Doutrina e Convênios

SEÇÃO 68

Revelação dada por intermédio de Joseph Smith, o Profeta, em Hiram, Estado de Ohio, em novembro de 1831, por solicitação de Orson Hyde, Luke S. Johnson, Lyman E. Johnson e William E. McLellin ( History of the Church 1:227–229). Embora esta revelação seja a resposta ao pedido de que se fizesse conhecida a mente do Senhor concernente aos élderes mencionados, muito de seu conteúdo refere-se a toda a Igreja.

1–5, As palavras dos élderes, quando movidos pelo Espírito Santo, são escritura; 6–12, Os élderes devem pregar e batizar e sinais seguirão os que verdadeiramente crerem; 13–24, Os primogênitos dentre os filhos de Aarão podem oficiar como Bispo Presidente (isto é, ter as chaves da presidência como bispo) sob a direção da Primeira Presidência; 25–28, Ordena-se aos pais que ensinem o evangelho aos filhos; 29–35, Os santos devem guardar o dia do Senhor, trabalhar diligentemente e orar.

  MEU servo Orson Hyde foi chamado por sua ordenação para proclamar o evangelho eterno, pelo aEspírito do Deus vivo, de povo em povo e de terra em terra, nas congregações dos iníquos, em suas sinagogas, arrazoando com eles e expondo-lhes todas as escrituras.

  E eis que este é um padrão para todos os que foram ordenados a este sacerdócio, cuja missão, como designada, é sair para pregar.

  E este é o padrão para eles: Que afalem como forem movidos pelo Espírito Santo.

  E tudo que disserem, quando movidos pelo aEspírito Santo, será escritura, será a vontade do Senhor, será a mente do Senhor, será a palavra do Senhor, será a voz do Senhor e o bpoder de Deus para a salvação.

  Eis que esta é a promessa do Senhor a vós, ó meus servos.

  Portanto tende bom ânimo e não atemais, porque eu, o Senhor, estou convosco e ficarei ao vosso lado; e testificareis de mim, Jesus Cristo, que eu sou o Filho do Deus vivo, que eu fui, que eu sou e que eu virei.

  Esta é a palavra do Senhor a ti, meu servo aOrson Hyde, e também a meu servo Luke Johnson e a meu servo Lymam Johnson e a meu servo William E. McLellin e a todos os élderes fiéis de minha igreja:

  aIde por todo o mundo, bpregai o evangelho a toda ccriatura, agindo pela dautoridade que eu vos dei, ebatizando em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

  E aaquele que crer e for batizado será bsalvo; e quem não crer será ccondenado.

  10 E aquele que crer será abençoado com asinais que se seguem, sim, como está escrito.

  11 E a vós será dado conhecer os asinais dos tempos e os sinais da vinda do Filho do Homem;

  12 E a vós será dado o poder de aselar para a vida eterna todos aqueles de quem o Pai testemunhar. Amém.

  13 E agora, com respeito aos outros assuntos, fora os convênios e mandamentos, são estes:

  14 Daqui em diante, no devido tempo do Senhor, outros abispos serão designados na igreja, para ministrar como o primeiro;

  15 Portanto eles serão asumos sacerdotes dignos e serão designados pela bPrimeira Presidência do Sacerdócio de Melquisedeque, exceto quando forem descendentes literais de cAarão.

  16 E se forem descendentes literais de aAarão, têm direito legal ao bispado, se forem o primogênito dentre os filhos de Aarão;

  17 Pois o primogênito tem direito à presidência deste sacerdócio e às achaves ou autoridade do mesmo.

  18 Nenhum homem tem direito legal a este ofício, ou a possuir as chaves deste sacerdócio, a menos que seja adescendente literal e o primogênito de Aarão.

  19 Mas como um asumo sacerdote do Sacerdócio de Melquisedeque tem autoridade para oficiar em todos os ofícios menores, ele pode oficiar no ofício de bbispo quando não se achar um descendente literal de Aarão, desde que seja chamado, designado e ordenado a este poder, sob as mãos da Primeira Presidência do Sacerdócio de Melquisedeque.

  20 E um descendente literal de Aarão também deve ser designado por esta Presidência e ser digno e aungido e bordenado sob as mãos desta Presidência; caso contrário, não são legalmente autorizados para oficiar em seu sacerdócio.

  21 Mas em virtude do decreto referente ao direito que eles têm ao sacerdócio, transmitido de pai para filho, poderão reivindicar sua unção, se em qualquer tempo puderem provar sua linhagem ou provarem-na por revelação do Senhor, dada sob as mãos da Presidência acima mencionada.

  22 E também nenhum bispo ou sumo sacerdote que for designado para este ministério será julgado ou condenado por qualquer crime, a menos que seja diante da aPrimeira Presidência da igreja;

  23 E se for considerado culpado diante desta Presidência e por testemunho que não possa ser refutado, ele será condenado;

  24 E caso se arrependa, será aperdoado de acordo com os convênios e mandamentos da igreja.

  25 E também, se em Sião ou em qualquer de suas aestacas organizadas houver bpais que, tendo filhos, não os censinarem a compreender a doutrina do arrependimento, da fé em Cristo, o Filho do Deus vivo, e do batismo e do dom do Espírito Santo pela imposição das mãos, quando tiverem doito anos, sobre a cabeça dos pais seja o epecado.

  26 Pois isto será uma lei para os habitantes de aSião ou em qualquer de suas estacas que estejam organizadas.

  27 E seus filhos serão abatizados para a bremissão de seus pecados quando tiverem coito anos de idade; e receberão a imposição das mãos.

  28 E também ensinarão seus filhos a aorar e a andar em retidão perante o Senhor.

  29 E os habitantes de Sião também observarão o adia do Senhor para santificá-lo.

  30 E os habitantes de Sião, se forem designados para trabalhar, também se lembrarão de fazer suas tarefas com toda fidelidade, pois o ocioso será lembrado perante o Senhor.

  31 Agora eu, o Senhor, não estou satisfeito com os habitantes de Sião, porque há aociosos entre eles; e seus filhos também estão crescendo em biniqüidade; também não cbuscam sinceramente as riquezas da eternidade, mas seus olhos estão cheios de cobiça.

  32 Estas coisas não deveriam existir e precisam ser eliminadas de seu meio; portanto, que meu servo Oliver Cowdery leve estas palavras à terra de Sião.

  33 E dou-lhes um mandamento: Quem não oferecer suas aorações perante o Senhor no momento devido, que seja blembrado perante o juiz de meu povo.

  34 Verdadeiras e fiéis são estas apalavras; portanto não as transgredireis nem as bdiminuireis.

  35 Eis que eu sou o aAlfa e o Ômega e depressa bvenho. Amém.