Capítulo 13

Judá e Jerusalém serão punidas por sua desobediência — O Senhor pleiteia por Seu povo e julga-o — As filhas de Sião são amaldiçoadas e atormentadas por seu mundanismo — Comparar com Isaías 3. Aproximadamente 559–545 a.C.

 Pois eis que o Senhor, o Senhor dos Exércitos, tira de Jerusalém e de Judá o suporte e o sustento, todo o sustento de pão e todo o suporte de água —

 O valente e o guerreiro, o juiz e o profeta e o prudente e o ancião;

 O capitão de cinquenta e o homem respeitável; e o conselheiro e o artífice astuto e o orador eloquente.

 E dar-lhes-ei meninos por príncipes, e crianças dominarão sobre eles.

 E o povo será oprimido, uns pelos outros e cada um pelo seu próximo; a criança comportar-se-á altivamente com o ancião; e o vil, com o honrado.

 Quando alguém for ter com seu irmão, da casa de seu pai, dizendo: Tu tens roupa, sê nosso governante e não deixes que esta aruína venha sob a tua mão —

 Naquele dia jurará, dizendo: Eu não serei um acurador, pois em minha casa não há pão nem roupa; não me coloqueis como governante do povo.

 Pois Jerusalém foi adestruída e Judá bcaiu; porque a sua língua e as suas obras foram contrárias ao Senhor, para provocar os olhos da sua glória.

 A aparência do seu rosto testifica contra eles e declara que o seu pecado é como aSodoma, e eles não podem escondê-lo. Ai da sua alma, porque deram o mal em recompensa a si próprios!

 10 Dizei aos justos que tudo lhes vai abem; porque comerão do fruto das suas obras.

 11 Ai dos ímpios, porque perecerão; porque de suas próprias mãos receberão a recompensa!

 12 Os opressores do meu povo são crianças; e mulheres os governam. Ó povo meu, os que te aguiam te enganam e destroem o curso das tuas veredas.

 13 O Senhor levanta-se para apleitear e sai a julgar os povos.

 14 O Senhor entrará em juízo com os anciãos do seu povo e com os seus apríncipes; pois bdevorastes a cvinha e o ddespojo do epobre em vossas casas.

 15 Que pretendeis? Afligis o meu povo e moeis as faces do pobre, diz o Senhor Deus dos Exércitos.

 16 Diz ainda mais o Senhor: Porque as filhas de Sião são altivas e andam com o pescoço erguido e têm olhares impudentes, caminham com apassos afetados e tilintando com os pés —

 17 Portanto, o Senhor ferirá com sarna o alto da cabeça das filhas de Sião e o Senhor porá a adescoberto as suas partes secretas.

 18 Naquele dia tirará o Senhor a ostentação dos seus tilintantes ornamentos e as acoifas e os badornos redondos como a lua;

 19 As correntes, os braceletes e os axales;

 20 Os toucados e os enfeites das pernas e os diademas e as caixinhas de perfume e os brincos;

 21 Os anéis e as joias do nariz;

 22 Os vestidos de festa e os mantos e as toucas e os grampos de encrespar;

 23 Os aespelhos e o linho fino e os capuzes e os véus.

 24 E acontecerá que em lugar de perfume haverá mau cheiro; e em lugar de cinto, uma arotura; e em lugar de cabelos bem penteados, calvície; e em lugar de bcorpete, um envoltório de saco; cqueimadura em lugar de formosura.

 25 Teus varões cairão sob a espada e teus valentes na guerra.

 26 E as suas portas lamentarão e prantearão; e ela se assentará no chão, desolada.