SEÇÃO 19

Revelação dada por intermédio de Joseph Smith, em Manchester, Estado de Nova York, em março de 1830 ( History of the Church 1:72–74). Em sua história, o Profeta introduziu-a como “um mandamento de Deus e não do homem, a Martin Harris, dado por aquele que é Eterno” ( History of the Church 1:72).

1–3, Cristo tem todo o poder; 4–5, Todos os homens devem arrepender-se ou sofrer; 6–12, Castigo eterno é castigo de Deus; 13–20, Cristo sofreu por todos, para que não tenham que sofrer, caso se arrependam; 21–28, Prega o evangelho de arrependimento; 29–41, Anuncia boas novas.

  EU sou o aAlfa e o Ômega, bCristo, o Senhor; sim, eu sou ele, o princípio e o fim, o Redentor do mundo.

  Eu, tendo cumprido e aconsumado a vontade daquele a quem pertenço, ou seja, o Pai, a meu respeito—tendo feito isso para bsujeitar a mim todas as coisas—

  Retendo todo o apoder, até para bdestruir Satanás e suas obras no cfim do mundo; e no último grande dia do juízo, que pronunciarei sobre seus habitantes, djulgando a cada homem de acordo com suas eobras e as ações que houver praticado.

  E certamente todo homem deve aarrepender-se ou bsofrer, pois eu, Deus, sou cinfinito.

  Portanto não arevogarei os julgamentos que pronunciar, mas sobrevirão desgraça, pranto, blamentação e ranger de dentes, sim, àqueles que se acharem a minha cesquerda.

  Contudo, anão está escrito que não haverá fim para esse tormento, mas está escrito btormento infinito.

  Também, está escrito acondenação eterna; portanto está mais explícito do que outras escrituras, a fim de influenciar o coração dos filhos dos homens inteiramente para a glória de meu nome.

  Explicar-vos-ei, portanto, este mistério, porque vos convém conhecê-lo, assim como meus apóstolos.

  Falo a vós que fostes escolhidos com referência a este assunto, como se fôsseis um, para que entreis em meu adescanso.

  10 Pois eis que o amistério da divindade, quão grande é! Pois eis que eu sou infinito e o castigo que é dado pela minha mão é castigo infinito, pois bInfinito é meu nome. Portanto—

  11  aCastigo eterno é castigo de Deus.

  12 Castigo infinito é castigo de Deus.

  13 Portanto ordeno que te arrependas e guardes os amandamentos que recebeste pela mão de Joseph Smith Júnior em meu nome;

  14 E é pela minha onipotência que os recebeste;

  15 Portanto ordeno que te arrependas—arrepende-te, para que eu não te fira com a vara de minha boca e com minha ira e com minha cólera e teus asofrimentos sejam dolorosos—quão dolorosos tu não sabes, quão intensos tu não sabes, sim, quão difíceis de suportar tu não sabes.

  16 Pois eis que eu, Deus, asofri essas coisas por todos, para que não precisem bsofrer caso se carrependam;

  17 Mas se não se arrependerem, terão que asofrer assim como eu sofri;

  18 Sofrimento que fez com que eu, Deus, o mais grandioso de todos, tremesse de dor e sangrasse por todos os poros; e sofresse, tanto no corpo como no espírito—e desejasse anão ter de beber a amarga taça e recuar—

  19 Todavia, glória seja para o Pai; eu bebi e aterminei meus preparativos para os filhos dos homens.

  20 Assim, ordeno outra vez que te arrependas, para que eu não te humilhe com minha onipotência; e que aconfesses teus pecados para que não sofras esses castigos dos quais falei, os quais experimentaste em pequeníssima, sim, em ínfima proporção, quando retirei meu Espírito.

  21 E ordeno-te que nada apregues a não ser arrependimento; e bnão mostres estas coisas ao mundo até que me pareça prudente.

  22 Porque agora não podem atolerar carne, devem receber bleite; portanto não deverão conhecer estas coisas, para que não pereçam.

  23 Aprende de mim e ouve minhas palavras; aanda na bmansidão de meu Espírito e terás cpaz em mim.

  24 Eu sou aJesus Cristo; vim pela vontade do Pai e cumpro sua vontade.

  25 E também te ordeno que não acobices a bmulher de teu próximo; nem procures tirar a vida de teu próximo.

  26 E também te ordeno que não te apegues a tua propriedade, mas oferece-a liberalmente para a impressão do Livro de Mórmon, que contém a averdade e a palavra de Deus—

  27 Que é minha palavra aos agentios; para que logo seja levado aos bjudeus, de quem os lamanitas são cremanescentes, para que creiam no evangelho e não mais esperem que venha um dMessias já vindo.

  28 E também te ordeno que aoresbem voz alta, assim como em teu coração; sim, perante o mundo, como também em segredo; em público, assim como em particular.

  29 E aproclamarás boas novas; sim, anuncia-as sobre as montanhas e todos os lugares elevados e a todo povo que te seja permitido ver.

  30 E assim farás com toda humildade, aconfiando em mim, não ofendendo ofensores.

  31 E de adogmas não falarás, mas declararás arrependimento e b no Salvador e cremissão de pecados dpor batismo e por efogo, sim, pelo fEspírito Santo.

  32 Eis que este é um grande e o último amandamento que te darei quanto a este assunto; pois isto bastará para tua jornada diária, até o fim de tua vida.

  33 E sofrimento terás se desprezares estes aconselhos, sim, em verdade a destruição de ti mesmo e de tua propriedade.

  34  a uma porção de teus bens, sim, parte de tuas terras e de tudo, exceto o sustento de tua família.

  35 Paga a adívidabcontraída com o impressor. Livra-te da cservidão.

  36  aDeixa tua casa e teu lar, exceto quando desejares ver tua família;

  37 E afala abertamente a todos; sim, prega, exorta, declara a bverdade em alta voz e com tom de regozijo, clamando: Hosana, hosana, bendito seja o nome do Senhor Deus!

  38  aOra sempre e bderramarei meu Espírito sobre ti e grande será tua bênção—sim, até maior do que se obtivesses tesouros da Terra e corruptibilidade na mesma medida.

  39 Eis que podes ler isto sem te regozijares e encheres de alegria o coração?

  40 Ou podes tu continuar a andar como um guia cego?

  41 Ou podes ser ahumilde e dócil e conduzires-te sabiamente perante mim? Sim, bvem a mim, teu Salvador. Amém.