Os Zoramitas e o Rameumptom

Primária 4: O Livro de Mórmon, 1994


Propósito

Ensinar as crianças a adorar o Pai Celestial com sinceridade e humildade.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Alma 31; 34:1–30,38–41; e 35:1–9. Em seguida, estude a lição e decida como pretende ensinar a história das escrituras às crianças. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

  2. 2.

    Escolha as perguntas do debate e atividades complementares que mais envolvam e ajudem as crianças a alcançar o propósito da lição.

  3. 3.

    Material necessário:

    1. a.

      Um Livro de Mórmon para cada criança.

    2. b.

      Dois conjuntos de utensílios de mesa.

    3. c.

      A gravura 4–36, Os Zoramitas e o Rameumptom.

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança a fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Prepare uma mesa de jantar de faz-de-conta. Coloque dois pratos, dois copos e dois jogos de talheres, mas nenhuma comida. Finja que está comendo e demonstre, com bastante ênfase, que acha a comida deliciosa. Convide uma criança a sentar-se à mesa com você. Comer num prato vazio é tão sem sentido e falso quanto a adoração pouco sincera dos zoramitas, descrita nesta lição. Uma adoração falsa traz tanto benefício para nosso sustento espiritual quanto ficar sem comer contribui para nossa força física. Nesta lição as crianças aprenderão a respeito das maneiras sinceras e apropriadas de se adorar a Deus.

História das Escrituras

Conte a história dos zoramitas e suas falsas crenças, que se encontra em Alma 31. (Ver sugestões para ensinar a história das escrituras na seção “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Use a gravura no momento apropriado.

Debate

Estude as seguintes perguntas e passagens das escrituras ao preparar a aula. Use as perguntas que, na sua opinião, mais ajudarão as crianças a compreender as escrituras e aplicar os princípios na própria vida. A leitura das passagens com as crianças na sala de aula irá ajudá-las a ganhar maior entendimento das escrituras.

• Quem foram os zoramitas? (Alma 31:1–3, 8) Como foi que se afastaram dos ensinamentos da Igreja? (Alma 31:8–11)

• Como, quando e onde adoravam os zoramitas? (Alma 31:13–18, 21–23) Como devemos adorar a Deus e a Jesus Cristo?

• Quais eram algumas das coisas erradas nas quais os zoramitas acreditavam? (Alma 31:15–17, 20) Por que é importante sabermos quem são realmente o Pai Celestial e Jesus Cristo e como Eles se parecem?

• Por que sabemos que as orações dos zoramitas eram falsas? (Alma 31:23, 27) Como podemos fazer com que nossas orações sejam mais sinceras?

• Por que os zoramitas se achavam melhores que os outros? (Alma 31:24–25, 27–28) De que maneira podemos, às vezes, nos achar melhores que os outros? Por que o orgulho é um pecado grave? (Ele nos afasta de Deus.)

• Como Alma e outros líderes se sentiram quando viram o povo que se tinha afastado da verdade? (Alma 31:19, 24, 30–31) Como podemos ajudar aqueles que não conhecem a verdade? Como podemos ajudar os membros menos ativos?

• A que estava preso o coração dos zoramitas? (Alma 31:28) Quais são algumas coisas mundanas às quais o coração das crianças da idade de vocês está preso, hoje em dia? Por que é errado prender o coração às coisas do mundo?

• O que Alma pediu para si e para seus companheiros ao orar? (Alma 31:31–35) De que modo orar por coisas específicas faz com que nossa oração seja mais sincera? Como a oração os ajudou a solucionar um problema?

• O que Amuleque testificou a respeito de Jesus Cristo? (Alma 34:8) Como poderiam os zoramitas obter um testemunho de Jesus Cristo? (Alma 34:17)

• Como e quando devemos orar? O que devemos pedir na oração? (Alma 34:18–27) Como podemos adorar o Pai Celestial em qualquer dia da semana?

• O que devemos fazer depois de orar para que nossa oração seja mais eficaz? (Alma 34:28)

• Como o povo de Amon (os anti-néfi-leítas) tratou os zoramitas que se uniram a eles? (Alma 35:9) Como devemos tratar os estrangeiros e os pobres que estão em nosso meio? De que modo isso demonstra nosso amor pelo Pai Celestial? (Mateus 25:40; Mosias 2:17)

Atividades Complementares

Pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como revisão, resumo ou desafio.

  1. 1.

    Escreva as seguintes passagens das escrituras no quadro-negro. Peça às crianças que associem os versículos que descrevem as crenças erradas dos zoramitas com os versículos que contêm os ensinamentos corretos de Alma e Amuleque:

    • Alma 31:16 (Os zoramitas acreditavam que não haveria Cristo.)

    • Alma 31:20–23 (Todos os zoramitas faziam a mesma oração e não voltavam a adorar durante todo o restante da semana.)

    • Alma 31:24 (O coração dos zoramitas estava preso às riquezas.)

    • Alma 34:19–27 (Alma e Amueleque ensinaram que devemos dar de nossas riquezas aos pobres.)

  2. 2.

    Pergunte às crianças como se sentem quando zombam delas. Faça um debate sobre as maneiras pelas quais as pessoas demonstram seu orgulho. Lembre às crianças que o grande e espaçoso edifício do sonho de Leí representava o orgulho do mundo. Explique que ser humilde é o oposto de ser orgulhoso. Faça com que cada criança escreva em uma folha de papel que irá tentar ser mais humilde.

  3. 3.

    Peça às crianças que leiam e marquem os seguintes versículos, além de outros versículos importantes da lição (as crianças poderão decorar o versículo que considerarem importante):

    • Alma 31:34–35

    • Alma 34:8

    • Alma 34:26–28

    • Alma 34:38

  4. 4.

    Cante ou leia a letra de “Oração de uma Criança”, p. 6 ou “Eu Sei que Deus Vive”, p. 8 (Músicas para Crianças).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho de que, quando adoramos o Pai Celestial com humildade e sinceridade, Ele nos abençoa e nossa oração é respondida.

Sugestão para Designação de Leitura

Sugira às crianças que estudem Alma 31:8–25 e 34:17–29 em casa, como revisão desta lição.Convide uma criança a fazer a última oração.