Usar o Tempo Com Sabedoria

Moças – Manual 1, 1992


Objetivo

Ajudar cada aluna a compreender a importância e os benefícios de se usar o tempo com sabedoria.

Preparação

  1. 1.

    Providenciar papel e lápis para todas as alunas.

  2. 2.

    Mostrar vários aparelhos de marcar tempo, como uma ampulheta, vários tipos de relógio que marquem segundos, ou um metrônomo.

  3. 3.

    Reunir o seguinte para a lição com uso de objeto (se desejar, treine a parte da lição com uso de objeto antes do dia da aula):

    1. a.

      Um vidro ou tigela transparente.

    2. b.

      Várias pedras para encher o vidro.

    3. c.

      Aproximadamente meio litro de areia, arroz ou sal.

    4. d.

      Meio litro de água.

  4. 4.

    Preparar duas cópias da lista de Referências de Escritura (ver “Busca de Escritura Cronometrada”). Não incluir as palavras em parênteses.

  5. 5.

    Preparar um cartaz que mostre o conselho de um perito em qualidade, como descrito na lição.

  6. 6.

    Se desejar, designe algumas jovens para apresentarem histórias, escrituras ou citações.

Sugestão para o desenvolvimento da lição

Introdução

Lição com uso e objeto

Mostre vários marcadores de tempo.

Marque um despertador para que desperte depois de um minuto, e deixe-o em frente da classe.

Embora possa parecer muito tempo para ficar esperando, peça às alunas que permaneçam em silêncio por um minuto.

Debate

• Quantos minutos nós provavelmente usamos com sabedoria todos os dias? E quantos usamos sem sabedoria?

• O que podemos fazer em dez ou quinze minutos, se esse tempo for usado com sabedoria?

• Acreditam que serão responsabilizadas pelo uso do tempo?

Depois que as jovens responderem, diga-lhes que há uma coisa na qual todas as pessoas são iguais — todas têm o mesmo número de horas diárias na vida. Toda jovem é responsável pelo tempo que lhe é concedido.

Somos Responsáveis pela Maneira como Usamos o Tempo

Busca de escritura cronometrada

Diga-lhes que as escrituras nos ensinam como usar o tempo com sabedoria. Divida as alunas em dois grupos e designe uma aluna em cada grupo para fazer anotações. Entregue-lhe um lápis e a Lista de Referências de Escritura preparada anteriormente.

Lista de Referência de Escritura

  1. 1.

    Há (tempo) para todo o (propósito) (Eclesiastes 3:1).

  2. 2.

    O (coração) do sábio discernirá o (tempo e o juízo) (Eclesiastes 8:5).

  3. 3.

    Não (desperdiçarás) o teu (tempo) (D&C 60:13).

  4. 4.

    Seriam (julgados) por suas obras (…) feitas pelo (corpo físico) nos seus dias de (provação) (1 Néfi 15:32).

Dê o sinal para o início. Cada grupo deverá focalizar as referências, e a responsável pelas anotações deverá completar a lista com as palavras adequadas. Não gaste mais de três minutos. Peça às alunas que estão tomando notas que se revezem lendo as escrituras completas.

Citação

Peça a uma aluna que leia a seguinte citação do Presidnte Brigham Young:

“… queridas irmãs,… tempo é a única reserva de capital que existe na terra… e se propriamente usado, fornecer-vos-á tudo o que vos pode proporcionar comodidade, bem-estar e satisfação. Consideremo-lo assim, e não mais fiquemos de braços cruzados., perdendo tempo.” (Discursos de Brigham Young, p.214.)

O Bom Uso do Tempo Traz Bênçãos Materiais e Espirituais

Debate

• Por que usamos nosso tempo ineficientemente? (Debata esse ponto em detalhes, pedindo às meninas que citem exemplos próprios e de outras pessoas.)

Certifique-se de que os seguintes pontos sejam mencionados no debate.

Possíveis motivos para desperdício de tempo:

  1. 1.

    Falta de planejamento adequado.

  2. 2.

    Falta de visão do que precisa ser feito e o que é mais importante fazer primeiro.

  3. 3.

    Procrastinação.

