Dedicação do Templo de Kirtland

Primária 5: Doutrina e Convênios, 1996


Propósito

Ajudar as crianças a compreenderem que as chaves do sacerdócio que nos concedem a autoridade para fazer a obra missionária e a obra do templo foram restauradas no Templo de Kirtland.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Doutrina e Convênios 109:1–16 (parte da oração dedicatória do Templo de Kirtland); Doutrina e Convênios 110 e o relato histórico desta lição. Em seguida, estude a lição e decida como pretende usar os relatos escriturísticos e históricos para ensinar as crianças. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi–vii, e “Como Usar os Relatos Escriturísticos e Históricos para Ensinar as Crianças”, p. vii–xii.)

  2. 2.

    Leitura adicional: O restante de Doutrina e Convênios 109 e Princípios do Evangelho (31110 059), capítulo 14.

  3. 3.

    Escolha as perguntas do debate e atividades complementares que mais envolvam e ajudem as crianças a alcançar o propósito da lição.

  4. 4.

    Materiais Necessários:

    1. a.

      Um exemplar de Doutrina e Convênios para cada criança;

    2. b.

      Várias chaves de diferentes tamanhos e formatos (se não conseguir chaves de verdade, desenhe várias chaves no quadro-negro antes do início da aula.);

    3. c.

      A gravura 5-15, João Batista Confere o Sacerdócio Aarônico [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 407]; a gravura 5-16, A Restauração do Sacerdócio de Melquisedeque [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 408]; a gravura 5-25, Templo de Kirtland [Pacote de Gravuras do Evangelho (34730 059) – 500].

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Mostre as várias chaves de diferentes tamanhos e formatos (ou aponte para as chaves desenhadas no quadro–negro.)

• Por que usamos chaves? Como as usamos?

• O que vocês acham que estas chaves abrem?

• O que aconteceria se perdêssemos a chave de algo que foi trancado?

Diga que as chaves do sacerdócio são muito importantes na Igreja, mas não são chaves como as que foram mostradas. Não são feitas de metal, não se pode tocá-las nem guardá-las no bolso. Quando falamos de chaves do sacerdócio, estamos nos referindo ao poder e autoridade dados ao profeta e outros líderes do sacerdócio pela imposição das mãos, a fim de dirigir o trabalho de Deus na Terra. O Presidente da Igreja possui todas as chaves do sacerdócio, e outros líderes do sacerdócio possuem algumas delas. Os portadores do sacerdócio somente podem realizar ordenanças autorizadas por aqueles que possuam as devidas chaves do sacerdócio. Por exemplo: antes de um pai poder batizar seu filho, precisa receber permissão do bispo.

Lembre às crianças que durante a Apostasia o sacerdócio não se encontrava na Terra. O sacerdócio e as chaves para dirigir o poder do sacerdócio precisavam ser restauradas para que a Igreja fosse restaurada e os membros da Igreja pudessem receber todas as bênçãos do evangelho.

• Quem restaurou o Sacerdócio Aarônico conferindo-o a Joseph Smith? (Mostre a gravura de João Batista restaurando o Sacerdócio Aarônico.)

• Quem restaurou o Sacerdócio de Melquisedeque conferindo-o a Joseph Smith? (Pedro, Tiago e João; mostre a gravura da restauração do Sacerdócio de Melquisedeque.)

Diga que uma das razões pelas quais o Templo de Kirtland foi construído era prover um lugar ao Senhor e Seus servos para que restaurassem outras chaves da autoridade do sacerdócio.

Relatos Escriturísticos e Históricos Ensine as crianças sobre a dedicação do Templo de Kirtland e as visões manifestadas no templo uma semana depois, conforme descrito no seguite relato histórico e nas escrituras relacionadas na seção “Preparação”. Mostre a gravura do Templo de Kirtland no momento oportuno.

