O Acampamento de Sião Marcha para Missouri

Primária 5: Doutrina e Convênios, 1996


Propósito

Ajudar as crianças a compreenderem que as tribulações e os testes da fé podem fortalecer-nos, se formos fiéis e obedientes.

Preparação

  1. 1.

    Em espírito de oração, estude Doutrina e Convênios 103:1–6, 27–36, o relato histórico desta lição e Doutrina e Convênios 105:1–13, 18–23. Em seguida, estude a lição e decida como pretende usar os relatos escriturísticos e históricos para ensinar as crianças. (Ver “Preparação das Aulas”, p. vi–vii, e “Como Usar os Relatos Escriturísticos e Históricos para Ensinar as Crianças”, p. vii–xii.)

  2. 2.

    Leitura adicional: Abraão 3:24–26 e o restante de Doutrina e Convênios 103 e 105.

  3. 3.

    Escolha as perguntas do debate e atividades complementares que mais envolvam e ajudem as crianças a alcançar o propósito da lição.

  4. 4.

    Materiais Necessários:

    1. a.

      Um exemplar de Doutrina e Convênios para cada criança;

    2. b.

      Pérola de Grande Valor;

    3. c.

      Uma folha de papel e lápis para cada criança;

    4. d.

      Gravura 5-27, O Senhor Protege o Acampamento de Sião (62033 059.)

Sugestões para o Desenvolvimento da Lição

Convide uma criança para fazer a primeira oração.

Atividade Motivadora

Diga às crianças que vai lhes fazer um teste. Entregue uma folha de papel e lápis para cada criança e peça-lhes que escrevam os números de 1 a 7 em um dos lados do papel. Peça-lhes que decidam se as declarações que você vai ler são verdadeiras ou falsas, escrevendo V ou F na frente de cada número. Leia as seguintes declarações:

  1. 1.

    Joseph Smith viu o Pai Celestial e Jesus Cristo. (V)

  2. 2.

    O anjo Morôni conversou com Joseph. (V)

  3. 3.

    Joseph traduziu o Livro de Mórmon de placas de prata. (F; eram placas de ouro.)

  4. 4.

    Joseph Smith e Oliver Cowdery batizaram um ao outro depois de receberem o Sacerdócio Aarônico. (V)

  5. 5.

    O Sacerdócio de Melquisedeque foi dado a Joseph e Oliver por Abraão, Isaque e Jacó. (F; o Sacerdócio de Melquisedeque foi dado por Pedro, Tiago e João.)

  6. 6.

    A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi organizada no dia 6 de abril de 1830. (V)

  7. 7.

    Joseph Smith foi chamado por Deus para ser um profeta. (V)

Debata brevemente as respostas. Se as crianças tiverem respondido errado, corrija as respostas.

Troque idéias com as crianças sobre as provas que fazem na escola.

• Por que os professores dão provas? (Para ver se aprendemos certas informações ou se sabemos fazer certas coisas, e para ajudar-nos a saber se estamos aprendendo.)

• Que outras provas temos na vida?

Diga que uma das razões pelas quais fomos enviados à Terra foi testar nossa fé em Jesus Cristo. Estamos aqui para provar que faremos o que o Pai Celestial e Jesus Cristo esperam que façamos. (Ver Abraão 3:24–25), apesar das provações e dificuldades que enfrentamos. Às vezes não vivemos do modo que o Pai Celestial e Jesus Cristo esperam, mas podemos nos arrepender e passar a fazer o que é certo. Diga às crianças que nesta lição irão aprender a respeito do Acampamento de Sião, uma experiência que testou a fé de alguns dos primeiros membros da Igreja.

Relatos Escriturísticos e Históricos

Ensine as crianças a respeito das experiências dos santos no Acampamento de Sião, conforme descrito no seguinte relato histórico e em Doutrina e Convênios 103 e 105.

Mostre a gravura no momento adequado.

