As barras de menu do LDS.org mudaram. Saiba mais.
Pular para a Navegação Principal

Era Estrangeiro

“Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.” Mateus 25:35–36

duas mulheres se abraçando

O Convite do Salvador para Fazer a Diferença

Em um mundo em constante mudança e comoção, muitas vezes podemos nos sentir como estrangeiros. Vemos angústia, tragédia e sofrimento por todos os lados. Vivemos numa época de incertezas e agitação. Muitas pessoas vivem com medo de um futuro desconhecido. Qual pode ser o nosso papel como mulheres nos últimos dias para preparar a Terra para a vinda de Cristo? O que podemos fazer para ajudar, amar, nutrir e ministrar como Ele nos convidou a fazer?

Todas nós somos convidadas, como mulheres e moças, a abrir nossos olhos e nosso coração para identificar aqueles entre nós que se sentem sozinhos, com temores ou incertezas, para que não sejamos mais estrangeiros (ver Mateus 25:35–36; Efésios 2:19). Somos convidadas a compartilhar nosso amor, nossa confiança no Senhor Jesus Cristo e nossas habilidades para fortalecer as outras pessoas e amá-las como o Salvador gostaria que fizéssemos. Isso não é um programa; é quem nós somos.

Como mulheres, por meio de nossa natureza divina, podemos ser uma luz em um mundo tenebroso. Podemos dar esperança, amor e cuidado àqueles ao nosso redor. Não nos é pedido que “corra[mos] mais rapidamente do que [nossas] forças [nos] permitam” (Mosias 4:27). Embora possamos trabalhar juntas, não nos é pedido que organizemos grandes esforços. Em vez disso, devemos buscar a revelação pessoal sobre quem o Senhor gostaria que fortalecêssemos e amássemos como indivíduos e como famílias. O Salvador nos convida a participar de um ministério pessoal de amor e a relembrar Suas palavras: “Quando o fizestes a um destes meus pequeninos…, a mim o fizestes” (Mateus 25:40).

Missão qual dos anjos a nós hoje é dada;
E, sendo mulheres, é nosso esse dom:
Servir com ternura na obra sagrada,
Fazendo o que é nobre, amável e bom.
(“Irmãs em Sião”, Hinos, nº 200.)

“Um dos princípios fundamentais do evangelho restaurado de Jesus Cristo é ‘[repartir] vossos bens com os pobres, cada um de acordo com o que possui, (…) aliviando-lhes os sofrimentos, tanto espiritual como materialmente, conforme as carências deles’ (Mosias 4:26).

(…) A ação ‘Era Estrangeiro’ dá às irmãs uma forma de servir individualmente, em família e nas organizações, bem como de oferecer amizade, orientação e outros serviços cristãos aos refugiados em nosso meio. (…)

As irmãs podem participar dessa iniciativa de acordo com o tempo e as condições disponíveis, com a certeza de que não é esperado que se ‘corra mais rapidamente do que suas forças [a] permitam” e de que “todas as coisas devem ser feitas em ordem’ (Mosias 4:27).”

Leia a mensagem completa da Primeira Presidência.

Recursos Adicionais

Thomas S. Monson, “Amor: A Essência do Evangelho”A Liahona, maio de 2014, p. 91

Henry B. Eyring, “A Cuidadora”A Liahona, novembro de 2012, p. 121

Dieter F. Uchtdorf, “Vós Sois Minhas Mãos”A Liahona, maio de 2010, p. 68

“A ação de socorro intitulada ‘Era Estrangeiro’ centraliza-se em prestar serviço aos refugiados em nosso bairro e em nossa comunidade locais. É apenas uma das diversas maneiras pelas quais as mulheres da Sociedade de Socorro, as jovens das Moças e as meninas da Primária podem ajudar e abençoar os necessitados (ver Mateus 25:35Levítico 19:34).”

Leia a carta completa das presidentes gerais das auxiliares.

