Capítulos 

Relato sobre os nefitas. Suas guerras, contendas e dissensões. E também as profecias de muitos santos profetas antes da vinda de Cristo, segundo os registros de Helamã, que era filho de Helamã, e também segundo os registros de seus filhos até a vinda de Cristo. Muitos lamanitas são convertidos. Relato de sua conversão. Relato da retidão dos lamanitas e das iniqüidades e abominações dos nefitas, segundo o registro de Helamã e seus filhos, até a vinda de Cristo, relato esse chamado Livro de Helamã.
CAPÍTULO 1
Paorã II torna-se juiz supremo e é assassinado por Quiscúmen—Pacumêni ocupa a cadeira de juiz—Coriântumr lidera os exércitos lamanitas, toma Zaraenla e mata Pacumêni—Moronia derrota os lamanitas e recupera Zaraenla; Coriântumr é morto. Aproximadamente 52–50 a.C.
CAPÍTULO 2
Helamã, filho de Helamã, torna-se juiz supremo—Gadiânton lidera o bando de Quiscúmen—O servo de Helamã mata Quiscúmen e o bando de Gadiânton foge para o deserto. Aproximadamente 50–49 a.C.
CAPÍTULO 3
Muitos nefitas emigram para a terra do norte—Eles constroem casas de cimento e fazem muitos registros—Dezenas de milhares de pessoas são convertidas e batizadas—A palavra de Deus leva os homens à salvação—Néfi, o filho de Helamã, ocupa a cadeira de juiz. Aproximadamente 49–39 a.C.
CAPÍTULO 4
Dissidentes nefitas e os lamanitas unem forças e tomam a terra de Zaraenla—As derrotas dos nefitas ocorrem por causa de sua iniqüidade—A Igreja decai e o povo torna-se fraco, da mesma forma que os lamanitas. Aproximadamente 38–30 a.C.
CAPÍTULO 5
Néfi e Leí dedicam-se a pregar—Seus nomes levam-nos a moldar a vida pela de seus antepassados—Cristo redime aqueles que se arrependem—Néfi e Leí convertem muitos e são aprisionados e fogo circunda-os—Uma nuvem de escuridão encobre trezentas pessoas—A terra treme e uma voz ordena aos homens que se arrependam—Néfi e Leí conversam com anjos e a multidão é circundada por fogo. Aproximadamente 30 a.C.
CAPÍTULO 6
Os lamanitas justos pregam a nefitas iníquos—Ambos os povos prosperam durante uma era de paz e abundância—Lúcifer, o autor do pecado, incita o coração dos iníquos e dos ladrões de Gadiânton ao assassinato e à iniqüidade—Os ladrões apoderam-se do governo nefita. Aproximadamente 29–23 a.C.
Profecia de Néfi, filho de Helamã —Deus ameaça visitar o povo de Néfi em sua cólera, até sua inteira destruição, caso não se arrependa de suas iniqüidades. Deus fere o povo de Néfi com uma pestilência; o povo arrepende-se e volta-se para ele. Samuel, um lamanita, profetiza aos nefitas.
Abrange os capítulos 7 a 16.
CAPÍTULO 7
Néfi é rejeitado no norte e volta para Zaraenla—Ele ora na torre de seu jardim e depois chama o povo ao arrependimento, para que não pereça. Aproximadamente 23–21 a.C.
CAPÍTULO 8
Juízes corruptos procuram incitar o povo contra Néfi—Abraão, Moisés, Zenos, Zenoque, Ezias, Isaías, Jeremias, Leí e Néfi, todos testificaram a respeito de Cristo—Por inspiração, Néfi anuncia o assassinato do juiz supremo. Aproximadamente 23–21 a.C.
CAPÍTULO 9
Mensageiros encontram o juiz supremo morto na cadeira de juiz—Eles são aprisionados e posteriormente libertados—Por inspiração, Néfi identifica Seântum como o assassino—Néfi é aceito por alguns como profeta. Aproximadamente 23–21 a.C.
CAPÍTULO 10
O Senhor confere a Néfi o poder selador—É-lhe outorgado o poder de ligar e desligar no céu e na Terra—Ele ordena ao povo que se arrependa para não perecer—O Espírito leva-o de multidão a multidão. Aproximadamente 21–20 a.C.
CAPÍTULO 11
Néfi persuade o Senhor a substituir a guerra pela fome—Muitos perecem—Eles arrependem-se e Néfi suplica ao Senhor que faça chover—Néfi e Leí recebem muitas revelações—Os ladrões de Gadiânton tornam-se fortes na terra. Aproximadamente 20–6 a.C.
CAPÍTULO 12
Os homens são instáveis, insensatos e rápidos na prática do mal—O Senhor castiga seu povo—A nulidade dos homens é comparada com o poder de Deus—No dia do julgamento os homens alcançarão vida eterna ou condenação eterna. Aproximadamente 6 a.C.
A profecia de Samuel, o lamanita, aos nefitas.
Abrange os capítulos 13 a 15.
CAPÍTULO 13
Samuel, o lamanita, profetiza a destruição dos nefitas, caso não se arrependam—Eles e suas riquezas são amaldiçoados—Rejeitam e apedrejam os profetas, são circundados por demônios e buscam a felicidade praticando iniqüidades. Aproximadamente 6 a.C.
CAPÍTULO 14
Samuel prediz que haverá luz durante a noite e que uma nova estrela aparecerá quando Cristo nascer—Cristo redime os homens da morte física e da espiritual—Entre os sinais de sua morte haverá três dias de trevas, fender-se-ão as rochas e haverá grandes cataclismos da natureza. Aproximadamente 6 a.C.
CAPÍTULO 15
O Senhor castigou os nefitas porque os amava—Os lamanitas convertidos são firmes e perseverantes na fé—O Senhor será misericordioso com os lamanitas nos últimos dias. Aproximadamente 6 a.C.
CAPÍTULO 16
Os nefitas que acreditam em Samuel são batizados por Néfi—Samuel não pode ser morto com as flechas e pedras dos nefitas que não se arrependeram—Alguns endurecem o coração e outros vêem anjos—Os incrédulos dizem que não é sensato crer em Cristo nem na sua vinda a Jerusalém. Aproximadamente 6–1 a.C.