Ó Deus, Senhor eterno


98

Ó Deus, Senhor eterno

Com reverência

Hinos

Ó Deus, Senhor eterno,
Do céu supremo Rei
Socorre os teus filhos,
Que são a tua grei.
Que tenham tuas bençãos
Ao receber o pão
Que tenham tuas graças,
Que tenham teu perdão.


Afim de conceder-nos
O dom da redenção
Tu dás, Senhor clemente,
Ao pecador perdão.
Que possam teus emblemas
Ligar-nos em união
Teu grande amor se abriga
Em cada coração.


Assim, sejamos gratos
Ao Filho que baixou
E que, com o seu sangue,
Do mal nos resgatou.
De carne revestido,
Jesus a nós desceu;
A taça do martírio
Por nós Jesus bebeu.


Oh! que sabedoria
No plano divinal!
Que salvação perfeita
Concede ao mortal.
Sigamos, pois, os passos
Do nosso Mestre e Rei
Humildes e contritos
Cumprindo sua lei.


Texto: William W. Phelps, 1792-1872. Incluído no primeiro hinário SUD, 1835

Música: Felix Mendelssohn, 1809-1847