CAPÍTULO 5

Os nefitas separam-se dos lamanitas, guardam a lei de Moisés e constroem um templo—Por causa de sua incredulidade, os lamanitas são afastados da presença do Senhor e tornam-se um flagelo para os nefitas. Aproximadamente 588–559 a.C.

  Eis que aconteceu que eu, Néfi, muito clamei ao Senhor meu Deus por causa da aira de meus irmãos.

  Mas eis que a sua ira contra mim aumentou a tal ponto que procuraram tirar-me a vida.

  Sim, murmuravam contra mim, dizendo: Nosso irmão mais jovem pensa em aexercer domínio sobre nós; e tivemos muitas aflições por sua causa; portanto, matemo-lo agora, para que não nos aflija mais com suas palavras. Pois eis que não permitiremos que ele seja nosso chefe; pois compete a nós, que somos os irmãos mais velhos, governar este povo.

  Ora, não escrevo nestas placas tudo quanto murmuraram contra mim. Basta-me dizer que procuraram tirar-me a vida.

  E aconteceu que o Senhor me aadvertiu para que eu, bNéfi, me afastasse deles e fugisse para o deserto, com todos os que quisessem seguir-me.

  Portanto aconteceu que eu, Néfi, levei comigo minha família, assim como aZorã e sua família; e Sam, meu irmão mais velho, e sua família; e Jacó e José, meus irmãos mais jovens, e também minhas irmãs e todos os que me quiseram acompanhar. E todos os que me quiseram acompanhar foram os que acreditavam nas badvertências e revelações de Deus; portanto deram ouvidos a minhas palavras.

  E tomamos nossas tendas e tudo o que nos foi possível e viajamos no deserto pelo espaço de muitos dias. E depois de termos viajado pelo espaço de muitos dias, armamos nossas tendas.

  E meu povo quis dar ao lugar o nome de aNéfi; portanto nós o chamamos Néfi.

  E todos os que estavam comigo decidiram chamar-se a si mesmos o apovo de Néfi.

  10 E esforçamo-nos por guardar os juízos e os estatutos e os mandamentos do Senhor em todas as coisas, de acordo com a alei de Moisés.

  11 E o Senhor estava conosco; e prosperamos muito, porque plantamos sementes e nossas colheitas foram novamente abundantes. E começamos a criar rebanhos e manadas e animais de toda espécie.

  12 E eu, Néfi, também havia trazido os registros que estavam gravados nas aplacas de latão; e também a besfera, ou seja, a cbússola que fora preparada para meu pai pela mão do Senhor, segundo o que está escrito.

  13 E aconteceu que começamos a prosperar muito e a multiplicar-nos na terra.

  14 E eu, Néfi, tomei a aespada de Labão; e com esse modelo fiz muitas espadas, a fim de que o povo que agora se denominava blamanita não caísse sobre nós para nos destruir; porque eu conhecia seu ódio para comigo e meus filhos e os que eram chamados o meu povo.

  15 E ensinei meu povo a construir edifícios e a trabalhar em toda espécie de madeira e de aferro e de cobre e de latão e de aço e de ouro e de prata e de minerais preciosos, que existiam em grande abundância.

  16 E eu, Néfi, construí um atemplo; e construí-o conforme o modelo do btemplo de Salomão, só não tendo sido construído com tantas coisas cpreciosas, porque elas não existiam naquela terra; portanto não podia ele ser construído como o templo de Salomão. O tipo de sua construção, porém, era igual ao do templo de Salomão; e sua execução era consideravelmente esmerada.

  17 E aconteceu que eu, Néfi, fiz com que meu povo fosse aindustrioso e trabalhasse com as mãos.

  18 E aconteceu que eles desejavam que eu fosse seu arei. Eu, Néfi, não desejava porém que eles tivessem um rei; não obstante, fiz por eles tudo quanto estava em meu poder.

  19 E eis que as palavras do Senhor com referência a meus irmãos foram cumpridas, quando lhes disse que eu seria seu achefe e seu bmestre. Portanto eu havia sido seu chefe e mestre, de acordo com os mandamentos do Senhor, até o momento em que procuraram tirar-me a vida.

  20 A palavra do Senhor portanto foi cumprida quando me falou, dizendo: Se adeixarem de dar ouvidos a tuas palavras, serão afastados da presença do Senhor. E eis que foram bafastados de sua presença.

  21 E ele fez cair a amaldição sobre eles, sim, uma dolorosa maldição, por causa de sua iniqüidade. Pois eis que haviam endurecido o coração contra ele de tal modo que se tornaram como uma pedra; e como eram brancos, notavelmente formosos e bagradáveis, a fim de que não fossem atraentes para meu povo o Senhor Deus fez com que sua cpele se tornasse escura.

  22 E assim diz o Senhor Deus: Eu farei com que sejam arepugnantes a teu povo, a menos que se arrependam de suas iniqüidades.

  23 E amaldiçoada será a semente daquele que se amisturar com a semente deles; porque será amaldiçoada com igual maldição. E o Senhor assim disse e assim foi.

  24 E por causa da maldição que caiu sobre eles, tornaram-se um povo apreguiçoso, cheio de maldade e astúcia e procuravam animais de caça no deserto.

  25 E o Senhor Deus disse-me: Eles serão um castigo para teus descendentes, a fim de fazer com que se lembrem de mim; e se não se lembrarem de mim e não derem ouvidos a minhas palavras, castigá-los-ão até que sejam destruídos.

  26 E aconteceu que eu, Néfi, aconsagrei Jacó e José como sacerdotes e mestres na terra de meu povo.

  27 E aconteceu que vivemos felizes.

  28 E haviam-se passado trinta anos desde que deixáramos Jerusalém.

  29 E eu, Néfi, havia feito os registros de meu povo, até então, nas minhas placas.

  30 E aconteceu que o Senhor Deus me disse: Faze aoutras placas; e gravarás nelas muitas coisas que são boas a meus olhos, para proveito de teu povo.

  31 Portanto eu, Néfi, para ser obediente aos mandamentos do Senhor, fiz aestas placas nas quais gravei estas coisas.

  32 E gravei as coisas que são agradáveis a Deus. E se meu povo estiver satisfeito com as coisas de Deus, estará satisfeito com o que gravei nestas placas.

  33 E se meu povo desejar conhecer a parte mais específica da história de meu povo, deverá examinar minhas outras placas.

  34 E basta-me dizer que se haviam passado quarenta anos e já havíamos tido guerras e contendas com nossos irmãos.