SEÇÃO 124

Revelação dada a Joseph Smith, o Profeta, em Nauvoo, Estado de Illinois, em 19 de janeiro de 1841 ( History of the Church 4:274–286). Devido às crescentes perseguições e aos atos ilícitos praticados contra eles por oficiais públicos, os santos foram obrigados a deixar o Missouri. A ordem de extermínio expedida por Lilburn W. Boggs, governador do Missouri, datada de 27 de outubro de 1838, não lhes deixara outra alternativa ( History of the Church 3:175). Em 1841, quando esta revelação foi dada, os santos haviam construído a cidade de Nauvoo, que ocupava a área do antigo povoado de Commerce, Estado de Illinois, e ali fora estabelecida a sede da Igreja.

1–14, É ordenado que Joseph Smith faça uma proclamação solene do evangelho ao presidente do Estados Unidos, aos governadores e aos governantes de todas as nações; 15–21, Hyrum Smith, David W. Patten, Joseph Smith Sênior e outros, dentre os vivos e os mortos, são abençoados por sua integridade e virtudes; 22–28, É ordenado que os santos construam uma casa para receber os viajantes, bem como um templo em Nauvoo; 29–36, Os batismos pelos mortos devem ser realizados nos templos; 37–44, O povo do Senhor sempre constrói templos para a realização das santas ordenanças; 45–55, Os santos são dispensados de construir o templo no Condado de Jackson por causa da opressão de seus inimigos; 56–83, São dadas instruções para a construção da Casa de Nauvoo; 84–96, Hyrum Smith é chamado para ser o patriarca, receber as chaves e ocupar o lugar de Oliver Cowdery; 97–122, William Law e outros são aconselhados em seus trabalhos; 123–145, São nomeados oficiais gerais e locais; e são estabelecidos sua filiação e seus deveres nos quóruns.

  EM verdade, assim te diz o Senhor, meu servo Joseph Smith: Estou satisfeito com tua oferta e teus reconhecimentos; pois para esse fim te levantei, para mostrar minha sabedoria por meio das acoisas fracas da Terra.

  Tuas orações são aceitáveis perante mim; e, em resposta a elas, digo-te que és agora chamado para fazer imediatamente uma proclamação solene de meu evangelho e desta aestaca que estabeleci para ser uma pedra angular de Sião, a qual será polida com um refinamento semelhante ao de um palácio.

  Esta proclamação será feita a todos os areis do mundo, aos quatro cantos da Terra, ao ilustre presidente eleito e aos nobres governadores da nação em que vives e a todas as nações espalhadas pela face da Terra.

  Que seja escrita com espírito de amansidão e pelo poder do Espírito Santo que estará em ti quando a escreveres;

  Pois pelo Espírito Santo ser-te-á dado conhecer minha vontade com relação a esses reis e autoridades, até mesmo o que lhes sobrevirá em uma época futura.

  Pois eis que estou prestes a conclamá-los para darem ouvidos à luz e à glória de Sião, porque chegado é o tempo determinado para favorecê-la.

  Conclama-os, portanto, com uma proclamação vigorosa e com teu testemunho, sem os temer, porque eles são como a aerva e toda sua glória como a flor da erva que logo cai, para que não se lhes deixe também qualquer desculpa—

  E para que eu os visite no dia da visitação, quando eu tirar o véu que me cobre a face, para designar a porção do opressor entre os hipócritas, onde há aranger de dentes, caso rejeitem meus servos e meu testemunho que lhes revelei.

  E também os visitarei e abrandarei o coração de muitos deles para o vosso bem, para que encontreis graça aos olhos deles, para que venham à aluz da verdade e os gentios, à exaltação ou, em outras palavras, ao enaltecimento de Sião.

  10 Pois o dia de minha visitação depressa vem, numa ahora que não imaginais; e onde estará a segurança de meu povo e o refúgio para os que dele restarem?

  11 Despertai, ó reis da Terra! Vinde, ó vinde com vosso ouro e vossa prata, em auxílio de meu povo, à casa das filhas de Sião.

