• Home
  • Concurso de Vídeos
  • Tornar Sua Experiência no Templo Mais Sagrada

Tornar Sua Experiência no Templo Mais Sagrada


Veja ao convite do Élder Richard G. Scott de preparar nomes da família para o templo.

Uma carta da Primeira Presidência datada de 8 de outubro de 2012, incentiva os membros a realizar as ordenanças essenciais por seus próprios antepassados quando forem ao templo. O Élder Richard G. Scott, do Quórum dos Doze Apóstolos deu mais informações sobre esse assunto durante seu discurso na Conferência Geral de outubro de 2012.

Abaixo está a orientação da Primeira Presidência seguida de explicação adicional do Élder Scott e links para recursos úteis.

1

Quando os membros da Igreja encontram os nomes de seus antepassados e levam esses nomes ao templo para a realização das ordenanças, a experiência no templo é grandemente enriquecida.

“Todo trabalho que vocês fazem no templo é um tempo bem utilizado, mas o recebimento das ordenanças vicárias por um de seus próprios antepassados tornará o tempo despendido no templo ainda mais sagrado, e bênçãos ainda maiores serão recebidas. A Primeira Presidência declarou: “Nossa obrigação mais preeminente é a de buscar e identificar nossos próprios antepassados” (carta da Primeira Presidência, 29 de fevereiro de 2012), disse o Élder Scott.

Descubra por que foi pedido que preparássemos nomes de nossa própria família para levar ao templo.

2

Os membros que têm capacidade limitada de realizar sua pesquisa de história da família são incentivados a realizar as ordenanças vicárias para os nomes fornecidos por outros membros ou pelo templo.

“O trabalho do templo e de história da família é um único trabalho dividido em duas partes. (…) Alguns membros talvez não sejam capazes de fazer as duas coisas”, disse o Élder Scott.

Planeje sua próxima visita ao templo.

3

Incentivamos especialmente os jovens e os jovens adultos solteiros a usar os nomes de seus antepassados ou de antepassados dos membros de sua ala e estaca para o trabalho do templo.

“Será que vocês, jovens, querem um modo seguro de eliminar a influência do adversário em sua vida?  Dediquem-se à pesquisa de seus antepassados, preparem o nome deles para as ordenanças vicárias que podem ser realizadas no templo, e depois vão ao templo para servir de procuradores, a fim de que eles recebam as ordenanças do batismo e do dom do Espírito Santo. Quando ficarem mais velhos, poderão participar do recebimento de outras ordenanças também. Não conheço nenhuma proteção maior contra a influência do adversário em sua vida”, disse o Élder Scott.

Aprenda a preparar um nome da família para o templo.

4

Os líderes do sacerdócio devem garantir que os jovens e suas respectivas famílias aprendam a doutrina de voltar o coração a seus pais e para as bênçãos da frequência ao templo.

“O profeta Elias comissionou as chaves do trabalho vicário a Joseph Smith, no Templo de Kirtland, para cumprir a promessa do Senhor de que 'ele [plantaria] no coração dos filhos as promessas feitas aos pais, e o coração dos filhos [voltar-se-ia] para seus pais'. Por meio de outras revelações dadas a Joseph Smith e aos profetas subsequentes, compreendeu-se e foram tomadas providências para a realização do trabalho do templo e de história da família que o sustém. Todo profeta desde Joseph Smith salientou a necessidade premente de prover todas as ordenanças para nós mesmos e para nossos antepassados falecidos”, disse o Élder Scott.

Encontre recursos para os líderes para ajudar os jovens e a família deles a aprender as doutrinas do trabalho do templo e da história da família.

5

Alguns membros da Igreja têm um grande número de nomes de familiares reservados para que eles mesmos realizem o trabalho do templo. Incentivamos esses membros a liberar esses nomes em tempo hábil para que as ordenanças necessárias sejam realizadas.

“Muitos santos fiéis fizeram o trabalho de pesquisa de sua linhagem familiar e estão usando o recurso de reserva do FamilySearch para realizar as ordenanças por seus próprios familiares, servindo como procuradores. A intenção da reserva de nomes é permitir um período de tempo razoável para que as pessoas realizem as ordenanças por antepassados e pessoas das linhagens colaterais. Atualmente, há aproximadamente doze milhões de nomes e milhões de ordenanças correspondentes que estão reservadas. Muitos nomes estão reservados há anos. Os antepassados que foram encontrados, sem dúvida, estão ansiosos e emocionados por seus nomes terem sido liberados para as ordenanças. No entanto, talvez não estejam muito felizes por terem de continuar a esperar que suas ordenanças sejam realizadas.

Incentivamos vocês que têm uma grande reserva de nomes que os compartilhem para que seus parentes ou membros da ala e da estaca possam ajudá-los a terminar esse trabalho. Vocês podem fazer isso distribuindo cartões do templo para membros da ala e da estaca que estejam dispostos a ajudar ou usando o sistema computadorizado FamilySearch para enviar os nomes diretamente ao templo”, disse o Élder Scott.