fale de questões especulativas como, por exemplo, quando ocorrerá a Segunda Vinda.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Atividade Motivadora

Considere o que seja adequado e utilize esta atividade, ou outra de sua preferência no início da aula.

Mostre a gravura do nascimento de Jesus, da Expiação e da Segunda Vinda. (Ver a seção “Preparação”, itens 3 e 4a)

Peça à classe que cante “Tão Humilde ao Nascer”, ou peça aos alunos designados que o façam. Peça que os alunos descubram qual é a relação entre as gravuras que você mostrou e a letra do hino.

Depois do hino, diga que o nascimento e a Segunda Vinda de Jesus são dois dos acontecimentos mais gloriosos da história do mundo. Da primeira vez que veio à Terra, o Salvador o fez em condições humildes e não foi amplamente reconhecido como sendo o Messias. Contudo, quando voltar, virá com poder e grande glória. Esta lição trata da Segunda Vinda do Salvador e de Seu reinado milenar na Terra.

Discussão e Aplicação

Esta lição contém mais materiais do que é possível ensinar em uma aula. Em espírito de oração, escolha as partes da lição mais adequadas às necessidades dos alunos.

1. O Salvador voltará à Terra com poder e grande glória.

Diga que temos o privilégio de viver na dispensação da plenitude dos tempos, em que, por intermédio das revelações modernas, aprendemos as verdades grandiosas acerca da Segunda Vinda, dos acontecimentos que a precederão e dos mil anos de paz que terão início quando o Salvador voltar. Doutrina e Convênios contém muitas informações a respeito desses assuntos importantes.

Assim como todas as profecias relativas ao nascimento do Salvador foram cumpridas, serão cumpridas todas as profecias relativas à Sua Segunda Vinda. Escolha algumas das seguintes profecias para ler com os alunos. Falem a respeito do que cada passagem ensina acerca da Segunda Vinda. Resuma as informações no quadro-negro. Sugere-se que você divida a classe em grupos pequenos e dê a cada um uma passagem para estudar e a respeito da qual devam preparar-se para falar. Outra coisa que você poderia fazer seria pedir que os alunos estudem individualmente e preparem-se para falar das passagens designadas.

  1. a.

    D&C 29:9–11; 45:44. (Cristo virá à Terra com poder e glória. Os orgulhosos e os iníquos serão queimados e não haverá maldades na Terra.)

  2. b.

    D&C 34:7, 12; 43:17; 110:16. (A Segunda Vinda está próxima.)

  3. c.

    D&C 34:8, 11; 63:34. (Todas as nações tremerão quando o Salvador vier. Se formos fiéis, Seu poder e influência estarão conosco até que Ele venha.)

  4. d.

    D&C 45:45–54; 88:96–99. (Os membros da Igreja que estiverem mortos ressuscitarão e irão ao encontro do Salvador. Os membros da Igreja que estiverem vivos na Terra se reunirão para encontrá-Lo. Ele irá ao Monte das Oliveiras, que se partirá. Os judeus reconhecerão o seu Salvador e chorarão por haverem-No perseguido. Depois, quem tiver recebido o evangelho na prisão espiritual ressuscitará.)

  5. e.

    D&C 49:6. (O Salvador porá todos os inimigos sob os Seus pés.)

  6. f.

    D&C 49:7. (Ninguém, nem mesmo os anjos, sabe a hora e o dia da vinda do Salvador.)

  7. g.

    D&C 133:46–53. (O Salvador virá vestido de vermelho. Na ocasião de Sua vinda recairá a vingança sobre os iníquos e os justos serão redimidos.)

2. O Milênio será uma época de alegria e paz.

A Segunda Vinda do Salvador dará início ao período chamado Milênio. A décima regra de fé afirma que nessa época, “Cristo reinará pessoalmente na Terra” e que “a Terra será renovada e receberá a sua glória paradisíaca”. Doutrina e Convênios 101 descreve a beleza e a alegria que nos aguardam no Milênio.

• Como será a vida na Terra durante o Milênio?