  12 E também, em verdade eu te digo: Que meu servo Robert B. Thompson te ajude a escrever essa proclamação, pois estou satisfeito com ele e que esteja contigo;

  13 Que ele, portanto, atenda a teu conselho e abençoá-lo-ei com uma multiplicidade de bênçãos; que seja fiel e verdadeiro em todas as coisas a partir de agora; e ele será grande aos meus olhos;

  14 Que se lembre, porém, de que de suas mãos requererei sua amordomia.

  15 E também, em verdade eu te digo: Bem-aventurado é meu servo aHyrum Smith; pois eu, o Senhor, amo-o pela bintegridade do seu coração e porque ele ama o que é correto a meus olhos, diz o Senhor.

  16 Também que meu servo John C. Bennett te auxilie em teu trabalho de enviar minha palavra aos reis e povos da Terra; e permaneça a teu lado, meu servo Joseph Smith, na hora da aflição; e sua recompensa não falhará, se ele receber aconselho.

  17 E por seu amor ele será grande, pois será meu se isso fizer, diz o Senhor. Vi a obra que ele fez, a qual aceito se ele continuar; e coroá-lo-ei com bênçãos e grande glória.

  18 E também te digo que é minha vontade que meu servo Lyman Wight continue pregando em favor de Sião, com espírito de mansidão, confessando-me perante o mundo; e sustentá-lo-ei como sobre aasas de águias; e ele obterá glória e honra para si e para o meu nome.

  19 Para que, quando terminar sua obra, eu o receba para mim, como recebi meu servo aDavid Patten, que está comigo neste momento, e também meu servo bEdward Partridge e também meu servo idoso cJoseph Smith Sênior, que se assenta à direita dde Abraão; e bem-aventurado e santo é ele, porque é meu.

  20 E também, em verdade eu te digo: Em meu servo George Miller não há adolo—pode-se confiar nele por causa da integridade de seu coração; e pelo amor que ele tem ao meu testemunho, eu, o Senhor, amo-o.

  21 Portanto digo-te: Selo sobre sua cabeça o ofício de um abispado, como com meu servo Edward Partridge, para que receba as consagrações de minha casa, para que confira bênçãos aos pobres que existem entre meu povo, diz o Senhor. Que nenhum homem despreze meu servo George, porque ele me honrará.

  22 Que meu servo George e meu servo Lyman e meu servo John Snider e outros edifiquem uma acasa a meu nome, uma casa como meu servo Joseph irá lhes mostrar, no local que ele também lhes mostrar.

  23 E será uma casa de hospedagem, uma casa onde os viajantes possam vir de longe para se hospedar; portanto, que seja uma boa casa, digna de toda aceitação, para que o aviajante cansado encontre saúde e segurança enquanto reflete sobre a palavra do Senhor e sobre a bpedra angular que designei para Sião.

  24 Esta casa será uma habitação saudável se for construída ao meu nome e se o dirigente que para ela for designado não permitir que seja profanada. Será santa; caso contrário, o Senhor teu Deus nela não habitará.

  25 E também, em verdade vos digo: Que todos os meus santos venham de longe.

  26 E enviai mensageiros rápidos, sim, mensageiros escolhidos, e dizei-lhes: Vinde com todo o vosso ouro e vossa prata e vossas pedras preciosas e com todas as vossas antigüidades; e todos os que tiverem conhecimento de antigüidades e estiverem dispostos a vir, que venham e tragam o álamo e a faia e o pinheiro, junto com todas as árvores preciosas da Terra;

  27 E com ferro, com cobre e com latão; e com zinco e com todas as vossas coisas preciosas da Terra; e construí uma acasa ao meu nome, para que nela bhabite o Altíssimo.

  28 Porque não há na Terra um lugar a que ele possa vir e arestaurar aquilo que perdestes, ou seja, aquilo que ele tirou, sim, a plenitude do sacerdócio.