  4. 4.

    Falta de organização do tempo e dos afazeres.

  5. 5.

    Não usar adequadamente os instrumentos ou equipamentos, ou os melhores métodos para realizar a tarefa.

  6. 6.

    Preencher o tempo com coisas não importantes.

Explique-lhes que o planejamento, a designação de prioridades, a organização, um começo adequado e o uso dos instrumentos e métodos certos podem tornar a vida mais produtiva e com menos frustrações. A sabedoria no uso do tempo permite à pessoa receber mais bênçãos materiais e espirituais.

Estudos de caso e debate Diga às jovens que deverão ajudar a resolver as situações que seguem, visando a resultados que proporcionem mais bênçãos materiais à protagonista de cada caso.

Estudo de caso 1

Ana, presidente de uma classe das Moças e muito ativa em sua escola, tem aulas de música e é a única filha que mora na casa dos pais. Sua vida parece estar sempre em crise, com os trabalhos da escola, atividades da Igreja, estudo de música, reuniões, cuidados com sua aparência e responsabilidades domésticas. Ela parece jamais encontrar tempo para ler as escrituras. Ás vezes pega no sono durante as orações, e freqüentemente chega atrasada às reuniões.

• Como Ana poderia ter uma vida organizada, em vez de caótica? (Ela deveria determinar quais são as coisas mais importantes e depois organizar seu tempo de modo que inclua orações, estudo diário das escrituras e outras coisas.)

Estudo de caso 2

Cristina passa horas cuidando de seus irmãozinhos pequenos depois da escola. Ela gostaria de ter mais tempo para desenvolver-se espiritualmente e treinar algumas atividades domésticas.

• Como poderia coordenar a responsabilidade de cuidar dos irmãos com seu desenvolvimento espiritual e doméstico? (Poderia ensinar seus irmãos a cantarem hinos ou contar-lhes histórias do evangelho; fazer um plano para ensinar suas irmãs mais novas a cozinhar, costurar ou fazer trabalhos manuais; ler as escrituras ou histórias das escrituras para as crianças.)

Estudo de caso 3

Lia cumpre suas obrigações para com a Igreja e é uma boa aluna, trabalha com eficiência e sempre ajuda a mãe. No tempo livre ouve música, nada, medita e sonha.

• O que acham da maneira como Lia passa seu tempo de lazer? (Ela parece realizar muitas coisas e coordenar bem seu tempo. Também devemos incluir em nossa programação tempo para descanso, relaxamento e diversão. Nem sempre o tempo não programado é perdido.)

Citação Conclusiva

Peça a uma das alunas que leia a seguinte citação:

“Estarmos simplesmente atarefados não é evidência concreta de que estamos usando o tempo sabiamente. É preciso que haja tempo para o desenvolvimento mental e espiritual, assim como para um relaxamento: tempo para adorar e tempo para agradecer por nossa capacidade de trabalho, para pensar, orar, ler, ajudar, sonhar, rir, planejar e aprender…

O tempo que usamos para aprender a respeito do Pai Celeste irá proporcionar-nos bênçãos inimagináveis todos os dias de nossa vida.” (John Longden, “Time Is of the Essence, Improvement Era, junho de 1966, pp. 511-512.)

O Bom Uso Requer Planejamento

Lição com uso de objeto

Peça às alunas que enumerem as atividades que precisam ser feitas diariamente (ir à escola, comer, dormir, fazer lição de casa e outras). Conforme essas atividades vão sendo mencionadas, ponha uma pedra representando cada uma delas num vidro ou tigela. (O recipiente representa um dia de 24 horas.) Encha o recipiente com as pedras. Pergunte às alunas que outras coisas precisam fazer todos os dias (ir e voltar da escola, arrumar a cama, vestir-se, tomar banho, arrumar o quarto, cuidar de animais domésticos, orar, estudar as escrituras, preparar roupas, estudar música, freqüentar as reuniões da Igreja e outras). Á medida que essas outras atividades vão sendo mencionadas, acrescente areia, arroz ou sal ao recipiente cheio de pedras, até que pareça estar completamente cheio. (A areia representa essas outras atividades.) Diga que a vida das alunas é tão cheia como esse recipiente parece estar. Então adicione água, explicando que mesmo durante um dia aparentemente preenchido, ainda há tempo para meditação, recreação e outras atividades edificantes. (A água representa essas atividades.) Todos nós devemos fazer um esforço para atingir o equilíbrio no uso de nosso tempo. É necessário um planejamento cuidadoso para realizarmos tudo o que precisamos e desejamos.

