Capítulo 37

As placas de latão e outras escrituras são preservadas para trazerem salvação às almas — Os jareditas foram destruídos por causa de suas iniquidades — Seus juramentos e convênios secretos devem ser escondidos do povo — Aconselha-te com o Senhor em tudo que fizeres — Assim como a Liahona guiou os nefitas, também a palavra de Cristo leva os homens à vida eterna. Aproximadamente 74 a.C.

 E agora, Helamã, meu filho, ordeno-te que tomes os aregistros que me foram bconfiados;

 E ordeno-te também que faças um registro deste povo, como eu fiz, nas placas de Néfi; e que preserves como sagradas todas estas coisas que preservei, assim como eu o fiz; porque são preservadas para um asábio propósito;

 E estas aplacas de latão, que contêm estas gravações com os registros das sagradas escrituras, que contêm a genealogia de nossos antepassados desde o princípio —

 Eis que foi profetizado por nossos pais que seriam preservadas e transmitidas de geração a geração; e que seriam guardadas e preservadas pela mão do Senhor até que fossem levadas a todas as nações, tribos, línguas e povos, para que conhecessem os amistérios nelas contidos.

 E agora eis que, se forem guardadas, deverão conservar o seu brilho; sim, e conservarão o seu brilho; sim, e também todas as placas que contêm escrituras sagradas.

 Ora, podes supor que isto seja atolice de minha parte; mas eis que te digo que é por meio de coisas bpequenas e simples que as grandes são realizadas; e pequenos meios muitas vezes confundem os sábios.

 E o Senhor Deus usa de ameios para realizar seus grandes e eternos desígnios; e por meios muito bpequenos o Senhor confunde os sábios e efetua a salvação de muitas almas.

 E eis que foi pela sabedoria de Deus que estas coisas foram preservadas; pois eis que elas aampliaram a memória deste povo, sim, e convenceram a muitos do erro de seus caminhos, levando-os a conhecer o seu Deus para a salvação de suas almas.

 Sim, eu te digo que, se não afosse pelas coisas que estes registros contêm, que estão nestas placas, Amon e seus irmãos não poderiam ter bconvencido tantos milhares de lamanitas dos erros das tradições de seus pais; sim, estes registros e suas cpalavras fizeram com que eles se arrependessem; isto é, por eles foram levados a conhecer o Senhor seu Deus e a regozijarem-se em Jesus Cristo, seu Redentor.

 10 E quem sabe se não serão o instrumento que levará muitos milhares deles, sim, e também muitos milhares de nossos obstinados irmãos, os nefitas, que em pecados e iniquidades estão agora endurecendo o coração, a conhecerem o seu Redentor?

 11 Ora, estes mistérios ainda não me foram totalmente revelados; portanto, me conterei.

 12 E basta que eu diga que foram preservados para um sábio propósito conhecido por Deus; porque ele aaconselha com sabedoria em todas as suas obras; e suas veredas são retas e o seu curso é bum círculo eterno.

 13 Oh! Lembra-te, lembra-te, Helamã, meu filho, quão aestritos são os mandamentos de Deus! E ele disse: bSe guardardes meus mandamentos, cprosperareis na terra — mas se não guardardes seus mandamentos, sereis afastados de sua presença.

 14 E lembra-te agora, meu filho, que Deus te aconfiou estas coisas que são bsagradas, que ele preservou como sagradas e também que ele guardará e preservará para um csábio propósito seu, a fim de demonstrar seu poder a futuras gerações.

 15 E agora, eis que te digo, pelo espírito de profecia, que se transgredires os mandamentos de Deus, eis que estas coisas que são sagradas te serão tiradas pelo poder de Deus; e serás entregue a Satanás, para que te peneire como palha ante o vento.

 16 Mas se guardares os mandamentos de Deus e fizeres com estas coisas que são sagradas aquilo que te ordena o Senhor (porque deves consultar o Senhor sobre todas as coisas que tiveres de fazer com elas), eis que nenhum poder da Terra ou do inferno poderá atirá-las de ti, porque Deus é poderoso para cumprir todas as suas palavras.