Recapitule a lição anterior, lembrando algumas das maneiras pelas quais os santos se sacrificaram para construir o templo. Lembre às crianças que o Templo de Kirtland não se destinava às ordenanças que hoje realizamos nos templos. Não havia nele uma pia batismal para realizar batismos pelos mortos nem altares para casamentos. Era um lugar sagrado no qual os seres celestiais podiam restaurar as chaves do sacerdócio e um local em que os santos podiam se reunir para adorar e aprender o evangelho.

Em 27 de março de 1836, um domingo, o Templo de Kirtland foi dedicado ao Senhor. Dedicado significa que os líderes da Igreja fizeram uma oração especial, pedindo ao Senhor que aceitasse e abençoasse o templo e todas as pessoas que nele entrassem. Centenas de santos viajaram até Kirtland para a cerimônia de dedicação; alguns deles tiveram que percorrer longas distâncias para estarem presentes. Havia aproximadamente mil lugares no interior do templo, mas um número bem maior de pessoas desejava assistir à dedicação. O Profeta disse às pessoas que não conseguiram um lugar no interior do templo que realizassem uma reunião separada numa escola próxima. Na quinta-feira seguinte, a cerimônia de dedicação foi repetida para essas pessoas.

Além da oração dedicatória, a reunião de dedicação que durou sete horas incluiu hinos, testemunhos, distribuição do sacramento, um discurso de duas horas e meia proferido por Sidney Rigdon e uma assembléia solene na qual Joseph Smith e outros líderes da Igreja foram apoiados.

O Profeta Joseph Smith leu a oração dedicatória, que lhe foi dada por revelação. Essa oração encontra-se em Doutrina e Convênios 109. Na oração, o Profeta agradeceu ao Pai Celestial pelas bênçãos concedidas aos membros da Igreja. Joseph orou para que o templo se tornasse um lugar de oração, de jejum, de fé, de aprendizado, de glória e de ordem (Ver D&C 109:8, 16), e que todos que entrassem no templo adquirissem mais fé e sabedoria. (Ver D&C 109: 14–15.) Pediu ao Senhor que aceitasse o templo e o tornasse um lugar sagrado (Ver D&C 109:4, 12–13). Depois da oração, o coro cantou “Tal Como um Facho” (Hinos, nº 2), que fora escrito para a dedicação do templo por William W. Phelps. A congregação então tomou o sacramento e terminou a cerimônia dando o brado de Hosana: ergueram as mãos acima da cabeça e gritaram três vezes: “Hosana, hosana, hosana a Deus e ao Cordeiro. Amém, amém e amém”.

Os templos são dedicados atualmente seguindo o padrão estabelecido na dedicação do Templo de Kirtland. O Profeta (ou alguém por ele escolhido) faz a oração dedicatória, canta-se “Tal Como um Facho” e toda a congregação dá o brado de Hosana.

No dia em que o Templo de Kirtland foi dedicado, o Senhor abençoou os santos pelos sacrifícios feitos para a construção do templo. Todos os presentes sentiram grande alegria espiritual. Muitas pessoas viram anjos ou ouviram anjos cantar, outras tiveram visões, profetizaram ou falaram em línguas. Várias pessoas viram no templo um mensageiro celestial, que Joseph Smith disse ser o Apóstolo Pedro. Ele usava um longo manto e sandálias, e sentou-se ao lado do pai do Profeta.

As crianças muito pequenas não tiveram a permissão de assistir à dedicação do templo. Uma irmã que havia viajado de muito longe para assistir à dedicação procurou Joseph Smith Sênior, o patriarca, com seu bebê de seis semanas de idade. Estava muito preocupada pois não conhecia ninguém que cuidasse de seu bebê, mas não queria perder a dedicação. O Patriarca Smith disse à mulher que levasse o bebê, prometendo que ele não perturbaria a reunião. Sua promessa cumpriu-se: o bebê permaneceu tranqüilo, apesar de a cerimônia de dedicação ter sido muito longa.

