Saber e Compreender

 

Mensagem da Presidência da Área

Elder José A. Teixeira, Portugal
Presidente da Área de Europa

 


Já alguma vez foi confrontado com a pergunta: “Como posso fortalecer o meu testemunho?”, ou já ouviu nalguma aula da Igreja a advertência: “Precisamos nutrir o nosso testemunho para permanecermos fortes”?

Obter um testemunho e mantê-lo como uma testemunha viva do que sabemos ser verdade é de vital importância para o nosso crescimento espiritual durante esta jornada na mortalidade. Deste modo, precisamos entender o que é um testemunho, como obtê-lo e o que devemos fazer para o nutrir e fortalecer.

Comecemos por buscar uma compreensão mais profunda do que é um testemunho. O Elder Dallin H. Oaks declarou: “Um testemunho do evangelho é um testemunho pessoal dado às nossas almas pelo Espírito Santo de que certos factos de significado eterno são verdadeiros e os quais reconhecemos como verdadeiros.” 1

A base de um testemunho é o conhecimento de que o Pai Celestial vive e ama os Seus filhos, que Jesus Cristo vive, que Ele é o Filho de Deus, e que Ele realizou a Expiação infinita, que Joseph Smith é o profeta de Deus que foi chamado para restaurar o evangelho; que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a verdadeira Igreja do Salvador sobre a terra, e que a Igreja é liderada por um profeta vivo atualmente. Com esta base, um testemunho cresce de modo a englobar todos os princípios do evangelho.

O Guia para Estudo das Escrituras define o conhecimento como o “entendimento e compreensão, especialmente da verdade, conforme ensinada ou confirmada pelo Espírito.” 2 Quando afirmamos saber que algo é verdadeiro acerca do evangelho, estamos na realidade a dizer que sentimos que é verdade. Não podemos saber que algo é verdadeiro sem que sintamos nos nossos corações que é verdade!

O Guia para Estudo das Escrituras também nos diz que a compreensão significa “obter conhecimento ou perceber o significado de uma verdade, inclusive a sua aplicação à vida.” 3 Para entender ou compreender as coisas que sentimos serem verdadeiras, devemos vivê-las e colocá-las em prática na nossa vida. Só então o nosso conhecimento pode tornar-se pleno e completo.

A título de exemplo, eu posso saber que a lei do dízimo é um princípio verdadeiro e uma lei divina do nosso Pai Celestial. Esse conhecimento pode vir por meio da leitura, da meditação e da oração acerca do princípio do dízimo ou por ouvir alguém ensinar acerca do dízimo e receber uma confirmação da sua veracidade pelo Espírito Santo. Mas se eu nunca pagar o dízimo, depois de ter tido esse testemunho, até que ponto posso dizer que eu realmente compreendo o que é o dízimo?

Um testemunho de uma lei ou de um princípio do evangelho é uma declaração tanto do conhecimento que nos é revelado por meio do Espírito Santo como uma compreensão que alcançamos desse mesmo conhecimento quando aplicamos essa lei ou princípio na nossa vida diária.

Uma das melhores formas de podemos cultivar e fortalecer o nosso testemunho é por meio da frequência ao templo. O templo representa para nós, como membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, um símbolo da nossa fé e testemunho. Não há melhor forma de aumentar tanto o nosso conhecimento como a nossa compreensão do evangelho do que por meio da frequência ao templo. Aquilo que devemos fazer para nos qualificarmos para entrar na casa do Senhor e aquilo que aprendemos lá, nutrem e fortalecem o nosso testemunho continuamente.

Fomos abençoados com muitos templos na nossa área. Façamos do templo um símbolo da nossa devoção, participando nele sempre que pudermos. Ao fazermos isto, vamos continuar a obter o conhecimento e a compreensão que fortalecerá o nosso testemunho e preencherá as nossas vidas com paz e alegria.

 

Dallin H. Oaks, “Testimony,” Ensign, Maio 2008, 26.

2 Guia para Estudo das Escrituras, “Conhecimento,” scriptures.lds.org.

3 Guia para Estudo das Escrituras, “Compreensão,” scriptures.lds.org.