Helamã e os Dois Mil Guerreiros

Primária 4: O Livro de Mórmon, 1994


Propósito

Ensinar às crianças que seguir o exemplo e ensinamentos de pais justos nos dá poder para defender a verdade e a justiça.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Alma 53:10–23 e 56:1–58:27. Em seguida, estude a lição e decida como pretende ensinar a história das escrituras às crianças. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

  2. 2.

    Leitura adicional: Alma 24.

  3. 3.

    Escolha as perguntas do debate e atividades complementares que mais envolvam e ajudem as crianças a alcançar o propósito da lição.

  4. 4.

    Material necessário:

    1. a.

      Um Livro de Mórmon para cada criança.

    2. b.

      As gravuras 4–33, Os Ânti-néfi-leítas Enterram Suas Espadas (Pacote de Gravuras do Evangelho 34730 059 – 311), e 4–40, Os Dois Mil Jovens Guerreiros (Pacote de Gravuras do Evangelho 34730 059 – 313).

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança a fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Mostre a gravura “Os Ânti-néfi-leítas Enterram Suas Espadas”. Relembre às crianças o que aprenderam a respeito desse grande povo há poucas semanas (Ver lição 19.) Faça as seguintes perguntas:

• Quem foram os ânti-néfi-leítas? Por que enterraram suas espadas?

Peça que uma criança leia Alma 24:19. Explique que os ânti-néfi-leítas deram um maravilhoso exemplo a seus filhos.

Convide as crianças a contar exemplos de princípios importantes, como a honestidade, a bondade, o pagamento do dízimo, santificar o dia do Senhor, etc., que aprenderam de seus pais, e como foram abençoadas por guardar esses princípios.

Explique que o Pai Celestial nos deu pais que nos amam, ensinam e guiam por toda a vida. Explique que nesta lição as crianças aprenderão como os dois mil jovens guerreiros, que eram filhos dos ânti-néfi-leítas, usaram os ensinamentos e exemplo de pais justos a fim de guardar um convênio e defender sua liberdade.

(Observação: Se alguma das crianças tiver sido criada pelos avós, por parentes ou outros, adapte a lição para incluir a importante influência dessas pessoas.)

História das Escrituras

Usando as gravuras no momento apropriado, ensine às crianças a história de Helamã e os dois mil jovens guerreiros, que se encontra em Alma 53, 56–58. (Ver sugestões para ensinar a história das escrituras na seção “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.) Saliente que esses jovens seguiram os ensinamentos dos pais e foram protegidos na batalha.

Debate

Estude as seguintes perguntas e passagens das escrituras ao preparar a aula. Use as perguntas que, na sua opinião, mais ajudarão as crianças a compreender as escrituras e aplicar os princípios na própria vida. A leitura das passagens com as crianças na sala de aula irá ajudá-las a ganhar maior entendimento das escrituras.

• Que convênio haviam feito os pais dos dois mil jovens guerreiros? (Alma 53:10–12) Por que pensaram em quebrar esse convênio? (Alma 53:13) Por que Helamã não queria que os ânti-néfi-leítas ajudassem os nefitas a combater os lamanitas? (Alma 53:14–15) Por que é tão importante guardarmos nossos convênios?

• Por que os dois mil jovens guerreiros decidiram lutar? (Alma 53:16) Qual foi o convênio que esses jovens guerreiros fizeram? (Alma 53:17)

• Como eram esses jovens? (Alma 53:20–21) O que significa ser “fiéis em todas as ocasiões e em todas as coisas que lhes [foram] confiadas?” Quais são algumas maneiras pelas quais vocês podem ser verdadeiros e retos perante o Senhor?

• Como os pais ajudaram seus filhos sem quebrar o convênio de não lutar? (Alma 56:27) Quais são algumas maneiras pelas quais seus pais apóiam vocês?

• O que Helamã disse a Morôni sobre a força e coragem desses jovens guerreiros? (Alma 56:45) O que suas mães lhes haviam ensinado? (Alma 56:46–48) Por que não tinham medo de morrer? Como seus pais estão preparando vocês para enfrentar os desafios com coragem e fé?

• O que deu coragem e força, na batalha, aos dois mil jovens guerreiros? (Alma 57:26–27; 58:39–40)

• De que maneira esses guerreiros seguiram Helamã? (Alma 57:21) O que significa seguir com “exatidão”? Por que é importante seguir os conselhos de nossos líderes e pais com exatidão?

• O que os dois mil jovens guerreiros faziam quando precisavam de força? (Alma 58:10) Como a oração deles foi respondida? (Alma 58:11) Convide alunos a contar experiências em que eles ou membros da família foram guiados pelo Espírito Santo.

• Como foram recompensadas a grande fé e coragem desses jovens guerreiros? (Alma 56:56; 57:25; 58:39) Que poder os salvou da morte? (Alma 57:26–27; 58:40)

Atividades Complementares

Pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como revisão, resumo ou desafio.

  1. 1.

    Faça uma cópia do lembrete do final da lição para cada criança levar para casa.

  2. 2.

    Peça voluntários para completar as seguintes declarações:

    • Posso ser como os jovens guerreiros no modo como eu ________.

    • Posso ser como os jovens guerreiros lembrando-me de que meus pais me ensinaram a ________.

    • O que mais admiro nos jovens guerreiros é ________.

    • A parte que mais gostei da história dos dois mil guerreiros foi ________.

  3. 3.

    Incentive as crianças a marcarem em suas escrituras os versículos preferidos sobre os dois mil jovens guerreiros. Podem escolher alguns dos seguintes exemplos:

    • Alma 53:20–21

    • Alma 56:45–48

    • Alma 57:21, 25–27

    • Alma 58:10–11

    • Alma 58:39–40

  4. 4.

    Ajude as crianças a decorarem o quinto mandamento (Ver Mosias 13:20.)

  5. 5.

    Cante ou leia a letra de “Levaremos ao Mundo a Verdade”, p. 92; “Ouse Ser Bom”, p. 80 ou a sexta estrofe de “Histórias do Livro de Mórmon”, p.62 (Músicas para Crianças).

Conclusão

Testemunho

Preste seu testemunho das bênçãos que recebemos ao seguir os ensinamentos e exemplos de nossos pais.

Sugestão para Designação de Leitura

Sugira às crianças que estudem Alma 53:16–21, 56:45–48 e 57:25–27 em casa, como revisão desta lição.Convide uma criança a fazer a última oração.