CAPÍTULO 25

Néfi deleita-se na clareza—As profecias de Isaías serão entendidas nos últimos dias—Os judeus retornarão de Babilônia, crucificarão o Messias e serão dispersos e afligidos—Eles serão resgatados quando acreditarem no Messias—Ele, primeiramente, virá 600 anos após Leí haver saído de Jerusalém—Os nefitas guardam a lei de Moisés e crêem em Cristo, que é o Santo de Israel. Aproximadamente 559–545 a.C.

  Agora eu, Néfi, digo algo sobre as palavras que escrevi, que foram proferidas pela boca de Isaías. Pois eis que Isaías disse muitas coisas que, para muitos de meu povo, eram de adifícil compreensão; porque não conhecem o modo de profetizar dos judeus.

  Porque eu, Néfi, não lhes ensinei muitas coisas sobre os costumes dos judeus; porque suas aobras eram obras de trevas e seus feitos eram abominações.

  Portanto escrevo a meu povo, a todos os que no futuro receberem estas coisas que escrevo, para que conheçam os juízos de Deus, que eles caem sobre todas as nações segundo a palavra que ele proferiu.

  Portanto ouvi, ó povo meu, que sois da casa de Israel, e escutai minhas palavras; pois ainda que as palavras de Isaías não vos sejam claras, são, não obstante, claras a todos os que estão cheios do aespírito de bprofecia. Faço-vos porém uma profecia, segundo o espírito que está em mim; portanto profetizarei de acordo com a cclareza que está em mim desde o tempo em que deixei Jerusalém com meu pai; porque eis que minha alma se deleita em esclarecer o meu povo, para que aprenda.

  Sim, e minha alma deleita-se nas palavras de aIsaías, porque vim de Jerusalém e meus olhos viram as coisas dos bjudeus; e sei que os judeus compreendem as coisas dos profetas; e quando ensinados à maneira das coisas dos judeus, não há outro povo que compreenda as coisas que foram ditas aos judeus como eles entendem.

  Mas eis que eu, Néfi, não ensinei meus filhos à maneira dos judeus; mas eis que eu próprio residi em Jerusalém; conheço, portanto, as regiões circunvizinhas; e fiz menção a meus filhos dos juízos de Deus que se aderam entre os judeus, de acordo com tudo o que disse Isaías; e eu não os escrevo.

  Mas eis que continuo com a minha própria profecia, de acordo com a minha aclareza, na qual sei que nenhum homem pode errar; não obstante, nos dias em que se cumprirem as profecias de Isaías, quando elas se realizarem, os homens certamente saberão.

  Elas são, portanto, de avalor para os filhos dos homens; e aos que supõem que elas não o sejam, falarei particularmente e limitarei as palavras a bmeu povo; pois sei que lhes serão de grande valor nos cúltimos dias; porque naquele dia as entenderão; portanto as escrevi para o seu bem.

  E do mesmo modo que uma geração foi adestruída entre os judeus por causa de iniqüidade, foram eles destruídos de geração em geração, de acordo com suas iniqüidades; e nunca qualquer deles foi destruído sem que isso lhe fosse bpredito pelos profetas do Senhor.

  10 Portanto foram avisados da destruição que cairia sobre eles, imediatamente depois de meu pai deixar Jerusalém; não obstante, endureceram o coração e, de acordo com a minha profecia, foram adestruídos, salvo aqueles blevados cativos para a Babilônia.

  11 E agora isto digo eu, por causa do espírito que está em mim. E não obstante terem sido eles levados, retornarão e ocuparão a terra de Jerusalém; serão portanto arestituídos à terra de sua herança.

  12 Mas eis que terão guerras e rumores de guerras; e quando chegar o dia em que o aUnigênito do Pai, sim, o Pai dos céus e da Terra manifestar-se a eles na carne, eis que o rejeitarão por causa de suas iniqüidades e da dureza de seu coração e da dureza de sua cerviz.

  13 Eis que eles o acrucificarão; e depois de permanecer numa bsepultura pelo espaço de ctrês dias, dlevantar-se-á dentre os mortos, com poder de cura em suas asas; e todos os que crerem em seu nome serão salvos no reino de Deus. Minha alma deleita-se, portanto, em profetizar sobre ele, pois evi os seus dias e meu coração magnifica seu santo nome.

  14 E eis que acontecerá que, depois de haver o aMessias ressuscitado dos mortos e haver-se manifestado a seu povo, a todos os que acreditarem em seu nome, eis que Jerusalém será bdestruída novamente; pois ai dos que lutarem contra Deus e o povo de sua igreja!

  15 Portanto os ajudeus serão bdispersos por todas as nações; sim, e também cBabilônia será destruída; portanto outras nações dispersarão os judeus.

