“É Necessário que Sejam Corrigidos e Provados, assim como Abraão”

Doutrina e Convênios e História da Igreja: Manual do Professor de Doutrina do Evangelho, 2000


Objetivo

Aprender o que os primeiros membros da Igreja fizeram para fundar a cidade de Sião no Missouri e incentivar os alunos a ajudarem a edificar Sião atualmente.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude as seguintes escrituras e outros materiais:

    1. a.

      Doutrina e Convênios 101; 103; 105.

    2. b.

      Nosso Legado, páginas 27–29, 37–45.

  2. 2.

    Estude o material do Guia de Estudo do Aluno (35686 059) referente a esta lição. Prepare-se para utilizá-lo durante a aula.

  3. 3.

    Peça a alguns alunos que se preparem para resumir as seguintes seções de Nosso Legado:

    1. a.

      “A Perseguição no Condado de Jackson” e “O Bispo Partridge É Coberto com Piche e Penas” (pp. 39–40, 41–42)

    2. b.

      “O Refúgio no Condado de Clay” (pp. 43–44)

    3. c.

      “O Treinamento dos Líderes no Acampamento de Sião” e “A Perseguição ao Acampamento de Sião (pp. 27–29, 44–45)

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Atividade Motivadora

Considere o que seja adequado e utilize esta atividade ou outra de sua preferência no início da aula.

• O que vocês sentiriam se lhes dissessem que deixassem sua família e percorressem mais de 1.600 quilômetros a pé, em condições extenuantes para ajudar os membros da Igreja que estivessem em um lugar perigoso? (Sugere-se que você escolha um lugar conhecido, que fique a pouco mais de 1.600 quilômetros de onde more e leve um mapa para mostrar como a viagem seria longa.) Que sacrifícios vocês teriam de fazer? O que sentiriam se chegassem ao lugar e lhes dissessem que voltassem para casa sem terem feito nada para ajudar?

Diga que, quando estavam no Condado de Jackson, no Missouri, os membros da Igreja foram expulsos de casa e que Joseph Smith organizou o Acampamento de Sião, que era um grupo de 207 homens que marcharam mais de 1.600 quilômetros para ajudá-los. As perguntas anteriores podem ser úteis em ajudarnos a compreender algumas das dificuldades que os integrantes do Acampamento de Sião enfrentaram.

Discussão e Aplicação

Em espírito de oração, escolha as partes da lição mais adequadas às necessidades dos alunos. Sugere-se que você utilize duas aulas para dar esta lição.

1. Os membros da Igreja instalam-se no Condado de Jackson, no Missouri, e, posteriormente, são expulsos.

Faça uma breve revisão dos seguintes dados históricos. Lembre aos alunos que de 1831 a 1838, a Igreja concentrou-se em dois lugares: em Kirtland, no Estado de Ohio, e no oeste do Missouri. Aconteceram coisas importantes nos dois lugares. A lição 27 e a 28 tratam das doutrinas e acontecimentos relacionados à Igreja no Missouri.

Em julho de 1831, Joseph Smith viajou para o Missouri pela primeira vez. Ali, recebeu uma revelação que indicava o Missouri como o local onde Sião seria construída e Independence como o lugar central. (D&C 57:1–3) Em 2 de agosto, Sidney Rigdon dedicou a terra à reunião dos santos. No dia seguinte, o Profeta Joseph Smith dedicou o terreno do templo, em Independence.

Os membros do Ramo Colesville, de Nova York, foram os primeiros a estabelecerem-se no Missouri e outros membros chegaram em seguida, ansiosos por construir a cidade de Sião. (D&C 63:24, 36) Em 1832 havia mais de 800 membros da Igreja em cinco ramos em Independence e nas cercanias do Condado de Jackson.

Os membros da Igreja que estavam no Condado de Jackson tiveram um período de paz e otimismo contudo, no final de 1832 surgiram problemas. Alguns membros não aceitavam a autoridade dos líderes locais da Igreja. Outros criticavam o Profeta Joseph, que havia voltado para Kirtland. Havia quem fosse briguento, invejoso, egoísta e descrente.

