“A Única Igreja Verdadeira e Viva”

Doutrina e Convênios e História da Igreja: Manual do Professor de Doutrina do Evangelho, 2000


Objetivo

Ensinar aos alunos os acontecimentos relacionados à restauração da Igreja de Jesus Cristo por intermédio do Profeta Joseph Smith, para ajudá-los a serem gratos pelas bênçãos que advêm de serem membros da Igreja e incentivá-los a demonstrar ao Senhor que são gratos por pertencerem à Sua Igreja.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude as seguintes escrituras e outros materiais:

    1. a.

      Doutrina e Convênios 20:1–36, 68–69, 75–79; 21; 27; 115:1–4.

    2. b.

      Nosso Legado, páginas 14–16.

  2. 2.

    Estude o material do Guia de Estudo do Aluno (35686 059) referente a esta lição. Prepare-se para utilizá-lo durante a aula.

  3. 3.

    Caso utilize a segunda atividade motivadora, leve um papel e uma caneta ou lápis para cada aluno.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Atividade Motivadora

Considere o que seja mais adequado e utilize uma das seguintes atividades para iniciar a aula. Escolha a atividade que seja mais adequada para os alunos de sua classe.

1. Caso sua turma seja pequena, peça que cada aluno fale em poucas palavras de algo que o faça ser grato por ser membro da Igreja. Caso a turma seja grande, sugere-se que você peça a alguns alunos que falem.

2. Escreva as seguintes perguntas no quadro-negro. Dê a cada aluno um papel e uma caneta (ou lápis). Peça-lhes que respondam ao maior número de perguntas possível.

  • Qual foi a data em que a Igreja foi organizada nesta dispensação?

  • Como Joseph Smith soube quando a Igreja deveria ser organizada?

  • Onde a Igreja foi organizada?

  • Quantos membros a Igreja tinha na época de sua organização?

Diga que esta lição trata da organização da Igreja de Jesus Cristo na época atual. Peça aos alunos que prestem atenção para descobrirem as respostas das perguntas no decorrer da aula e que anotem as respostas, ou as corrijam, conforme o necessário.

Discussão e Aplicação

Em espírito de oração, escolha as partes da lição mais adequadas às necessidades dos alunos. Conversem a respeito de como as escrituras escolhidas aplicam-se à vida diária. Incentive os alunos a contarem experiências relacionadas aos princípios das escrituras.

1. A organização da Igreja na época atual.

Diga que o ano de 1830 foi um momento importante na história do mundo. Chegara a época do cumprimento de profecias antigas. (Isaías 11:11–12; 29:13–14; Jeremias 31:31–33; Daniel 2:44–45) Depois da publicação do Livro de Mórmon e da restauração do Sacerdócio, o próximo grande passo para a restauração do evangelho seria a organização formal da Igreja. Em Doutrina e Convênios 20, encontram-se as instruções do Senhor a Joseph Smith com respeito à organização da Igreja.

• Em que data a Igreja foi organizada nesta dispensação? (Ver D&C 20:1; 21:3.) Por que essa foi a data escolhida? (Ver o cabeçalho de D&C 20.)

• Entre a Primeira Visão e a organização da Igreja transcorreram dez anos. Que acontecimentos ocorreram nesse período para preparar o terreno para a organização da Igreja e para preparar Joseph Smith para guiá-la? (Sugere-se que você anote as respostas no quadro-negro. Caso necessário, ver a seguinte citação para ajudar a responder a pergunta.)

Na época em que servia no Quórum dos Doze, o Élder Gordon B. Hinckley disse:

“O dia da organização foi, na verdade, um dia de formatura, a formatura de Joseph, após dez anos de um aprendizado notável que se iniciou com a visão incomparável no bosque, na primavera de 1820, quando o Pai e o Filho apareceram ao rapaz de quatorze anos e continuou com as lições dadas por Morôni, que fez advertências e deu instruções em diversas ocasiões. Depois, houve a tradução do registro antigo e a inspiração, o conhecimento, a revelação que adveio dessa experiência. A autoridade divina foi concedida, o sacerdócio antigo voltou a ser conferido aos homens pelas pessoas que o detinham por direito: João Batista, no caso do Sacerdócio Aarônico, e Pedro, Tiago e João, no caso do Sacerdócio de Melquisedeque. Houve revelações, várias delas, nas quais a voz de Deus voltou a ser ouvida, e abriu-se o canal de comunicação entre o homem e o Criador. Todos esses acontecimentos foram preparatórios para aquele dia 6 de abril histórico. (150-Year Drama: A Personal View of Our History, Ensign, abril de 1980, pp. 11–12.)

• De que maneira o surgimento do Livro de Mórmon ajudou a preparar o terreno para a restauração do evangelho? (Ver D&C 20:6–12.) Como a restauração do sacerdócio ajudou a preparar o terreno? (A autoridade do sacerdócio era necessária para guiar a Igreja e ministrar as ordenanças de salvação.)