Naquela noite, foi realizada uma reunião do sacerdócio. Aproximadamente quatrocentos homens compareceram. Na oração dedicatória proferida na manhã daquele dia, Joseph Smith pedira que o templo se enchesse, “como com um vento veemente e impetuoso, de tua glória” (D&C 109:37) para mostrar que o Pai Celestial e Jesus Cristo estavam satisfeitos com o templo. Isso aconteceu na reunião do sacerdócio. O Profeta conta:

“Ouviu-se um barulho, como o som de um vento impetuoso, que encheu o Templo, e toda a congregação ergueu-se ao mesmo tempo, movida por um poder invisível; muitos começaram a falar em línguas e a profetizar; outros tiveram visões gloriosas; eu vi que o Templo estava cheio de anjos e declarei esse fato à congregação. As pessoas que estavam nas proximidades correram a reunir-se (tendo ouvido um som incomum vindo de dentro do edifício e visto uma luz brilhante, tal como uma coluna de fogo, repousar sobre o Templo) e ficaram assombrados com o que estava acontecendo. Isso continuou até o término da reunião, às onze horas da noite.” [History of the Church (História da Igreja), 2:428.]

Uma semana depois, após o serviço de adoração de domingo à tarde, Joseph Smith e Oliver Cowdery foram ao templo e fecharam as cortinas que circundavam os púlpitos do Sacerdócio de Melquisedeque, a fim de orarem em um lugar reservado. Enquanto oravam, tiveram uma visão maravilhosa. (Ver D&C 110.) Viram o Salvador, que se manifestava para aceitar o templo. Viram também os antigos profetas Moisés, Elias e Elias, o Profeta, que concederam a Joseph Smith e Oliver Cowdery as chaves do sacerdócio, as quais lhes davam a autoridade para realizar a obra missionária e a obra do templo. Todo membro da Igreja atualmente é abençoado por essas chaves do sacerdócio terem sido restauradas no Templo de Kirtland.

Após esses eventos sagrados, o Templo de Kirtland continuou a ser um lugar de reunião para os santos, até serem forçados a sair de Ohio.

Debate

Estude as perguntas e passagens das escrituras a seguir quando preparar a aula. Use as perguntas que, na sua opinião, ajudarão as crianças a compreenderem melhor as escrituras e aplicarem seus princípios na própria vida. A leitura das passagens com as crianças, na sala de aula, irá ajudá-las a ganhar maior entendimento das escrituras.

• Por que os santos construíram o Templo de Kirtland? (D&C 109:2–3, 5, 14–15) De que modo o Templo de Kirtland diferia dos templos que temos hoje em dia?

• Que tipo de casa deveria ser o Templo de Kirtland? (D&C 109:16) Diga que o templo devia ser um lugar sagrado, no qual os santos ficassem mais próximos do Pai Celestial e de Jesus Cristo, por meio da adoração.

• De que modo o Pai Celestial e Jesus Cristo mostraram aos santos que ficaram satisfeitos com o Templo de Kirtland? Como o Espírito Santo testemunha coisas importantes para nós? Diga que os acontecimentos ocorridos no dia da dedicação foram verdadeiramente miraculosos. Geralmente o Espírito Santo diz-nos coisas importantes por intermédio de uma sensação cálida e boa.

• Quem apareceu primeiro no Templo de Kirtland a Joseph Smith e Oliver Cowdery? (D&C 110:2) Qual era a aparência do Salvador? (D&C 110:3) O que Ele disse a Joseph e Oliver a respeito do Templo de Kirtland? (D&C 110:7) Quem mais apareceu a Joseph e Oliver naquele mesmo dia? (D&C 110:11–13)

• Que chaves do sacerdócio Moisés conferiu a Joseph Smith e Oliver Cowdery? (D&C 110:11) Diga que essas chaves deram ao profeta autoridade para enviar missionários a fim de pregar o evangelho em todo o mundo. Por que é importante que a Igreja envie missionários a todo o mundo?

• Que bênçãos desfrutamos como membros da Igreja que outras pessoas precisam ter? (Ver atividade complementar 1.) Como podemos ajudar outras pessoas a aprender a respeito do evangelho e das bênçãos que ele nos dá?

