A Apostasia e a Necessidade da Restauração da Igreja de Jesus Cristo

Primária 5: Doutrina e Convênios, 1996


Propósito

Ajudar as crianças a compreenderem que a Igreja de Jesus Cristo foi tirada da Terra por causa da apostasia e precisava ser restaurada.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude as seguintes referências sobre as características da Igreja de Jesus Cristo: Mateus 16:17 (revelação contínua); Lucas 9:1–2 e João 15:16 (autoridade do sacerdócio); Amós 3:7 e Efésios 2:20 (profetas e apóstolos vivos); Mateus 3:16 e Atos 2:38 (ordenanças realizadas da maneira que Jesus ensinou) e Atos 7:55–56 (O Pai Celestial, Jesus Cristo e o Espírito Santo são três pessoas separadas e distintas.) Estude também Doutrina e Convênios 1:1–6, 15–23, 30 e o relato histórico desta lição. Em seguida, estude a lição e decida como pretende ensinar a história das escrituras às crianças. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi–vii, e “Como Usar os Relatos Escriturísticos e Históricos para Ensinar as Crianças”, p. vii–xii.)

  2. 2.

    Leitura adicional: Amós 8:11–12, II Tessalonicenses 2:1–3 e II Timóteo 4:3–4 (profecias a respeito da apostasia) e Princípios do Evangelho (31110 059), capítulos 16 e 17.

  3. 3.

    Escolha as perguntas do debate e atividades complementares que envolvam as crianças e ajudem-nas melhor a alcançar o propósito da lição.

  4. 4.

    Prepare as seguintes tiras:

    Conjunto 1

    • Revelação contínua

    • Autoridade do sacerdócio recebida de Deus

    • Profetas e apóstolos vivos

    • Ordenanças realizadas como Jesus ensinou

    • O Pai Celestial, Jesus Cristo e o Espírito Santo são três pessoas separadas e distintas

    Conjunto 2

    • Não há revelação

    • O sacerdócio foi tirado

    • Não há profetas ou apóstolos Ensinamentos e ordenanças alterados

    • Pensam que o Pai Celestial, Jesus Cristo e o Espírito Santo são um único e imenso espírito

  5. 5.

    Material necessário:

    1. a.

      Um exemplar de Doutrina e Convênios para cada criança;

    2. b.

      Uma Bíblia;

    3. c.

      Dois copos de água pura, um pouco de terra, e uma colher ou pauzinho para mexer;

    4. d.

      Gravura 5-6, A Primeira Visão [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 403].

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Mostre a gravura da Primeira Visão. Recapitule a lição anterior usando as perguntas abaixo ou outras semelhantes:

  • Por que Joseph Smith foi ao bosque orar?

  • Que resposta ele esperava receber a suas orações?

  • Que resposta recebeu?

  • O que aconteceu com a igreja que Jesus Cristo organizou quando esteve na Terra?

Mostre às crianças um copo de água pura. Pergunte se aquela água é boa para beber. Faça com que uma criança coloque um pouco de terra na água, até ficar turva. Saliente que a água precisa ser trocada por água limpa e pura. Diga que quando Jesus Cristo organizou pela primeira vez Sua Igreja na Terra, ela foi organizada da maneira correta e seus líderes ensinavam a verdade. A Igreja era como um copo de água pura (mostre o segundo copo de água pura.) Depois, as pessoas mudaram a Igreja, e ela tornou-se como o copo de água suja. A verdadeira Igreja e seus ensinamentos precisavam ser restaurados (trazidos de volta) na Terra.

Relatos Escriturísticos e Históricos

Ensine as crianças sobre a apostasia e a restauração da Igreja de Jesus Cristo, segundo as escrituras alistadas na seção “Preparação” e nos relatos históricos a seguir.

Diga que quando estava na Terra, Jesus Cristo ensinou Seu evangelho, chamou doze Apóstolos e organizou Sua Igreja. Mostre as tiras de papel do conjunto 1 e diga que essas coisas eram parte importante da verdadeira Igreja de Jesus. Debata brevemente cada um dos dizeres, à medida que os mostrar. (Pode ler alguns dos versículos da seção “Preparação”, enquanto conversa sobre a tira correspondente.)

Coloque as tiras de papel do conjunto 2 sobre as tiras do conjunto 1 quando mencionar algumas das mudanças que aconteceram na Igreja de Jesus Cristo:

A Apostasia (o desaparecimento da Igreja verdadeira de Jesus) aconteceu depois que Jesus Cristo foi crucificado e Pedro e os outros Apóstolos foram mortos. Sem profetas nem apóstolos vivos, a Igreja não podia mais receber revelação. Ensinamentos que não eram verdadeiros foram acrescentados à Igreja e algumas das verdades ensinadas por Jesus Cristo foram tiradas. O sacerdócio (autoridade para agir em nome de Deus) desapareceu da Terra. As pessoas não eram mais batizadas por imersão, como Jesus, mas por aspersão e de outras maneiras. Não era mais a Igreja de Jesus Cristo. A Igreja que Jesus havia organizado desapareceu da Terra. Muitas igrejas diferentes foram organizadas. Algumas pessoas tentaram fazer com que suas igrejas voltassem aos ensinamentos de Jesus Cristo. Apesar de perceberem, ao lerem a Bíblia, que alguns dos ensinamentos de suas igrejas estavam errados, não podiam fazer com que elas voltassem a ser a Igreja de Jesus Cristo, porque não possuíam a autoridade do sacerdócio dada por Jesus. Muitas dessas pessoas foram perseguidas e até mortas por causa de suas crenças.