  29 Porque não existe na Terra uma afonte batismal onde eles, os meus santos, possam ser bbatizados pelos que estão mortos—

  30 Pois essa ordenança pertence a minha casa e não me pode ser aceitável a não ser em dias de penúria, quando não puderdes construir-me uma casa.

  31 Ordeno-vos, porém, a todos vós, meus santos, aconstruirdes-me uma casa; e concedo-vos um tempo suficiente para me construirdes uma casa; e, durante esse tempo, vossos batismos ser-me-ão aceitáveis.

  32 Mas eis que, findo esse prazo, os batismos por vossos mortos não me serão aceitáveis; e se não fizerdes essas coisas, até o final do prazo, sereis rejeitados como igreja com vossos mortos, diz o Senhor vosso Deus.

  33 Pois em verdade vos digo que, depois de terdes tido tempo suficiente para construir-me uma casa, onde deverá ser feita a ordenança do batismo pelos mortos e para os quais a mesma foi instituída desde antes da fundação do mundo, vossos batismos pelos mortos não poderão ser aceitos por mim;

  34 Pois nela são conferidas as achaves do santo sacerdócio, para que recebais honra e glória.

  35 E desse tempo em diante, vossos batismos pelos mortos realizados pelos que se encontram espalhados em outras partes não me serão aceitáveis, diz o Senhor.

  36 Porque se decretou que em Sião e em suas estacas e em Jerusalém, lugares esses que designei como arefúgio, estarão os lugares para vossos batismos pelos mortos.

  37 E também, em verdade vos digo: Como me serão aceitáveis vossas aabluções, se não as fizerdes em uma casa construída ao meu nome?

  38 Pois, por essa razão, mandei Moisés construir um atabernáculo que deveriam carregar consigo pelo deserto; e construir uma bcasa na terra da promissão para que se revelassem as ordenanças que estiveram ocultas desde antes da fundação do mundo.

  39 Portanto em verdade vos digo que vossas aunções e vossas abluções; e vossos bbatismos pelos mortos; e vossas cassembléias solenes e memoriais dos vossos dsacrifícios feitos pelos filhos de Levi por vós; e vossos oráculos nos elugares santíssimos, onde recebeis conhecimento; e vossos estatutos e julgamentos para o início das revelações e do alicerce de Sião e para a glória, honra e investidura de todos os seus munícipes são prescritos pela ordenança de minha casa santa, a qual meu povo sempre recebe ordem de construir a meu santo nome.

  40 E em verdade vos digo: Que essa casa seja construída ao meu nome, a fim de que nela eu revele minhas ordenanças a meu povo;

  41 Pois digno-me arevelar a minha igreja coisas que têm sido mantidas bocultas desde antes da fundação do mundo, coisas pertinentes à dispensação da cplenitude dos tempos.

  42 E aeu mostrarei a meu servo Joseph todas as coisas relativas a essa casa e a seu sacerdócio, assim como o lugar onde será construída.

  43 E construí-la-eis no lugar em que planejastes, porque esse é o local que escolhi para sua construção.

  44 Se trabalhardes com toda a vossa força, consagrarei esse local para que se torne asanto.

  45 E se meu povo der ouvidos a minha voz e à voz de meus aservos que designei para guiar meu povo, eis que em verdade vos digo que não serão removidos de seu lugar.

  46 Mas se não derem ouvidos a minha voz nem à voz desses homens que designei, não serão abençoados, porque profanam meu solo santo e minhas santas ordenanças e estatutos e as santas palavras que lhes dou.

  47 E acontecerá que, se construirdes uma casa ao meu nome e não fizerdes as coisas que eu disser, não observarei o ajuramento que vos faço nem cumprirei as promessas que esperais de minhas mãos, diz o Senhor.

  48 Pois aem vez de bênçãos, vós, com vossas obras, trazeis maldições, ira, indignação e julgamentos sobre a própria cabeça, com vossa insensatez e com as abominações que cometeis perante mim, diz o Senhor.

