Lição 22: A Expiação de Jesus Cristo

Primária 3: Conserva a Tua Rota B, 1994


Propósito

Ajudar as crianças a compreender que as pessoas podem arrepender-se porque Jesus Cristo expiou por nossos pecados.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Lucas 22:39–46 e Mosias 27 e esteja preparado para relatar o arrependimento de Alma.

  2. 2.

    Traga as tiras de palavras usadas na lição 10 (“Sentir-se triste”, “Pedir perdão”, “Corrigir o erro”, “Não repetir o erro”).

  3. 3.

    Lembre-se de que as crianças abaixo de 8 anos ainda não são responsáveis e não precisam arrepender-se. Encoraje-as a fazer sempre o que é certo.

  4. 4.

    Materiais necessários:

    1. a.

      Livro de Mórmon e Doutrina e Convênios;

    2. b.

      Uma pedra grande ou outro objeto pesado e um saco para colocá-lo, a fim de que uma criança possa carregá-lo nos ombros. Rotule a pedra ou objeto com uma etiqueta com a palavra “roubo”;

    3. c.

      Recortes: Alma, o Filho (recorte 3-3), os quatro filhos de Mosias (recorte 3- 4), e um anjo (recorte 3-5);

    4. d.

      Gravura 3-46, Jesus Orando no Getsêmani [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) 227];

  5. 5.

    Faça os preparativos necessários para quaisquer Atividades Complementares que vá utilizar.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Verifique alguma designação que tenha sido dada na semana anterior.

As Pessoas Podem Arrepender-se de Escolhas Erradas

Atividade motivadora

Conte a seguinte história para a classe:

Enquanto Carlos e a mãe faziam compras, ele pegou algo de uma loja sem pagar. Carlos sabia que tinha feito uma coisa errada. Havia sido batizado há pouco tempo e sabia que deveria ter conservado sua rota, fazendo o que era certo.

Mostre às crianças a grande pedra (ou outro objeto pesado) em um saco.

Pergunte à classe como Carlos se sentia por ter roubado uma coisa. Peça a uma criança que imite Carlos. Peça-lhe que carregue o saco nos ombros. Diga que Carlos não se sentia bem por ter roubado. Era como um grande peso em seu interior, impedindo que ele fosse completamente feliz.

  • Como Carlos poderia ficar mais feliz? (Arrependendo-se.)

  • O que pode Carlos fazer para corrigir sua má escolha? (Arrepender-se.)

Coloque as quatro tiras no quadro-negro. Lembre às crianças o que aprenderam sobre o arrependimento numa lição anterior.

  • O que pode Carlos fazer para arrepender-se? (As respostas podem incluir o seguinte: levar de volta o que roubou, pagar o que roubou, desculpar-se com o dono da loja e oferecer-se para fazer algo para o dono da loja ou compensar o erro de algum modo.)

Depois que as crianças explicarem como Carlos pode arrepender-se, retire a pedra pesada do saco que está com a criança. Diga que, quando nos arrependemos, libertamo-nos de sentimentos pesados e tristes e tornamo-nos mais felizes.

Diga às crianças que a oportunidade de arrepender-se e ser perdoadas é uma bênção maravilhosa.

Gravura

Mostre a gravura 3-46, Jesus Orando no Getsêmani. Diga às crianças que o Salvador tornou possível que as pessoas fossem perdoadas.

Jesus Expiou Nossos Pecados

Apresentação pelo professor

Diga que, pouco antes de Jesus Cristo morrer na cruz, Ele e Seus Apóstolos foram a um jardim chamado Getsêmani. Três dos Apóstolos—Pedro, Tiago e João—entraram no jardim com Ele. Eles esperaram a uma certa distância, enquanto Jesus prosseguiu mais para dentro do jardim e orou ao Pai Celestial. Jesus sabia que teria de sofrer por nós para que pudéssemos arrepender-nos e ser perdoados de nossos pecados. No Jardim do Getsêmani e na cruz, Jesus sofreu grande dor por nós. Sofreu por nossos pecados, ou seja, pelas coisas erradas que fazemos.

Escreva a palavra expiação no quadro-negro. Diga que a expiação significa que Jesus Cristo pagou o preço de nossos pecados para que pudéssemos arrepender-nos e ser perdoados. Ele fez isso porque nos ama e porque desejava tornar possível que nos arrependêssemos e fôssemos limpos. Dizemos que Ele expiou por nossos pecados e escolhas erradas. Repita a palavra expiação com a classe.

O Pai Celestial também nos ama e quer que cada um de nós se arrependa e volte a viver com Ele. Por causa da expiação de Jesus Cristo, podemos ser perdoados dos pecados e escolhas erradas que fazemos, após fazermos oito anos.

Alma, o Filho, Arrependeu-se

História das escrituras com recortes

Conte à classe, em suas próprias palavras, sobre o arrependimento e conversão de Alma. Mostre os recortes quando falar de cada personagem.

Diga às crianças que um profeta do Livro de Mórmon, chamado Alma, tinha um filho que era muito rebelde e fazia muitas coisas erradas. Esse profeta Alma é o mesmo homem sobre o qual aprendemos na história de Abinádi. Ele atendeu ao Espírito Santo e tornou-se um grande mestre e líder da Igreja. Seu filho também se chamava Alma. Muitas vezes chamamos o filho de Alma de Alma, o filho, para não confundi-lo com o pai.

