CAPÍTULO 6

Jacó relata novamente a história judaica: O cativeiro babilônico e o retorno; o ministério e a crucificação do Santo de Israel; a ajuda recebida dos gentios e a restauração dos judeus nos últimos dias, quando acreditarem no Messias. Aproximadamente 559–545 a.C.

  As palavras de Jacó, irmão de Néfi, dirigidas ao povo de Néfi:

  Eis que, meus queridos irmãos, eu, Jacó, tendo sido chamado por Deus e ordenado conforme sua santa ordem; e tendo sido consagrado por meu irmão Néfi, a quem tendes por arei ou protetor e de quem dependeis para vossa segurança, eis que sabeis que vos disse muitas coisas.

  Não obstante, falo-vos novamente, pois desejo o bem-estar de vossa alma. Sim, minha ansiedade por vós é grande e vós sabeis que sempre tem sido. Porque vos tenho exortado com toda a diligência e tenho-vos transmitido as palavras de meu pai; e tenho-vos falado sobre todas as coisas que foram escritas desde a criação do mundo.

  E agora, eis que quero falar-vos sobre as coisas presentes e futuras; ler-vos-ei, portanto, as palavras de aIsaías. E estas são as palavras que meu irmão desejou que eu vos dissesse. E falo-vos para vosso bem, a fim de que aprendais e glorifiqueis o nome de vosso Deus.

  E agora, as palavras que vou ler são as que Isaías disse a respeito de toda a casa de Israel; portanto elas se aplicam a vós, pois sois da casa de Israel. E há muitas coisas que foram ditas por Isaías que vos podem ser aplicadas, porque sois da casa de Israel.

  E agora, estas são as palavras: aAssim diz o Senhor Deus: Eis que levantarei a mão para os gentios e erguerei meu bestandarte para o povo; e eles trarão teus filhos em seus braços e tuas filhas serão carregadas em seus ombros.

  E reis serão teus aios e suas rainhas serão tuas amas; inclinar-se-ão diante de ti com o rosto para a terra e lamberão o pó de teus pés; e tu saberás que eu sou o Senhor; pois não se envergonharão os que me aaguardarem.

  E agora eu, Jacó, quero falar acerca destas palavras. Pois eis que o Senhor me fez ver que aqueles que estavam em aJerusalém, de onde viemos, foram mortos ou blevados para o cativeiro.

  Não obstante, o Senhor fez-me ver que eles atornarão a voltar. E também me fez ver que o Senhor Deus, o Santo de Israel, manifestar-se-á a eles na carne; e depois de ter-se manifestado, eles o açoitarão e bcrucificarão, segundo as palavras que o anjo me disse.

  10 E depois que tiverem endurecido o coração e a cerviz contra o Santo de Israel, eis que os ajulgamentos do Santo de Israel recairão sobre eles. E dia virá em que serão feridos e afligidos.

  11 Portanto depois de haverem sido levados de um lado para outro, pois assim diz o anjo, muitos serão afligidos na carne e não lhes será permitido perecer, por causa das orações dos fiéis; serão dispersos e feridos e odiados; não obstante, o Senhor terá misericórdia deles, para que aquando tiverem bconhecimento do seu Redentor, sejam novamente ccoligados nas terras de sua herança.

  12 E abençoados são os agentios sobre quem o profeta escreveu; pois eis que caso se arrependam e não lutem contra Sião e não se unam àquela grande e babominável igreja, serão salvos; pois o Senhor Deus cumprirá os cconvênios que fez com seus filhos; e por este motivo escreveu o profeta estas coisas.

  13 Portanto os que lutarem contra Sião e contra o povo do convênio do Senhor lamberão o pó de seus pés; e o povo do Senhor não se aenvergonhará, pois o povo do Senhor são aqueles que o baguardam, pois ainda esperam a vinda do Messias.

  14 E eis que, de acordo com as palavras do profeta, o Messias começará a resgatá-los pela asegunda vez; e portanto se bmanifestará a eles com poder e grande glória, para a cdestruição de seus inimigos, no dia em que acreditarem nele; e não destruirá nenhum dos que nele crerem.

  15 E os que nele não acreditarem serão adestruídos, tanto por bfogo como por tempestade; e por tremores de terra e por derramamento de sangue e por cpestes e por fome. E saberão que o Senhor é Deus, o Santo de Israel.

  16  aSerá, pois, tirada a presa aos fortes, ou serão libertos os cativos blegítimos?

  17 Mas assim diz o Senhor: Até os acativos serão tirados dos fortes e a presa do terrível será libertada; pois o Deus bPoderosoclibertará o povo do convênio. Pois assim diz o Senhor: Eu lutarei contra os que lutarem contra ti—

  18 E com sua própria carne alimentarei os que te oprimem e serão embebedados com o próprio sangue, como sendo vinho doce; e toda a carne saberá que eu, o Senhor, sou teu Salvador e teu aRedentor, o bPoderoso de Jacó.