Diga que no dia 6 de abril de 1830, Joseph Smith e mais de 50 pessoas reuniram-se na cabana de troncos de Peter Whitmer Sr. , em Fayette, Nova York, para a organização da Igreja. A lei nova-iorquina exigia que as igrejas tivessem ao menos seis membros para serem organizadas formalmente; portanto, seis homens que haviam sido batizados e visto as placas de ouro tornaram-se os primeiros membros oficiais da Igreja. Eles eram: Joseph Smith, Oliver Cowdery, Hyrum Smith, Peter Whitmer Jr., Samuel H. Smith e David Whitmer. (Ver History of the Church, 1:76; para mais informações históricas, ver Nosso Legado, páginas 14–16.)

• Que nome a Igreja recebeu quando foi organizada? (Ver D&C 20:1.) Diga que a Igreja foi chamada por outros nomes nos primeiros anos, mas que em abril de 1838, o Senhor revelou o nome pelo qual a Sua Igreja deveria ser conhecida. Que nome o Senhor deu à Sua Igreja? (Ver D&C 115:4.) Por que é importante que a Igreja do Senhor tenha o nome Dele? (Ver 3 Néfi 27:8.)

Sugere-se que você explique-lhes que o nome Mórmon é um apelido que a Igreja recebeu por causa do Livro de Mórmon. Preferimos chamar a Igreja pelo nome completo para salientar que acreditamos no Salvador Jesus Cristo.

Caso você utilize a segunda atividade motivadora, examine brevemente as respostas das perguntas. (Na discussão acima, encontram-se todas as respostas.)

2. O Senhor ordenou que os membros da Igreja seguissem o profeta.

Na reunião em que a Igreja foi organizada, Joseph Smith e Oliver Cowdery foram apoiados como sendo as autoridades presidentes da Igreja. (History of the Church, 1:77) O Senhor fez também uma revelação, que está registrada em D&C 21, dizendo aos membros da Igreja que seguissem a Joseph Smith como profeta.

• Leia D&C 1:38 e 21:4–5 com os alunos. O que esses versículos ensinam a respeito de como devemos encarar as palavras do profeta? (Saliente que apesar de as declarações feitas em D&C 21 referirem-se a Joseph Smith, aplicam-se também aos profetas que o sucederam.) Onde encontramos as palavras do profeta vivo? (Algumas das respostas possíveis são: nas cartas oficiais, nas conferências gerais e nas revistas da Igreja.) Que conselho ou ensinamentos dos profetas dos últimos dias são particularmente significativos para vocês?

• Em D&C 21:5, o Senhor disse que temos de dar ouvidos às palavras do profeta “com toda paciência e fé”. Por que, às vezes, temos de ter paciência ou fé para seguir o conselho do profeta? Peça que os alunos falem de ocasiões em que precisaram de paciência ou fé para seguir um conselho do profeta.

• Leia D&C 21:6 com os alunos. Que bênçãos o Senhor promete a quem seguir ao profeta? (Sugere-se que você faça uma lista das bênçãos no quadro-negro.) De que forma essas promessas se cumprem na vida dos membros da Igreja atualmente? Falem das bênçãos que receberam por terem seguido o profeta.

• Em D&C 21:9, o Senhor prometeu “uma grandiosa bênção” a quem trabalhasse a serviço Dele. Falem das bênçãos que receberam ao servirem ao Senhor. (Sugere-se que você saliente que uma das bênçãos de servir ao Senhor é que fortalecemos o nosso testemunho das palavras dos profetas.)

3. O Senhor incentiva os membros da Igreja a reunirem-se sempre para tomar o sacramento.

• Diga que na reunião em que a Igreja foi organizada, os membros tomaram o sacramento. (History of the Church, 1:78.) Em sua opinião, por que foi importante realizar a ordenança do sacramento na primeira reunião da Igreja restaurada?

• Em D&C 20, o Senhor revelou as informações a respeito de como o sacramento deveria ser ministrado. (Versículos 75–79) Leia D&C 20:75 com os alunos. Por que é importante que participemos do sacramento com freqüência?

• Peça a um aluno que leia as orações sacramentais. (D&C 20:77, 79) Que promessas nós fazemos ao tomar o sacramento? (Ver também Lucas 22:19–20; 3 Néfi 18:7, 10–11.) Sugere-se que você diga que as duas orações salientam que nos lembremos de Jesus Cristo. O que significa lembrar-se sempre Dele? Como o sacramento nos ajuda a lembrarmos Dele?

• Que promessa é feita nas orações sacramentais a quem tomar o sacramento dignamente? (Ver D&C 20:77, 79.) Caso seja adequado, peça a alguns alunos que falem de como foram abençoados por tomar o sacramento.