História

“Certa vez um perito em qualidade aproximou-se do presidente de uma grande companhia de aço e fez uma apresentação dos serviços de sua firma. O presidente respondeu: ‘Negativo. Ainda não estou dirigindo esta companhia segundo todos os conhecimentos que tenho. Precisamos é de ação, não de mais conhecimento. Se conseguir que façamos tudo o que sabemos que devemos fazer, eu lhe pagarei o que quiser.’

‘Ótimo’, respondeu o consultor. ‘Em poucos minutos posso mostrar-lhe como aumentar sua produção em cinqüenta por cento. Primeiramente escreva numa folha de papel as seis coisas mais importantes que tem de fazer amanhã. Segundo, coloque-as em ordem de importância. Terceiro, amanhã, antes de qualquer coisa, consulte a lista e comece a trabalhar no primeiro item. Quando terminar, ataque o item dois e depois o três. Prossiga assim até o final do expediente. Não se preocupe em terminar apenas dois ou três itens, ou até mesmo um, pois estará trabalhando no que é mais importante. Quarto, use os cinco últimos minutos de cada dia de trabalho para preparar uma lista do que é necessário fazer no dia seguinte’.

Pelo que se sabe, o presidente pagou 25.000 dólares ao consultor, sendo mil dólares para cada um dos vinte e cinco minutos que durou a consulta.” (Programa de Aperfeiçoamento Didático, Série 2, Curso em Serviço, Manual do Aluno, p. 40.)

Mostre o cartaz, enumerando os conselhos do consultor.

Conselhos do Perito em Qualidade

  1. 1.

    Escreva as tarefas mais importantes a serem realizadas.

  2. 2.

    Numere-as na ordem de importância.

  3. 3.

    Comece a executar a tarefa número um pela manhã.

  4. 4.

    Quando terminar a número um, passe para a número dois e assim por diante.

  5. 5.

    No final do dia, faça uma nova lista para ser usada no dia seguinte.

• Como o Pai Celestial pode ser envolvido neste plano? (Pedindo-lhe ajuda no uso do tempo e na determinação de prioridades.)

Atividade escrita

Distribua lápis e papel a todas as alunas. Peça-lhes que dividam a folha em três colunas, intitulando a primeira “Preciso Fazer”, a segunda “Deveria Fazer” e a terceira “Gostaria de Fazer”. Diga-lhes que coloquem na coluna “Preciso Fazer”, as coisas que têm de ser feitas amanhã; sob o título “Deveria Fazer”, as coisas que devem fazer; e na coluna “Gostaria de Fazer”, as coisas que seriam agradáveis de fazer. Estas são semelhantes às coisas identificadas na lição com uso de objeto, com as pedras, areia e água. Diga às jovens que enumerem os itens das duas últimas colunas em ordem de importância, uma vez que são atividades que podem controlar.

Aplicação da Lição

Sugira às alunas que analisem atentamente a importância dos itens que anotaram e como poderão usar seu tempo com eficiência para executar as tarefas mais importantes das últimas duas colunas. Diga-lhes que sigam os conselhos do consultor durante duas semanas. Dentro de duas semanas dê-lhes tempo para que relatem suas experiências.

Incentive as alunas a se ajoelharem e orarem ao Senhor todas as manhãs. Poderiam conversar com ele sobre seus deveres e prioridades do dia, pedir ajuda e inspiração para realizá-los, e relatar os resultados à noite.

Atividades Sugeridas

Com a aprovação do bispo ou do presidente do ramo, convidar uma pessoa qualificada (por exemplo, um estudante universitário, uma jovem mãe ou outro membro da ala que seja especialmente organizado), para fazer sugestões sobre como tornar o uso do tempo mais eficiente.