No inverno de 1833–1834, os santos do condado de Jackson, Missouri, foram perseguidos e expulsos de suas casas por uma multidão de inimigos. Os santos tinham muito pouca comida e nenhum abrigo do inverno. O governador de Missouri, Daniel Dunklin, prometeu ajudar os santos a recuperar suas terras e lares, se organizassem um grupo de homens para protegê-los das turbas. Os líderes da Igreja de Missouri então enviaram Parley P. Pratt e Lyman Wight a Kirtland para procurar auxílio e orientação do Profeta Joseph Smith. O Profeta recebeu uma revelação (D&C 103) ordenando-lhe que organizasse um grupo de homens para marchar até Missouri e ajudar os santos de lá. Esse grupo, que seria conhecido como o Acampamento de Sião, deveria levar comida, roupas e dinheiro aos santos de Missouri, a fim de ajudá-los a recuperar seus lares e terras.

O Senhor queria que o Acampamento de Sião tivesse quinhentos homens, mas se os líderes da Igreja não conseguissem fazê-lo, deveriam reunir pelo menos cem homens. (Ver D&C 103:30-34.) O recrutamento foi lento, mas quando o acampamento chegou a Missouri, contava com pouco mais de duzentos homens, sendo o mais novo com dezesseis anos e o mais velho com setenta e nove. Várias mulheres e crianças também viajaram com o acampamento. Os membros do acampamento levaram consigo vinte e cinco carroções, mas como estavam cheios de suprimentos para ajudar os santos de Missouri, os homens tiveram que fazer a maior parte do caminho a pé.

Antes da partida do Acampamento de Sião, o Profeta organizou os homens em companhias, com um capitão para cada companhia, e determinou as regras que deveriam ser seguidas. No dia 5 de maio de 1834, os homens do Acampamento de Sião iniciaram a marcha de mil e seiscentos quilômetros de Kirtland, Ohio, até Missouri. Os homens oravam juntos todas as manhãs e todas as noites, e reuniam-se aos domingos para tomar o sacramento e ouvir discursos. Realizaram treinamentos de batalha a fim de estarem preparados para enfrentar ataques das turbas. O Profeta Joseph comentou o seguinte a respeito da jornada: “Deus estava conosco, e Seus anjos seguiam adiante de nós, e a fé daquele pequeno grupo de pessoas era inabalável. Sabíamos que os anjos eram nossos companheiros, pois os vimos”. [History of the Church (História da Igreja), 2:73; ver também D&C 103:20.]

A longa marcha foi difícil, e os homens enfrentaram muitas provações. O tempo estava muito quente e úmido, e a estrada bastante acidentada. Os homens ficavam com os pés cheios de ferimentos e bolhas, que freqüentemente sangravam. Tinham dificuldade em conseguir alimentos suficientes e água potável. Freqüentemente tinham que ingerir alimentos estragados e coar a água por causa dos insetos antes de bebê-la. Por causa dessas dificuldades, houve brigas e discussões entre alguns dos homens. Alguns deles culpavam Joseph Smith pelas dificuldades.

Certa noite, houve uma discussão entre Sylvester Smith (que não era parente do Profeta) e alguns outros homens. Pediram ao Profeta que resolvesse a questão. Como Sylvester Smith e alguns dos outros homens mostraram-se extremamente rebeldes, o Profeta disse-lhes que teriam mais problemas antes de deixarem o lugar no qual estavam acampados naquele momento. Na manhã seguinte quase todos os cavalos do acampamento ficaram doentes. O Profeta disse aos homens que se eles se arrependessem e se humilhassem perante o Senhor, os cavalos ficariam curados. Os homens se arrependeram, e por volta do meio-dia todos os cavalos, exceto o de Sylvester Smith, que morreu, estavam curados.

Quando o Acampamento de Sião chegou a Missouri, Joseph Smith enviou Parley P. Pratt e Orson Hyde para a capital do estado para falar com o governador Dunklin. Quando esses dois irmãos retornaram, relataram que o governador havia mudado de idéia e recusava-se a ajudar os santos a recuperarem seus lares e propriedades. O governador sugeriu que os santos desistissem de suas propriedades no estado de Missouri e procurassem outro lugar para morar. Apesar das notícias desalentadoras, o Acampamento de Sião continou sua marcha até o condado de Jackson.