Para responder a essa pergunta, escolha algumas das passagens de escritura abaixo e leia-as com os alunos. Comente o que cada passagem ensina a respeito do Milênio. Resuma as informações no quadro-negro. Sugere-se que você divida a classe em grupos pequenos e diga a cada um que estude uma passagem e se prepare para falar dela. Outra coisa que você poderia fazer seria pedir a cada aluno que estude e se prepare para falar a respeito de uma passagem.

  1. a.

    D&C 101:23. (Todos conseguirão ver o Salvador.)

  2. b.

    D&C 101:24.(Todos os iníquos serão destruídos.)

  3. c.

    D&C 101:25. (A Terra será renovada.)

  4. d.

    D&C 101:26. (As pessoas e os animais viverão em paz.)

  5. e.

    D&C 101:27. (Os desejos justos das pessoas serão realizados.)

  6. f.

    D&C 101:28; ver também D&C 45:55; 88:110. (Satanás será preso e não terá poder para tentar ninguém.)

  7. g.

    D&C 101:29. (Não haverá tristeza nem morte.)

  8. h.

    D&C 101:30–31. (As pessoas envelhecerão e, depois, passarão por uma mudança repentina da mortalidade para a imortalidade.)

  9. i.

    D&C 101:32–34. (O Senhor revelará todas as coisas concernentes à Terra e ao Céu, inclusive o processo de criação da Terra e o que será feito dela.)

  10. j.

    D&C 45:58. (As crianças crescerão sem cometer pecados.)

  11. k.

    D&C 45:59; 133:25. (O Senhor será o rei e o legislador de toda a Terra.)

• Como o conhecimento dessas coisas a respeito do Milênio nos pode abençoar neste momento? Como ele os ajuda a saber que, no final, o bem triunfará sobre o mal?

3. Temos de prepararmo-nos para a Segunda Vinda.

O Senhor salientou várias vezes que temos de nos preparar para a Sua vinda. (D&C 133:4, 10–11) Algumas pessoas podem achar que nunca conseguirão fazer o suficiente ou ser boas o bastante para estarem devidamente preparadas. É possível que fiquem desanimadas e achem que seja impossível se preparar. Contudo, o Senhor, em Doutrina e Convênios, deu-nos conselhos que ensinam que é possível nos prepararmos em nossa vida diária para esse acontecimento importante.

• O que podemos fazer na vida diária para nos prepararmos para a Segunda Vinda? (Utilize as seguintes informações para comentar as respostas dos alunos ou complementá-las.)

Estar atento aos sinais da vinda do Salvador

Diga que em Doutrina e Convênios, o Senhor revela muitos dos sinais que precederão a Segunda Vinda e incentivou-nos a vigiar. (Ver D&C 61:38.)

• Por que é importante que saibamos dos sinais que precederão a Segunda Vinda do Salvador? Leia D&C 45:36–39 com os alunos. O que aprendemos com essa parábola a respeito do motivo por que esses sinais nos foram manifestados?

• Citem alguns dos sinais que, segundo as profecias, precederão a Segunda Vinda do Salvador.

Para responder essa questão, escolha algumas das seguintes passagens de escritura e leia-as com os alunos. Descubra que sinais são mencionados em cada uma. Resuma-os no quadro-negro sob o título Sinais Positivos e Sinais Negativos.

Sugere-se que você divida a classe em grupos pequenos diga a cada um que estude determinada passagem e se prepare para falar delas. Outra coisa que você poderia fazer é pedir que cada aluno estude uma passagem e fale dela.

Sinais Positivos

  1. a.

    D&C 45:9; 133:57–58. (A plenitude do evangelho será restaurada.)

  2. b.

    D&C 45:66–71. (A construção da Nova Jerusalém, que será um lugar em que os justos terão paz e segurança nos últimos dias.)

  3. c.

    D&C 65:2–6. (O reino de Deus será estabelecido na Terra.)

  4. d.

    D&C 110:11–16. (As chaves do sacerdócio serão restauradas.)

e. D&C 133:8–9, 36–39. (O evangelho será pregado em todo o mundo.)