  49 Em verdade, em verdade vos digo que quando eu dou um mandamento a qualquer dos filhos dos homens de fazer um trabalho ao meu nome e esses filhos dos homens usam toda a sua força e tudo o que têm para realizar esse trabalho e não deixam de ser adiligentes; e são atacados por seus inimigos e impedidos de realizar esse trabalho, eis que me convém já não brequerer das mãos desses filhos dos homens o trabalho, mas aceitar suas ofertas.

  50 E a iniqüidade e a transgressão de minhas santas leis e mandamentos farei arecair sobre a cabeça daqueles que impediram meu trabalho, até a terceira e quarta bgeração, enquanto não se carrependerem e me odiarem, diz o Senhor Deus.

  51 Portanto por essa razão aceitei as ofertas daqueles a quem ordenei construir uma cidade e uma acasa ao meu nome, no bCondado de Jackson, Missouri, no que foram impedidos por seus inimigos, diz o Senhor vosso Deus.

  52 E farei sobrevirem ajulgamentos, ira e indignação, pranto e angústia e ranger de dentes sobre a cabeça deles até a terceira e quarta geração, enquanto me odiarem e não se arrependerem, diz o Senhor vosso Deus.

  53 E isso dou-vos como exemplo, para vossa consolação com respeito a todos os que foram mandados fazer um trabalho e foram impedidos pelas mãos de inimigos e por opressão, diz o Senhor vosso Deus.

  54 Pois eu sou o Senhor vosso Deus e salvarei todos os vossos irmãos, que eram apuros de coração e foram bmortos na terra de Missouri, diz o Senhor.

  55 E também, em verdade vos digo: Torno a ordenar-vos que construais uma acasa ao meu nome, sim, neste lugar, para que me bproveis serdes fiéis em todas as coisas que eu vos mandar, para que eu vos abençoe e vos coroe de honra, imortalidade e vida eterna.

  56 E agora vos digo, concernente a minha ahospedaria que vos ordenei construir para alojamento de viajantes: Que seja construída ao meu nome e seja chamada pelo meu nome; e que meu servo Joseph e sua casa tenham lugar nela, de geração em geração.

  57 Pois fiz essa unção sobre sua cabeça a fim de que a bênção dele também esteja sobre a cabeça de sua posteridade depois dele.

  58 E como eu disse a aAbraão, concernente às famílias da Terra, assim também digo a meu servo Joseph: Em ti e em tua bsemente as famílias da Terra serão abençoadas.

  59 Portanto, que meu servo Joseph e sua semente depois dele tenham lugar nessa casa, de geração em geração, para todo o sempre, diz o Senhor.

  60 E que o nome dessa casa seja Casa de Nauvoo; e que seja uma habitação agradável para o homem e um lugar de descanso para o viajante fatigado, para que ele contemple a glória de Sião e a glória desta que é sua pedra angular;

  61 Para que receba também conselho daqueles que coloquei como aplantas de renome e como bsentinelas sobre seus muros.

  62 Eis que em verdade vos digo: Que meu servo George Miller e meu servo Lyman Wight e meu servo John Snider e meu servo Peter Haws se organizem e escolham um deles para presidente de seu quórum, com o propósito de construir essa casa.

  63 E deverão formular um estatuto que lhes permita vender ações para a construção dessa casa.

  64 E não deverão receber menos de cinqüenta dólares por ação dessa casa; e ser-lhes-á permitido aceitar até quinze mil dólares de uma mesma pessoa por ações dessa casa.

  65 Mas não lhes será permitido receber, de uma mesma pessoa, mais de quinze mil dólares de capital.

  66 E não lhes será permitido aceitar, de uma mesma pessoa, menos de cinqüenta dólares por uma ação dessa casa.

  67 E não lhes será permitido receber um homem como acionista dessa casa, a não ser que ele pague suas ações no momento em que as receber;

  68 E receberá ações dessa casa em proporção à quantia que entregar em suas mãos; mas, se nada lhes pagar, não receberá ação alguma dessa casa.

