Jesus Cristo Ensina os Nefitas a Orar

Primária 4: O Livro de Mórmon, 1994


Propósito

Incentivar as crianças a orar para não cair em tentação.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude 3 Néfi 18:15–25; 19; 20:1. Em seguida, estude a lição e decida como pretende ensinar a história das escrituras às crianças. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi, e “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii)

  2. 2.

    Leitura adicional: Alma 13:28–29, Mateus 26:41 e Doutrina e Convênios 31:12, 61:39.

  3. 3.

    Escolha as perguntas do debate e atividades complementares que mais envolvam e ajudem as crianças a alcançar o propósito da lição.

  4. 4.

    Material necessário:

    1. a.

      Um Livro de Mórmon para cada criança.

    2. b.

      As gravuras 4–47, Jesus Ora com os Nefitas (34730 059), e 4–50, Oração Familiar (34730 059).

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança a fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Conte a seguinte história, narrada pelo Élder Rex D. Pinegar, a respeito de uma oração familiar especial:

“Certa manhã, há muitos anos, eu estava [viajando com minha família, nas férias]. Nossas quatro filhinhas estavam emocionadas, ao nos aproximarmos do caminho para [um] famoso parque. Repentinamente, os risos e a tagarelice pararam, pois nossa caminhoneta alugada falhou e tossiu, parando inesperadamente na saída da estrada. Muitos carros passaram rapidamente por nós no trânsito intenso, enquanto eu tentava sem sucesso fazer com que o motor pegasse. Finalmente, compreendendo que não havia mais nada a fazer, saímos do carro quebrado e agrupamo-nos ao lado da estrada para uma oração.

Ao levantarmos a cabeça de nossa prece, vimos um homem simpático e sorridente, juntamente com o filho, manobrar seu (…) carro (…) nas pistas de tráfego e sair da estrada atrás de nós. Pelo resto da manhã e início da tarde, eles nos ajudaram e atenderam a nossas necessidades gentil e atenciosamente. Levaram-nos, e também nossos pertences, para (…) [o] parque (…) Eles me ajudaram a encontrar um guincho para nosso carro enguiçado; levaram-me à agência de aluguel de carros, a fim de conseguir substituir o veículo (…) Compraram alimento (…) e esperaram com minha família por minha volta, várias horas mais tarde.

Sentimos que essas pessoas foram realmente a resposta a nossas orações e dissemos-lhes isso quando nos despedimos e tentamos agradecer-lhes. O pai respondeu: ‘Todas as manhãs, eu digo ao bom Senhor que, se houver hoje alguma pessoa que precise de mim, por favor, leve-me a ela.’” (A Liahona, janeiro de 1992, p. 44.)

Convide as crianças a contar experiências que tiveram com oração familiar e pessoal.

História das Escrituras

Usando as gravuras no momento apropriado, conte às crianças o relato de Jesus Cristo ensinando a multidão de nefitas, que se encontra em 3 Néfi 18:15–25; 19; 20:1. (Ver sugestões para ensinar a história das escrituras na seção “Ensinar Usando as Escrituras”, p. vii.)

Debate

Estude as seguintes perguntas e passagens das escrituras ao preparar a aula. Use as perguntas que, na sua opinião, mais ajudarão as crianças a compreender as escrituras e aplicar os princípios na própria vida. A leitura das passagens com as crianças na sala de aula irá ajudá-las a ganhar maior entendimento das escrituras.

• Por que Jesus deseja que oremos sempre? (3 Néfi 18:15, 18)

• A quem oramos? Em nome de quem oramos? (3 Néfi 18:19; 19:6–8)

• Quando oramos com fé pedindo o que é melhor para nós, que promessa temos? (3 Néfi 18:20) Ajude as crianças a compreenderem que o Pai Celestial sempre sabe o que é melhor para nós. Às vezes, a resposta Dele é diferente daquilo que desejamos.

• Por que a oração familiar é importante? (3 Néfi 18:21) Como podemos ajudar nossa família por meio de orações familiares regulares?