Diga que depois de a Igreja verdadeira de Jesus Cristo ter caído em apostasia, o Pai Celestial e Jesus Cristo prepararam o caminho para a restauração da verdadeira Igreja. Conte a história dos três reformadores mencionados a seguir. Diga que os reformadores eram pessoas honestas que reconheceram que a igreja a que pertenciam era diferente da Igreja de Jesus. Queriam reformar suas igrejas, a fim de torná-las mais semelhantes à Igreja original de Jesus. Os três homens descritos a seguir foram algumas das pessoas que ajudaram a preparar o mundo para a restauração da verdadeira Igreja. (Ver atividade complementar 2.)

John Wycliffe

John Wycliffe nasceu na Inglaterra em 1320. Tornou-se mestre e líder em sua igreja. Wycliffe percebeu que algumas das práticas de sua igreja eram diferentes das que lera na Bíblia. A igreja a que pertencia não deixava as pessoas lerem as escrituras; os sacerdotes liam e interpretavam as escrituras para o povo. Wycliffe ajudou a traduzir a Bíblia para o inglês a fim de que mais pessoas pudessem lê-la. Também enviou seguidores seus para morarem entre o povo e ajudarem as pessoas a compreenderem os ensinamentos da Bíblia. Os líderes da igreja de Wycliffe tentaram impedir seu trabalho, mas ele continuou a ajudar as pessoas a compreenderem como Jesus desejava que fosse Sua Igreja.

Martinho Lutero

Martinho Lutero nasceu na Alemanha em 1483. Tornou-se sacerdote da Igreja Católica e mestre de religião. Ao estudar as escrituras, Lutero notou que sua igreja não ensinava as mesmas coisas que as escrituras ensinavam. Escreveu noventa e cinco declarações, explicando como sua igreja diferia da Igreja de Jesus Cristo. Os líderes da igreja ficaram com raiva de Lutero, mas ele continuou afirmando que as declarações eram verdadeiras. Os líderes da igreja realizaram um tribunal e ordenaram a Lutero que retirasse o que dissera a respeito dos ensinamentos errados da igreja. Martinho Lutero, porém, declarou: “A menos que seja persuadido pelas escrituras e pelo bom senso (…) não posso e não retirarei coisa alguma, pois não é direito nem seguro agir contra minha consciência. Que Deus me ajude. Amém.” [Citado em Roland H. Bainton, Here I Stand: A Life of Martin Luther (Esta É Minha Posição: A Vida de Martinho Lutero), p. 185.] Disseram a Lutero que ele não poderia mais ser membro da Igreja Católica e declararam-no criminoso. Protegido por amigos, Lutero continuou a traduzir a Bíblia para o alemão. A então recém-inventada prensa possibilitou que a tradução de Lutero da Bíblia chegasse a muitas pessoas.

Roger Williams

Em 1620, um grupo de pessoas, conhecido como peregrinos ou puritanos, desejava liberdade para adorar da maneira que quisessem. Viajaram para a América, fundaram uma cidade chamada Plymouth, construíram casas e igrejas e, finalmente, conseguiram a liberdade para adorar a Deus da maneira que quisessem. Roger Williams chegou à América em 1631, procurando um lugar para adorar a Deus livremente. Por ensinar que todas as pessoas deveriam ter a liberdade de adorar da maneira que quisessem, os puritanos expulsaram-no de sua cidade. Roger Williams e uns poucos seguidores fundaram uma nova cidade. Williams chegou à conclusão de que a Igreja de Jesus Cristo não estava mais na Terra e que a autoridade para agir em nome de Jesus Cristo havia sido perdida. Acreditava que isso não poderia ser corrigido até que Jesus Cristo chamasse novos Apóstolos com autoridade para realizar ordenanças como o batismo e a bênção do sacramento.

Ajude as crianças a compreenderem que Wycliffe, Lutero e Williams não tinham autoridade de Jesus Cristo para corrigir os problemas que encontraram em suas igrejas. No entanto, ao chamarem a atenção das pessoas para esses problemas, ajudaram a preparar o mundo para a época em que a Igreja de Jesus seria restaurada.

