Ouvi os sinos do Natal


125

Ouvi os sinos do Natal

Meditativo

Hinos

Ouvi os sinos do Natal
Em tom alegre triunfal
Seu repicar a proclamar:
“Que entre os homens haja paz.”


Naquele dia então pensei
Que em toda parte, em toda grei,
Quem é cristão canta o refrão:
“Que entre os homens haja paz.”


Angustiado me prostrei
Pois paz na terra não achei,
Só desamor e ódio e dor
Pois entre os homens não há paz.


Mais forte o sino então soou
Dizendo: “Deus não nos deixou.
Vencendo o mal, ele, ao final
Fará que os homens tenham paz.


Os povos hão de se amar
E a noite em dia transformar
E entoarão feliz canção
E a terra toda terá paz.


Texto: Henry Wadsworth Longfellow, 1807–1882

Música: John Baptiste Calkin, 1827–1905