• O que Jesus Cristo disse que deveríamos fazer por aqueles que não são membros da Igreja? (3 Néfi 18:22–23)

• O que significa “levantai vossa luz para que brilhe perante o mundo”? (3 Néfi 18:24) Como podemos ajudar as outras pessoas a compreenderem a importância da oração?

• O que os doze discípulos de Jesus Cristo ensinaram aos nefitas que estavam reunidos? (3 Néfi 19:6) Quando vocês oram de joelhos? Por que orar de joelhos demonstra respeito pelo Pai Celestial? De que outras maneiras podemos mostrar reverência ao orar em casa e na sala de aula?

• Ao orar, o que os discípulos mais desejavam? (3 Néfi 19:9) De que modo esse dom lhes foi concedido? (3 Néfi 19:13–14)

• O que Jesus Cristo disse ao orar ao Pai Celestial? (3 Néfi 19:20, 28) Por que vocês acham que é tão importante expressar gratidão na oração? Quais são algumas das coisas pelas quais somos gratos?

• O que significa orar sem cessar? (3 Néfi 20:1) Por que devemos sempre ter uma oração em nosso coração? (3 Néfi 18:15, 18) De que modo a oração nos ajuda a evitar a tentação?

Atividades Complementares

Pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como revisão, resumo ou desafio.

  1. 1.

    Escreva as seguintes passagens em pedaços de papel e entregue um a cada criança ou grupo de crianças. Peça-lhes que leiam as escrituras, procurando as coisas que Jesus Cristo ensinou a respeito das bênçãos que recebemos por meio da oração. Faça, então, com que as crianças relatem o que aprenderam à classe.

    • 3 Néfi 18:15, 18 (Seremos capazes de evitar a tentação.)

    • 3 Néfi 18:20 (Nossos desejos justos serão concedidos.)

    • 3 Néfi 18:24 (Seremos exemplo para outras pessoas.)

    • 3 Néfi 19:30 e 27:30 (O Pai Celestial e Jesus Cristo ficarão felizes conosco.)

  2. 2.

    Procure histórias nas revistas da Igreja ou discursos de conferência a respeito da oração e compartilhe-os com as crianças.

  3. 3.

    Leia e debata a seguinte declaração do Presidente Ezra Taft Benson, o décimo terceiro Presidente da Igreja:

    “Temos a tendência de pedirmos mais bênçãos quando oramos ou suplicamos ao Senhor. Às vezes, contudo, sinto que devemos devotar mais tempo de nossas orações à gratidão e aos agradecimentos pelas bênçãos já recebidas.” [God, Family, Country (Deus, Família, Nação), p. 199).

    Convide as crianças a mencionarem em um minuto, todas as coisas pelas quais são gratas e das quais puderem lembrar. Faça um resumo das respostas no quadro-negro.

  4. 4.

    Debata e ajude as crianças a decorar parte de Alma 13:28: “Mas que vos humilheis perante o Senhor e invoqueis seu santo nome e vigieis e oreis continuamente para não serdes tentados além do que podeis suportar; e serdes assim conduzidos pelo Santo Espírito.”

  5. 5.

    Faça um debate sobre as partes básicas da oração:

    1. a.

      Dizer: “Nosso Pai Celestial (…).”

    2. b.

      Agradecer

    3. c.

      Pedir

    4. d.

      Terminar em nome de Jesus Cristo, amém.

    Escreva no quadro-negro: “Eu te agradeço por (…).” Peça às crianças que digam pelo que são gratas ao Pai Celestial e resuma seus comentários no quadro-negro. Faça o mesmo com a frase: “Eu te peço (…).”

  6. 6.

    Cante ou leia a letra de “Oração de uma Criança”, p. 6; “Crianças de Todo o Mundo”, p. 4; “Oração Familiar”, p. 101 ou “Fala-se com Amor”, p. 102 (Músicas para Crianças).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho da importância da oração diária. Testifique que quando oramos como Jesus ensinou, somos protegidos das influências de Satanás.

Sugestão para Designação de Leitura

Sugira às crianças que estudem 3 Néfi 18:18–25 e Alma 13:28–29 em casa, como revisão desta lição.Convide uma criança a fazer a última oração.