 17 Pois ele cumprirá todas as promessas que te fizer, pois cumpriu as promessas que fez a nossos pais.

 18 Pois ele prometeu-lhes que apreservaria estas coisas para um sábio propósito seu, a fim de demonstrar o seu poder a futuras gerações.

 19 E então, eis que um propósito ele cumpriu, que foi restituir a amuitos milhares de lamanitas o conhecimento da verdade; e nessas coisas mostrou o seu poder e nelas também manifestará o seu poder a bfuturas gerações; portanto, serão preservadas.

 20 Portanto, eu te ordeno, Helamã, meu filho, que sejas diligente no cumprimento de todas as palavras minhas, e que sejas diligente no cumprimento dos mandamentos de Deus como estão escritos.

 21 E agora te falarei sobre aquelas avinte e quatro placas, para que as guardes a fim de que os mistérios e as obras das trevas e suas bobras secretas, ou seja, as obras secretas daquele povo que foi destruído, sejam dados a conhecer a este povo; sim, que todos os seus homicídios, roubos e pilhagens e todas as suas maldades e abominações sejam dados a conhecer a este povo; sim, e que conserves estes cintérpretes.

 22 Pois eis que o Senhor viu que o seu povo começou a trabalhar nas trevas, sim, a cometer secretamente assassinatos e abominações; disse, portanto, o Senhor que, caso eles não se arrependessem, seriam varridos da face da Terra.

 23 E disse o Senhor: Prepararei para meu servo Gazelém uma apedra que brilhará na escuridão como luz, para mostrar ao meu povo que me serve, para mostrar a eles as obras de seus irmãos; sim, suas obras secretas, suas obras de trevas e suas iniquidades e abominações.

 24 E agora, meu filho, estes intérpretes foram preparados para que fosse cumprida a palavra de Deus, que falou, dizendo:

 25 aTrarei das trevas à luz todas as suas obras secretas e abominações; e, a menos que se arrependam, bvarrê-los-ei da face da Terra; e trarei à luz todos os seus segredos e abominações, mostrando-os a todas as nações que possuírem a terra de agora em diante.

 26 E agora vemos, meu filho, que não se arrependeram; portanto, foram destruídos; e até aqui se cumpriu a palavra de Deus; sim, as abominações secretas deles foram tiradas das trevas e reveladas a nós.

 27 E agora, meu filho, ordeno-te que te lembres de todos os seus juramentos e seus convênios e os acordos de suas abominações secretas; sim, e todos os seus asinais e prodígios ocultarás deste povo, para que não os conheçam e, porventura, caiam também em trevas e sejam destruídos.

 28 Pois eis que uma amaldição pesa sobre toda esta terra, de acordo com o poder de Deus, de que a destruição advirá para todos os que operam nas trevas, quando estiverem totalmente amadurecidos; portanto, desejo que este povo não seja destruído.

 29 Esconderás, portanto, deste povo os planos secretos de seus ajuramentos e convênios e somente lhes darás a conhecer suas iniquidades e seus homicídios e suas abominações; e ensiná-los-ás a bodiarem essas iniquidades e abominações e homicídios; e também lhes ensinarás que esse povo foi destruído por causa de suas iniquidades e abominações e assassinatos.

 30 Pois eis que assassinaram todos os profetas do Senhor que lhes foram enviados para mostrar-lhes suas iniquidades; e o sangue dos que foram assassinados clamou ao Senhor seu Deus por vingança contra seus assassinos; e assim caíram os julgamentos de Deus sobre os que trabalhavam nas trevas e em combinações secretas.

 31 Sim, e maldita seja a terra para todo o sempre para esses que trabalham nas trevas e em combinações secretas, mesmo até a destruição, a menos que se arrependam antes de amadurecerem totalmente.

