Ser Reverente

Primária 2: Conserva a Tua Rota A, 1995


Propósito

Incentivar cada uma das crianças a ter reverência pelo Pai Celestial e Jesus Cristo.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Lucas 2:1–16 e 3 Néfi 17:11–12, 21–24.

  2. 2.

    Prepare recortes de bocas, olhos, ouvidos, mãos e braços, e pernas e pés a partir dos modelos encontrados no final da lição. Coloque os recortes num saco ou outro recipiente.

  3. 3.

    Prepare uma tira de papel com a palavra “Reverência”.

    Reverência

  4. 4.

    Prepare-se para cantar ou repetir a letra de “Com Amor, com Fervor” (Músicas para Crianças) e “Serei Reverente”, p. 13 (Músicas para Crianças).

  5. 5.

    Materiais necessários:

    1. a.

      Bíblia e Livro de Mórmon;

    2. b.

      Gravura 2–36, Jesus Abençoa as Crianças Nefitas; gravura 2–40, Criança Reverente; gravura 2–41, O Nascimento de Jesus [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 200].

  6. 6.

    Faça os preparativos necessários para quaisquer Atividades Complementares que deseje utilizar.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Verifique alguma designação que tenha sido dada na semana anterior.

Atividade Motivadora

Antes da primeira oração, cante ou repita a letra de “Com Amor, com Fervor”.

Com amor, com fervor, invocamos-te, Senhor; Com amor, com fervor, cantaremos teu louvor. Com amor, com fervor, vai nossa oração. Pra que venhas habitar nosso coração.

Mostre a gravura 2–40, Criança Reverente. Diga às crianças que a criança da gravura está-se preparando para conversar com o Pai Celestial em oração.

• Como nos preparamos para a oração? (Cruzamos os braços, fechamos os olhos e abaixamos a cabeça.)

• Por que cruzamos os braços, fechamos os olhos e abaixamos a cabeça ao nos prepararmos para a oração?

Saliente que ao fazermos tais coisas, é fácil sentirmos o Pai Celestial perto de nós ao orarmos. Explique que, da mesma forma que é importante saber que nossos pais terrenos estão escutando quando falamos com eles, é também importante sentir que o Pai Celestial está próximo de nós quando oramos.

Convide uma criança para fazer a oração de abertura.

Após a oração de abertura, fale brevemente de sua gratidão por ter um Pai Celestial que o ama e pelo privilégio de falar com Ele em oração.

Reverência É Amor e Respeito

Atividade com a palavra “Reverência”

Coloque a tira com a palavra “Reverência” ao lado da gravura da criança reverente. Leia a palavra e peça às crianças que a repitam.

• O que é reverência?

Saliente que reverência significa mais do que ficar em silêncio. Ser reverente significa ter amor e respeito pelo Pai Celestial e Jesus Cristo.

Peça às crianças que pensem no que sentem quando seus pais as ajudam a orar e lêem histórias a respeito de Jesus para elas. Pergunte também o que sentem quando vêem as belas criações do Pai Celestial e de Jesus Cristo. Explique que a paz e tranqüilidade que sentem também é reverência. Esses sentimentos ajudamnos a saber que o espírito do Pai Celestial está próximo de nós.

Atividade com a gravura

Mostre a gravura 2–36, Jesus Abençoa as Crianças Nefitas. Peça às crianças que falem a respeito da gravura (Ver 3 Néfi 17:11–12, 21–24).

• Como vocês acham que as crianças nefitas se sentiram a respeito de Jesus Cristo?

Mostre a gravura 2–41, O Nascimento de Jesus e peça às crianças que contem a história do nascimento de Jesus (Ver Lucas 2:1–16). Peça-lhes que observem as pessoas da gravura com atenção.

• Como vocês acham que as pessoas se sentiram quando viram o menino Jesus?

• Como vocês acham que se sentiriam se tivessem visto o menino Jesus?

Explique que quando pensamos no Pai Celestial e em Jesus com amor estamos sendo reverentes.

Demonstramos Reverência por meio de Nossas Ações

Debate

• Como demonstramos reverência (amor e respeito) pelo Pai Celestial e por Jesus Cristo?

Explique que é necessário sermos reverentes onde quer que estejamos, mas que devemos lembrar especialmente de ter reverência na igreja. A capela é a casa do Pai Celestial, e quando somos reverentes na casa do Pai Celestial, Ele sabe que nós O amamos.

