Eu Tenho Sentimentos

Primária 1: Sou um Filho de Deus, 1994


Propósito

Ajudar cada criança a entender e identificar sentimentos e aprender maneiras de ser feliz.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Lucas 15:11–32.

  2. 2.

    Materiais necessários:

    1. a.

      Bíblia.

    2. b.

      Figura do Rosto Sorridente / Carrancudo (Ver o modelo no final da lição).

    3. c.

      Giz e apagador.

    4. d.

      Gravura 1–45: Arrumando a Cozinha; gravura 1–46: Crianças Dando Flores à Mãe; gravura 1–47: Crianças Brigando; gravura 1–48: Crianças Brincando com Blocos; gravura 1–49: O Filho Pródigo [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 220].

  3. 3.

    Faça os preparativos necessários para as Atividades Complementares que deseje utilizar.

Atividades de aprendizagem

Convide uma criança para fazer a oração de abertura.

Atividade Motivadora

Mostre a figura do Rosto Sorridente / Carrancudo. Cante ou repita a letra de “Sorrisos” (Música para Crianças) diversas vezes. Dê oportunidade a diversas crianças de virarem o rosto nos momentos adequados de acordo com a música.

Se o teu rosto tão gentil
Carrancudo está
No mais sorridente
Tu o podes transformar.
Do teu rosto carrancudo
Ninguém vai gostar
Torne o mundo bem melhor
Sorrindo sem cessar.

O rosto e as ações demonstram nossos sentimentos

• Como você se sente quando está sorrindo?

• Como se sente quando está carrancudo?

Explique que as pessoas freqüentemente conseguem saber como você está se sentindo só ao olhar para seu rosto. Peça às crianças que demonstrem alegria em seu rosto.

Atividade

Faça quatro grandes círculos no quadro-negro. Desenhe traços simples para fazer com que os rostos expressem emoções diferentes: alegria, tristeza, raiva e medo (Ver ilustração abaixo). Ao desenhar cada um dos rostos, peça às crianças que descrevam os sentimentos expressos e peça-lhes a seguir que demonstrem em seu próprio rosto os sentimentos de alegria, tristeza, raiva e medo.

different faces

• O que faz com que você se sinta feliz?

• O que faz com que se sinta triste?

• O que faz com que fique com raiva?

• O que faz com que tenha medo?

Conte às crianças um momento em que você tenha ficado triste, com raiva ou com medo e um momento em que tenha ficado feliz.

Podemos aprender a controlar os sentimentos

Explique que é bom demonstrar todos os diferentes sentimentos que temos, mas que devemos demonstrá-los da maneira correta, especialmente quando estamos com raiva.

Mostre a gravura 1–47, Crianças Brigando.

• Como vocês acham que essas crianças se sentem?

• O que vocês acham que eles estão dizendo?

• O que você deve fazer quando está com raiva?

Explique que apesar de termos vontade de bater, gritar ou machucar alguém quando estamos com raiva, podemos aprender a demonstrar nossos sentimentos de um modo educado e amável. Quando batemos ou gritamos, só nos sentimos com mais raiva, mas quando somos amáveis nos sentimos melhor.

Atividade

Deixe que as crianças tenham a oportunidade de fazer de conta que são as crianças da gravura. Ajude-as a pensar nas coisas que as crianças da gravura poderiam dizer em vez de gritar ou bater, como, por exemplo, “Será que eu poderia brincar agora?”, “Uma vez cada um”, “Fico triste quando você me chama de coisas feias” ou “Não gosto quando faz isso”.

Mostre a gravura 1–48, Crianças Brincando com Blocos. Diga que essas crianças estão brincando da maneira correta e o rosto delas mostra felicidade porque estão dividindo o brinquedo e falando educadamente umas com as outras.

• Quem pode fazer com que nos sintamos melhor quando estamos tristes, com raiva ou com medo?

Explique que ao falarmos com nossas mães, pais e outras pessoas que nos amam, elas podem ajudar-nos a compreender por que razão nos sentimos de uma determinada maneira. Se orarmos ao Pai Celestial, o Espírito Santo pode ajudar-nos a nos sentirmos melhor. O Espírito Santo nos ajudará a saber o que fazer para que fiquemos felizes novamente.

Atividade

Peça às crianças que se levantem e repitam a atividade seguinte diversas vezes:

Meus Sentimentos
Se algum dia me sinto infeliz (faça um rosto triste),
Mamãe me abraça e me faz feliz (abrace a si mesmo e faça um rosto feliz).
Às vezes, quando estou possesso (faça um rosto de raiva),
Procuro meu pai e com ele converso (ande sem sair do lugar e balance a cabeça como se conversasse).
Se alguma vez estou assustado (faça uma expressão de susto),
Faço uma oração e sou consolado (cruze os braços).
E depois disso eu saio pra brincar (corra sem sair do lugar),
Pois mais feliz não poderia estar (bata palmas e faça um rosto feliz).

Ficamos felizes ao ajudar os outros

Mostre a gravura 1–46, Crianças Dando Flores à Mãe.

• Como vocês acham que as pessoas dessa gravura se sentem?

• Por que eles estão se sentindo assim?

• Como se sente quando dá alguma coisa a alguém?

Mostre a gravura 1–45, Arrumando a Cozinha.

• O que essa menina está fazendo?• Como acham que ela está se sentindo?

• Como você se sente quando ajuda alguém?

