Bela Sião


25

Bela Sião

Com leveza

Hinos

Bela Sião celestial,
Bela cidade divinal!
Portas tão brancas, triunfais,
Templo de bênçãos eternais!
Cristo nos deu a salvação;
Abrindo as portas de Sião.


Belas portas, brancas portas, lindas portas!
Belas portas de Sião.


Belo lugar de paz e luz,
Doce refúgio de Jesus!
Lindas estrofes de louvor,
Preces ardentes ao Senhor!
Que nos promete exaltação,
Abrindo as portas de Sião.


Belas portas, brancas portas, lindas portas!
Belas portas de Sião.


Belas coroas a luzir,
Altas palmeiras a fremir!
Roupas formosas vão usar
Os que com Cristo irão morar.
Diante de nós, feliz visão,
Abrem-se as portas de Sião.


Belas portas, brancas portas, lindas portas!
Belas portas de Sião.


Texto: George Gill, 1820-1880

Música: Joseph G. Fones, 1828-1906