Música

Cante ou repita a letra com as crianças de “Reverência”

Eu amo ao Pai Celeste,
por isso tentarei
Reverente sempre ser
E seu amor terei.

Atividade

Mostre o saco ou recipiente com os recortes. Convide uma criança de cada vez para tirar um recorte do saco, mostrá-lo às outras crianças e perguntar “O que você deve fazer com seu (sua) (recorte) para mostrar reverência na casa do Pai Celestial?”

Respostas possíveis:

  • Boca—Falar baixinho, sorrir, cantar, orar, ficar fechada quando outra pessoa estiver falando.

  • Olhos—Olhar para o professor ou orador, fechar durante a oração.

  • Mãos e braços—Mantê-los quietos, levantar para responder a uma pergunta, cruzar durante a oração.

  • Pés e pernas—Andar em silêncio, mantê-los quietos.

  • Ouvidos—Ouvir o que está sendo dito com atenção.

Atividade

Ajude as crianças a repetirem as palavras e fazerem os movimentos das seguintes atividades de descanso:

Sou sempre reverente
Da cabeça (coloque as mãos na cabeça)
Aos pés (ponha as mãos nos pés)
Quando ando, (mexa as pernas como se andasse, sem sair do lugar)
Piso macio. (continue o movimento anterior, pisando bem macio)
Quando falo, Faço-o baixinho (coloque as mãos nos lábios em gesto de silêncio)
Sem fazer barulho. (faça “não” com a cabeça)
Quando escuto, (coloque as mãos em forma de concha nos ouvidos)
A boca fica fechada (finja fechar a boca com um zíper)
E os braços cruzo. (cruze os braços)
Quando oro,
A cabeça abaixo (abaixe a cabeça)
E os olhos fecho. (feche os olhos)
Sou sempre reverente Da cabeça (coloque as mãos na cabeça)
Aos pés. (ponha as mãos nos pés)
[Adaptado de Diana Eckersell Janson “I’m Always Reverent” (Sou Sempre Reverente), Friend, setembro de 1993, p. 32.]

Ajudar os Outros a Serem Reverentes

Apresentação pelo professor

Lembre as crianças de que suas ações afetam as pessoas a seu redor. Essa é outra razão para sermos reverentes na igreja.

• Como você se sente quando alguém perto de você fica fazendo barulho durante a Primária?

Diga que se alguém está fazendo barulho, torna-se difícil pensar a respeito do Pai Celestial e de Jesus Cristo. Do mesmo modo, quando nós fazemos barulho ou outras coisas que não são reverentes, fazemos com que seja difícil para as outras pessoas serem reverentes. Incentive as crianças a agirem de maneira que ajude a elas próprias e aos outros serem reverentes.

História

Conte uma história a respeito de uma criança que tenha ajudado um amigo a ser reverente ou conte a seguinte história:

Patrícia era uma menina muito alegre. Ela adorava sorrir, dar risada e cantar. Mas o que ela gostava acima de tudo era de falar. Ela sempre tinha muitas coisas para dizer e falava com todo mundo que quisesse escutá-la. A melhor amiga de Patrícia chamava-se Joana, que gostava de falar quase tanto quanto Patrícia.

Em um certo domingo, Patrícia foi visitar a classe de Joana na Primária. Durante a abertura, Patrícia começou a falar com Joana a respeito dos sapatos novos que havia ganhado, mas Joana fez sinal para Patrícia ficar quieta.

Uma vez que não havia ninguém para escutá-la, Patrícia parou de falar e logo ficou interessada na história que a professora estava contando. Ela aprendeu a respeito do Salvador e gostou da Primária.

Quando as meninas saíram, a professora agradeceu-lhes por terem sido reverentes durante a aula. Mais tarde Joana explicou para Patrícia por que não havia conversado durante a Primária. Disse que amava ao Pai Celestial e a Jesus e por isso sempre tentava ser reverente na igreja.

Debate

• Por que Joana queria ser reverente na Primária?

• Como Joana ajudou Patrícia a ser reverente?

• Como você consegue ajudar os outros a serem reverentes?

