CAPÍTULO 3

José, no Egito, viu os nefitas em visão—Ele profetizou sobre Joseph Smith, o vidente dos últimos dias; sobre Moisés, que libertaria Israel; e sobre o aparecimento do Livro de Mórmon. Aproximadamente 588–570 a.C.

  E agora falo a ti, José, meu filho amais jovem. Nasceste no deserto de minhas aflições; sim, nos dias de minhas maiores angústias tua mãe deu-te à luz.

  Se guardares os mandamentos do Santo de Israel, possa o Senhor também te consagrar esta aterra, que é uma terra muito preciosa, para tua herança e herança de teus descendentes, juntamente com teus irmãos e para a tua segurança para sempre.

  E agora, meu filho mais jovem, José, a quem eu trouxe do deserto de minhas aflições, que o Senhor te abençoe para sempre, pois teus descendentes não serão completamente adestruídos.

  Pois eis que tu és o fruto de meus lombos; e eu sou um descendente de aJosé, que foi levado bcativo para o Egito. E grandes foram os convênios que o Senhor fez com José.

  Portanto José verdadeiramente aviu nossos dias. E obteve a promessa do Senhor de que do fruto de seus lombos o Senhor Deus levantaria um bramocjusto para a casa de Israel; não o Messias, mas um ramo que seria arrancado e, não obstante, seria lembrado nos convênios do Senhor de que o dMessias lhes seria manifestado nos últimos dias, com o espírito de poder, a fim de tirá-los das trevas para a luz—sim, das etrevas ocultas e do cativeiro para a liberdade.

  Porque José verdadeiramente testificou, dizendo: O Senhor meu Deus levantará um avidente, que será um vidente escolhido para o fruto de meus blombos.

  Sim, José verdadeiramente disse: Assim me diz o Senhor: Um avidente escolhido levantarei eu do fruto de teus lombos. E gozará de grande estima entre o fruto de teus lombos. A ele ordenarei que faça um trabalho para seus irmãos, o fruto de teus lombos, que lhes será de grande benefício, levando-os a conhecer os convênios que fiz com teus pais.

  E dar-lhe-ei o mandamento de não fazer aqualquer outro trabalho, exceto o que eu lhe ordenar. E fá-lo-ei grande a meus olhos, porque fará o meu trabalho.

  E ele será grande como aMoisés, o qual eu disse que suscitaria para vós a fim de blibertar meu povo, ó casa de Israel.

  10 E suscitarei Moisés para tirar teu povo da terra do Egito.

  11 Suscitarei porém um vidente do fruto de teus lombos e a ele darei apoder para revelar minha palavra à semente de teus lombos—não somente para revelar a minha palavra, diz o Senhor, mas para convencê-los da minha palavra, que já lhes terá sido declarada.

  12 Portanto o fruto de teus lombos aescreverá; e o fruto dos lombos de bJudácescreverá; e aquilo que for escrito pelo fruto de teus lombos e também o que for escrito pelo fruto dos lombos de Judá serão unidos, dconfundindo falsas doutrinas e apaziguando contendas e estabelecendo paz entre o fruto de teus lombos; e elevando-os nos últimos dias a fconhecerem seus pais e também meus convênios, diz o Senhor.

  13 E da fraqueza será tornado forte, no dia em que minha obra começar entre todo o meu povo para restaurar-te, ó Casa de Israel, diz o Senhor.

  14 E assim profetizou José, dizendo: Eis que o Senhor abençoará este vidente; e aqueles que procurarem destruí-lo serão confundidos, porque esta promessa que obtive do Senhor para o fruto de meus lombos será cumprida. Eis que estou certo do cumprimento desta promessa.

  15 E seu anome será igual ao meu e será chamado pelo bnome de seu pai. E ele será semelhante a mim; porque aquilo que o Senhor fizer através de sua mão, pelo poder do Senhor, levará meu povo à salvação.

  16 Sim, desse modo profetizou José: Certo estou disto, como estou certo da promessa de Moisés; porque o Senhor me disse: aPreservarei tua semente para sempre.

  17 E o Senhor disse: Suscitarei um Moisés; e dar-lhe-ei poder numa vara; e dar-lhe-ei habilidade para escrever. Contudo, não lhe soltarei a língua para que fale muito, porque não o farei poderoso no falar. aEscrever-lhe-ei porém minha lei pelo dedo de minha própria mão; e preparar-lhe-ei um bporta-voz.

  18 E o Senhor também me disse: Eu suscitarei um para o fruto de teus lombos e para ele prepararei um porta-voz. E eis que eu o farei escrever o relato do fruto dos teus lombos para o fruto de teus lombos; e o porta-voz dos teus lombos anunciá-lo-á.

  19 E as palavras que ele irá escrever serão as palavras que eu, em minha sabedoria, julgar conveniente que cheguem ao fruto de teus lombos. E será como se o afruto de teus lombos lhes clamasse bdesde o pó; porque lhes conheço a fé.

  20 E aclamarão desde o pó; sim, clamarão arrependimento a seus irmãos, até mesmo depois de muitas gerações se haverem passado. E acontecerá que seu clamor será ouvido, sim, de acordo com a simplicidade de suas palavras.

  21 Por causa de sua fé, suas apalavras sairão de minha boca para os seus irmãos, que são o fruto de teus lombos; e à fraqueza de suas palavras eu darei força, em sua fé, para que sejam lembrados os convênios que fiz com teus pais.

  22 E agora eis que, meu filho José, desse modo aprofetizou meu pai de antigamente.

  23 Portanto, por causa deste convênio és abençoado; porque tua semente não será destruída, pois darão ouvidos às palavras do livro.

  24 E levantar-se-á entre eles um poderoso que praticará o bem, tanto em palavras como em obras, sendo um instrumento nas mãos de Deus, com fé extraordinária para operar grandes maravilhas e fazer o que é grandioso aos olhos de Deus, a fim de levar muita restauração à casa de Israel e à semente de teus irmãos.

  25 E agora, bendito és tu, José. Eis que tu és pequeno; ouve, pois, as palavras de teu irmão Néfi e ser-te-á feito de acordo com as palavras que proferi. Lembra-te das palavras de teu pai moribundo. Amém.