É tarde, a noite logo vem


96

É tarde, a noite logo vem

Reverente

Hinos

É tade a noite logo vem
O dia declinou!
A sombra vespertina além,
Nos vales já tombou.
Em minha casa vem ficar:
Habita no meu lar.


Ó Salvador, vem ao meu lar!
Comigo vem morar.
Ó Salvador, vem ao meu lar!
Comigo vem morar.


É tarde a noite logo vem
Meu triste coração
Anseia por estar também
Contigo em comunhão.
Oh! vem, minh'alma consolar:
Habita no meu lar.


Ó Salvador, vem ao meu lar!
Comigo vem morar.
Ó Salvador, vem ao meu lar!
Comigo vem morar.


É tarde a noite logo vem
Há sombras pelo ar;
Desejo encontrar alguém
Que paz me saiba dar
Oh! vem, as trevas afastar:
Habita no meu lar.


Ó Salvador, vem ao meu lar!
Comigo vem morar.
Ó Salvador, vem ao meu lar!
Comigo vem morar.


Texto: Lowrie M. Hofford

Música: Harrison Millard, 1830-1895