• Que chaves do sacerdócio foram restauradas por Elias, o Profeta? (D&C 110:13–16) Diga que essas chaves são chamadas de chaves do poder selador. Dão ao profeta (e outras pessoas por ele indicadas) a autoridade de realizar no templo todas as ordenanças que permitam aos vivos e mortos serem selados como marido e mulher e como famílias. Como vocês e sua família podem ser abençoados pelas ordenanças do templo? (Ver atividade complemenar 1.) Ajude as crianças a compreenderem que todas as crianças nascidas de pais casados ou selados no templo estão automaticamente seladas a seus pais. Chamamos isso de nascer sob o convênio. As crianças não nascidas no convênio podem ser seladas aos pais no templo.

• De que modo os santos foram abençoados por seus sacrifícios para a construção do Templo de Kirtland? Como somos abençoados hoje por causa dos eventos que ocorreram no Templo de Kirtland?

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. 1.

    Para ajudar as crianças a compreenderem suas responsabilidades como membros da Igreja, de pregar o evangelho e participar das ordenanças do templo, faça uma cópia para cada criança do questionário do final da lição. Dê lápis às crianças e peça-lhes que preencham o questionário. (Se não for possível fazer uma cópia para cada criança, copie o questionário no quadro- negro e peça às crianças que o respondam juntas.) Debata as respostas em classe. (Respostas: 1-evangelho; 2-templo; 3-selado; 4-para sempre; 5- trabalho do templo; 6-eternidade.)

  2. 2.

    Peça às crianças que façam a seguinte leitura dramática para ajudá-las a compreender as chaves que foram restauradas no Templo de Kirtland. O roteiro foi escrito para oito participantes (Moisés; Elias; Elias, o Profeta; Joseph Smith e quatro narradores); divida ou combine as partes de acordo com o número de crianças de sua classe. Faça crachás identificando os participantes. Peça às crianças que leiam as falas na ordem em que aparecem (talvez fazer cópias do roteiro).

    Narrador 1: No Templo de Kirtland, alguns profetas antigos restauraram as chaves do sacerdócio e conferiram-nas a Joseph Smith e Oliver Cowdery.

    Narrador 2: Essas chaves concedem aos líderes da Igreja o poder e a autoridade de dirigir a obra missionária e a obra do templo.

    Moisés: Meu nome é Moisés. Sou um profeta de Deus.

    Narrador 3: Moisés nasceu no Egito e foi criado pela filha do faraó.

    Narrador 4: Certo dia, enquanto estava pastoreando ovelhas, Deus falou com ele de uma sarça ardente.

    Moisés: Deus ordenou-me que reunisse os filhos de Israel que estavam no Egito e os conduzisse à terra prometida.

    Joseph Smith: Sou Joseph Smith. Moisés apareceu a mim e Oliver Cowdery no Templo de Kirtland. Ele deu-nos as chaves do sacerdócio que possuía para a coligação de Israel.

    Narrador 1: Por causa da restauração das chaves da coligação, hoje milhões de pessoas estão sendo reunidas na Igreja pelos missionários.

    Narrador 2: Abraão também foi um profeta. Deus prometeu a Abraão que, por intermédio de seus filhos, todas as nações da Terra seriam abençoadas com o evangelho e o sacerdócio. Deus deu a Abraão e seus fihos a responsabilidade de levar as bênçãos do evangelho a todo o mundo.

    Narrador 3: Abraão teve um filho chamado Isaque. Isaque teve um filho chamado Jacó. Jacó teve doze filhos, cujas famílias tornaram-se as doze tribos de Israel. Todo membro da Igreja pertence a uma das tribos de Israel.

    Narrador 4: Como membros da família de Abraão, queremos ajudar todas as pessoas da Terra a serem batizadas e seladas no templo. Então, se formos fiéis, poderemos viver eternamente com nossos familiares dignos, o Pai Celestial e Jesus Cristo.

