Reconheça e Desenvolva Seus Dons Espirituais, Aconselha o Élder Hales

O Élder Robert D. Hales do Quórum dos Doze Apóstolos diz que todos recebemos dons espirituais, e que aprendemos nas escrituras a exercitar e magnificar esses dons. 

Nas escrituras somos ensinados sobre os dons espirituais que Senhor deu a Seus filhos e sobre nossa responsabilidade de desenvolver esses dons. O Élder Robert D. Hales do Quórum dos Doze Apóstolos diz: “Durante nosso tempo aqui na Terra, recebemos o encargo de desenvolver os dons naturais e as habilidades com as quais o Pai Celestial nos abençoou (…) Ao exercitarmos e magnificarmos esses dons, seremos capazes de cumprir os chamados e as responsabilidades que recebermos em nossa vida”.

Como reconhecemos e desenvolvemos os dons que recebemos? Por que esses dons são dados? O Élder Hales responde a essas perguntas.

Reconhecer os Dons

“Para descobrir os dons que recebemos, precisamos orar e jejuar. Com frequência, nossa bênção patriarcal nos diz os dons que recebemos e declara a promessa dos dons que podemos receber depois de buscá-los”, diz o Élder Hales. A fim de ter acesso a nossos dons, precisamos viver “em harmonia com os princípios do evangelho”.

Dons Espirituais


Encontre uma lista de dons espirituais em Morôni 10:8–17 e I Coríntios 12:4–10.

Precisamos distinguir entre os verdadeiros dons espirituais e as imitações, advertiu ele. Os verdadeiros dons espirituais são “dados em benefício daqueles que amam a Deus e guardam Seus mandamentos”.

Não devemos esperar que os dons sejam manifestados de modo dramático, embora isso possa acontecer. Por exemplo, quando usamos o dom do discernimento, as respostas as nossas orações com frequência virão “depois de um grande período de tempo com uma solução quase natural na qual as pessoas possam agir de acordo com os sentimentos de seu coração — o qual lhes traz paz e consolo — em vez de ser por meio de uma revelação dramática”.

Magnificar os Dons

“A lei da colheita é simplesmente que não recebemos nada na vida sem esforço”, diz o Élder Hales. Ele conta a história sobre seu comentário a um tradutor sobre a felicidade do tradutor em ter o dom de línguas. O tradutor responde: “Meu dom de línguas foi recebido após milhares de horas de estudo e depois de sobrepujar muitos momentos de fracasso e desânimo”. O Élder Hales ressalta que o desenvolvimento dos dons não é um empreendimento fácil — a fim de tirar todo o proveito dos dons que recebemos, precisamos fazer o esforço correspondente.

Precisamos “trabalhar juntos para usar e desenvolver os dons do Espírito”, e “ensinar uns aos outros a buscá-los”, diz ele, explicando que “os dons dados a uma pessoa são dados não apenas para aquele que o recebe, mas também para aqueles que podem ser beneficiados quando o dom é compartilhado com outras pessoas”.

O Propósito dos Dons

“Os dons do Espírito podem guiar-nos e enriquecer nossa vida”, diz o Élder Hales. “Eles podem fortalecer-nos espiritual e temporalmente. Eles podem ajudar-nos a abençoar a vida de outras pessoas. E o mais importante, eles podem trazer-nos consolo em tempos difíceis. Eles podem ajudar-nos a magnificar nossos chamados. Podem ajudar a guiar-nos em nossos relacionamentos. Podem ajudar-nos a evitar sermos enganados (…)

“Deus nos deu os dons do Espírito para permitir que nos aproximemos mais de Seu círculo de amor. Ele deseja que recebamos esses dons do Espírito e os magnifiquemos e permitamos que eles cresçam em nós (…) Ao fazermos isso, nossa fé Nele vai crescer e nosso verdadeiro destino será alcançado, que é retornar a Sua presença como Seus valentes filhos e filhas”.

Leia essas mensagens completas do Élder Hales: “Dons do Espírito,”(Gifts of the Spirit, Ensign, fevereiro de 2002, p.12) “Toda Boa Dádiva.” A Liahona, dezembro de 1984.