  69 E se alguém lhes entregar dinheiro, será para compra de ações dessa casa, para si e sua posteridade depois dele, de geração em geração, enquanto ele e seus herdeiros retiverem essas ações e não as venderem nem transferirem por sua livre vontade e ação, se desejais fazer minha vontade, diz o Senhor vosso Deus.

  70 E também em verdade vos digo: Se meu servo George Miller e meu servo Lyman Wight e meu servo John Snider e meu servo Peter Haws receberem qualquer capital, em dinheiro ou em propriedades equivalentes ao valor real do dinheiro, não deverão destinar qualquer parte desse capital a outro fim, a não ser o dessa casa.

  71 E se destinarem qualquer parte desse dinheiro a outro fim, que não essa casa, sem o consentimento do acionista, e não pagarem quatro vezes o valor do capital que destinarem a outro uso, serão amaldiçoados e removidos de seu lugar, diz o Senhor Deus; porque eu, o Senhor, sou Deus e não serei aescarnecido em qualquer dessas coisas.

  72 Em verdade vos digo: Que meu servo Joseph compre ações de suas mãos para a construção dessa casa, como lhe parecer bem; mas meu servo Joseph não pode comprar mais de quinze mil dólares em ações dessa casa, nem menos de cinqüenta dólares; nem o pode qualquer outro homem, diz o Senhor.

  73 E também há outros que desejam conhecer minha vontade a respeito deles, pois pediram-me.

  74 Portanto eu vos digo, em relação a meu servo Vinson Knight: Se ele quiser fazer minha vontade, que adquira ações dessa casa para si e sua posteridade depois dele, de geração em geração.

  75 E que erga a voz, longa e estrondosamente, no meio do povo, arogando pelos pobres e necessitados; e que não fraqueje nem se lhe desfaleça o coração; e baceitarei suas ofertas, pois não serão para mim como as ofertas de Caim; pois ele será meu, diz o Senhor.

  76 Que sua família se regozije e que o coração deles se afaste da aflição, pois eu o escolhi e ungi e ele será honrado no meio de sua casa, pois perdoarei todos os seus pecados, diz o Senhor. Amém.

  77 Em verdade vos digo: Que meu servo Hyrum invista capital nessa casa como lhe parecer bem, para si e sua posteridade depois dele, de geração em geração.

  78 Que meu servo Isaac Galland invista capital nessa casa; pois eu, o Senhor, amo-o pelo serviço que tem prestado e perdoarei todos os seus pecados; portanto, que seus direitos nessa casa sejam lembrados, de geração em geração.

  79 Que meu servo Isaac Galland seja designado entre vós e seja ordenado e abençoado por meu servo William Marks, a fim de ir com meu servo Hyrum realizar o trabalho que meu servo Joseph lhes indicar; e serão grandemente abençoados.

  80 Que meu servo William Marks invista capital nessa casa, como lhe parecer bem, para si e sua posteridade, de geração em geração.

  81 Que meu servo Henry G. Sherwood invista capital nessa casa, como lhe parecer bem, para si e sua semente depois dele, de geração em geração.

  82 Que meu servo William Law invista capital nessa casa, para si e sua semente depois dele, de geração em geração.

  83 Se desejar fazer minha vontade, que não leve sua família às terras do leste, sim, a Kirtland; contudo eu, o Senhor, edificarei Kirtland, mas eu, o Senhor, tenho um flagelo preparado para seus habitantes.

  84 E quanto a meu servo Almon Babbit: Há muitas coisas que não me agradam; eis que ele aspira a estabelecer seu próprio conselho, em vez do conselho que decretei, sim, o da Presidência de minha Igreja; e estabelece um abezerro de ouro para meu povo adorar.

  85 Que não se a deste lugar homem algum que aqui haja vindo na tentativa de obedecer a meus mandamentos.

  86 Se viverem aqui, que vivam em mim; e se morrerem, que morram em mim; pois adescansarão de todos os seus labores aqui e continuarão suas obras.

