Capítulo 2

Leí leva a família para o deserto junto ao Mar Vermelho — Abandonam seus bens — Leí oferece um sacrifício ao Senhor e ensina os filhos a guardarem os mandamentos — Lamã e Lemuel murmuram contra o pai — Néfi é obediente e ora com fé; o Senhor fala com ele e escolhe-o para governar os irmãos. Aproximadamente 600 a.C.

 Pois eis que aconteceu ter o Senhor falado a meu pai, sim, num sonho, dizendo: Bendito és tu, Leí, pelas coisas que fizeste; e porque foste fiel e declaraste a este povo as coisas que te ordenei, eis que procuram atirar-te a vida.

 E aconteceu que o Senhor aordenou a meu pai, num bsonho, que cpartisse com a família para o deserto.

 E aconteceu que ele foi aobediente à palavra do Senhor; fez, portanto, o que o Senhor lhe ordenara.

 E aconteceu que ele partiu para o deserto. E deixou sua casa e a terra de sua herança e seu ouro e sua prata e suas coisas preciosas; e nada levou consigo, a não ser sua família e provisões e tendas; e apartiu para o deserto.

 E desceu pelos limites perto da costa do aMar Vermelho; e viajou pelo deserto, do lado mais próximo do Mar Vermelho; e viajou pelo deserto com sua família, que consistia em minha mãe, Saria, e meus irmãos mais velhos, bLamã, Lemuel e Sam.

 E aconteceu que depois de haver viajado três dias pelo deserto, ele armou sua tenda num avale, à margem de um rio de águas.

 E aconteceu que construiu um aaltar de bpedras e fez uma oferta ao Senhor e rendeu cgraças ao Senhor nosso Deus.

 E aconteceu que deu ao rio, que desaguava no Mar Vermelho, o nome de Lamã; e o vale ficava nas margens, perto de sua desembocadura.

 E quando meu pai viu que as águas do rio desaguavam na fonte do Mar Vermelho, falou a Lamã, dizendo: Oh! Tu poderias ser como este rio, continuamente correndo para a fonte de toda retidão!

 10 E também disse a Lemuel: Oh! Tu poderias ser como este vale, firme, constante e imutável em guardar os mandamentos do Senhor!

 11 Ora, isto ele disse por causa da obstinação de Lamã e Lemuel; porque eis que amurmuravam a respeito de muitas coisas contra seu bpai, que ele era um cvisionário e os havia tirado da terra de Jerusalém, fazendo-os deixar a terra de sua herança e seu ouro e sua prata e suas coisas preciosas, para morrerem no deserto. E diziam que ele havia feito isso por causa das loucas fantasias de seu coração.

 12 E assim Lamã e Lemuel, sendo os mais velhos, murmuravam contra o seu pai. E murmuravam por adesconhecerem a maneira de proceder daquele Deus que os havia criado.

 13 Nem acreditavam que Jerusalém, aquela grande cidade, pudesse ser adestruída conforme as palavras dos profetas. E assemelhavam-se aos judeus que estavam em Jerusalém, que procuravam tirar a vida de meu pai.

 14 E aconteceu que meu pai lhes falou no vale de Lemuel, com apoder, estando cheio do Espírito, até btremerem diante dele; e confundiu-os, de modo que não ousaram falar contra ele; portanto, fizeram o que ele lhes ordenou.

 15 E habitou meu pai numa tenda.

 16 E aconteceu que eu, Néfi, sendo muito jovem, embora de grande estatura, e tendo também grande desejo de saber dos amistérios de Deus, clamei, portanto, ao Senhor; e eis que ele me bvisitou e centerneceu meu coração, de maneira que dacreditei em todas as palavras que meu epai dissera; por esta razão não me revoltei contra ele, como meus irmãos.

 17 E falei a Sam, contando-lhe as coisas que o Senhor me havia manifestado por meio de seu Santo Espírito. E aconteceu que ele acreditou em minhas palavras.

 18 Mas eis que Lamã e Lemuel não quiseram dar ouvidos às minhas palavras; e aaflito pela dureza de seu coração, roguei ao Senhor por eles.

 19 E aconteceu que o Senhor me falou, dizendo: Bendito és tu, Néfi, por causa de tua a, porque me procuraste diligentemente, com humildade de coração.

 20 E se guardares meus mandamentos, aprosperarás e serás conduzido a uma bterra de promissão; sim, uma terra que preparei para ti; sim, uma terra escolhida acima de todas as outras terras.

 21 E se teus irmãos se rebelarem contra ti, serão aafastados da presença do Senhor.

 22 E se guardares meus mandamentos, serás feito agovernante e mestre de teus irmãos.

 23 Pois eis que no dia em que se rebelarem contra mim, eu os aamaldiçoarei com dolorosa maldição e não terão poder sobre a tua semente, a menos que ela também se rebele contra mim.

 24 E se acontecer que ela se rebele contra mim, eles serão um aflagelo para teus descendentes, a fim de blevá-los aos caminhos da lembrança.