Capítulo 13

Abinádi é protegido pelo poder divino — Ele ensina os Dez Mandamentos — Não se alcança a salvação apenas pela lei de Moisés — O próprio Deus fará uma expiação e redimirá o Seu povo. Aproximadamente 148 a.C.

 E então, quando o rei ouviu estas palavras, disse a seus sacerdotes: Tirai este homem daqui e matai-o, pois o que temos nós a ver com ele? Ele é louco!

 E eles avançaram e procuraram deitar-lhe as mãos; mas ele resistiu, dizendo:

 Não me toqueis, pois Deus ferir-vos-á se deitardes as mãos em mim, porque ainda não transmiti a mensagem que o Senhor me ordenou que transmitisse; nem tampouco vos disse aquilo que apedistes que vos dissesse; portanto, Deus não permitirá que eu seja destruído neste momento.

 Devo, porém, cumprir os mandamentos que Deus me deu; e por eu ter dito a verdade, estais irados contra mim. E também, por ter transmitido a palavra de Deus, julgais que sou louco.

 Ora, aconteceu que depois de Abinádi haver pronunciado estas palavras, o povo do rei Noé não se atreveu a deitar-lhe as mãos, porque o Espírito do Senhor estava sobre ele; e seu rosto aresplandecia com extraordinário brilho, como o de Moisés no monte Sinai enquanto falava com o Senhor.

 E falou com o apoder e a autoridade de Deus; e continuou suas palavras, dizendo:

 Vedes que não tendes poder para matar-me, portanto, termino a minha mensagem. Sim, e percebo que ela vos aatinge profundamente, porque vos digo a verdade sobre vossas iniquidades.

 Sim, e minhas palavras enchem-vos de admiração e de espanto e de ira.

 Termino, porém, a minha mensagem; e agora não importa aonde eu vá, contanto que eu seja salvo.

 10 Mas isto vos digo: O que fizerdes comigo, depois disto, será como um asímbolo e uma representação de coisas que estão para vir.

 11 E agora vos lerei o restante dos amandamentos de Deus, pois percebo que não estão escritos em vosso coração; percebo que haveis estudado e ensinado iniquidade durante a maior parte de vossa vida.

 12 E agora, lembrai-vos de que eu vos disse: Não farás para ti imagem de escultura nem alguma semelhança do que há em cima nos céus nem embaixo na Terra nem nas águas debaixo da terra.

 13 E também: Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou um Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam;

 14 E faço misericórdia a milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.

 15 Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.

 16 Lembra-te do dia do asábado, para o santificar.

 17 Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra;

 18 Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu nem teu filho nem tua filha nem o teu servo nem a tua serva nem o teu animal nem o teu estrangeiro que está dentro das tuas portas;

 19 Porque em aseis dias fez o Senhor os céus e a Terra e o mar e tudo o que neles há; portanto, abençoou o Senhor o dia do sábado e santificou-o.

 20 aHonra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.

 21 Não amatarás.

 22 Não cometerás aadultério. Não bfurtarás.

 23 Não dirás afalso testemunho contra o teu próximo.

 24 Não acobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo nem o seu servo nem a sua serva nem o seu boi nem o seu jumento nem coisa alguma do teu próximo.

 25 E aconteceu que depois de Abinádi dizer estas coisas, perguntou-lhes: Haveis ensinado a este povo que deve procurar fazer todas estas coisas, a fim de guardar estes mandamentos?

 26 Digo-vos que não, pois, se o houvésseis feito, o Senhor não me haveria enviado para profetizar infortúnios concernentes a este povo.

 27 E agora, dissestes que a salvação se alcança pela lei de Moisés. Digo-vos que ainda é preciso que guardeis a alei de Moisés; mas digo-vos que chegará o tempo em que bnão mais será necessário guardar a lei de Moisés.

 28 E digo-vos mais ainda, que a asalvação não se alcança somente pela blei; e se não fosse pela cexpiação que o próprio Deus fará pelos pecados e iniquidades dos de seu povo, eles inevitavelmente pereceriam, apesar da lei de Moisés.

 29 E agora vos digo que foi necessário dar uma lei aos filhos de Israel, sim, uma lei muito asevera; porque eram um povo obstinado, brápido para cometer iniquidade e vagaroso para lembrar-se do Senhor seu Deus.

 30 Portanto, uma alei lhes foi dada, sim, uma lei de ritos e de bordenanças, uma lei que deveriam cobservar rigorosamente, dia a dia, para conservarem viva a lembrança de Deus e de seu dever para com ele.

 31 Mas eis que vos digo que todas essas coisas eram asímbolos de coisas futuras.

 32 Ora, entendiam eles a lei? Digo-vos que não; nem todos entendiam a lei; e isso por causa da dureza de seu coração; porque não compreendiam que ninguém poderia ser salvo, aa não ser pela redenção de Deus.

 33 Pois eis que não lhes profetizou Moisés acerca da vinda do Messias e que Deus redimiria o seu povo? Sim, e mesmo atodos os profetas que profetizaram desde o princípio do mundo — não falaram eles mais ou menos a respeito destas coisas?

 34 Não disseram eles que o próprio aDeus desceria entre os filhos dos homens e tomaria a forma de homem e andaria com grande poder sobre a face da Terra?

 35 Sim, e não disseram também que ele proporcionaria a aressurreição aos mortos e que ele próprio seria oprimido e afligido?