Além disso, a tensão entre eles e os outros colonizadores da região estava aumentando. No dia 20 de julho de 1833, essa tensão transformou-se em violência. Peça ao aluno designado que resuma as seções “A Perseguição no Condado de Jackson” e “O Bispo Partridge É Coberto de Piche e Penas”, Nosso Legado, pp. 39–40 e 41–42.

Entre os meses de julho e novembro de 1833, as perseguições aos santos se intensificaram. As turbas queimaram as plantações, destruíram as casas, chicotearam e surraram os homens e aterrorizaram as mulheres e as crianças.

Persecution in Missouri

No dia 4 de novembro, nas proximidades do rio Big Blue, as pessoas de uma turba começaram a lutar contra um pequeno grupo de homens e rapazes da Igreja. (Nosso Legado, pp. 42–43) Nos dois dias seguintes, mais de mil membros da Igreja foram expulsos do Condado de Jackson em um frio intenso. Completamente na miséria, a maioria atravessou o rio Missouri e refugiou-se temporariamente no Condado de Clay. Peça ao aluno designado que resuma a seção “O Refúgio no Condado de Clay”, Nosso Legado, pp. 43–44.

2. O Senhor dá instruções aos membros da Igreja que haviam sido expulsos do Condado de Jackson.

Diga que quando a notícia dos problemas no Missouri chegaram aos ouvidos de Joseph Smith, em Kirtland, ele ficou muito aflito orou perguntando acerca da redenção de Sião e recebeu a revelação que atualmente é D&C 101.

• O Senhor disse que estava permitindo que os santos do Missouri passassem por essas aflições devido a alguns motivos. Quais eram eles? (Leia os seguintes versículos com os alunos. Resuma as informações no quadro-negro. Escolha algumas das perguntas para fomentar a discussão.)

  1. a.

    D&C 101:2, 6; ver também D&C 103:4. (Devido às transgressões.)

  2. b.

    D&C 101:4. (Porque precisavam ser “corrigidos e provados, assim como Abraão”.) Por que o Senhor castiga o Seu povo? (Ver D&C 95:1; 105:6 Helamã 12:3; Hebreus 12:11.) Por que se pode dizer que ao nos castigar o Senhor demonstra que nos ama? Como o castigo do Senhor nos ajuda a aprender a ser obedientes e a nos lembrarmos Dele?

  3. c.

    D&C 101:7–8. (Porque parte dos santos tardara em atender ao Senhor.) Por que, às vezes, esquecemos Deus e não damos ouvidos aos Seus conselhos “no dia de [nossa] paz”? O que podemos fazer para sermos ávidos em seguir os conselhos de Deus?

• Como o Senhor demonstrou compaixão pelos santos depois de castigá-los? (Leia os seguintes versículos com os alunos. Resuma as informações no quadro-negro.)

  1. a.

    D&C 101:9. (Ele prometeu que não os expulsaria e que seria misericordioso “no dia da ira”.)

  2. b.

    D&C 101:10. (Ele prometeu que Sua indignação recairia sobre os seus inimigos.)

  3. c.

    D&C 101:11–15. (Prometeu salvar, reunir e consolar os Seus santos.)

  4. d.

    D&C 101:16–19. (Prometeu que Sião seria redimida no futuro.)

Peça aos alunos que falem de momentos em que sentiram que o Senhor os amava e Se compadecia deles em momentos especialmente difíceis.

• Leia D&C 101:35–38 com os alunos. O que esses versículos ensinam para ajudar-nos a ver a vida mortal da perspectiva correta? Falem de como foi útil saber das promessas eternas do Senhor em momentos de provação.

3. O Acampamento de Sião é organizado e marcha para o Missouri

Diga que depois que os membros da Igreja foram expulsos do Condado de Jackson, pediram ajuda ao Governador do Missouri, Daniel Dunklin, para recuperarem as casas e para protegerem-se. O governador mostrou-se disposto a ajudar, se os santos organizassem um grupo de homens para defendê-los.

