Guia para Estudo das Escrituras

  1. A
  2. B
  3. C
  4. D
  5. E
  6. F
  7. G
  8. H
  9. I
  10. J
  11. K
  12. L
  13. M
  14. N
  15. O
  16. P
  17. Q
  18. R
  19. S
  20. T
  21. U
  22. V
  23. W
  24. Y
  25. Z

Smith, Joseph, Jr. 

O profeta escolhido para restaurar a verdadeira Igreja de Jesus Cristo na Terra. Joseph Smith nasceu no estado de Vermont, nos Estados Unidos da América, e viveu de 1805 a 1844.

Em 1820, Deus, o Pai, e Jesus Cristo apareceram a Joseph e ele ficou sabendo que nenhuma das igrejas da Terra era verdadeira (JS—H 1:1–20). Posteriormente foi visitado pelo anjo Morôni, que revelou o lugar onde estavam escondidas as placas de ouro que continham o registro de povos antigos do continente americano (JS—H 1:29–54).

Joseph Smith traduziu as placas de ouro e, em 1830, publicou-as com o título de Livro de Mórmon (JS—H 1:66–67, 75). Em 1829 ele recebeu a autoridade do sacerdócio, das mãos de João Batista e de Pedro, Tiago e João (D&C 13; 27:12; 128:20; JS—H 1:68–70).

De acordo com a orientação de Deus, em 6 de abril de 1830 Joseph e vários outros organizaram a Igreja de Jesus Cristo restaurada (D&C 20:1–4). Sob a liderança de Joseph a Igreja cresceu no Canadá, Inglaterra e no leste dos Estados Unidos, especialmente em Ohio, Missouri e Illinois. Uma forte perseguição acompanhava Joseph e os santos onde quer que se estabelecessem. Em 27 de junho de 1844, Joseph e seu irmão Hyrum foram assassinados em Carthage, Illinois, nos Estados Unidos da América.

Escrituras trazidas à luz pelo Profeta Joseph Smith

Joseph traduziu partes das placas de ouro que lhe foram entregues pelo anjo Morôni e essa tradução foi publicada em 1830 com o título de Livro de Mórmon. Também recebeu muitas revelações do Senhor, estabelecendo as doutrinas básicas e a organização da Igreja. Muitas dessas revelações foram compiladas naquilo que é agora conhecido como Doutrina e Convênios. Também foi responsável pelo surgimento da Pérola de Grande Valor, contendo tradução inspirada de alguns dos escritos de Moisés, Abraão e Mateus, trechos de sua história pessoal e testemunho e treze declarações da doutrina e das crenças defendidas pela Igreja.