David A. Bednar

Quórum dos Doze Apóstolos

O Élder Bednar com frequência discute as perguntas que lhe são feitas por seus alunos, usando as escrituras e o Espírito para orientá-los a encontrar, por si mesmos, as respostas.

Em seu primeiro discurso de conferência como membro do Quórum dos Doze Apóstolos, o Élder David Allan Bednar ensinou doutrinas das escrituras e prestou seu testemunho pessoal do Salvador. Suas palavras deixaram claro de onde vem a calma ousadia com que faz a obra do Senhor e sua capacidade notável de liderar os outros. Ele disse que, por meio da graça do Senhor, da fé e da Expiação de Jesus Cristo e do arrependimento de nossos pecados, podemos receber forças e auxílio para realizar boas obras que estariam além de nossa capacidade. “Na força do Senhor podemos fazer, perseverar e vencer todas as coisas.” 

Fiel e Destemido

Os três filhos de Élder Bednar, já crescidos, descrevem a influência do pai.

Diz Michael: “Parece que a fé expulsou o medo, no caso do meu pai. Ele está sempre otimista. Não importa o que dê errado, ele sempre diz, ‘Tudo vai dar certo’. Quando as coisas estavam difíceis na minha missão, ele me disse que, se eu trabalhasse muito, teria sucesso; e, quando tive sucesso, disse-me que me lembrasse de que ele foi concedido por Deus, que não fora eu quem o conseguira”.

Como adolescente, Élder Bednar foi profundamente influenciado para o bem pelo exemplo de seus pais e por experiências positivas no início de sua vida familiar.

Eric descreve o exemplo do pai: “Ele sempre procura as fontes reais: as palavras dos profetas e as escrituras. Ele é ousado, mas escuta. Faz perguntas inspiradas e, depois, escuta a resposta, e depois, faz outra pergunta inspirada. Uma vez, quando eu tinha uns 14 anos, ele fez comigo uma entrevista que parecia uma entrevista para o templo. Perguntou-me se eu apoiava o Presidente Ezra Taft Benson. Eu disse que sim. Aí, depois de uma pausa, perguntou: ‘O que você leu recentemente das coisas que o Presidente Benson disse?’” As lições dessas perguntas inspiradas e de outras semelhantes ainda ensinam Eric e seus irmãos.

Jeffrey, o mais novo, diz: “Desde que eu era pequeno, papai me ensinou a fazer metas e ter fé”. Jeff também diz: “Quero que as pessoas saibam que ele é um homem comum, que pode fazer coisas extraordinárias por causa da força do Senhor. Ele é uma testemunha viva de que a Expiação tem o poder de aumentar nossa capacidade”.

A Irmã Bednar diz o seguinte a respeito do marido: “Quem o conhece bem diria que ele é durão, mas terno. Ele é competente e compassivo. É cheio de iniciativa e energia, mas tem discernimento; tem fé e destemor; Possui grande capacidade de liderança e sabedoria para seguir outras pessoas”.

David A. Bednar jogou como zagueiro de sua equipe de futebol americano da escola secundária, no norte da Califórnia. Como muitos outros da sua idade, ele gostava muito de esportes e apreciava as competições atléticas.

Influência Familiar

Assim como aconteceu com os filhos, a família do Élder Bednar o influenciou muito quando ele era pequeno. Ele nasceu em 15 de junho de 1952, em Oakland, Califórnia. A mãe, Lavina Whitney, era descendente dos pioneiros e fiel à Igreja. O Élder Bednar tem uma palavra para descrever a ela e sua fé: “firmes”. O pai, Anthony George Bednar, era bom ferramenteiro e preparador de moldes. Ele não era membro da Igreja, mas sempre ia à Igreja com o filho, ajudava nas reuniões e deu apoio quando chegou a hora de David ir para o campo missionário na Alemanha. Anos depois de o Élder Bednar terminar a missão, ele batizou, confirmou e ordenou seu pai. 

Depois da missão, voltou para a Universidade Brigham Young e conheceu Susan Kae Robinson, que fora criada numa cidadezinha chamada Afton, no Wyoming. Ela era de uma família de membros da Igreja dedicados e de líderes da comunidade. O pai foi presidente de um banco e serviu como bispo. David e Susan casaram-se no Templo de Salt Lake, em 1975.

Um Estudante das Escrituras

O Élder Bednar bacharelou-se em 1976 e recebeu o mestrado em 1977, na BYU. Ele doutorou-se em 1980 pela Universidade de Purdue e passou a integrar o corpo docente de administração de empresas da Universidade de Arkansas, em Fayetteville. Foi chamado para conselheiro da presidência da estaca em 1982, aos 30 anos. Serviu também como bispo, presidente da estaca Fort Smith Arkansas, presidente da Estaca Rogers Arkansas, depois como representante regional e, posteriormente, como Setenta-Autoridade de Área.