Em fevereiro de 1834, Joseph Smith, que estava em Kirtland, ficou sabendo disso. Sua resposta foi organizar um grupo de homens que viajaria mais de 1.600 quilômetros a pé para ajudar os santos do Missouri a voltar para as próprias terras e para protegê-los depois que o fizessem. Em D&C 103, encontra-se a revelação que trata da organização dessa expedição que passou a ser chamada de Acampamento de Sião.

Peça ao aluno designado que resuma a história do Acampamento de Sião, conforme encontra-se em Nosso Legado, pp. 27–29 e 44–45. Sugere-se que você utilize o mapa 3, p. 276 deste manual e p. 31 do Guia de Estudo do Aluno para mostrar qual é a distância entre Kirtland e Missouri.

• Seguindo as ordens do Senhor, contidas em D&C 103, Joseph Smith organizou o Acampamento de Sião para ajudar os santos do condado de Jackson a reaver as casas e terras. O que o Acampamento de Sião conseguiu quanto a esse assunto? (Depois de viajar mais de 1.600 quilômetros até o rio Fishing, perto do Condado de Jackson, o Senhor revelou que os membros da Igreja teriam de esperar pela redenção de Sião. Pouco depois, o Profeta dispensou o grupo.)

• Quando Brigham Young voltou a Kirtland após a viagem do Acampamento de Sião, alguém lhe perguntou: “O que vocês ganharam com essa viagem?” Ele respondeu: “Exatamente o que fomos buscar (…) eu não trocaria o conhecimento que ganhei nessa época nem por [este] condado inteiro”. (Journal of Discourses, 2:10) Que importante objetivo o Acampamento de Sião alcançou? (A lista a abaixo contém algumas das respostas possíveis.)

  1. a.

    Várias manifestações milagrosas do poder de Deus fortaleceram os integrantes do grupo. (Ver um exemplo em Nosso Legado, pp. 44–45.)

  2. b.

    Foi a oportunidade de provar a fé dos integrantes, permitindo que demonstrassem que obedeceriam ao Senhor e sacrificariam tudo para fazer a vontade Dele, até a vida, se necessário.

  3. c.

    Serviu como prova para determinar quem era fiel o suficiente para ocupar cargos de liderança na Igreja.

  4. d.

    Seus integrantes tiveram a oportunidade de estarem próximos do profeta e de aprender com ele, preparando-se para as responsabilidades que teriam como líderes futuramente.

Diga que ainda que algumas pessoas tenham considerado o Acampamento de Sião um fiasco, os objetivos que ele alcançou foram muito importantes para a Igreja. O Acampamento de Sião é um exemplo de como os objetivos de Deus podem ser alcançados por meios que não compreendemos no momento.

• Como a experiência que tiveram no Acampamento de Sião preparou as pessoas que liderariam a Igreja?

Em fevereiro de 1835, cinco meses depois de o Acampamento ter sido dispensado, foram organizados o Quórum dos Doze Apóstolos e o Primeiro Quórum dos Setenta. Nove dos Doze Apóstolos e os 70 membros do Quórum dos Setenta haviam participado do Acampamento de Sião. Joseph Smith disse o seguinte, ao falar de como o acampamento ajudara a preparar esses líderes:

“Irmãos, alguns de vós estais zangados comigo, por não haverdes lutado em Missouri mas quero dizer-vos que o Senhor não desejava que lutásseis. Ele não poderia organizar Seu reino com doze homens para abrir as portas do evangelho para as nações da Terra, e com setenta homens, sob sua direção, para seguirem seus passos, a menos que os tirasse de um grupo de homens que tivessem oferecido a vida, e que tivessem feito um sacrifício tão grande quanto o de Abraão”. (History of the Church, 2:182)

A experiência de George A. Smith demonstra como o Acampamento de Sião preparou os homens para posteriormente serem líderes da Igreja. Ele tinha 16 anos e era o rapaz mais moço do acampamento, não tinha experiência nem autoconfiança. A despeito da falta de conforto e de muitos homens reclamarem das condições precárias, George obedeceu todas as ordens de Joseph Smith de boa vontade. Ele dormia na barraca do Profeta e ouvia grande parte dos seus conselhos e ensinamentos. Graças à proximidade com o profeta, desenvolveu as qualidades de liderança e a força de que precisaria para passar a vida servindo como líder. Menos de cinco anos depois do Acampamento de Sião, George A. Smith foi ordenado Apóstolo. Posteriormente, foi membro da Primeira Presidência, ao lado de Brigham Young.