Sinais Negativos

  1. a.

    D&C 29:15; 88:91. (Haverá muito pranto, desespero e medo. O coração dos homens falhará.)

  2. b.

    D&C 29:16; 45:31; 112:24. (Haverá fome, castigos, doenças e destruição.)

  3. c.

    D&C 34:9; 45:40–42; 88:87. (Haverá sinais e maravilhas no céu e na Terra.)

  4. d.

    D&C 45:26; 63:33. (Haverá guerras, rumores de guerra e agitações em toda a Terra.)

  5. e.

    D&C 45:27. (O amor dos homens esfriará e haverá muita iniqüidade.)

  6. f.

    D&C 45:33; 88:89–90. (Haverá terremotos, tempestades e ondas enormes no mar. Os homens endurecerão o coração contra Deus e lutarão entre si.)

Saliente que algumas dessas profecias já se cumpriram, algumas estão cumprindo-se e outras ainda serão cumpridas.

• O Senhor aconselhou-nos a “não nos perturbarmos” durante os tumultos dos últimos dias. (Ver D&C 45:35.) Como podemos continuar a ter esperanças e não nos sentirmos perturbados quando estamos cercados das iniqüidades e tumultos dos últimos dias? (Ver D&C 38:30.)

Permanecer em lugares santos

Além de aconselhar-nos a vigiar para perceber os sinais da Segunda Vinda, o Senhor aconselhou-nos a prepararmo-nos sendo justos. Escolha algumas das seguintes passagens de escritura para ler com os alunos. Comente o que cada uma ensina a respeito de prepararmo-nos para a Segunda Vinda do Salvador. Resuma as informações no quadro-negro.

  1. a.

    D&C 27:15; 33:17. (Ser constante na retidão.)

  2. b.

    D&C 34:6; 39:19–20; 43:20–23. (Proclamar o arrependimento e arrepender-se.) Por que o arrependimento é importante na preparação para a Segunda Vinda?

  3. c.

    D&C 45:32; 87:8; 101:22–23. (Permanecer em lugares santos.) O que significa “[permanecer] em lugares santos”? Citem alguns desses lugares. (Algumas das respostas possíveis são: os nossos templos, capelas, nossa casa e as estacas de Sião.) O que podemos fazer para nos mantermos dignos e santos até quando estivermos em ambientes do mundo?

  4. d.

    D&C 45:56–57. (Fazer do Espírito Santo o nosso guia.)

O Presidente Gordon B. Hinckley ensinou: “O que devemos fazer para nos preparar para a Segunda Vinda? Bem, simplesmente não nos preocupar com ela. Simplesmente levar a vida de um modo que, se a Segunda Vinda fosse amanhã estaríamos preparados. Ninguém sabe quando ela acontecerá. (…) Temos a responsabilidade de prepararmo-nos, viver de modo a sermos dignos da companhia do Salvador e portarmo-nos de tal maneira que não ficaríamos envergonhados se Ele chegasse onde estamos. Esse é o desafio de nossa época”. (Church News, 2 de janeiro de 1999, p. 2.)

O Élder Boyd K. Packer, do Quórum dos Doze, deu o seguinte conselho:

“Os adolescentes também tendem, às vezes, a pensar: ‘Que adianta? O mundo logo explodirá mesmo e acabará’. Esse é um pensamento que vem do medo, não da fé. Ninguém sabe a hora nem o dia, (ver D&C 49:7) mas o fim não virá até que sejam cumpridos todos os propósitos do Senhor. Tudo o que tenho aprendido das revelações e da vida convence-me de que há tempo, e de sobra, para que se preparem cuidadosamente para uma vida longa.

Um dia, vocês terão de lidar com os seus próprios filhos adolescentes. Nada mais justo. Depois, mimarão os netos, e eles, por sua vez, mimarão os deles. Se alguém for atingido por um fim mais prematuro, eis mais uma razão para fazer as coisas certas. (A Liahona, julho de 1989, p. 64.)