Enquanto marchavam, os membros do Acampamento de Sião foram espionados e perturbados pelas turbas de Missouri. Um dos líderes, James Campbell, jurou que “as águias e os abutres irão devorar minha carne se eu não der um jeito em Joe Smith e no seu exército (…) antes que se passem dois dias”. Campbell e seus companheiros tentaram atravessar o rio Missouri, mas seu barco afundou no meio do rio, e James Campbell e outros seis homens morreram afogados. O corpo de Campbell foi arrastado rio abaixo, e águias, abutres e outras aves e animais devoraram-lhe a carne antes que seus restos mortais fossem encontrados. [Ver History of the Church (História da Igreja), 2:99–100.]

Certa noite, o Acampamento de Sião parou junto ao rio Fishing. Enquanto os homens montavam o acampamento, cinco membros armados da turba chegaram a cavalo e os ameaçaram, dizendo que seriam atacados. Alguns dos homens do Acampamento de Sião quiseram lutar, mas Joseph Smith disse-lhes que confiassem na proteção do Senhor. Pouco depois, desabou uma terrível tempestade, com chuva e trovões que sacudiam a terra. Os relâmpagos riscavam continuamente o céu e ouviam-se trovões. A tempestade encharcou a munição, assustou-lhes os cavalos fazendo-os fugir, abriu buracos em seus chapéus e até mesmo quebrou alguns de seus rifles. A chuva elevou de tal maneira o nível do rio, que a turba não conseguiu cruzá-lo para atacar os homens do Acampamento de Sião.

Logo no início da marcha, Joseph Smith fez a seguinte admoestação ao Acampamento de Sião. Disse às pessoas do acampamento que se brigassem entre si, reclamassem e não guardassem os mandamentos do Senhor, um grande flagelo (aflição ou doença) cairia sobre o acampamento. O Profeta até mesmo previu que algumas pessoas morreriam por causa do flagelo. Disse, porém, que se as pessoas se humilhassem e se arrependessem, a maior parte do flagelo seria afastada.

Aproximadamente três semanas depois dessa profecia, uma grave enfermidade chamada cólera abateu-se sobre o acampamento. A doença acometeu tanto os que haviam sido obedientes quanto os que brigaram e reclamaram. Até mesmo o Profeta Joseph e seu irmão Hyrum ficaram doentes. Joseph e Hyrum ficaram tão enfermos que acharam que iriam morrer, e procuraram muitas vezes orar pedindo ajuda. De repente, Hyrum ergueu-se de um salto e exclamou: “Joseph, nós voltaremos para nossas famílias. Tive uma visão, na qual vi nossa mãe ajoelhada sob uma macieira; ela está neste momento pedindo a Deus, com lágrimas, que poupe nossa vida (…) O Espírito testifica que suas orações, juntamente com as nossas, serão atendidas”. [Citado em Lucy Mack Smith, History of Joseph Smith (História de Joseph Smith), p. 229.]

Depois de oito dias de doença no acampamento, Joseph reuniu-se com muitos integrantes do grupo e disse que se eles se humilhassem perante o Senhor e fizessem convênio de cumprir Seus mandamentos, a cólera desapareceria imediatamente. Os homens ergueram a mão e fizeram convênio com o Senhor, e a doença cessou. Cerca de sessenta e oito pessoas do Acampamento de Sião contraíram a doença, e quatorze pessoas morreram.

No final de junho de 1834, Joseph Smith recebeu uma revelação (D&C 105) do Senhor ordenando que os homens do Acampamento de Sião não lutassem contra a turba de Missouri. Alguns dos homens do Acampamento de Sião retornaram ao campo missionário onde estavam servindo, e alguns permaneceram em Missouri, mas a maioria voltou para casa e para junto de suas famílias. Apesar de o Acampamento de Sião não ter ajudado os santos de Missouri a recuperarem suas casas e terras, foi um importante teste da fé das pessoas envolvidas. Tiveram que aprender a seguir o Profeta Joseph Smith sem reclamar e a vencer os obstáculos que encontraram pela frente. Os homens que passaram no teste e permaneceram fiéis tornaram-se grandes líderes da Igreja: a maioria dos primeiros membros do Quórum dos Doze e do Primeiro Quórum dos Setenta foram escolhidos dentre os homens desse grupo.