  16 E depois de haverem sido dispersos e de o Senhor Deus os ter castigado pela mão de outros povos pelo espaço de muitas gerações, sim, de geração em geração, até serem persuadidos a aacreditar em Cristo, o Filho de Deus, e na expiação, que é infinita para toda a humanidade—e quando chegar o dia em que eles acreditarem em Cristo, adorarem o Pai em seu nome, com o coração puro e mãos limpas; e não mais esperarem por outro Messias, então virá o dia em que será essencial que eles acreditem nestas coisas.

  17 E o Senhor estenderá a mão pela segunda vez, a fim de aresgatar seu povo de seu estado decaído e de perdição. Portanto fará uma obra bmaravilhosa e um assombro no meio dos filhos dos homens.

  18 Portanto, ele irá revelar-lhes suas apalavras, pelas quais serão bjulgados no último dia, porque elas serão dadas com o propósito de cconvencê-los do verdadeiro Messias que foi rejeitado por eles; e para convencê-los de que não precisam mais esperar que venha um Messias, porque outro não virá, a menos que seja um dfalso Messias que engane o povo; porque só há um Messias mencionado pelos profetas e esse Messias é aquele que será rejeitado pelos judeus.

  19 Pois de acordo com as palavras dos profetas, o aMessias virá bseiscentos anos depois da época em que meu pai deixou Jerusalém; e de acordo com as palavras dos profetas e também com a palavra do canjo de Deus, seu nome será Jesus Cristo, o Filho de Deus.

  20 E agora, meus irmãos, falei com clareza, de modo que não podeis errar. E como vive o Senhor Deus que atirou Israel da terra do Egito e deu a Moisés poder para bcurar as nações depois de haverem sido mordidas por serpentes venenosas, se olhassem para uma cserpente que ele levantou diante delas; e também lhe deu poder para golpear a drocha, a fim de que jorrasse água; sim, eis que vos digo que, assim como estas coisas são verdadeiras e como o Senhor Deus vive, não há outro enome dado debaixo do céu mediante o qual o homem possa ser salvo, a não ser o deste Jesus Cristo do qual falei.

  21 Portanto, por causa disto prometeu-me o Senhor Deus que estas coisas que aescrevo serão guardadas e preservadas e passadas a meus descendentes, de geração em geração, para que seja cumprida a promessa feita a José de que seus descendentes jamais bpereceriam enquanto a Terra durasse.

  22 Portanto estas coisas passarão de geração a geração, enquanto durar a Terra; e isto de acordo com a vontade e prazer de Deus; e as nações que as tiverem em seu poder serão ajulgadas por elas, segundo as palavras que estão escritas.

  23 Pois trabalhamos diligentemente para escrever, a fim de apersuadir nossos filhos e também nossos irmãos a acreditarem em Cristo e a reconciliarem-se com Deus; pois sabemos que é pela bgraça que somos salvos, depois de tudo o que pudermos cfazer.

  24 E não obstante acreditarmos em Cristo, aguardamos a lei de Moisés e esperamos firmemente em Cristo, até que a lei seja cumprida.

  25 Pois com esta finalidade a alei foi dada; portanto a lei tornou-se bmorta para nós e somos vivificados em Cristo por causa de nossa fé; contudo, guardamos a lei por causa dos mandamentos.

  26 E afalamos de Cristo, regozijamo-nos em Cristo, pregamos a Cristo, bprofetizamos de Cristo e escrevemos de acordo com nossas profecias, para que nossos cfilhos saibam em que fonte procurar a dremissão de seus pecados.

  27 Portanto falamos sobre a lei, para que nossos filhos saibam que a lei é morta; e, sabendo que ela é morta, esperem por aquela vida que está em Cristo e saibam para que fim foi dada a lei. E para que, depois de ser cumprida a lei em Cristo, não endureçam o coração contra ele quando a lei tiver de ser abolida.

  28 E agora, meu povo, eis que sois um povo de adura cerviz; por isso falei-vos claramente, para que não vos equivoqueis. E as palavras que falei servirão de btestemunho contra vós; porque são suficientes para censinar a qualquer homem o caminho reto; porque o caminho reto é acreditar em Cristo e não o negar, porque, negando-o, negais também os profetas e a lei.

  29 E agora, eis que vos digo que o caminho reto é acreditar em Cristo e não o negar; e Cristo é o Santo de Israel; deveis, portanto, inclinar-vos diante dele e adorá-lo com todo o vosso apoder, mente e força e com toda a vossa alma; e se assim o fizerdes, de modo algum sereis rejeitados.

  30 E enquanto for necessário, deveis cumprir os ritos e aordenanças de Deus, até que a lei que foi dada a Moisés seja cumprida.