Élder Bednar fala em uma conferência de imprensa, apos seu chamado como Apóstolo, em outubro de 2004.

Durante todo o tempo em que serviu no sacerdócio, ficou clara a confiança que tem nas escrituras e que ele ensina o quanto elas são importantes. Élder Bednar relembra: “Durante meu treinamento antes da missão, fomos à sala de assembleias solenes, no Templo de Salt Lake. O Presidente Harold B. Lee estava presente, para responder às perguntas de uns 300 missionários. Ele ficou ali, de pé, em seu terno branco, segurando as suas escrituras de capa branca. Tirava a resposta de todas as perguntas das escrituras, ou então dizia: ‘Não sei’. Sentado, ali, pensei que nunca conseguiria conhecer as escrituras como ele, mas adotei o objetivo de usá-las para ensinar do jeito que vi o Presidente Harold B. Lee ensinar. Esse desejo foi o que deu início ao meu estudo das escrituras.”

Como líder, ele tem tentado incentivar esse desejo em outros. Ele se lembra de uma ocasião, em 1987, quando era bispo em Fayetteville, Arkansas. Ele disse: “Fui à Primária um domingo. Tinha sido convidado. Decidi usar suspensórios vermelhos; Achei que os usaria como auxílio para ensinar algo. Então, entrei na sala da Primária, tirei o paletó e disse: ‘Crianças, o bispo está usando suspensórios vermelhos. De que forma as escrituras são parecidas com os meus suspensórios vermelhos?’ Um menininho levantou a mão e disse: ‘As escrituras seguram a sua fé em Jesus do mesmo jeito que os suspensórios seguram a sua calça’ Eu disse: ‘Exato, está certo.’”

Élder Bednar saúda os membros em Cebu, uma ilha do sul das Filipinas, depois de uma reunião.

Presidir durante Mudança

Em 1997, David A. Bednar foi indicado para reitor do Ricks College, [faculdade Ricks], em Rexburg, Idaho. Na época, era a maior faculdade particular de graduação em 2 anos dos Estados Unidos, com mais de 8.500 alunos. Em sua primeira reunião com o corpo docente e os funcionários, disse: “Nunca fui reitor antes, desconheço a função, mas entendo um pouco de ensino e espero que esse alicerce seja pelo menos um começo”. 

Quando Ricks passou de uma faculdade de graduação em 2 anos a uma instituição de quatro anos, conhecida como Brigham Young University — Idaho, o Reitor Bednar desempenhou um grande papel no estabelecimento do campus como um centro para a educação inovadora, ao mesmo tempo que edificava em seu meio a fé no Senhor Jesus Cristo. Estabeleceu um exemplo para todos os alunos, trazendo sempre as escrituras aos devocionais e pedindo-lhes que fizessem o mesmo.

Élder e Irmã Bednar

Élder e Irmã Bednar acenam à congregação, depois de uma sessão da conferência geral.

Força no Senhor

A fé possuída pelo Élder Bednar no poder que advém da Expiação deu-lhe confiança de que receberá forças além de sua capacidade natural para realizar o que quer que o Senhor o chame para fazer. Essa fé levou-o a estender essa confiança àqueles a quem ele ensina e lidera. Devido a essa fé no que é possível para eles e para os outros, ele gera um otimismo contagiante e uma energia gerada no conhecimento de que, “com Deus, todas as coisas são possíveis” (Mateus 19:26, Marcos 10:27).

A grande capacidade de Élder Bednar para elevar as outras pessoas e sua coragem para fazer o que quer que o Senhor lhe pedir, advém de seu testemunho de Jesus Cristo. A oração, o estudo das escrituras e a obediência prepararam-no para seu chamado como um Apóstolo, uma testemunha especial do Salvador. Sua vida evidencia de que aquilo que disse ao término de seu primeiro discurso, na conferência geral, continua sendo verdade: “Irei aonde o Senhor e os líderes da Igreja quiserem que eu vá, farei o que eles quiserem que eu faça, ensinarei o que eles quiserem que eu ensine, e me esforçarei para tornar-me o que devo e preciso me tornar. “Na força do Senhor e por meio de Sua graça, sei que vocês e eu podemos ser abençoados para cumprir todas as coisas.” 

O Quórum dos Doze Apóstolos

O Quórum dos Doze Apóstolos (abaixo).

Leia a biografia oficial