  87 Portanto, que meu servo William deposite sua confiança em mim e não tema com respeito a sua família, por causa da enfermidade que grassa na região. Se me aamais, guardai meus mandamentos; e a enfermidade da região bredundará em glória para vós.

  88 Que meu servo William vá proclamar meu evangelho eterno em alta voz e com grande alegria, conforme inspirado por meu aEspírito, aos habitantes de Warsaw e também aos habitantes de Carthage e também aos habitantes de Burlington e também aos habitantes de Madison; e espere, paciente e diligentemente, mais instruções em minha conferência geral, diz o Senhor.

  89 Se ele desejar fazer minha vontade, que daqui em diante atenda ao conselho de meu servo Joseph e com seus bens apóie a acausa dos pobres e publique ba nova tradução da minha santa palavra para os habitantes da Terra.

  90 E, se assim fizer, aabençoá-lo-ei com uma multiplicidade de bênçãos; e ele não será abandonado nem sua semente será vista bsuplicando pão.

  91 E também, em verdade vos digo: Que meu servo William seja designado, ordenado e ungido conselheiro de meu servo Joseph, em lugar de meu servo Hyrum, para que meu servo Hyrum ocupe o ofício de Sacerdócio e aPatriarca, que por seu pai lhe foi designado por bênção e também por direito;

  92 Que de agora em diante retenha as chaves das abênçãos patriarcais sobre a cabeça de todo o meu povo,

  93 Para que quem ele abençoar seja abençoado; e quem ele aamaldiçoar seja amaldiçoado; para que tudo que bligar na Terra seja ligado nos céus e tudo que ele desligar na Terra seja desligado nos céus.

  94 E deste momento em diante, designo-o profeta, avidente e revelador da minha igreja, como meu servo Joseph;

  95 Para que também proceda de acordo com meu servo Joseph e que receba conselho de meu servo Joseph, o qual lhe mostrará as achaves pelas quais poderá pedir e receber e ser coroado com a mesma bênção e glória e honra e sacerdócio e dons do sacerdócio, que antes foram colocados sobre a cabeça daquele que era meu servo, bOliver Cowdery;

  96 Que meu servo Hyrum testifique as coisas que eu lhe mostrar, para que seu nome seja lembrado com honra, de geração em geração, para todo o sempre.

  97 Que meu servo William Law também receba as chaves pelas quais poderá pedir e receber bênçãos; que seja ahumilde perante mim e sem bdolo; e receberá meu Espírito, sim, o cConsolador, que lhe manifestará a verdade de todas as coisas e mostrar-lhe-á, na hora exata, o que deverá dizer.

  98 E estes asinais segui-lo-ão: bCurará os doentes, expulsará demônios e será protegido contra os que desejam dar-lhe veneno mortífero;

  99 E será conduzido por veredas onde as aserpentes venenosas não lhe poderão ferir o calcanhar e elevar-se-á, na bimaginação de seus pensamentos, como que sobre asas de águias.

  100 E se eu desejar que ele levante os mortos, que ele não retenha sua voz.

  101 Portanto, que meu servo William clame em alta voz e não se detenha, com alegria e regozijo e com hosanas àquele que se assenta no trono para todo o sempre, diz o Senhor vosso Deus.

  102 Eis que vos digo: Tenho uma missão reservada para meu servo William e para meu servo Hyrum e para eles somente; e que meu servo Joseph permaneça em casa, porque precisam dele. O remanescente mostrar-vos-ei depois. Assim seja. Amém.

  103 E também, em verdade vos digo: Se meu servo aSidney desejar servir-me e ser conselheiro de meu servo Joseph, que se levante e venha ocupar o cargo de seu chamado; e que se humilhe perante mim.

  104 E se me oferecer uma oferta aceitável e reconhecimentos e permanecer com meu povo, eis que eu, o Senhor vosso Deus, o curarei para que fique são; e ele tornará a erguer a voz nas montanhas e será um aporta-voz diante de minha face.