Recursos Adicionais

Linda K. Burton, “Era Estrangeiro”, A Liahona, maio de 2016

Bonnie L. Oscarson, “Irmandade: Oh, Como Precisamos Umas das Outras”, A Liahona, maio de 2014, p. 119

Rosemary M. Wixom, “Descobrir a Divindade Dentro de Nós”, A Liahona, novembro de 2015, p. 6

Diretrizes para o Líder Local

Ao buscar em oração a orientação do Espírito, você será guiada a encontrar oportunidades para servir, de acordo com suas circunstâncias individuais e familiares.

Identifique em sua vizinhança, em sua escola, em seu local de trabalho e em outros lugares que você frequenta aqueles que podem precisar de seu auxílio e amor. Oportunidades para oferecer auxílio eficaz a refugiados geralmente também estão disponíveis em organizações locais civis, comunitárias ou religiosas.

À medida que você descobrir maneiras de fazer a diferença em sua região, compartilhe-as com as presidências gerais das auxiliares para que elas possam compartilhá-las com outras irmãs.

Compartilhar Minha Experiência (via E-mail)
IWasAStranger@ldschurch.org


Ministrar “Um a Um”

“Estamos cercados de pessoas que necessitam de nossa atenção, nosso incentivo, nosso apoio, nosso consolo e nossa bondade. [Somos as] mãos do Senhor aqui na Terra, com o encargo de servir e edificar Seus filhos. Ele precisa de cada um de nós”.

Thomas S. Monson, “O Que Fiz Hoje por Alguém?”, A Liahona, novembro de 2009, p. 86

Compartilhar Minha Experiência (via E-mail)

Quando Fomos Estrangeiros Quando os santos dos últimos dias foram expulsos de Missouri, EUA, em 1839, os cidadãos de Quincy, Illinois, ofereceram-lhes refúgio, conforme descrito nos registros e nas experiências de Elizabeth Haven Barlow.
Era Estrangeiro: Amai-vos Uns aos Outros Quando uma mulher ajudou uma jovem refugiada da Costa do Marfim, seu serviço deu início a uma amizade que abençoou ambas.

Participe

Quer saber como participar? Esses recursos podem ajudar você e sua família a encontrar oportunidades de inspirar e servir dentro de sua comunidade.

Cinco Maneiras para Começar:

  • Informe-se a respeito das necessidades de sua comunidade
  • Seja voluntária em uma organização que você admira
  • Faça amizades
  • Faça algo que você gosta com alguém diferente
  • Convide alguém para sua noite familiar

Sete Desafios Que os Refugiados e Imigrantes Enfrentam:

  • Aprender uma língua estrangeira
  • Fazer novas amizades que os apoiem
  • Compreender os diferentes costumes e práticas culturais
  • Prover o apoio acadêmico adequado para seus filhos
  • Obter acesso a serviços básicos, como assistência médica
  • Encontrar meios de transporte
  • Conseguir um emprego

Organizações Locais Que Podem Precisar de Voluntários:

  • Agências governamentais de reassentamento
  • Escolas
  • Locais de adoração religiosa
  • Grupos inter-religiosos
  • Clínicas de saúde de baixa renda
  • Organizações locais sem fins lucrativos
  • Centros comunitários

Cinco Perguntas para Fazer ao Identificar Possíveis Organizações:

  • Quem vocês ajudam?
  • Como vocês os estão ajudando?
  • Quais necessidades vocês gostariam de atender, mas não conseguem?
  • Além de contribuir financeiramente, como posso ajudar?
  • Como os serviços que vocês oferecem ajudam as pessoas a eventualmente atenderem às suas próprias necessidades?

Os Serviços de Caridade SUD são o ramo humanitário da Igreja. Em 2015, os Serviços de Caridade SUD realizaram 2.300 projetos em 136 países, fornecendo ajuda humanitária, água limpa e saneamento, cadeiras de rodas, cuidado a mães e a recém-nascidos, campanhas de vacinação, cuidados com a visão e cultivo de hortas.

Você sabia que além de apoiar organizações locais, a Igreja tem parcerias com organizações globais de socorro que auxiliam refugiados? Eis algumas: