Lição 43: Honrar os Nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo

Primária 3: Conserva a Tua Rota B, 1994


Propósito

Ajudar cada criança a honrar e respeitar os nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude e prepare-se para ler Mosias 13:15, terminando com a palavra vão, a primeira vez que aparece, e 1 Samuel 3:1–10, 19–20.

  2. 2.

    Traga uma boneca coberta com uma pequena manta (ou use um cobertor enrolado ou toalha) para representar um bebezinho.

  3. 3.

    Materiais necessários:

    1. a.

      Livro de Mórmon;

    2. b.

      Giz, quadro-negro e apagador;

    3. c.

      Gravura 3-47, Abinádi Diante do Rei Noé [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 308]; gravura 3-67 Presidente Spencer W. Kimball; gravura 3-70, O Menino Samuel É Chamado pelo Senhor [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 111].

  4. 4.

    Faça os preparativos necessários para quaisquer Atividades Complementares que deseje utilizar.

Sugestão para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Verifique alguma designação que tenha sido dada na semana anterior.

Os Nomes São Importantes

Atividade motivadora

Sorria e faça de conta que está embalando um bebezinho (boneca ou cobertor) em seus braços. Olhe para frente e diga às crianças: “Quando vocês eram bebês recém-nascidos, seus pais escolheram um nome para vocês. É um nome do qual eles gostaram muito e queriam chamá-los assim”.

  • Você sabe por que seus pais lhe deram esse nome?

  • Como você se sente quando as pessoas falam seu nome com irritação, fazem gozação dele ou pronunciam-no incorretamente?

Diga que os nomes são muito importantes. Somos reconhecidos pelo nome. O nome identifica uma pessoa.

Debate

Lembre às crianças que o Pai Celestial e Jesus Cristo sabem nossos nomes. Recorde-as de que a primeira palavra dita pelo Pai Celestial ao jovem Joseph Smith no Bosque Sagrado foi seu nome, “Joseph”. O Pai Celestial chamou-o pelo nome. Você pode mostrar, também, a gravura 3-70, O Menino Samuel É Chamado pelo Senhor, e contar a história da Bíblia do menino Samuel (ver 1 Samuel 3:1–10, 19–20), na qual o Senhor chamou Samuel pelo nome.

Diga que um nome identifica uma pessoa. Tão logo você ouve o nome de alguém conhecido, pensa naquela pessoa. A ocasião em que se dá um nome ao bebê é muito importante. O bebê é rodeado de portadores do Sacerdócio de Melquisedeque, que lhe dão um nome e uma bênção.

  • Quando você ouve o nome de nosso bispo (diga o nome de seu bispo ou presidente de ramo), que tipo de pessoa lhe vem à mente? (Aceite as respostas, incentivando as crianças a pensarem coisas positivas.)

Você pode repetir essa atividade duas ou três vezes, usando nomes de pessoas boas, conhecidas pelas crianças.

Debate com quadro-negro

Escreva o nome Jesus Cristo no quadro-negro ou diga às crianças que você vai falar um nome muito especial. Diga “Jesus Cristo” reverente e respeitosamente. Então, peça às crianças que repitam o nome com você.

  • Que tipo de pessoa lhe vem à mente quando você ouve ou lê este nome?

Escreva o nome Pai Celestial no quadro-negro, ou diga-o em voz alta, como o fez com o nome do Salvador. Deixe as crianças repetirem-no com você.

  • Em que tipo de pessoa você pensa quando ouve ou lê esse nome? (Uma pessoa que nos ama e nos dá muitas coisas.)

Diga que o Pai Celestial e Jesus Cristo têm-nos dado muitas coisas. Nós Os amamos. Quando ouvimos Seus nomes, pensamos sempre nas coisas boas que Eles nos dão. Sentimos amor e gratidão quando pensamos Neles.

Nós honramos e respeitamos aqueles que amamos. Demonstramos honra e respeito a Eles ao pronunciarmos Seus nomes de modo delicado e amoroso.

Regra de fé

Ajude as crianças a repetir juntas a primeira regra de fé.

Recebemos o Mandamento de Honrar os Nomes do Pai Celestial e Jesus Cristo

Debate com gravura

Mostre a gravura 3-47, Abinádi Diante do Rei Noé.

  • O que está acontecendo nesta gravura?

Diga que quando o profeta Abinádi estava ensinando o povo, ele ensinou-lhes os Dez Mandamentos dados por Deus.

Os Dez Mandamentos são um guia para ajudar-nos a viver de modo correto. O terceiro mandamento diz que devemos honrar e respeitar os nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo.

Debate de escritura

Peça às crianças que prestem atenção enquanto você lê o terceiro mandamento. Leia Mosias 13:15, parando na primeira vez que aparece a palavra vão no versículo.

Diga que “em vão” significa usar os nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo de modo desrespeitoso ou quando não se está realmente pensando Neles.

Deixe as crianças repetirem as palavras da escritura com você.

  • Quais são alguns outros nomes que usamos para nos referir ao Pai Celestial e a Jesus? (Deus, Pai Celeste, Jeová, Cristo, o Salvador.)

Ajude as crianças a entender que sempre que usarmos alguns desses nomes, devemos falar respeitosamente. Esses nomes nunca devem ser pronunciados com ira ou com deboche. Quem usa esses nomes dessa maneira está blasfemando. Esses nomes nunca devem ser usados como blasfêmia. Devemos referir-nos aos nomes do Pai Celestial e Jesus Cristo somente ao orarmos ou falarmos sobre Eles com respeito.