 32 E agora, meu filho, lembra-te das palavras que te disse. Não confies esses planos secretos a este povo, mas ensina-lhes um aódio eterno contra o pecado e a iniquidade.

 33 aPrega-lhes arrependimento e fé no Senhor Jesus Cristo; ensina-os a humilharem-se, a serem bmansos e humildes de coração; ensina-os a resistirem a todas as ctentações do diabo com sua fé no Senhor Jesus Cristo.

 34 Ensina-os a nunca se cansarem de boas obras, mas a serem mansos e humildes de coração; pois esses acharão adescanso para sua alma.

 35 Oh! lembra-te, meu filho, e aprende asabedoria em tua mocidade; sim, aprende em tua mocidade a guardar os mandamentos de Deus!

 36 Sim, e aroga a Deus por todo o teu sustento; sim, que todos os teus feitos sejam para o Senhor e, aonde quer que fores, que seja no Senhor; sim, que todos os teus pensamentos sejam dirigidos ao Senhor, sim, que o afeto do teu coração seja posto no Senhor para sempre.

 37 aAconselha-te com o Senhor em tudo que fizeres e ele dirigir-te-á para o bem; sim, quando te deitares à noite, repousa no Senhor, para que ele possa velar por ti em teu sono; e quando te levantares pela manhã, tem o teu coração cheio de bagradecimento a Deus; e se fizeres essas coisas, serás elevado no último dia.

 38 E agora, meu filho, tenho algo a dizer a respeito daquilo que nossos pais chamam de esfera ou guia — ou que nossos pais chamaram de aLiahona, que é, por interpretação, uma bússola; e o Senhor preparou-a.

 39 E eis que nenhum homem poderia fazer uma obra tão esmerada. E eis que foi preparada para mostrar a nossos pais o caminho que deveriam seguir no deserto.

 40 E funcionava para eles segundo a a que tinham em Deus; portanto, se tinham fé para acreditar que Deus poderia fazer com que aquelas agulhas lhes indicassem o caminho, eis que assim sucedia; portanto, eles conseguiram esse milagre, assim como muitos outros milagres realizados pelo poder de Deus, dia após dia.

 41 Todavia, porque esses milagres se efetuavam por meio de acoisas pequenas, foram-lhes manifestadas obras maravilhosas. Eles foram negligentes e esqueceram-se de exercitar sua fé e diligência; então essas maravilhosas obras cessaram e eles não progrediram em sua jornada.

 42 Portanto, se demoraram no deserto, ou seja, não seguiram um caminho direto e sofreram fome e sede por causa de suas transgressões.

 43 E agora, meu filho, eu desejaria que compreendesses que essas coisas não deixam de possuir um simbolismo; pois como nossos pais foram negligentes em prestar atenção a essa bússola (ora, essas coisas eram materiais), não prosperaram; o mesmo se dá com as coisas espirituais.

 44 Pois eis que é tão fácil dar ouvidos à apalavra de Cristo, que te apontará um caminho reto para a felicidade eterna, como o foi para nossos pais dar atenção a essa bússola, que lhes apontava um caminho reto para a terra prometida.

 45 E pergunto agora: Não há nisto um simbolismo? Pois tão certamente quanto esse guia trouxe nossos pais para a terra prometida por terem seguido seu curso, também as palavras de Cristo, se lhes seguirmos o curso, nos conduzirão para além deste vale de tristezas, a uma terra de promissão muito melhor.

 46 Oh, meu filho, não sejamos anegligentes por ser fácil o bcaminho, pois isso sucedeu com nossos pais; porque assim lhes foi preparado, para que, se olhassem, pudessem cviver; e a mesma coisa se dá conosco. O caminho está preparado e, se olharmos, poderemos viver para sempre.

 47 E agora, meu filho, não deixes de cuidar destas coisas sagradas. Sim, não deixes de confiar em Deus para que vivas. Dirige-te a este povo e proclama a palavra e sê moderado. Adeus, meu filho.