Guia para Estudo das Escrituras

  1. A
  2. B
  3. C
  4. D
  5. E
  6. F
  7. G
  8. H
  9. I
  10. J
  11. K
  12. L
  13. M
  14. N
  15. O
  16. P
  17. Q
  18. R
  19. S
  20. T
  21. U
  22. V
  23. W
  24. Y
  25. Z

Mórmon, Profeta Nefita 

No livro de Mórmon, profeta nefita, general militar e mantenedor de registros. Mórmon viveu aproximadamente entre 311 e 385 d.C. (Mórm. 1:2, 6; 6:5–6; 8:2–3). Ele foi um líder militar durante a maior parte de sua vida, desde os 15 anos de idade (Mórm. 2:1–2; 3:8–12; 5:1; 8:2–3). Amaron instruiu Mórmon a preparar-se a fim de cuidar dos registros e da gravação nos mesmos (Mórm. 1:2–5; 2:17–18). Após registrar a história de sua própria época, Mórmon resumiu as placas maiores de Néfi nas placas de Mórmon. Mais tarde ele transferiu esse registro sagrado a seu filho, Morôni. Essas placas faziam parte dos registros dos quais Joseph Smith traduziu o Livro de Mórmon.

Palavras de Mórmon

Um pequeno livro do Livro de Mórmon. Entre as últimas palavras de Amaléqui, no livro de Ômni, e as primeiras do livro de Mosias, Mórmon, que resumiu todos os registros, fez esta pequena inserção. (Ver “Breve Análise do Livro de Mórmon,” no começo do Livro de Mórmon.)

Livro de Mórmon

Um livro separado dentro do volume de escrituras conhecido como Livro de Mórmon. Os capítulos 1–2 falam de Amaron, um profeta dos nefitas, dizendo a Mórmon quando e onde obteria as placas. Fala também do início de grandes guerras e dos três nefitas que foram retirados por causa da iniquidade do povo. Os capítulos 3–4 contam que Mórmon proclamou o arrependimento ao povo, mas este havia endurecido o coração e jamais fora tão grande a iniquidade em Israel. Os capítulos 5–6 registram as batalhas finais entre nefitas e lamanitas. Mórmon foi morto junto com a maior parte da nação nefita. No capítulo 7, Mórmon, antes de morrer, chamou o seu povo — daquela época e do futuro — ao arrependimento. Os capítulos 8–9 contam que no final restou com vida somente Morôni, filho de Mórmon. Este registrou as derradeiras cenas de morte e carnificina, inclusive a destruição do povo nefita, e escreveu uma mensagem às gerações futuras e aos futuros leitores desse registro.