Apresente os seguintes pontos da história das escrituras encontrada em Mosias 27:8–14:

  1. 1.

    Alma, o filho, não obedecia a seu pai. Ele e quatro amigos tentavam destruir a Igreja, ensinando as pessoas a fazer coisas erradas.

  2. 2.

    Muitas pessoas acreditaram em Alma, o filho, e deixaram de guardar os mandamentos.

  3. 3.

    O pai de Alma, o filho, preocupava-se com o filho e com os membros da Igreja.

  4. 4.

    O pai orava para que seu filho aprendesse a verdade.

Debate

Como o Pai Celestial respondeu à oração do pai de Alma, o filho? (Enviou um anjo para dizer a Alma e seus amigos que se arrependessem.)

  • Alguém sabe o que aconteceu depois disso?

Deixe que as crianças continuem a contar o máximo possível da história. Apresente os seguintes pontos:

  1. 1.

    Alma e seus amigos ficaram com tanto medo quando viram o anjo que caíram por terra.

  2. 2.

    Alma perdeu a capacidade de falar e de se mover.

  3. 3.

    Seus amigos o levaram para a casa de seu pai e contaram-lhe o que havia acontecido.

  4. 4.

    Durante dois dias, o pai de Alma e os sacerdotes da Igreja jejuaram e oraram para que Alma readquirisse suas forças e falasse com eles.

  5. 5.

    Suas orações foram ouvidas, e Alma, o filho, levantou-se e disse algo que fez com que seu pai ficasse muito feliz e grato.

Para saber o que Alma, o filho, disse, leia ou peça a alguma criança mais velha que leia o seguinte, em Mosias 27:24: “Pois, disse ele, arrependi-me de meus pecados”.

  • O que Alma disse que tinha feito?

Atividade de revisão

Diga às crianças que deseja que respondam a algumas perguntas e que debatam como sabemos que Alma, o filho, realmente se arrependeu. Enquanto faz a revisão, mostre as tiras de palavras já colocadas no quadro.

  • Alma, o filho, sentiu-se triste pelo que fez?

  • A quem Alma, o filho, precisava pedir que o perdoasse? (Ao Pai Celestial; a seu pai, Alma; e à Igreja.)

Diga que, para corrigir o erro, Alma foi de cidade em cidade, falando a todos sobre a Igreja verdadeira. Ele tornou-se missionário.

  • Vocês acham que Alma realmente se arrependeu? (Saliente como a vida de Alma mudou completamente depois que se arrependeu.)

  • Por que Alma pôde ser perdoado quando se arrependeu? (Por causa da expiação de Jesus Cristo, que mais tarde sofreria pelos pecados de Alma, o filho.)

Resumo

Diga às crianças que, por causa do amor e expiação de Jesus Cristo, as pessoas podem-se arrepender, quando fazem alguma coisa errada, e o Pai Celestial e Jesus lhes perdoarão. Diga que é muito melhor não fazer coisas erradas, pois não teremos necessidade de arrepender-nos. Quando pecamos, porém, podemos arrepender-nos e tornar-nos limpos e puros. Jesus nos promete que Ele nem mesmo se lembrará das coisas erradas que fazemos, se nos arrependermos verdadeiramente. (Ver D&C 58:42.)

Testemunho do professor

Preste testemunho da expiação de Jesus Cristo e da importância do arrependimento.

Convide uma criança para oferecer a última oração.

Atividades Complementares

Escolha, dentre as atividades seguintes, as que melhor se adaptem às crianças de sua classe. Você pode utilizá-las na própria lição ou como revisão ou resumo. Para informações adicionais, ver “Distribuição do Tempo da Aula” em “Auxílios para o professor”.

  1. 1.

    Ajude as crianças mais velhas a decorar a terceira regra de fé. Revise essa regra de fé com as crianças menores. Explique às crianças quaisquer palavras ou conceitos que elas não entendam.

  2. 2.

    Escreva Doutrina e Convênios 19:16 no quadro-negro e faça com que os membros mais velhos da classe leiam juntos. Diga que “Deus” neste versículo significa Jesus Cristo. Peça às crianças que expliquem o versículo em suas próprias palavras.

    Diga que o Pai Celestial nos ama e quer que vivamos com Ele novamente. Mas antes de podermos voltar a viver com Ele, temos de nos arrepender de todos os nossos pecados e ser perdoados.

    • Por que Jesus Cristo quis sofrer por todos nós? (Porque Ele nos ama.)

    • Como o sofrimento de Jesus Cristo nos ajudou? (Por ter Ele sofrido dores por nossos pecados, podemos arrepender-nos e ser perdoados.)

    Distribua uma cópia do folheto abaixo e um lápis para cada criança que saiba ler e escrever. Leia a mensagem com elas. Pergunte quem consegue descobrir que letras entram nos espaços em branco. Os primeiros nove espaços em branco são para as letras da palavra arrependo, e os oito espaços seguintes são para expiação. Peça às crianças que preencham os espaços em branco. Desafie as crianças a levar a mensagem para casa, lê-la aos pais e explicar o que aprenderam na Primária. Termine a atividade, lendo a mensagem com a classe, em voz alta.

  3. 3.

    Cante ou repita as palavras de “Ouse Ser Bom” (Músicas para Crianças, p. 80); a letra encontra-se no fim deste manual.