Se seus alunos souberem ler, convide uma criança para levantar-se e escrever as palavras honra e respeito no quadro-negro. Reforce a idéia que se amamos ao Pai Celestial e Jesus, demonstraremos honra e respeito por Seus nomes, usando-os somente de modo delicado e amoroso.

Usar os Nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo Apropriadamente

  • Em que ocasiões é adequado usarmos o nome do Pai Celestial? (Quando falamos com reverência e respeito e ao orarmos.)

História

Certa mãe contou a seu filho esta história sobre um acontecimento de sua infância. Reconte-a com suas próprias palavras.

“‘Quando eu era menina, voltava da escola para casa com meu irmão. Tomávamos sempre um atalho e passávamos por um grande cachorro preto, o qual nos afugentava ao corrermos pela frente de sua casa. Se corrêssemos exatamente na hora certa, chegaríamos até uma cerca para nos proteger. Meu irmão dizia-me quando correr.

Certo dia, estava só e não corri na hora certa. O cachorro ameaçou-me e eu, apavorada, parei na calçada. Como ele viesse em minha direção, amedrontada, gritei tão alto quanto pude: ‘Pai Celestial, salve-me!’”

Seu filho relatou: “De repente, recorda minha mãe, o cachorro deteve-se, como se seu caminho fora barrado, e ela engatinhou através da cerca para protegerse. Ela sabia que sua oração fora respondida.” [S. Michael Wilcox, “No Other Gods before Me” (“Não Terás Outros Deuses diante de Mim”), Ensign, janeiro de 1994, pp. 22–23.]

Ressalte como é importante usarmos os nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo somente quando estivermos orando ou falando sobre Eles reverentemente.

Gravura e história

Mostre a gravura 3-67, Presidente Spencer W. Kimball e conte às crianças que ele foi um profeta querido, o décimo segundo Presidente da Igreja.

Conte a seguinte história:

Certo dia, após uma cirurgia, o Presidente Kimball estava sendo conduzido para fora da sala de operação do hospital, quando o enfermeiro tropeçou. Ele começou a praguejar e a tomar o nome do Senhor em vão. Embora o Presidente Kimball estivesse doente, ele protestou: “Por favor! Por favor! Você está profanando o nome do meu Senhor”.

O enfermeiro ficou em silêncio. Em seguida, sussurrou:

“Desculpe-me”. [Ver “President Kimball Speaks Out on Profanity” (Presidente Kimball Fala Abertamente sobre Profanidade), Ensign, fevereiro de 1981, p. 3.]

Debate

  • A qual mandamento o enfermeiro desobedeceu?

  • Por que o Presidente Kimball não gostou de ouvir aquilo?

  • Quando devemos usar os nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo?

  • O que poderia fazer se na escola ou na vizinhança você escutasse pessoas tomando os nomes do Pai Celestial e de Jesus Cristo em vão?

Resumo

Incentive as crianças a usarem os nomes de Jesus Cristo e do Pai Celestial com reverência e respeito.

Convide uma criança para fazer a última oração.

Atividades Complementares

Escolha, dentre as atividades seguintes, as que melhor se adaptem às crianças de sua classe. Você pode utilizá-las na própria lição ou como revisão ou resumo. Para informações adicionais, ver “Distribuição do Tempo da Aula” em “Auxílios para o professor”.

  1. 1.

    Recite os seguintes versos de ação com as crianças:

    Fale de Jesus com delicadeza;
    Enterneça sua voz, por gentileza. (Aponte os lábios com o dedo indicador.)
    Honremos Seu nome com toda justa decisão.
    O nome do Pai Celeste, como uma oração (cruze os braços e abaixe a cabeça)
    Somente deve ser falado
    Com grande amor e cuidado.
  2. 2.

    Chame uma criança pelo nome errado e peça-lhe que faça algo para você. Peça-lhe que explique ao resto da classe como se sentiu ao ser chamada pelo nome errado. Use esta experiência para ilustrar como ficamos aborrecidos se alguém esquece, pronuncia errado ou usa mal nosso nome. Diga que não gostamos de escutar alguém gritando nosso nome com raiva. Escutar nosso nome sendo usado indevidamente deixa-nos perturbados. O Pai Celestial e Jesus Cristo também não gostam disso. Eles ensinaram-nos a usar Seus nomes somente com respeito, quando oramos ou falamos reverentemente.

  3. 3.

    Se as crianças souberem escrever o próprio nome, deixe-as escreverem seu primeiro nome no meio de uma folha de papel em branco e, a seguir, pintar ao redor com uma cor, depois outra e mais outra, até formar um “arco-íris” circular em volta do nome. Se as crianças não souberem escrever seu primeiro nome, você pode escrevê-lo no meio da folha e deixá-las enfeitar o nome com as cores do arco-íris ou de outras formas.

  4. 4.

    Repita a representação de Abinádi da lição 20 e deixe as crianças fingirem ser Abinádi repetindo o mandamento “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão” ao iníquo Rei Noé.

  5. 5.

    Cante ou repita a letra de “Que Manhã Maravilhosa” (Hinos, nº 12); a letra está incluída no fim deste manual.

  6. 6.

    Prepare um quebra-cabeças de tiras grandes de palavras para a classe, parecido com este:

    Diga às crianças que você quer verificar se elas se lembram do quanto esse mandamento comentado na aula é importante. Dê a cinco crianças o quebracabeças preparado. Ajude-as a colocar as palavras da escritura em ordem. Em seguida, deixe a classe ler o mandamento.

    Peça às crianças que repitam esta escritura se o desejarem.