    Joseph Smith: Elias apareceu no Templo de Kirtland e deu a Oliver e a mim as chaves das bênçãos de Abraão.

    Narrador 1: Quando as pessoas se filiam à Igreja hoje em dia, podem receber as mesmas bênçãos do evangelho dadas a Abraão.

    Elias, o Profeta: Meu nome é Elias. Sou um profeta. Vivi em Israel na época do Velho Testamento.

    Narrador 2: Deus disse a Elias que tudo o que ele selasse na Terra seria também selado no céu.

    Elias, o Profeta: Fui o último profeta na Terra a possuir as chaves do poder selador do Sacerdócio de Melquisedeque antes da época de Jesus Cristo.

    Narrador 3: Por meio do poder selador, o homem e a mulher podem ser unidos como marido e mulher e as famílias podem ser seladas para esta vida e para a eternidade nos templos sagrados.

    Joseph Smith: Elias restaurou as chaves do poder selador do sacerdócio e conferiu-as a mim e a Oliver no Templo de Kirtland.

    Narrador 4: As famílias dignas viverão juntas para sempre, uma vez que essas chaves foram restauradas.

  3. 3.

    Com a aprovação da presidente da Primária, convide uma família que tenha recentemente sido selada no templo para visitar a classe e contar em três a cinco minutos como se prepararam para ir ao templo e como se sentiram ao serem selados como família.

  4. 4.

    Conte sua experiência de ter participado de uma dedicação de ter visitado um templo. (Com a aprovação da presidente da Primária, peça a alguém de sua ala ou ramo que tenha assistido à dedicação de um templo, que conte sua experiência às crianças.) Peça às crianças que contem experiências que tiveram no templo.

    Caso deseje, conte a seguinte experiência de Sylvia Cutler Webb, que quando menina esteve presente à dedicação do Templo de Kirtland:

    “Uma de minhas lembranças mais antigas é a dedicação do Templo [de Kirtland]. Meu pai sentou-nos em seu colo e disse-nos por que estávamos indo lá e o que significava dedicar uma casa a Deus. Apesar de ser muito nova na época, lembro-me claramente dessa ocasião. Posso voltar no tempo e ver Joseph, o Profeta, de pé, as mãos erguidas para o céu, a face pálida e o rosto banhado em lágrimas, discursar naquele dia memorável. Quase todos estavam chorando. A casa estava tão lotada que a maioria das crianças estavam sentadas no colo de adultos; minha irmã sentou-se com meu pai, e eu com minha mãe. Lembro-me até das roupas que estávamos usando. Era muito criança ainda para compreender plenamente o significado do que acontecia, mas com o passar do tempo, fui aos poucos percebendo, e sintome grata pelo privilégio de ter estado ali.” [Citado em Karl Ricks Anderson, Joseph Smith’s Kirtland: Eyewitness Accounts (A Kirtland de Joseph Smith: Relatos de Testemunhas Oculares) [Salt Lake City: Deseret Book Co., 1989], pp. 182–183.]

  5. 5.

    Cante ou leia a letra de “Tal Como um Facho” (Hinos, nº 2) ou “As Famílias Poderão Ser Eternas” (Hinos, nº 191)

Conclusão

Testemunho

Expresse sua gratidão ao Pai Celestial por ter restaurado as chaves do sacerdócio para a obra missionária e as ordenanças seladoras na Terra. Ajude as crianças a compreenderem que por causa dos eventos que ocorreram no Templo de Kirtland, elas e suas famílias podem tornar-se membros da Igreja e ter a oportunidade de serem seladas como família. Caso deseje, fale do que sente por ser membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e saber que sua família é selada ou pode ser selada para a eternidade.

Sugestão para Designação de Leitura

Sugira às crianças que estudem Doutrina e Convênios 110 em casa, para recapitular a lição.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversarem com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou lerem com a família a “Sugestão para Designação de Leitura”.

Convide uma criança para fazer a última oração.