Mandamentos de Alma a seu filho Coriânton.
Abrangem os capítulos 39 a 42.

CAPÍTULO 39

O pecado sexual é uma abominação—Os pecados de Coriânton impediram os zoramitas de receberem a palavra—A redenção de Cristo é retroativa na salvação dos fiéis que a precederam. Aproximadamente 74 a.C.

  E agora, meu filho, tenho algo mais a dizer-te além do que disse a teu irmão. Pois eis que não observaste a firmeza de teu irmão, sua fidelidade e sua diligência em guardar os mandamentos de Deus? Eis que não tem ele sido um bom exemplo para ti?

  Pois não prestaste tanta atenção a minhas palavras como teu irmão, entre os azoramitas. Agora, isto é o que tenho contra ti: persististe em vangloriares-te de tua força e de tua sabedoria.

  E isso não é tudo, meu filho. Fizeste coisas que me afligiram; pois abandonaste o ministério e foste à terra de Siron, dentro das fronteiras dos lamanitas, atrás da ameretriz Isabel.

  Sim, ela aconquistou o coração de muitos, mas isso não era desculpa para ti, meu filho. Tu deverias ter cuidado do ministério que te havia sido confiado.

  Não sabes, meu filho, que aessas coisas são uma abominação à vista do Senhor? Sim, mais abomináveis que todos os pecados, salvo derramar sangue inocente ou negar o Espírito Santo?

  Pois eis que, se anegares o Espírito Santo, uma vez que tenha estado em ti, e tiveres consciência de que o negas, eis que isto é um pecado bimperdoável; sim, e todo aquele que assassinar contra a luz e o conhecimento de Deus não obterá facilmente o cperdão; sim, meu filho, afirmo-te que não lhe será fácil obter perdão.

  E agora, meu filho, quisera Deus que não tivesses sido aculpado de tão grande crime. Eu não insistiria em teus crimes, para atormentar-te a alma, se não fosse para o teu bem.

  Mas eis que tu não podes esconder teus crimes de Deus; e, a não ser que te arrependas, eles levantar-se-ão como um testemunho contra ti no último dia.

  Agora, meu filho, eu quisera que te arrependesses e abandonasses teus pecados e que não mais sucumbisses à aconcupiscência dos teus olhos; e que babandonasses todas essas coisas, pois, a não ser que assim procedas, de nenhum modo herdarás o reino de Deus. Oh! Lembra-te e decide-te a abandonar essas coisas!

  10 E ordeno-te que te aconselhes com teus irmãos mais velhos no que empreenderes. Pois eis que és jovem e necessitas da orientação de teus irmãos. E dá ouvidos a seus conselhos.

  11 Não te deixes levar por coisas vãs ou insensatas; não permitas que o diabo desvie novamente teu coração para ires atrás dessas iníquas meretrizes. Eis que, meu filho, quanta iniqüidade trouxeste sobre os azoramitas; pois quando viram teu bprocedimento, não acreditaram em minhas palavras.

  12 E agora o Espírito do Senhor me diz: aOrdena a teus filhos que pratiquem o bem, a fim de não conduzirem o coração de muitos à destruição; por conseguinte eu te ordeno, meu filho, no temor de Deus, que te abstenhas de tuas iniqüidades;

  13 Que te voltes para o Senhor com toda a tua mente, poder e força; que não desvies o coração de ninguém mais para a iniqüidade, mas, antes, volta para eles e areconhece as tuas faltas e o mal que praticaste.

  14  aNão busques as riquezas nem as coisas vãs deste mundo; pois eis que não podes carregá-las contigo.

  15 E agora, meu filho, eu desejaria falar-te algo a respeito da vinda de Cristo. Eis que te digo que, sem dúvida, será ele quem virá tirar os pecados do mundo; sim, ele vem proclamar boas novas de salvação a seu povo.

  16 E agora, meu filho, este foi o ministério para o qual foste chamado: declarar estas boas novas a este povo, a fim de preparar-lhes a mente, ou melhor, para que a salvação lhes advenha, a fim de que preparem a mente de seus afilhos para ouvirem a palavra na hora de sua vinda.

  17 E agora acalmarei um pouco tua mente no tocante a este assunto. Eis que te maravilhas de que estas coisas devam ser conhecidas tão antecipadamente. Eis que te pergunto: Não é uma alma tão preciosa para Deus agora, como o será na ocasião de sua vinda?

  18 Não é tão necessário que o plano de redenção seja dado a conhecer a este povo, quanto a seus filhos?

  19 Não é tão fácil para o Senhor enviar seu anjo para proclamar estas boas novas a nós e a nossos filhos agora, quanto o será depois de sua vinda?