1. A
  2. B
  3. C
  4. D
  5. E
  6. F
  7. G
  8. H
  9. I
  10. J
  11. K
  12. L
  13. M
  14. N
  15. O
  16. P
  17. Q
  18. R
  19. S
  20. T
  21. U
  22. V
  23. W
  24. Y
  25. Z

Samuel, Profeta do Velho Testamento

Filho de Elcana e Ana, Samuel nasceu em resposta às orações de sua mãe (I Sam. 1). Quando criança, foi deixado aos cuidados de Eli, sumo sacerdote do tabernáculo em Siló (I Sam. 2:11; 3:1). O Senhor chamou Samuel em tenra idade para ser profeta (I Sam. 3). Depois da morte de Eli, Samuel tornou-se o grande profeta e Juiz de Israel e restaurou a lei, a ordem e a adoração religiosa regular no país (I Sam. 4:15–18; 7:3–17).

Em I Sam. 28:5–20 há um relato em que Samuel é chamado, depois de morto, pela feiticeira de Endor, a pedido do Rei Saul. Isso não poderia ser uma visão de Deus, porque uma feiticeira ou qualquer outro médium não pode forçar um profeta a aparecer a seu pedido (I Sam. 28:20; 31:1–4).

Primeiro e segundo livros de Samuel

Em algumas bíblias, os livros I e II Samuel constituem um livro único. Em outras, constituem dois livros. Os livros abrangem um período de aproximadamente 130 anos, desde o nascimento de Samuel até pouco antes da morte do Rei Davi.

Primeiro livro de Samuel

Os capítulos 1–4 descrevem como o Senhor amaldiçoou e puniu a família de Eli e chamou Samuel como sumo sacerdote e juiz. Os capítulos 4–6 contam como a arca do convênio caiu nas mãos dos filisteus. Os capítulos 7–8 registram as advertências de Samuel com relação a ter falsos deuses e um rei iníquo. Os capítulos 9–15 descrevem a coroação de Saul e seu reinado. Os capítulos 16–31 contam a história de Davi e de como obteve o poder—Samuel ungiu Davi, que havia matado Golias. Saul odiava Davi, mas Davi recusou-se a matar Saul, embora tivesse a oportunidade de fazê-lo.

Segundo livro de Samuel

O livro contém os pormenores do reinado de Davi como rei de Judá e, depois, de toda Israel. Os capítulos 1–4 mostram a longa luta entre os seguidores de Davi, depois de haver sido coroado por Judá, e os seguidores de Saul. Os capítulos 5–10 contam que Davi chegou a ser poderoso sobre muitas terras. Os capítulos 11–21 mostram o declínio da força espiritual de Davi por causa de seus pecados e a rebelião em sua própria família. Os capítulos 22–24 descrevem os esforços de Davi para reconciliar-se com o Senhor.