Diga que como a verdadeira Igreja já não se encontrava na Terra, era necessário que Jesus Cristo a trouxesse de volta. A isso dá-se o nome de Restauração. Quando chegou a época de a Igreja de Jesus Cristo ser restaurada, o Pai Celestial escolheu Joseph Smith para fazê-lo, dando-lhe autoridade para restabelecer a Igreja de Jesus Cristo sobre na Terra.

Debate

Estude as perguntas e passagens das escrituras a seguir quando preparar a aula. Use as perguntas que, na sua opinião, ajudarão as crianças a compreenderem melhor as escrituras e aplicarem seus princípios na própria vida. A leitura das passagens com as crianças, na sala de aula, irá ajudá-las a ganhar maior entendimento das escrituras.

• O que significa apostasia? O que aconteceu com a Igreja de Jesus Cristo depois que Jesus foi crucificado e os Apóstolos originais foram mortos?

• Por que havia necessidade de uma restauração? (D&C 1:15–16) Por que Jesus Cristo falou com Joseph Smith? (D&C 1:17) Diga que Joseph Smith foi o profeta da Restauração.

• O que John Wycliffe, Martinho Lutero e Roger Williams viram de errado nas igrejas a que pertenciam? Como tentaram corrigir esses problemas? Por que não puderam restaurar a Igreja de Jesus Cristo na Terra?

• O que Jesus Cristo revelou a Joseph Smith a respeito da verdadeira Igreja? À medida que as crianças forem respondendo, remova as tiras de papel do conjunto dois, deixando as primeiras tiras no lugar.

• A quem Jesus Cristo deseja que Seu evangelho restaurado seja levado? (D&C 1:2,4) Como podemos compartilhar o evangelho retaurado de Jesus Cristo com outras pessoas?

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. 1.

    Escreva num pedaço de papel: A Palavra de Deus. Antes da aula, esconda o papel em um lugar que as crianças não possam encontrar, como, por exemplo, no seu bolso ou no sapato. Diga às crianças que, na sala de aula, existe algo escrito em um pedaço de papel que você gostaria que encontrassem. Peça-lhes que procurem sem fazer muito barulho. Depois que tiverem procurado bastante, mostre-lhes o papel.

    • O que vocês procuravam, mas não conseguiram encontrar?

    Peça que as crianças leiam em voz alta as palavras do papel. • Onde estava a palavra de Deus durante a apostasia? (Parte dela estava na Bíblia, mas muitos ensinamentos haviam sido tirados da Terra.) Onde podemos encontrar a palavra do Senhor em nossos dias? (Na Bíblia, no Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios, Pérola de Grande Valor e nas mensagens dos profetas e apóstolos modernos.) Diga que a palavra do Senhor é revelação.

    Peça a uma criança que leia Amós 8:11–12.

    • O que Amós disse que aconteceria?

    • O que é fome?

    • O que Amós quis dizer com “fome (…) de ouvir as palavras do Senhor”?

    Diga que antes de a Igreja ser restaurada por Jesus Cristo, por intermédio do Profeta Joseph Smith, muitas pessoas procuravam a verdadeira palavra do Senhor, mas não a conseguiam encontrar. Não havia líderes religiosos com autoridade para receber revelação do Senhor. Quando a Igreja foi restaurada, o Senhor começou novamente a enviar revelações aos líderes que escolhera.

  2. 2.

    Com uma semana de antecedência, peça a três crianças que apresentem a história de John Wycliffe, Martinho Lutero e Roger Williams. Dê a cada criança uma cópia das informações necessárias contidas na lição.

  3. 3.

    Ajude as crianças a decorarem a nona regra de fé.

  4. 4.

    Explique às crianças que, antes do nascimento do Profeta Joseph Smith, Asael Smith, avô de Joseph, teve um forte pressentimento de que um de seus descendentes faria “uma grande contribuição para a humanidade” [citado em Church History in the Fulness of Times (História da Igreja na Plenitude dos Tempos) (manual do Sistema Educacional da Igreja (32502), 1993), p. 17; ver também History of the Church (História da Igreja), 2:443]. Troque idéias com as crianças sobre como Joseph Smith, neto de Asael, realmente fez uma grande contribuição para o mundo ao ajudar Jesus Cristo a restaurar Sua Igreja na Terra.

  5. 5.

    Peça às crianças que cantem ou leiam a primeira estrofe de “Graças Damos, ó Deus, por um Profeta” (Hinos, nº 9).

Conclusão

Testemunho

Preste testemunho da realidade da apostasia da igreja primitiva de Jesus Cristo e da restauração da Igreja de Cristo nos últimos dias. Testifique-lhes que, por intermédio do Profeta Joseph Smith, a verdadeira Igreja de Jesus Cristo foi restaurada na Terra. Expresse sua gratidão por Jesus Cristo haver restaurado Sua Igreja para nosso benefício.

Sugestão para Designação de Leitura

Sugira às crianças que estudem Doutrina e Convênios 1:17–23 em casa, para recapitularem a lição.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversarem com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou lerem com a família a “Sugestão para Designação de Leitura”.

Convide uma criança para fazer a última oração.