• Das coisas que aprendemos com as experiências do Acampamento de Sião, quais poderíamos aplicar à nossa vida? (A relação abaixo contém algumas das respostas possíveis e perguntas para fomentar a discussão.)

  1. a.

    Compreender o objetivo das provações. Quais foram algumas das provações do Acampamento de Sião? O que as experiências do Acampamento de Sião ensinam quanto ao objetivo das provações que enfrentamos na vida? (Ver D&C 103:12.)

  2. b.

    A importância da obediência. O que o Acampamento de Sião ensina quanto à obediência? (Ver D&C 103:7–10, 36.)

  3. c.

    A necessidade de estar disposto a sacrificar tudo pelo Senhor. O que o Acampamento de Sião ensina quanto a fazer sacrifícios? (Ver D&C 103:27–28.) Por que o Senhor exige que estejamos dispostos a sacrificar tudo por Ele? Como podemos aprender a ter essa disposição? Como podemos demonstrá-la atualmente?

  4. d.

    A importância de trabalhar em união na obra do Senhor. Saliente que quando algumas pessoas reclamam e se rebelam, mesmo que sejam poucas, o grupo como um todo fica mais fraco.

  5. e.

    A importância de apoiar o profeta e seguir os seus conselhos, mesmo que seja difícil ou que não compreendamos bem o motivo.

4. O Senhor revela que Seu povo tem de “[esperar] um pouco a Redenção de Sião”.

Diga que o Senhor prometeu que redimiria Sião e restauraria o Seu povo às próprias terras, no Condado de Jackson, Missouri. Contudo, a promessa dependia da obediência dos membros da Igreja. (D&C 103:5–8, 11–14) O Senhor revelou que, devido à desobediência e à rebeldia de alguns membros da Igreja, a Israel moderna teria de esperar um pouco pela redenção de Sião, da mesma forma que, devido à desobediência, a antiga Israel tivera de esperar 40 anos para entrar na terra prometida. (D&C 105:9, 13)

• Leia D&C 105:1–13 com os alunos. Citem algumas das exigências que o Senhor fez para que Sião seja estabelecida um dia. (A lista abaixo contém algumas das respostas possíveis. Falem de como essas exigências se enquadram em nossa vida.)

  1. a.

    Os membros da Igreja têm de aprender a ser obedientes. (D&C 105:3, 6; ver também o versículo 37.)

  2. b.

    É preciso cuidar dos pobres e necessitados. (D&C 105:3)

  3. c.

    É preciso que estejam “unidos segundo a união exigida pela lei do reino celestial”. (D&C 105:4; ver também o versículo 5.)

  4. d.

    É preciso aprender mais, ganhar mais experiência e saber melhor os próprios deveres. (D&C 105:10)

  5. e.

    É preciso ser investido de poder do alto. (D&C 105:11–12 ver também o versículo 33.)

• Em D&C 105:38–40, o Senhor aconselhou os membros da Igreja a buscarem estar em paz até com as pessoas que os perseguiam. Prometeu-lhes em troca que “todas as coisas [reverteriam] para [o seu] bem”. (D&C 105:40) Falem das bênçãos que receberam por seguir o conselho de se empenharem em estar em paz.

Conclusão

O Senhor prometeu que Sião será redimida e disse-nos o que temos de fazer para prepararmo-nos para esse dia. Lembre aos alunos que nos devemos empenhar ao máximo para ajudar a edificar Sião em nossa família e estaca atualmente. Preste testemunho das verdades que abordou em aula, seguindo a orientação do Espírito.