  105 Que venha e estabeleça sua família perto da residência de meu servo Joseph.

  106 E em todas as suas viagens, que erga a voz como com o som de uma trombeta e advirta os habitantes da Terra que fujam da ira que virá.

  107 Que ele ajude meu servo Joseph e que também meu servo William Law ajude meu servo Joseph a fazer uma aproclamação solene aos reis da Terra, assim como vos disse antes.

  108 Se meu servo Sidney desejar fazer minha vontade, que não leve sua família para as aregiões do leste, mas que mude de casa, assim como eu disse.

  109 Eis que não é minha vontade que ele procure encontrar segurança e refúgio fora da cidade que vos indiquei, sim, a cidade de aNauvoo.

  110 Em verdade vos digo: Mesmo agora, se ele atender a minha voz, tudo lhe irá bem. Assim seja. Amém.

  111 E também, em verdade vos digo: Que meu servo Amos Davies compre ações das mãos daqueles que designei para construir uma hospedaria, sim, a Casa de Nauvoo.

  112 Que faça isso se quiser ter participação; e que dê ouvidos aos conselhos de meu servo Joseph e trabalhe com suas próprias mãos a fim de conquistar a confiança dos homens.

  113 E quando tiver dado provas de fidelidade em todas as coisas que lhe forem confiadas, sim, mesmo que sejam poucas, será feito agovernante sobre muitas;

  114 Portanto, que se ahumilhe para ser exaltado. Assim seja. Amém.

  115 E também, em verdade vos digo: Se meu servo Robert D. Foster deseja obedecer a minha voz, que construa uma casa para meu servo Joseph, de acordo com o contrato que fez com ele, pois a porta ser-lhe-á aberta, de tempos em tempos.

  116 E que se arrependa de toda sua insensatez e revista-se de acaridade; e cesse de praticar o mal e abandone todas as suas palavras ásperas;

  117 E compre ações do quórum da Casa de Nauvoo, para si e sua posteridade depois dele, de geração em geração.

  118 E dê ouvidos aos conselhos de meus servos Joseph e Hyrum e William Law e às autoridades que escolhi para estabelecerem o alicerce de Sião; e tudo lhe irá bem para todo o sempre. Assim seja. Amém.

  119 E também, em verdade vos digo: Que nenhum homem compre ações do quórum da Casa de Nauvoo, a menos que creia no Livro de Mórmon e nas revelações que vos dei, diz o Senhor vosso Deus;

  120 Porque o que é amais ou menos do que isso provém do mal e será acompanhado de maldições e não de bênçãos, diz o Senhor vosso Deus. Assim seja. Amém.

  121 E também, em verdade vos digo: Que o quórum da Casa de Nauvoo receba um salário justo por todos os serviços que prestarem na construção da Casa de Nauvoo; e que seu salário seja decidido entre eles quanto ao valor.

  122 E que todo homem que comprar ações contribua proporcionalmente para o salário deles, caso seja necessário para seu sustento, diz o Senhor; do contrário, seus serviços serão pagos com ações dessa casa. Assim seja. Amém.

  123 Em verdade vos digo: Agora vos indico os aoficiais pertencentes a meu sacerdócio, para que tenhais suas bchaves, sim, desse Sacerdócio que é segundo a ordem de cMelquisedeque, que é segundo a ordem de meu Filho Unigênito.

  124 Primeiro dou-vos Hyrum Smith como vosso apatriarca, para portar as bênçãos de bselamento de minha igreja, sim, o Santo Espírito da cpromessa pelo qual sois dselados para o dia da redenção, a fim de que não chegueis a cair, não obstante a ehora de tentação que vos sobrevier.

  125 Dou-vos meu servo Joseph como élder presidente de toda a minha igreja, e para ser tradutor, revelador, avidente e profeta.