• Em D&C 27, o Senhor dá mais instruções a Joseph Smith quanto ao sacramento. O que Joseph estava fazendo quando recebeu essa revelação? (Ver o cabeçalho de D&C 27.) O que Joseph aprendeu sobre o sacramento com essa revelação? (Ver D&C 27:2.) O que podemos fazer para tomar o sacramento com “os olhos fitos na glória [de Cristo]?

4. O Senhor explica os deveres dos membros da Igreja.

• Leia D&C 20:68–69 com os alunos. Nesses versículos o Senhor explica “o dever dos membros depois de terem sido recebidos pelo batismo”. O que o versículo 69 revela a respeito do que o Senhor espera de nós como membros da Igreja? Como podemos mostrar ao Senhor a nossa gratidão por sermos membros da Igreja?

Conclusão

Saliente que a organização da Igreja de Jesus Cristo em 1830 foi um dos milagres grandiosos da modernidade. A reunião modesta que aconteceu em Fayette, Nova York, passou despercebida para a maioria das pessoas, mas os acontecimentos desse dia mudaram a história do mundo. Peça aos alunos que ponderem o milagre do crescimento mundial da Igreja que começou tão humildemente. Sugere-se que você conte esta história:

O Presidente Wilford Woodruff falou de uma reunião em que o Profeta Joseph Smith profetizou o crescimento da Igreja. A reunião aconteceu em “uma casinha de aproximadamente quatro metros por quatro, mas contou com a presença de todos os portadores do Sacerdócio da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que estavam no momento na cidade de Kirtland e que se haviam reunido para sair com o acampamento de Sião”. Depois de vários homens prestarem o testemunho da obra, o Profeta disse: “Irmãos, sinto-me muito edificado e instruído por ter ouvido seus testemunhos esta noite, mas quero dizer-lhes perante o Senhor que não sabem mais a respeito do destino desta Igreja e reino do que um bebê no colo de sua mãe. Não a compreendem.(…) Estão vendo, hoje, apenas uns poucos portadores do sacerdócio, mas esta Igreja há de espalhar-se por toda a América do Norte e do Sul—ela irá espalhar-se pelo mundo inteiro. [Conference Report (Relatório da Conferência Geral), abril de 1898, p. 57.]

Preste testemunho das verdades discutidas durante a aula conforme o que o Espírito lhe inspirar.

Sugestões Didáticas Complementares

Você pode utilizar uma ou mais das seguintes idéias para complementar o plano de aula sugerido.

1. O crescimento da Igreja

Chame a atenção dos alunos para a fotografia da casa de troncos de Peter Whitmer, na página 50. Diga que a casa da fotografia é uma réplica da casa em que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi organizada formalmente. Compare o início da Igreja com o seu crescimento mundial atualmente.

Peter Whitmer Sr. Log House

2. O nosso relacionamento com Deus

Peça aos alunos que leiam D&C 20:8–31 para identificar algumas verdades referentes a Deus e o relacionamento que Ele tem com os filhos na Terra. Incentive os alunos a pensar no que seria diferente na vida deles se não soubessem essas verdades. A lista abaixo contém algumas das verdades que sugerimos que sejam discutidas:

  1. a.

    D&C 20:11. (Deus continua a inspirar as pessoas e a chamá-las para realizar a Sua obra.)

  2. b.

    D&C 20:12. (Ele é o mesmo, ontem, hoje e sempre.)

  3. c.

    D&C 20:17. (Ele é infinito, eterno e imutável.)

  4. d.

    D&C 20:17. (Ele criou os céus, a Terra e tudo o que neles há.)

  5. e.

    D&C 20:18. (Fomos criados à Sua imagem.)

  6. f.

    D&C 20:21–25. (Deus ofereceu o Seu Filho Unigênito como sacrifício para expiar por nossos pecados.)

  7. g.

    D&C 20:29–31. (Caso acreditemos, arrependamo-nos, amemos e sirvamos a Deus e perseveremos até o fim, seremos justificados, santificados e salvos no reino de Deus por intermédio da graça de Jesus Cristo.)

3. “Beberei do fruto da vide convosco” (D&C 27:5)

• Leia D&C 27:5. Que promessa a respeito do sacramento o Senhor faz nesse versículo? (No futuro, Ele tomará o sacramento com os Seus seguidores na Terra.) Quem o Senhor disse que estaria com Ele quando isso acontecesse? (Ver D&C 27:5–14. Saliente que no versículo 14, Ele disse que estarão presentes “todos os que, do mundo, o Pai me deu”.)

4. O vídeo “A Organização da Igreja”

Caso o vídeo Doutrina e Convênios e História da Igreja (5x912 059) esteja disponível, considere a idéia de apresentar “A Organização da Igreja”, que é um segmento de oito minutos.