Sugestões Didáticas Complementares

Você pode utilizar uma ou mais das seguintes idéias para complementar o plano de aula sugerido.

1. A Cronologia do Missouri

A seguinte cronologia dos acontecimentos que se passaram no Missouri pode ser-lhe útil nesta lição. Sugere-se que você utilize o mapa 2, na página 275 deste manual ou na página 30 do Guia de Estudo do Aluno, para identificar os lugares importantes.

  • Janeiro de 1831: Chegam os primeiros missionários ao Missouri.

  • Julho de 1831: O Senhor escolhe o Missouri como o lugar para a construção da cidade de Sião.

  • Agosto de 1831: Joseph Smith dedica o terreno do templo em Independence, Missouri.

  • Julho de 1833: Uma turba ataca os membros da Igreja em Independence.

  • Novembro de 1833: Acontece a Batalha de Big Blue. Os membros da Igreja são expulsos do Condado de Jackson e vão para o Condado de Clay, no Missouri.

  • Maio a junho de 1834: O Acampamento de Sião marcha de Kirtland, em Ohio, para o Condado de Clay, no Missouri.

  • Junho de 1836: Os moradores do Condado de Clay pedem aos membros da Igreja que saiam dali.

  • Setembro de 1836: Os membros da Igreja começam a mudar-se para Far West, no Missouri, e outros lugares que vieram a constituir os condados de Caldwell e Daviess, no Missouri.

  • Março de 1838: Joseph Smith e a família chegam a Far West, no Missouri, depois de fugir das turbas de Kirtland, em Ohio.

  • Outubro de 1838: Acontece a Batalha do rio Crooked. O Governador Boggs, do Missouri, expede a ordem de extermínio.

  • Outubro de 1838 a abril de 1839: Joseph Smith e outros membros da Igreja são aprisionados no Missouri.

  • Abril de 1839: Os membros da Igreja fogem do Missouri e vão para Illinois.

2. As ordens que o Senhor deu aos santos que haviam sido expulsos

Depois de os santos haverem sido expulsos do Condado de Jackson, o Senhor deu ordens específicas quanto ao que deveriam fazer. Sugere-se que você estude as seguintes instruções:

  1. a.

    Buscar a redenção de Sião. (D&C 101:43–62) Por meio da parábola desses versículos, o Senhor lembrou aos santos que fora a falta de obediência o que enfraquecera a situação em que se encontravam, permitindo que os inimigos os vencessem. Contudo, Ele garantiu que Sião seria redimida no devido momento.

  2. b.

    Continuar a empenhar-se na obra de coligação. (D&C 101:63–75) Apesar de o lugar central estar nas mãos dos inimigos, o Senhor deixou claro que os santos deveriam continuar a reunirem-se nos lugares que Ele indicasse (versículo 67). Atualmente, esses lugares são as estacas de Sião em todo o mundo. Temos de fazer com que nossas estacas sejam “lugares santos”. (D&C 101:21–22)

  3. c.

    Buscar a compensação. (D&C 101:76–95) Os membros da Igreja receberam a ordem de pedirem formalmente que fossem ressarcidos e que se fizesse justiça. A Constituição dos Estados Unidos garantia o direito de liberdade religiosa e de propriedade. Esses direitos foram violados no Estado do Missouri. Os santos seguiram o conselho do Senhor e recorreram às autoridades locais, estaduais e federais na tentativa de serem compensados. Não conseguiram ajuda portanto, deixaram que o Senhor julgasse o caso e foram adiante.

  4. d.

    Reivindicar os direitos de propriedade no Condado de Jackson. (D&C 101:96–101)

3. Vídeo “O Acampamento de Sião”

Caso a fita de vídeo Ensinamentos de Doutrina e Convênios e História da Igreja (5x933 059) esteja disponível, considere a idéia de exibir “O Acampamento de Sião”, que é um segmento de 19 minutos, durante a discussão da terceira parte desta lição.