Resumo

Testemunho

Diga às crianças que ser reverente irá ajudá-las a aprender mais a respeito do Pai Celestial e Jesus Cristo e amá-Los. Fale de uma experiência pessoal em que tenha sentido reverência pelo Pai Celestial e Jesus.

Permita às crianças expressarem seu amor e respeito pelo Pai Celestial e por Jesus.

Incentive as crianças a serem reverentes ao dirigirem-se para as outras reuniões ou saírem da capela após a Primária.

Convide uma criança para fazer a última oração.

Atividades Complementares

Escolha dentre as atividades seguintes as que melhor se adaptem às crianças de sua classe. Pode utilizá-las na própria lição ou como revisão ou resumo. Para mais informações, ver “Distribuição do Tempo da Aula” em “Auxílios para o Professor”.

  1. 1.

    Ajude as crianças a fazerem a seguinte atividade:

    Silencioso como a chuvinha (levante os braços e abaixe-os mexendo os dedos como se fosse a chuva a cair)
    E o crescer de uma florzinha, (cerre os punhos e abra os dedos lentamente como uma flor que desabrocha)
    Tranqüilo como uma borboleta (encoste os polegares e imite uma borboleta batendo as asas)
    Ao fazer uma pirueta. (continue o movimento anterior)
    Quieto eu vou ficar (coloque as mãos sobre o coração)
    Quando na Primária chegar (cruze os braços).
  2. 2.

    Jogue um saquinho de feijão ou outro objeto macio para uma criança e peça-lhe que mencione uma maneira pela qual somos capazes de demonstrar reverência. (As respostas podem incluir sentar-se ereta, escutar, pensar em Jesus, levantar o braço, andar em silêncio, mostrar respeito pelos outros e cruzar os braços.) Peça à criança que lhe jogue o saquinho de feijão após responder. Prossiga até que cada criança tenha tido diversas oportunidades de responder. Incentive-as a pensar nas diversas maneiras de demonstrar reverência.

  3. 3.

    Ajude as crianças a dramatizarem diversas situações que envolvam reverência. Utilize as seguintes idéias ou suas próprias:

    • Você quer falar alguma coisa com o professor da Primária durante a aula. Como fazer isso com reverência?

    • Você não conhece a música que a classe está cantando. O que você faz para demonstrar reverência?

    • Seu irmãozinho fala com você durante o sacramento. O que você faz para ajudá-lo a ser reverente?

    • Você entra numa sala e as pessoas estão orando. Como você demonstra reverência?

  4. 4.

    Ajude as crianças a fazerem a seguinte atividade:

    Na Igreja chegamos (finja caminhar com os dedos)
    E pelas portas abertas (encoste os punhos e separe bem as palmas das mãos para indicar aberto)
    Logo entramos (finja caminhar com os dedos)
    E ficamos alertas. (coloque a mãos em forma de concha nos ouvidos)
    Um lugar procuramos (coloque as mãos sobre os olhos como se procurasse algo)
    E logo sentamos (finja caminhar com os dedos, para o movimento dos dedos e flexione o pulso como se os dedos “sentassem”)
    Quietos vamos ficar (leve o dedo aos lábios no gesto de silêncio)
    Pois alguém vai orar (cruze os braços e abaixe a cabeça)

    Após essa atividade, conte uma história a respeito de uma criança que ficava fazendo os gestos da brincadeira acima durante o sacramento. Ao notar que todos estavam quietos, ela decide que os dedinhos também vão ficar quietos e coloca as mãos no colo.

  5. 5.

    Cante ou repita a letra de “Reverência É Amor”, p. 12 (Músicas para Crianças) ou “Reverência”, p. 10 (Músicas para Crianças).

    Reverência É Amor

    Reverência é mais que sentar bem quietinho.
    É pensar com profundo fervor.
    Nas bênçãos que vêm do meu bom Pai Celeste
    Porque reverência é amor.
    Quando sou reverente em palavras ou ações
    Demonstro respeito e amor
    E sinto no fundo do meu coração
    Que estou perto do Salvador.

    Reverência

    Na capela, ó Senhor, com reverência andarei;
    Os meus olhos fecharei
    E os meus braços cruzarei.
    Sinto que estás aqui
    E em silêncio ouvirei,
    Os meus pensamentos, sim,
    Com reverência expressarei.
    Reverente, ó Senhor,
    Em Tua casa eu serei.