Debate

Estude as perguntas e passagens das escrituras a seguir quando preparar a aula. Use as perguntas que, na sua opinião, ajudarão as crianças a compreenderem melhor as escrituras e aplicarem seus princípios na própria vida. A leitura das passagens com as crianças, na sala de aula, irá ajudá-las a ganhar maior entendimento das escrituras.

• Por que Joseph Smith organizou o Acampamento de Sião? (D&C 103:1) Qual o propósito inicial para a organização desse grupo? Quantos homens o Senhor queria que houvesse no Acampamento de Sião? (D&C 103:30) Por que o Senhor disse estar disposto a aceitar apenas cem? (Ele sabia que nem todos os homens convocados teriam o desejo de ajudar; D&C 103:31–34.)

• Quais foram alguns dos testes enfrentados pelo Acampamento de Sião? (Ver atividade complementar 1.) O que os homens fizeram para que esses problemas se abatessem sobre eles? De que maneira às vezes criamos problemas para nós mesmos? Por que as provações ocorreram tanto para os que permaneceram obedientes quanto para os que brigaram e reclamaram? Por que às vezes passamos por provações e problemas, mesmo tendo sido obedientes? (Possíveis respostas: para ajudar-nos a aprender e a crescer; para testar-nos; por causa de acidentes; porque as outras pessoas têm o livrearbítrio e podem tomar decisões erradas que nos afetam.)

• Como os membros do Acampamento de Sião souberam que o Senhor estaria cuidando deles? Como podemos saber que o Senhor cuidará de nós? Como podemos procurar a ajuda do Senhor em nossa vida?

• Por que o Acampamento de Sião não cumpriu com o que se propôs a fazer, ou seja, reaver os lares e terras dos santos de Missouri? (D&C 105:1–6) O que os santos precisam fazer antes que Sião possa ser estabelecida em Missouri? (D&C 105:9–11) Saliente que o estabelecimento de Sião em Missouri ainda é um acontecimento futuro. Isso ocorrerá pouco antes da segunda vinda do Salvador.

• Por que o Senhor fez com que esses homens passassem pela experiência do Acampamento de Sião, para depois ordenar que não lutassem contra a turba como haviam planejado? (D&C 105:19) O que significa “prova de sua fé”? Saliente que os homens do Acampamento de Sião provaram que podiam permanecer fiéis. Não reclamaram, brigaram nem perderam a paciência. Sua fé foi fortalecida e aprenderam muito sobre liderança, enquanto observavam e escutavam o Profeta.

• Como nossa fé no Pai Celestial e em Jesus Cristo é testada? Por que prova de fé vocês já passaram? Como essas provas fizeram com que se tornassem mais fortes?

• Peça a uma criança que leia Doutrina e Convênios 105:23. Que qualidades o Senhor exigia dos santos? Como ser fiel, fervoroso e humilde fortalecem-nos e ajudam-nos nas provas de nossa fé? (Ver atividade complementar 4.)

Atividades Complementares

Você pode usar uma ou mais das atividades abaixo, em qualquer momento da aula, ou como recapitulação, resumo ou desafio.

  1. 1.

    Leve um pedaço de madeira áspera e lascada e um pedaço de lixa (ou uma pedra rude e áspera e uma pedra lisa, adaptando a atividade conforme necessário).

    • Quais foram alguns dos problemas enfrentados pelos integrantes do Acampamento de Sião? (Respostas possíveis: doença, perseguição dos inimigos, brigas, mau humor, alimento estragado, água não potável e ferimentos nos pés.)

    Enquanto as crianças mencionam os problemas, passe o pedaço de madeira pela classe para que sintam sua aspereza. Compare a madeira áspera e rude com os filhos de Deus antes de serem testados por meio de provações e problemas.

    • Gostariam de usar algo (como uma colher ou lápis) feito desse pedaço de madeira? Por que não?

