CAPÍTULO 48

Amaliquias incita os lamanitas contra os nefitas—Morôni prepara seu povo para defender a causa dos cristãos—Ele rejubila-se com a liberdade e a independência e é um poderoso homem de Deus. Aproximadamente 72 a.C.

  E então aconteceu que assim que obteve o reino, Amaliquias começou a incitar o coração dos lamanitas contra o povo de Néfi; sim, nomeou alguns homens para falarem aos lamanitas contra os nefitas, do alto de suas torres.

  E assim incitou seu coração contra os nefitas, a tal ponto que, ao fim do décimo nono ano do governo dos juízes, havendo conseguido realizar seus intentos até então, sim, tendo-se tornado rei dos lamanitas, procurou também reinar sobre toda a terra, sim, e sobre todo o povo que estava na terra, tanto nefitas como lamanitas.

  Assim conseguiu realizar seus desígnios, porque havia endurecido o coração dos lamanitas, cegando-lhes a mente e incitando-os à ira de tal forma que reuniu uma numerosa hoste para batalhar contra os nefitas.

  Porque, em virtude do grande número de seu povo, estava resolvido a subjugar os nefitas e levá-los à servidão.

  E assim nomeou acapitães-chefes dentre os zoramitas, sendo eles os mais familiarizados com a força dos nefitas e com seus lugares de refúgio e com os pontos mais vulneráveis de suas cidades; por essa razão nomeou-os capitães-chefes de seus exércitos.

  E aconteceu que levantaram acampamento e partiram em direção à terra de Zaraenla, no deserto.

  Ora, aconteceu que enquanto Amaliquias havia assim, por meio de fraude e engano, obtido poder, Morôni, por sua vez, estivera apreparando o espírito do povo para ser fiel ao Senhor seu Deus.

  Sim, ele estivera reforçando os exércitos dos nefitas e construindo pequenos fortes, ou seja, lugares de refúgio; levantando parapeitos de terra ao redor de seus exércitos e também levantando muros de pedra a sua volta, ao redor de suas cidades e das fronteiras de suas terras; sim, ao redor de toda a terra.

  E em suas fortificações mais fracas ele colocou maior número de homens; e assim fortificou e reforçou a terra habitada pelos nefitas.

  10 E desse modo preparava-se ele para adefender sua liberdade, suas terras, suas esposas e seus filhos e sua paz, a fim de viverem para o Senhor seu Deus e preservarem o que era chamado por seus inimigos a causa dos cristãos.

  11 E Morôni era um homem forte e poderoso; ele era um homem de perfeita acompreensão; sim, um homem que não tinha prazer no derramamento de sangue; um homem cuja alma se regozijava com a liberdade e independência de seu país e com a libertação de seus irmãos da servidão e do cativeiro.

  12 Sim, um homem cujo coração transbordava de gratidão a seu Deus pelos muitos privilégios e bênçãos que concedia a seu povo; um homem que trabalhava infatigavelmente pelo abem-estar e segurança do povo.

  13 Sim, e ele era um homem firme na fé em Cristo; e havia aprestado juramento de defender seu povo, seus direitos e seu país e sua religião, mesmo com a própria vida.

  14 Ora, os nefitas foram ensinados a defenderem-se dos inimigos, ainda que fosse necessário derramar sangue; sim, e foram também ensinados a anunca ofenderem, sim, a nunca levantarem a espada, a não ser contra um inimigo, e apenas para preservarem a própria vida.

  15 E tinham fé que Deus lhes permitiria prosperar na terra ou, em outras palavras, que, se fossem fiéis na observância dos mandamentos de Deus, ele lhes permitiria prosperar na terra; sim, ele avisaria quando precisassem fugir ou preparar-se para a guerra, de acordo com o perigo;

  16 E também que Deus lhes revelaria para onde deveriam ir a fim de se defenderem de seus inimigos; e se assim fizessem, o Senhor os salvaria; e esta era a fé que tinha Morôni e seu coração gloriava-se nela; anão no derramamento de sangue, mas em fazer o bem, em preservar seu povo, sim, em guardar os mandamentos de Deus, sim, e em resistir à iniqüidade.

  17 Sim, em verdade, em verdade vos digo que se todos os homens tivessem sido e fossem e pudessem sempre ser como Morôni, eis que os próprios poderes do inferno teriam sido abalados para sempre; sim, o adiabo nunca teria poder sobre o coração dos filhos dos homens.

  18 Eis que ele era um homem como Amon, o filho de Mosias, sim, e também como os outros filhos de Mosias; sim, e também como Alma e seus filhos, porque eram todos homens de Deus.

  19 Ora, eis que Helamã e seus irmãos não prestavam menos serviços ao povo do que Morôni; porque pregavam a palavra de Deus e batizavam para o arrependimento todos os que davam ouvidos a suas palavras.

  20 E assim prosseguiram; e os do povo ahumilharam-se por causa de suas palavras, a ponto de serem grandemente bfavorecidos pelo Senhor; e assim ficaram livres de guerras e contendas entre si; sim, pelo espaço de quatro anos.

  21 Mas como eu disse, quase no fim do décimo nono ano, sim, não obstante haver paz entre eles, foram compelidos, relutantemente, a lutar com seus irmãos, os lamanitas.

  22 Sim, em resumo, as guerras com os lamanitas não cessaram pelo espaço de muitos anos, apesar de sua grande relutância.

  23 Ora, alamentavam pegar em armas contra os lamanitas, porque não se deleitavam com o derramamento de sangue; sim, e isso não era tudo—eles lamentavam ser o instrumento para mandar muitos de seus irmãos deste mundo para o mundo eterno, despreparados para encontrar seu Deus.

  24 Entretanto não poderiam deixar-se matar, para que suas aesposas e filhos fossem massacrados pela bárbara crueldade daqueles que, um dia, haviam sido seus irmãos, sim, e que, tendo bdivergido da igreja, os haviam abandonado, unindo-se aos lamanitas para destruí-los.

  25 Sim, não poderiam tolerar que seus irmãos se regozijassem com o sangue dos nefitas enquanto houvesse algum que observasse os mandamentos de Deus, pois a promessa do Senhor era de que, se guardassem seus mandamentos, prosperariam na terra.