Conclusão

Saliente que o Senhor nos revelou mais coisas a respeito da Segunda Vinda e do Milênio do que a qualquer outro grupo de pessoas na história do mundo. Com essas informações, podemos preparar-nos e ser constantes na retidão enquanto o que foi profetizado por Ele está acontecendo à nossa volta. Deveríamos aguardar alegremente o dia em que o Senhor retornará e iniciará o reinado milenar da paz e da retidão.

Seguindo a orientação do Espírito, preste testemunho das verdades abordadas em aula.

Sugestões Didáticas Complementares

Você pode utilizar uma ou mais das seguintes idéias para complementar o plano de aula sugerido.

1. A parábola do joio e do trigo

Doutrina e Convênios 86 amplia nossa perspectiva quanto à Segunda Vinda. Essa seção contém a revelação que Joseph Smith recebeu para esclarecer alguns dos possíveis significados da parábola do joio e do trigo. O Salvador dera essa parábola anteriormente, durante o Seu ministério mortal. (Mateus 13:24–30)

• Recapitule a parábola contida em D&C 86 com os alunos. O que os elementos dessa parábola representam?

Os servos do Senhor são os semeadores da boa semente, e os semeadores do joio são Satanás e seus seguidores. A boa semente representa os seguidores de Jesus, e o joio representa as pessoas que sucumbiram ao mal. É permitido ao joio crescer junto com o trigo até o fim do mundo. Nessa ocasião, os justos serão separados dos maus e os maus serão queimados.

• O que essa parábola ensina quanto aos acontecimentos relativos à Segunda Vinda?

2. Vídeos

Caso o vídeo Ensinamentos de Doutrina e Convênios e História da Igreja (5x933 059) estiver disponível, considere a possibilidade de exibir um destes segmentos, ou os dois:

“Não Vos Assusteis” (cinco minutos). Esse vídeo pode ajudar os alunos a compreenderem que não precisam ficar assustados nem perturbados com as calamidades que acontecerão nos últimos dias. Caso decida exibi-lo, faça-o durante a terceira parte da lição.

“Aqueles que São Prudentes” (seis minutos). Esse vídeo mostra a parábola das dez virgens. (Mateus 25:1–13; ver também D&C 45:56–59.) Caso decida exibi-lo, façao durante a terceira parte da lição.

Antes de exibir “Aqueles que São Prudentes”, explique aos alunos que a parábola das dez virgens baseia-se nas antigas tradições matrimoniais judaicas. Na época de Jesus, o noivo e os amigos acompanhavam a noiva, indo da casa dela à casa do noivo. Os amigos da noiva esperavam ao longo do caminho para acompanhá-los. Quando chegavam à casa do noivo, todos entravam para o casamento. Normalmente os casamentos eram realizados à noite; portanto, as pessoas que esperavam pela noiva tinham consigo lamparinas a óleo. Na parábola, o noivo representa o Salvador. As virgens representam os membros da Igreja. O casamento representa a Segunda Vinda do Salvador. O óleo das lamparinas representa a preparação para a Segunda Vinda.

Depois de exibir o vídeo, peça aos alunos que leiam D&C 45:56–59. Então, faça a seguinte pergunta:

• O que esses versículos ensinam quanto à preparação para a Segunda Vinda do Salvador?

Sugere-se que você leia as seguintes observações do Presidente Spencer W. Kimball:

“Na parábola, era possível comprar o óleo no mercado. Na vida, o azeite da preparação é juntado gota a gota por meio do viver reto. A freqüência à reunião sacramental acrescenta azeite à nossa lâmpada, gota a gota com o passar dos anos. O jejum, a oração familiar, o ensino familiar, o controle dos apetites do corpo, a pregação do evangelho, o estudo das escrituras, cada ato de dedicação e obediência é uma gota a mais em nossa reserva. Os atos de bondade, pagar as ofertas e o dízimo, os pensamentos e ações castos e o casamento no convênio para a eternidade também são um acréscimo importante ao azeite com o qual, à meia-noite, poderemos recarregar nossa lâmpada vazia.” (Faith Precedes the Miracle, 1972, p. 256.)