    • Quais são alguns dos testes que enfrentamos na vida?

    Escreva as respostas das crianças no quadro-negro.

    • Como passamos nesses testes?

    Enquanto debate os testes que enfrentamos e o modo de vencê-los, lixe a madeira até que parte dela fique lisa. Compare esse processo ao aperfeiçoamento que adquirimos ao enfrentarmos um problema e superá-lo. Ao vencermos os problemas, nossas imperfeições são “polidas” e tornamonos pessoas melhores e mais úteis ao Pai Celestial e Jesus Cristo.

    Passe o pedaço de madeira pela classe novamente, para que as crianças sintam a diferença entre a parte áspera e a lisa.

  2. 2.

    Desenhe dois grandes círculos no quadro-negro. Escreva Vida Pré-mortal em um deles e Vida na Terra no outro. Leia para as crianças Abraão 3:24–26. Diga que nosso primeiro estado foi a vida pré-mortal, nossa vida antes de nascermos aqui na Terra.

    • Como sabemos que passamos no teste da vida pré-mortal? (Mantivemos nosso primeiro estado—nascemos aqui na Terra.)

    Diga que nosso segundo estado é nossa vida aqui na Terra.

    • O que precisamos fazer para passar no teste aqui e “mostrar que [faremos] todas as coisas que o Senhor [nosso] Deus [nos] ordenar”?

    Ajude as crianças a fazerem uma lista no quadro-negro das coisas que Deus pediu que fizessem (como pagar o dízimo, freqüentar as reuniões da Igreja e amar uns aos outros). Peça a cada criança que escolha uma ou duas coisas que irá fazer durante a semana e escreva-as no verso do papel utilizado na atividade motivadora.

    Ajude as crianças a compreender que seremos testados por toda a vida. Não podemos guardar os mandamentos por apenas um dia ou uma semana e achar que passamos no teste. Por outro lado, se quebrarmos um dos mandamentos, não teremos fracassado definitivamente; se nos arrependermos e guardarmos os mandamentos a partir de então, ainda assim estaremos dignos de voltar ao Pai Celestial.

  3. 3.

    Escolha uma parte do relato histórico para ser representado pelas crianças. Você pode escrever um diálogo para as crianças ou contar a história, enquanto as crianças dramatizam o que os personagens diriam nessas circunstâncias.

  4. 4.

    Escreva no quadro e debata os princípios encontrados em Doutrina e Convênios 105:23–24 que se aplicam às crianças, como serem fiéis, fervorosas e humildes, e não se vangloriarem das coisas em que acreditamos e que fazemos. Ajude as crianças a compreenderem como o cumprimento desses princípios pode auxiliá-las nos momentos de provação. Peça às crianças que decidam o que podem fazer durante a semana para melhor cumprirem esses princípios.

  5. 5.

    Organize a classe em um “Acampamento de Sião” e troque idéias sobre o que poderiam fazer para ajudar os membros da ala ou ramo, como visitar uma viúva, participar de um projeto de limpeza da ala ou ramo, ou convidar um membro menos ativo para a Primária. Com a aprovação do líder do sacerdócio, escolha e execute um projeto de serviço.

  6. 6.

    Cante ou leia a letra de “Vou Cumprir o Plano de Deus” (Músicas para Crianças, p. 86.)

Conclusão

Testemunho

Compartilhe seus sentimentos sobre a oportunidade que tivemos de vir a esta Terra e expresse seu desejo de ser digno de, um dia, voltar a viver com o Pai Celestial e Jesus Cristo. Lembre às crianças que se forem fiéis e obedientes, mesmo nos momentos de provação e teste, mostrarão ser dignas dessa grande bênção.

Sugestão para Designação de Leitura

Sugira às crianças que estudem Doutrina e Convênios 105:1–6, 9–10 em casa, para recapitularem a lição.

Sugestão para Atividade com a Família

Incentive as crianças a conversarem com a família a respeito de uma parte específica da lição, como, por exemplo, uma história, pergunta ou atividade, ou lerem com a família a “Sugestão para Designação de Leitura”.

Convide uma criança para fazer a última oração.