Atividade

Ajude as crianças a participarem da seguinte atividade:

Ajudar me Faz Feliz

Gosto de ajudar minha mãe; (faça de conta que está colocando um avental)
Ela tem muito o que fazer.
Ajudo-a a secar os pratos (faça de conta que está secando os pratos)
E a dar ao bebê de comer. ((faça de conta que está dando mamadeira ao bebê)
Gosto de ajudar meu pai; (faça de conta que está colocando luvas de trabalhar no jardim)
Ele tem muito o que fazer (faça de conta que está podando arbustos e arrancando ervas daninhas)
Ajudo-o no jardim (faça de conta que está molhando as plantas)
Até escurecer.
Ajudar me faz feliz (dê um sorriso e aponte para o rosto)
Faz-me sentir muito bem. (abrace a si mesmo)
Quando ajudo os outros (abra bem os braços)
Sou ajudado também. (balance a cabeça e cruze os braços)

O Pai Celestial e Jesus querem que sejamos felizes

Explique que o Pai Celestial e Jesus querem que sejamos felizes. Eles sabem que seremos felizes quando fizermos o que Eles nos mandam.

História

Mostre a gravura 1–49, O Filho Pródigo, e conte a história encontrada em Lucas 15:11–32. Chame atenção para os diferentes sentimentos expressos pelo pai e pelos filhos. Quando cada sentimento for mencionado, peça a uma criança que aponte o rosto adequando no quadro-negro. Você pode dizer, por exemplo: Um rapaz queria sair de sua casa e ir-se embora para um país distante. Quando ele foi embora, seu pai ficou triste. Depois de algum tempo, os amigos do rapaz abandonaram-no. Ele ficou triste. Logo, seu dinheiro acabou. Ele ficou com medo porque estava com fome e ninguém lhe dava o que comer… e assim por diante.

• Como acham que esse filho se sentiu quando voltou para casa?

• Por que o pai ficou feliz quando o filho voltou? (Ver Lucas 15:24)

• Por que o irmão mais velho ficou com raiva quando o irmão mais novo voltou? (Ver Lucas 15:28–30) O que ele poderia fazer para ficar feliz novamente?

Testemunho

Assegure às crianças que todas as pessoas sentem-se alegres, tristes, com raiva ou com medo algumas vezes. Devemos aprender a demonstrar esses sentimentos da maneira correta. Lembre às crianças que o Pai Celestial e Jesus querem que sejamos felizes. Diga às crianças como você se sente feliz ao fazer o que o Pai Celestial e Jesus querem que façamos.

Atividades complementares

Escolha algumas das atividades seguintes para utilizar durante a lição:

  1. 1.

    Peça às crianças que fiquem de pé em círculo. Peça-lhes que fiquem com os lábios firmes, sem sorrir. A seguir, inicie um sorriso pelo círculo, dizendo, ao sorrir, “Vou sorrir para (nome da criança).” A criança para quem você sorriu deve agora sorrir e repetir a frase, colocando o nome da próxima criança no círculo. Continue até que todas as crianças no círculo estejam sorrindo.

    Lembre às crianças que quando sorrimos para as pessoas, elas normalmente sorriem de volta. É difícil ficar triste, com raiva ou com medo quando estamos sorrindo.

  2. 2.

    Cante “Ajudar Toda Gente” (Músicas para Crianças) ou “Brilhando, Brilhando” (Músicas para Crianças).

  3. 3.

    Peça às crianças que pensem em alguma coisa que as façam felizes. Atire um saquinho de feijão ou outro objeto macio a uma criança e diga: “(Nome da criança) fica feliz quando __________.” Deixe a criança completar a frase com algo que afaz feliz e peça-lhe que devolva o saquinho de feijão. Continue até que todas as crianças tenham tido sua vez.

  4. 4.

    Conte uma história sobre uma criança que faz algo bom para sua mãe, tal como ajudar numa tarefa de casa. A mãe não sabe quem a ajudou e pergunta a todos os filhos quem foi. Ao chegar à criança que fez a tarefa, tem certeza de que foi ela por causa do enorme sorriso em seu rosto. A criança sente-se feliz porque fez algo bom.

Atividades adicionais para crianças menores

  1. 1.

    Ajude as crianças a fazerem os gestos enquanto você diz o seguinte versinho. Repita a atividade, caso as crianças assim o desejem.

    Espalhar Felicidade

    Dois lábios pra sorrir se estou feliz (dê um grande sorriso)
    Dois olhos para ver e apreciar. (aponte para os olhos)
    Dois ouvidos para ouvir o que se diz, (coloque as mãos em concha junto às orelhas)
    Duas mãos para os brinquedos guardar. (finja apanhar os brinquedos e guardá-los)
    Uma língua que trabalha bem contente, (aponte para a boca)
    Um coração cheinho de bondade. (coloque as mãos sobre o peito)
    Dois pés para correr alegremente (aponte para os pés)
    Tudo isso para espalhar felicidade.
  2. 2.

    Cante “Se Você Está Feliz” (Música para Crianças). Faça os gestos de acordo com a letra. Repita com as expressões adicionais sugeridas na parte inferior da página do Música para Crianças.

  3. 3.

    Peça às crianças que façam uma expressão de alegria, de tristeza, de raiva e de cansaço. Explique que elas podem expressar seus sentimentos por meio de palavras, em vez de chorar ou ficar emburradas. Normalmente nos sentimos melhor ao falar a respeito de nossos sentimentos.