  126 Dou-lhe como conselheiros meu servo Sidney Rigdon e meu servo William Law, para constituírem um quórum e Primeira Presidência, a fim de receberem os aoráculos para toda a igreja.

  127 Dou-vos meu servo aBrigham Young como presidente do conselho viajante dos Doze;

  128  aConselho esse que tem as chaves para abrir a autoridade de meu reino nos quatro cantos da Terra e, depois, benviar minha palavra a toda criatura.

  129 São eles: Heber C. Kimball, Parley P. Pratt, Orson Pratt, Orson Hyde, William Smith, John Taylor, John E. Page, Wilford Woodruff, Willard Richards, George A. Smith;

  130  aDavid Patten btomei para mim; eis que seu sacerdócio ninguém lho tirará; mas, em verdade vos digo, outro poderá ser designado para o mesmo chamado.

  131 E também vos digo: Dou-vos um asumo conselho, como pedra angular de Sião—

  132 A saber: Samuel Bent, Henry G. Sherwood, George W. Harris, Charles C. Rich, Thomas Grover, Newel Knight, David Dort, Dunbar Wilson—Seymour Brunson tomei para mim; ninguém lhe tirará o sacerdócio, mas outro poderá ser designado ao mesmo sacerdócio em seu lugar; e em verdade vos digo: Que seja meu servo Aaron Johnson ordenado para esse chamado em seu lugar—David Fullmer, Alpheus Cutler, William Huntington.

  133 E também vos dou Don C. Smith como presidente de um quórum de sumos sacerdotes;

  134 Ordenança essa instituída com o propósito de qualificar os que serão designados presidentes, ou seja, servos locais de diferentes aestacas espalhadas fora daqui;

  135 E poderão também viajar se o desejarem, mas são ordenados presidentes locais; este é o ofício de seu chamado, diz o Senhor vosso Deus.

  136 Dou-lhe Amasa Lyman e Noah Packard como conselheiros, para presidirem o quórum de sumos sacerdotes de minha igreja, diz o Senhor.

  137 E também vos digo: Dou-vos John A. Hicks, Samuel Williams e Jesse Baker, cujo sacerdócio deverá presidir o quórum de aélderes, quórum esse instituído para que eles sejam ministros locais; no entanto poderão viajar, não obstante serem ordenados ministros locais de minha igreja, diz o Senhor.

  138 E também vos dou Joseph Young, Josiah Butterfield, Daniel Miles, Henry Herriman, Zera Pulsipher, Levy Hancock, James Foster, para que eles presidam o quórum de asetentas;

  139 Esse quórum é instituído para que eles sejam élderes viajantes, a fim de prestarem testemunho de meu nome em todo o mundo, aonde quer que o sumo conselho viajante, os meus apóstolos, os envie para preparar um caminho diante da minha face.

  140 A diferença entre esse quórum e o quórum de élderes é que um deverá viajar constantemente e o outro deverá presidir as igrejas de tempos em tempos; um tem a responsabilidade de presidir de tempos em tempos e o outro não tem responsabilidade de presidir, diz o Senhor vosso Deus.

  141 E também vos digo: Dou-vos Vinson Knight, Samuel H. Smith e Shadrach Roundy, se ele aceitar, para presidir o abispado; instruções sobre o dito bispado encontram-se no livro de bDoutrina e Convênios.

  142 E também vos digo: Samuel Rolfe e seus conselheiros como sacerdotes e o presidente dos mestres e seus conselheiros e também o presidente dos diáconos e seus conselheiros e também o presidente da estaca e seus conselheiros.

  143 Os ofícios acima eu vos dei, assim como suas chaves, para auxílio e governo, para a obra do ministério e o aaperfeiçoamento de meus santos.

  144 E dou-vos o mandamento de preencherdes todos esses cargos e aaprovardes ou desaprovardes, na minha conferência geral, os nomes que mencionei;

  145 E de preparardes acomodações para todos esses cargos em minha casa, quando a construirdes ao meu nome, diz o Senhor vosso Deus. Assim seja. Amém.